23 de dez. de 2013

Estudo da Receita Federal mostra que impostos consumiram mais de 35% da renda dos brasileiros

GIRO ECONÔMICO

O peso dos impostos no bolso dos brasileiros atingiu, em 2012, 35,85% de sua receita, ou seja, 0,54 ponto percentual acima dos 35,31% de 2011. No período houve incremento de 2,44% na arrecadação da União, estados e municípios, o que contribuiu para aumento da carga tributária. Os tributos que mais pesaram foram as contribuições para Previdência Social e Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), além do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Para Othoniel Lucas, coordenador-geral de Estudos Econômico-Tributários e de Previsão e Análise de Arrecadação da Receita, o INSS e o FGTS, vinculados à folha de pagamento, refletem aumento da massa salarial e a alta do ICMS, crescimento das vendas de bens e serviços.  Boa parte dos recursos foram para programas sociais, como Bolsa Família, diz o coordenador-geral de Política Fiscal do Ministério da Fazenda, Jeferson Bittencourt. “É comum países com rede de proteção ampla como o Brasil terem carga tributária alta".

Auvepar I - Uma ampla reforma nas instalações da Auvepar, na Avenida dos Holandeses (Calhau), vai adequar a revenda local da Kia Motors ao padrão mundial da montadora coreana. Segundo o empresário Carlos Gaspar, além da alteração da identificação na fachada do prédio, a loja será 100% climatizada e vão ser criados outros confortos para clientes, bem como estão previstas melhorias nas oficinas, a fim de garantir uma melhor assistência técnica aos compradores desses modelos, a partir de março de 2014. 

Auvepar II - Carlos Gaspar diz ainda que as adequações se devem ao bom desempenho da Kia no comércio de autos no Maranhão, principalmente por conta da boa qualidade de seus produtos, pois mesmos enfrentando uma forte concorrência pelo IPI mais elevado (30% a mais), por serem carros importados, os modelos coreanos ainda são bem procurados. “Se tivéssemos igualdade na tributação, estaríamos à frente de muitas marcas que se sustentam por terem linha mais popular”, sintetiza. 

Cimento - Uma luta que vinha sendo sustentada pelos dois órgãos que representam a construção civil no estado, Ademi-MA e Sinduscon, acabou tendo o efeito creditado ao deputado César Pires (DEM), que em discurso na Assembleia Legislativa, quinta-feira, atribuiu a queda no preço do cimento, que recuou de R$ 40,00 para R$ 28,00, aos pronunciamentos que teria feito contra as indústrias. Sinceramente!!!


Natural de Viana, Jéssica Mendes Costa, 23 anos, é a mais jovem dos graduados em Medicina pela Universidade Federal do Maranhão, e já planeja voos mais altos como uma pós-graduação pela Universidade de São Paulo (USP). No registro, com os pais, Paulo de Tarso e Célida Mendes, na colação de grau, sexta-feira



Dívida - O Governo do Estado certamente não vai deixar coalhar seu projeto eleitoral para 2014, na região tocantina, por conta do não pagamento de 1 milhão de litros de leite adquiridos em 2012 pela Secretaria de Saúde, junto a um laticínio local. Afinal de contas, são mais de 700 pequenos produtores e mais de 100 empregados que estão na pior, pois, com a suspensão das atividades da empresa, perderam sua principal fonte de renda, portanto alguma medida emergencial deverá ser tomada nos próximos dias.

Presentes - Os retardatários que ainda não tiveram tempo de comprar seus presentes para a meia-noite da próxima terça-feira têm hoje uma condição excepcional para fazer compras, pois as grandes lojas da Rua Grande – Riachuelo, C&A, Le Biscuit, Marisa, Casas Freitas e By Express - decidiram abrir suas portas até às 18h, depois de um acordo com o Sindicato dos Comerciários para pagamento de hora extra com 100% de acréscimo e mais uma gratificação de R$ 45,00 para cada trabalhador escalado

Nenhum comentário: