14 de dez. de 2013

Três dos quatro lotes de linha de transmissão e subestações da Aneel são arrematados em leilão

Apenas dois dos sete concorrentes inscritos para o leilão de linha de transmissão e subestações da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), ocorrido na manhã desta sexta-feira (13), na sede da BMF&Bovespa, demonstraram interesse nos negócios, que se encerraram com deságio médio de 5,64%.
O Consórcio de Transmissão de Energia Brasil arrematou dois dos quatro lotes oferecidos. Ficou com o lote C a linha de transmissões e subestações nos estados do Maranhão, Piauí e Tocantins, com deságio de 6%, cujo Receita Anual Permitida (RAP) estava estimado em R$ 17.063 milhões para uma oferta da empresa de R$ 16.040 milhões. Esse mesmo grupo venceu a licitação como único interessado do lote D, com deságio de 6,10% com uma oferta de R$ 7,782 milhões.
A empresa Transmissora Aliança de Energia Elétrica foi a única interessada no leilão do lote A, que são linhas de transmissões de 500 kilowatts (kW) no estado de Minas Gerais. A empresa ofereceu um RAP de R$10,999 milhões com deságio de 4,76%. O lote B, investimentos em subestações no estado de Rondônia, não teve interessados.

Nenhum comentário: