Teste Teste Teste

24 de jul de 2016

Sindicato da Construção Civil prepara-se para realização do Dia da Construção Social

GIRO ECONÔMICO

O Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon-MA) e a Câmara Brasileira da Indústria da Construção Civil (CBIC) já deram início aos preparativos da 10ª edição do Dia Nacional da Construção Social (DNCS), maior evento de responsabilidade social e que este ano terá como tema "Valores Controem". 

 O evento, que será realizado dia 27 de agosto, no Sesi Araçagi, conta com apoio de vários órgãos e entidades, que vão oferecer serviços gratuitos nas áreas de saúde, educação, cidadania qualidade de vida, lazer e outras. Em 2015, a ação realizou 17.831 atendimentos para 1.431 pessoas e mostrou a importância do trabalho social através da integração de empresários, trabalhadores e familiares.

Dentre os serviços a serem prestados, destacam-se consultas médicas, exames dermatológicos, corte de cabelo, limpeza de pele, maquiagem, emissão de documentos, informações sobre direitos do consumidor, lazer, alimentação saudável e outros.

Concessões - Está em fase de elaboração, na Secretaria de Governo, um projeto de concessões de vários setores do Estado para a iniciativa privada, conforme anúncio feito nesta sexta-feira (22), na Federação das Indústrias (Fiema), pelo governador Flávio Dino, que não quis adiantar o que vai ser cedido a empresários, se estradas, portos, parques... “O anúncio vai ser feito no momento certo”, disse ele. Não se trata de privatização, mas gestão compartilhada, a exemplo do que vem sendo feito pelo governo federal. 

Azul - A companhia aérea Azul anunciou, quinta-feira (21), a criação do segundo voo diário entre São Luís e Fortaleza. O pedido para a ampliação da malha operada pela empresa já foi encaminhado à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Com estes voos, a ligação entre as duas cidades será feita, partindo de São Luís, às 08h50 e às 19h13, de domingo a sexta, e às 11h25, sábado. Saindo de Fortaleza, às 08h50, segunda, quarta, sexta e sábado; às 04h55, terças e quinta; às 12h, domingo; e às 19h25, domingo e sexta.

Brasil Produtivo - O ministro Marcos Pereira, da Indústria e Comércio, se equivocou ao dizer que o Maranhão foi o segundo estado (Amazonas teria sido o primeiro) a receber os programas Brasil Mais Produtivo e Cultura Exportadora. Antes destes, seu antecessor Armando Monteiro Neto lançou em Pernambuco, em 2015.









No lançamento do Programa Nacional de Cultura Exportadora (PNCE) e Brasil Mais Produtivo, sexta-feira, o ministro de Indústria e Comércio, Marcos Pereira, e o empresário Edilson Baldez, presidente da Fiema


Agroexport - A Agroexport, que se instalou em São Luís com o objetivo de comercializar animais vivos para Venezuela, Líbano e outros países do Oriente Médio e África estaria enfrentando dificuldades para continuar operando no Maranhão. Além do preço da arroba do boi cobrada aqui a R$ 126 e no Pará a R$ 122, não há disponibilidade de feno suficiente para alimentação dos animais confinados. O secretário de Indústria e Comércio, Simplício Araújo, garante, porém, que as soluções estão sendo buscadas. 

Infraestrutura - O ministro da Indústria e Comércio, Marcos Pereira, prometeu ampliar com o ministro de Moreira Franco (Secretaria Executiva do Programa de Parcerias de Investimentos - PPI) as discussões para que seja melhorada, por concessão, privatização ou ação do governo, a malha viária dos estados do Nordeste, como forma de estimular a participação das empresas da região no mercado internacional. O caso do Maranhão é exemplar, pois tem um excelente porto, porém rodovias precárias para se chegar a ele.

23 de jul de 2016

Governador Flávio Dino prepara pacote de bens e serviços do Estado que serão transferidos para a iniciativa privada

O governador Flávio Dino (PCdoB), que está num embate jurídico com a Associação dos Criadores do Maranhão (Ascem) por conta da cessão do Parque Independência à entidade, em 1992 e ratificada em 2009, surpreendeu quem acompanha de perto essa questão ao anunciar, nesta sexta-feira (22), que o Governo do Estado está preparando um projeto para cessão de diversos serviços e bens públicos para a iniciativa privada, sem que isto signifique privatizações.

Questionado por este jornalista sobre que bens e serviços devem ser passados para as empresas - estradas, parques, terminais rodoviários, portos, museus etc -, o governador se recusou a adiantar, dizendo apenas que no "momento oportuno serão anunciados". De acordo com o governador, os estudos estão sob a coordenação do secretário de Governo, Antônio Nunes.

O que surpreende no anúncio do governador é que ao reivindicar a devolução do Parque Independência, um dos argumentos do governo é a incompatibilidade de um patrimônio público vir sendo explorado por uma instituição privada, já que a Ascem ali realizava a Exposição Agropecuária do Maranhão (Expoema). No local, o governo pretende construir 2.084 unidades habitacionais voltadas para servidores públicos, embora haja outras áreas que poderiam ser destinadas para esse tipo de projeto, como Sítio Santa Eulália (Jaracati) e outros.

A ideia do governador é transferir a empresários aquilo que eles podem fazer com mais eficiência que o poder público, tal como era o contrato do Parque Independência, que foi cedido porque a Expoema administrada pela Ascem garantia o evento sem despesas para o Estado, que é dono do evento, e ainda se livrava de gastos com vigilância, manutenção etc. O contrato de cessão vai até 2026.

Vale ressaltar que o Governo do Estado, na administração de José Reinaldo Tavares, adquiriu uma fazenda em Balsas, a Sol Nascente, para que a Fundação de Amparo à Pesquisa no Corredor de Exportação Norte (Fapcen) tivesse um lugar adequado para fazer sua exposição agropecuária, a Agrobalsas.

Mais de 2,8 mil toneladas de embalagens de agrotóxico são recolhidas no Nordeste na operação Campo Limpo

GIRO ECONÔMICO

De janeiro a junho deste ano, o Sistema Campo Limpo retirou dos campos do Nordeste do Brasil, 2.876 toneladas de embalagens vazias de defensivos agrícolas, quantidade 12% menor em relação ao primeiro semestre de 2015, acompanhando acontecimentos que impactam na agricultura brasileira.

Os números seguem a tendência observada no Brasil, que apresentou uma queda de 6% na destinação do material no semestre. Conforme tem sido divulgado, diversos fatores justificam essa diferença. Entre eles, destacamos as alterações climáticas (excesso de chuvas na região sul e seca na região do centro-oeste e no Matopiba), a expansão do plantio da variedade de soja Intacta, que reduz a aplicação de produto, e o aumento do contrabando de agrotóxicos, este último sendo um ponto de atenção para as autoridades.

Atualmente, o Sistema Campo Limpo encontra-se em sua maturidade e a expectativa é de manutenção da quantidade total de material destinado no país. Ao considerar todos esses elementos, a previsão de destinação de embalagens vazias para 2016 é de 44,5 mil toneladas.

Lançamento - A Ford, em São Luís representada pela Duvel, apresentou o Novo Edge, que chega ao mercado em agosto como uma das melhores opções de preço e conteúdo no segmento de crossovers de luxo. Sucesso na América do Norte, Europa e Ásia, o veículo combina as vantagens de um utilitário esportivo com a elegância de um automóvel premium. O Novo Edge traz uma série de tecnologias semiautonômas, equipamentos de última geração que garantem melhor dirigibilidade, mais segurança e conforto. 

Armazenagem - Wilson e Hilton Reis apresentam quarta-feira (27) a Guarde Mais–Self Storage, franquia referência no segmento de armazenamento de itens pessoais ou industriais, estoque, documentos empresariais etc, serviço há anos utilizado nos Estados Unidos e outros países. Trata-se de um sistema de auto armazenamento, que é uma ótima opção para quem precisa de espaço para guardar seus pertences. Além São Luís, a franquia conta com unidades em São Paulo, Curitiba, Belo Horizonte, Florianópolis e Porto Alegre. 

Milho - Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) encaminhou à equipe econômica do governo proposta de isenção de PIS/Cofins para a importação do grão até o fim do ano a fim de conter a alta de preços do grão.





Na primeira edição do Mundo Tech, realizado quinta-feira (21), no Hotel Luzeiros, a advogada Ana Cristina Feitosa, com representantes das empresas Avaya, Bosch, Delta, Furukawa e Anixter, além de Darci de Jesus, diretor da Fonmart, promotora do evento


Pradam - O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, (Senar) realiza neste sábado, (23), a partir das 8h, no Sindicato dos Produtores Rurais de Açailândia (Sinpra), o Seminário de Sensibilização sobre o Projeto de Recuperação de Áreas Degradadas na Amazônia (Pradam), voltado aos produtores rurais, lideranças sindicais e políticas, técnicos de campo, professores e estudantes da região tocantina. Um dos principais objetivos do projeto é conciliar a produção agropecuária com a preservação das florestas.

Tecnologia - As soluções em tecnologia para melhorar o desempenho, agilidade e eficiência dos serviços prestados pelas empresas foram apresentadas ao presidente da Federação das Indústrias, Edilson Baldez, por representantes de indústrias que participaram do Mundo Tech, evento promovido quinta-feira (21) pela Fonmart Tecnologia, dentre elas Avaya Brasil, Bosch Security Systems e Furukawa, que atuam nas áreas de tecnologia da informação, telecomunicações, segurança eletrônica, energia e infraestrutura.

22 de jul de 2016

Presidente da OAB-MA, Thiago Diaz, contrata auditoria externa para analisar contas rejeitadas do antecessor

O Conselho Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MA) decidiu, em reunião realizada na noite desta quinta-feira (21) reprovar as contas referentes ao ano de 2015 da gestão do ex-presidente Mário Macieira (foto).

O Conselho determinou, na reunião de junho, a contratação de uma auditoria independente para uma análise minuciosa dos fatos. O resultado encontrado pelos profissionais em Contabilidade, devidamente qualificados e aptos ao trabalho, confirmou irregularidades, tais como: gastos superiores à arrecadação; acréscimo acentuado de despesas, acima do limite permitido em cerca de 46%, no segundo semestre de 2015; término da gestão sem deixar o fluxo de caixa (reserva de contingência) determinado pelo Conselho Federal da OAB para o pagamento das contas ordinárias pela gestão seguinte; e pagamento desordenado de obras sem a devida comprovação de sua realização.

"A reunião contou com a presença de ex-diretores, entretanto os argumentos apresentados por eles não convenceram os conselheiros estaduais que votaram pela rejeição das contas", disse nota da assessoria de imprensa da entidade.

Serviço Nacional de Aprendizagem Rural realiza nesta sexta-feira, em Açailândia, seminário sobre Pradam

GIRO DE SEXTA

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, (Senar) realiza neste sábado (23), a partir das 8h, no Sindicato dos Produtores Rurais de Açailândia (Sinpra), o Seminário de Sensibilização sobre o Projeto de Recuperação de Áreas Degradadas na Amazônia (Pradam), voltado aos produtores rurais, lideranças sindicais e políticas, técnicos de campo, professores e estudantes da região tocantina. 

O evento tem como principal objetivo difundir os princípios e tecnologias de produção sustentável no bioma amazônico. Na programação constam palestram com técnicos especializados que abordarão temas relativos às seguintes tecnologias: Integração Lavoura-Pecuária-Floresta, (ILPF), Recuperação de Pastagens Degradadas, Plantio Direto, Florestas Plantas e Sistemas Agroflorestais – SAFs.

O Pradam é uma parceria entre o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuáia (Embrapa).

Turismo - Com o reconhecimento do conjunto da Pampulha, em Belo Horizonte (MG), como Patrimônio Cultural da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), passam a ser 11 os bens culturais tombados pela instituição no Brasil. Os outros dez são Brasília (DF), Goiás Velho (GO), Diamantina (MG), Ouro Preto (MG), Olinda (PE), São Luís (MA), Salvador (BA), Congonhas (MG), São Cristovão (SE) e São Miguel das Missões (RS).

Intecom - Os estados do Nordeste - Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Bahia -–estão na mira da Intecom Logística para onde pretende expandir sua oferta de serviços no segundo semestre de 2016. A empresa atua na gestão de armazenagem e entrega de medicamentos e produtos de higiene pessoal em farmácias, tendo a Walmart como seu principal cliente na região, onde entrega mais de 45 milhões de produtos farmacêuticos, perfumaria e higiene pessoal.

Posse no INSS - Toma posse nesta sexta-feira (22), o novo superintendente do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS),Antônio Wilson Ribeiro Furtado. A solenidade está marcada para às 10h, na sede do órgão, na Avenida dos Holandeses (Calhau)
.








Em recente visita à Apae, o deputado Eduardo Braide (C) foi recepcionado pela diretoria da entidade, dentre eles Pedro Afonso de Souza (D)


Exportação - O presidente da Federação das Indústrias (Fiema), Edilson Baldez, recebe, nesta sexta-feira (22), o ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Marcos Pereira, que vem ao Maranhão para fazer o lançamento do programa Brasil Mais Produtivo e do Plano Nacional da Cultura Exportadora (PNCE). O Programa Mais Produtivo tem a parceria do Senai e é focado na melhoria do processo produtivo das empresas. Já o PNCE oferece oportunidades de acesso ao mercado exterior.

Suzano - Quando a visita do ministro Marcos Pereira ao Maranhão foi anunciada, chegou-se a incluir na sua agenda no estado uma visita a Imperatriz, onde ele faria o lançamento de uma nova plataforma da Suzano, esta voltada para fabricação de papel higiênico que teria como mercado prioritário as regiões Norte e Nordeste. Alguma coisa aconteceu, pois a Suzano decidiu simplesmente cancelar o evento e assim a passagem de Marcos Pereira pelo Maranhão se restringirá a um encontro com empresários na Fiema.

21 de jul de 2016

Programas de Cultura Exportadora e Brasil Mais Produtivo serão lançados nesta sexta-feira na Federação das Indústrias

O ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, lança nesta sexta-feira (22/07), em São Luís - MA, o Plano Nacional da Cultura Exportadora (PNCE) e o Programa Brasil Mais Produtivo. O lançamento será realizado na Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema). A ação é o braço regional do Plano Nacional de Exportações, que tem o objetivo de aumentar o número de empresas que operam no comércio exterior e, consequentemente, aumentar as exportações de produtos e serviços do Estado.

O MDIC mapeou mais de duas mil empresas maranhenses de diversos setores econômicos, como produtos alimentícios, minerais, vestuário, entre outros, que poderão se beneficiar das ações do plano. As empresas participantes contarão com ferramentas de treinamento, capacitação, consultoria para adequação de produtos e identificação de mercados. O PNCE é desenvolvido em cinco etapas – sensibilização, inteligência comercial, adequação de produtos e processos, promoção comercial e comercialização. Além disso, conta ainda com três temas transversais para o direcionamento das empresas: financiamento, qualificação e gestão.

No Maranhão, o programa conta com o apoio de parceiros nacionais e estaduais, como a Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema), Secretaria de Indústria e Comércio (Seinc); Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-MA); Associação Comercial do Maranhão (ACM); Banco do Brasil, entre outros.

O programa é uma ação focada na melhoria do processo produtivo das empresas brasileiras e tem como objetivo aumentar em pelo menos 20% a produtividade das empresas participantes. O Brasil Mais Produtivo vai atender, em todo o país, três mil pequenas e médias indústrias brasileiras dos setores de alimentos e bebidas, vestuário e calçados, metalomecânico e moveleiro. No Maranhão, vai atender empresas do setor moveleiro. O objetivo é realizar consultorias com empresas do Arranjo Produtivo Local (APL) “Móveis de São Luís” e da microrregião de Imperatriz.

Movimento de companhias aéreas tem queda de 5,9% no mês de junho, segundo números da Abear

GIRO ECONÔMICO

As companhias aéreas registraram, em junho, queda de 5,9% na demanda por voos domésticos em relação a junho de 2015, considerando o número de bilhetes vendidos, trecho percorrido e descontos de ocupação pela tripulação, cortesia e gratuidades. Foi a décima primeira queda consecutiva, no pior resultado para um mês de junho desde 2012, segundo informou a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear). 

A oferta estimada - com base no número de assentos disponíveis e distância percorrida - apresentou retração de 6,4%. Já o movimento de passageiros teve baixa de 7% com 6,8 milhões de viagens. Os dados abrangem as empresas Avianca, Azul, Gol e Latam, associadas à Abear e que respondem por 99% do mercado doméstico.

No acumulado do primeiro semestre, houve queda de 6,6% na demanda; de 5,9% na oferta e de 8% no fluxo de passageiros em 43,2 milhões de viagens. A Gol teve uma participação no mercado de 36,42%; a Latam (34,96%); a Azul (17,15%) e a Avianca (11,48%). 

Alimentos - A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) elaborou padrões de qualidade para quatro produtos que poderão ser adquiridos da agricultura familiar pelo governo federal, mas para isto devem obedecer algumas especificações: açúcar mascavo deve ter teor mínimo para sacarose de 90% e o demerara, 96%. Para a rapadura os glicídios devem ser de no mínimo 80% e o máximo de 6% para o teor de cinzas. Já para o polvilho doce é necessário ter amido mínimo de 80% e umidade máxima de 14%. 

Fornecedores - A fim de garantir maior participação das empresas maranhenses como fornecedoras aos empreendimentos locais, o presidente da Federação das Indústrias, Edilson Baldez, e o gerente de Relações Institucionais da Vale, Dorgival Pereira, assinaram terça-feira (19), convênio de renovação da Vale como mantenedora do Programa de Desenvolvimento de Fornecedores (PDF). Na oportunidade, o representante da mineradora entregou um relatório das ações realizadas pela Vale no Maranhão em 2015. 

WhatsApp - Depois da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de liberar o uso do aplicativo de mensagens WhatsApp que fora suspenso pela justiça do Rio de Janeiro em todo o país na tarde terça-feira (19), a empresa disse esperar que os bloqueios não aconteçam novamente. 









Dorgival Pereira (E), pela Vale, e Edilson Baldez, pela Fiema, renovaram convênio para fortalecimento do PDF. Também no registro, o vice-governador Carlos Brandão



Laboratório - A Diagnósticos da América (Dasa) já assumiu o controle administrativo do Laboratório Gaspar, mas pediu um tempo para que os atuais proprietários mantenham o controle técnico, até que seja adequado aos seus padrões. A nova proprietária teria decidido também não mudar o nome da empresa, que conta com 24 unidades distribuídas nos municípios de São Luís, Santa Inês e São José de Ribamar. Embora seus planos fosse uma aposentadoria, Antônio Gaspar aceitou a proposta dos novos donos. 

Ministros - Em pouco mais de dois meses à frente do governo federal, o presidente interino Michel Temer (PMDB-SP) já despachou para o Maranhão dois ministros de áreas estratégicas para o desenvolvimento do estado para dialogarem com a classe empresarial local. O primeiro foi Sarney Filho (PV), do Meio Ambiente, em junho, e o segundo é Marcos Pereira, de Indústria, Comércio Exterior e Serviço, que, a exemplo do primeiro, cumpre agenda na Federação das Indústrias, nesta sexta-feira (22).