25 de dez. de 2013

Roseana pede 15 dias de prazo para esclarecer domínio de facções criminosas em Pedrinhas

A governadora Roseana Sarney pediu à Procuradoria Geral da República mais 15 dias de prazo para explicar o descontrole no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde facções criminosas estão impondo suas ordens. O prazo concedido pelo procurador-geral, Rodrigo Janot, venceu na terça-feira (24).
De acordo com o Blog de Josias de Souza, a governadora alega que precisa de pelo menos duas semanas para preparar esta resposta. Em nota, o governo informou que apresentará levantamento completo das obras e ações realizadas na área da Justiça e administração penitenciária ao Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), presidido por Janot, e o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), presidido pelo ministro Joaquim Barbosa, que também preside o Supremo Tribunal Federal (STF), nos próximos 15 dias.
Este, foram executados 59 presos, sete deles apenas na última semana.
Em Pedrinhas, mandam os chefes das facções criminosas, que chegam até mesma a obrigar presos a cederem suas mulheres e irmãs para serem estupradas por eles. Quem desobedece morre. 
O procurador-geral cogita requerer ao STF a intervenção federal no Estado de Roseana. Não se sabe, por ora, se ele dará à governadora o prazo que ela quer. Suspenso desde a véspera do Natal, o expediente da Procuradoria só será retomado nesta quinta (26).

Nenhum comentário: