29 de out. de 2014

Flávio Dino sinaliza que não vai dar autonomia a seus secretários ao anunciar mais um para o segundo escalão

O governador eleito, Flávio Dino (PCdoB), parece estar decidido não dar autonomia aos seus secretários para escolherem os seus auxiliares. Nesta quarta-feira (29), por exemplo, ele anunciou mais um nome que integrará a sua equipe de governo a partir de 1° de janeiro de 2015, no caso Geraldo Cunha Carvalho Júnior (foto), que vai ser diretor do Instituto de Metrologia e Qualidade Industrial do Maranhão (Inmeq), um órgão de segundo escalão que é vinculado à Secretaria de Desenvolvimento, Indústria e Comércio (Sedinc), ou seja, o escolhido para esta pasta já vai encontrar a equipe montada, o que deve ocorrer também nas demais pastas em que todos devem ser todas escolhas pessoais do governador.
Dentre as atribuições do Inmeq está a fiscalização de produtos e instrumentos, como balanças, bombas de combustível, taxímetros, entre outros, e acompanhamento de medidas. Além disso, compete à instituição proteger o consumidor e mantê-lo informado, orientando sobre os cuidados que se deve ter ao adquirir produtos e serviços.
Geraldo Cunha é economista graduado pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA), possui pós-graduação em Engenharia Econômica (UFMA) e é membro conselheiro do Instituto de Cidadania Empresarial do Maranhão (ICE-MA) desde 2011. Foi professor da Universidade Nove de Julho (São Paulo). Possui ampla experiência na área de relação com o consumidor, já tendo atuado como representante de operações de campo do Banco Volkswagen, gerente comercial da Agisa - indústria sediada em São Luís.

Nenhum comentário: