29 de nov de 2014

Mário Macieira lembra que seus críticos insinuavam que colocaria a OAB a serviço da prima Roseana Sarney

O presidente da seccional maranhense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MA), Mário Macieira, disse nesta sexta-feira à noite, em Bacabal, antes de proferir palestra num evento organizado pela Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), que não pretende polemizar com aqueles que insinuam estar colocando a entidade a serviço do governador eleito, Flávio Dino (PCdoB), por conta da amizade que existe entre eles. Segundo Mário, a mesmo maldade foi levantadas em 2009, quando se candidatou pela primeira vez e diziam que iria colocar a Ordem a serviço do Palácio dos Leões, simplesmente porque a governadora Roseana Sarney é sua prima (o pais de Mário, Roberto Macieira, era irmão da mãe de Roseana, Marly).
De acordo com o presidente da OAB, as críticas que se levantam contra ele agora são típicas de períodos de aproximação de um processo eleitoral. No próximo ano haverá eleição para escolha do novo presidente, portanto quem tem interesse no cargo desde já começa a se movimentar, a fim de atrair simpatizantes para sua causa. Ele faz questão de ressaltar, no entanto, que a amizade com Flávio Dino vem desde quando ainda era estudante de Direito e foi seu estagiário, mas isto não implica dizer que a OAB será amiga do governo, pois a instituição é apartidária e continuará cumprindo com sua missão em defesa dos advogados e do estado democrático de direito.

Flávio Dino não terá oposição ferrenha na Assembleia nos seis primeiros meses, diz Roberto Costa

O deputado Roberto Costa (PMDB) declarou nesta sexta-feira à noite, em Bacabal, que o governador Flávio Dino (PCdoB) não vai enfrentar uma oposição radical e raivosa como a que teve a governadora Roseana Sarney (PMDB). Segundo ele, uma bancada de 06 a 12 deputados deve ficar numa "linha independente", fiscalizando o governo, criticando naquilo que estiver errado e contribuindo naquilo que for de interesse dos maranhenses. 
Embora desconverse, Roberto deverá ser o líder dessa bancada, que terá ainda a presença, dentre outros, de Adriano Sarney, Nina Melo, Andrea Murad, Souza Neto e César Pires, porém Roberto Costa não descarta a possibilidade de um crescimento, pois, a partir do momento que forem surgindo os descontentamentos dos aliados do futuro governador, a bancada oposicionista tende a aumentar.
De acordo com o parlamentar peemedebista, a decisão que está sendo tomada é de muita responsabilidade, pois não há interesse de fazer oposição por oposição. "Precisamos em primeiro lugar respeitar o resultado das urnas, disse ele, destacando que o novo governador, segundo ele, precisa de pelo menos seis meses para se adequar, conhecer a máquina pública, apontar a direção de seus governo e começar a trabalhar. Vencido este prazo, ele já deve ser cobrado se estiver demorando nas tomadas de decisões, porém se estiver agindo de forma correta, receber o apoio até mesmo de quem não faz parte da base aliada. Ele lembrou que, infelizmente, não foi este o tratamento dispensado à governadora Roseana Sarney, que foi bombardeada desde o início de sua administração.

Simplício Araújo diz que governo vai combater as empresas fantasmas para tornar o mercado mais justo

Indicado pelo governador eleito, Flávio Dino (PCdoB), para comandar a Secretaria de Desenvolvimento, Indústria e Comércio, a partir de 2015, o deputado federal Simplício Araújo visitou nesta quinta-feira (27) a Federação do Comércio do Maranhão, onde ressaltou o compromisso com o desenvolvimento das empresas locais. “Nós observamos que o Estado não tem compromisso com o comerciante, com o empresário maranhense. Os jornais nacionais vêm mostrando com clareza essa relação dos governos com o comércio. Na maioria dos municípios o dinheiro que circula é apenas o dinheiro da folha de pagamento das prefeituras. Tem ainda a questão do combate às empresas fantasmas, pois vários empresários com 40, 50 anos de atividade, quando decidem participar de uma licitação, são obrigados a concorrer com empresas de pasta, empresas que só têm a nota fiscal, que não têm responsabilidade com funcionários, com tributos, com nada”.
O presidente da Fecomércio, José Arteiro da Silva, colocou a instituição à disposição da secretaria para contribuir com a implementação de projetos que visem ampliar a competitividade do comerciante maranhense e observou a importância da cooperação entre várias secretarias do governo para auxiliar nessa missão. “A partir de 1º de janeiro nós teremos um novo governo e a nossa expectativa é que possamos ampliar cada vez mais a participação das empresas maranhenses na economia do estado, seja no comércio, no setor de serviços, no turismo ou na indústria. Os empresários maranhenses tem a capacidade de crescer, basta que o governo apoie esse desenvolvimento, com um trabalho colaborativo e dinâmico entre todos os organismos que o compõem e, principalmente, o diálogo aberto com a classe empresarial”, disse.
Sobre o incentivo às empresas locais, o secretário indicado foi enfático ao afirmar que existe uma série de questões que precisam ser modificadas no atual modelo de gestão. “Há um programa muito bom, que é inclusive uma ideia de iniciativa da própria classe empresarial, o Programa de Desenvolvimento de Fornecedores (PDF), fornecedores que são preparados para vender para grandes empresas como a Vale e Alumar, mas o governo não compra dessas empresas. Se você vai nas secretarias do governo, você vê as caminhonetes com placa de Pernambuco porque são alugadas de lá, quando deveriam ser alugadas de empresas daqui do Maranhão; água mineral comprada lá em Recife, e mais uma série de situações que não valorizam efetivamente a classe empresarial do Maranhão”, pontuou Simplício Araújo.
Além disso, o deputado completou afirmando que sua gestão terá a participação efetiva dos empresários e de todo o setor produtivo. “A orientação que nós temos é que promovêssemos uma ruptura com o que está aí e um resgate da imagem do Maranhão diante dos outros estados. Nós precisamos colocar a secretaria e o governo para buscar essa mudança. Mas é necessário união, essa responsabilidade do resgate da imagem do estado precisa ser compartilhada com o comércio, a indústria e toda a classe empresarial, isto aqui é um convite para que a gente construa esse caminho juntos, ouvindo vocês, colocando as pautas de vocês como prioridade, e, assim, com toda a certeza nós vamos conseguir mudar”, falou o futuro secretário aos diretores da Federação do Comércio do Maranhão.


Operadoras de telefonia móvel recebem autorização da Anatel para operarem na frequência 4G

GIRO ECONÔMICO

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) deverá assinar dia 5 de dezembro a autorização para uso da faixa de frequência da tecnologia 4G, leiloada em setembro, mas mesmo com a autorização, as operadoras não poderão oferecer o serviço, porque é preciso "limpar" a faixa, que atualmente é ocupada por emissoras de televisão. O presidente da agência, João Rezende, não concorda com o pedido das empresas vencedoras do leilão de reduzir em mais de R$ 200 milhões o valor a ser pago pelas outorgas. Segundo ele, os cálculos foram analisados pela Anatel e pelo Tribunal de Contas da União. No dia 5 de dezembro as empresas deverão pagar à Anatel o dinheiro correspondente às outorgas, porém, de acordo com Rezende, se não pagarem, perderão as garantias depositadas, além de receber multas, e só poderão assinar a autorização com recurso judicial.
O conselheiro da Anatel Igor de Freitas explicou que as empresas questionam valores referentes a diferenças em relação a créditos tributários. Segundo ele, as três maiores empresas que venceram o leilão (Claro, TIM e Vivo) discutem o pagamento de R$ 62 milhões cada, e a CTBC, R$ 25 milhões.

Comércio - A partir de hoje, até o fim de dezembro, o comércio de São Luís funcionará aos sábados, o dia todo, e aos domingos, das 8:00 às 14:00 horas, a fim de dar mais tempo aos consumidores que quiserem comprar presentes de Natal. O horário especial foi definido em negociações entre empregadores e empregados e, na avaliação da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), com ele será possível atingir a expectativa de aumento nas vendas, pois favorece o consumidor que dispõe de pouco tempo para ir às compras.

SehamaO Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do Maranhão (Sindhorbs-MA), atendendo orientação da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), mudou de identidade e agora passa a se chamar Sindicato Empresarial de Hospedagem e Alimentação do Maranhão (Sehama). Além do nome tem nova marca, que traz a ideia de modernidade e inspiração, trabalhando a imagem de uma asa, que simboliza a liberdade e a capacidade de alçar voos cada vez mais altos. 

Sampaio - Apesar da torcida não compreender assim, o empresário Sérgio Frota, que preside o Sampaio Corrêa dá como positiva a participação do seu clube na Série B do Campeonato Brasileiro, pois a ascensão para a Série A, como era o desejo de muitos, poderia resultar em problemas futuros, por conta dos altos investimentos, sem a certeza de retorno garantido.





No encontro de quinta-feira, na Federação das Indústrias, a governadora Roseana Sarney com diretores da entidade, dos quais recebeu reconhecimento de uma boa parceria com a iniciativa privada nos últimos seis anos






Colheita  - O Grupo BB Mendes e a Camil Alimentos iniciam neste sábado, na Fazenda Mamão, no município de Arari, a colheita de arroz do plantio feito com a cultivar desenvolvida pela Embrapa especialmente para a região da Baixada Maranhão. No local haverá exposição de tratores, máquinas e equipamentos agrícolas, bem como está programada uma série de palestras sobre o desenvolvimento da agricultura, visando à orientação dos agricultores locais sobre como melhor desenvolver seus plantios no Estado.

Comunicação - O Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) está com inscrições abertas para diversos cursos na área da Comunicação, dentre eles, locutor, apresentador e animador, oferecidos pelo Centro de Educação Profissional de São Luís. Além destes, interessados numa carreira profissional podem se inscrever também para se capacitar em Auxiliar Administrativo, Almoxarife e Operador de Caixa. As inscrições podem ser feitas até dia 03 de dezembro e o resultado será divulgado dia 05.

28 de nov de 2014

Banco Central lança nesta sexta-feira moedas comemorativas aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro

O Banco Central (BC) lança nesta sexta-feira (28), no Rio de Janeiro, as moedas comemorativas dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016. Segundo comunicado do BC, serão lançadas uma moeda de ouro, quatro de prata e quatro de circulação comum. A data de lançamento e detalhes sobre as moedas foram divulgados em comunicado publicado hoje (27) no Diário Oficial da União. De acordo com o Banco Central, a moeda de ouro homenageia o Cristo Redentor e a corrida de 100 metros rasos. As moedas de prata homenageiam o Rio de Janeiro. A parte da frente traz esportes praticados pelos cariocas, e o verso, aspectos da cultura e da natureza da cidade e do Brasil.
Já as moedas comuns remetem aos esportes olímpicos e paralímpicos. Segundo o BC, atletismo e natação representam os dois esportes em que o Brasil mais conquistou medalhes em jogos olímpicos, e golfe e paratriatlo, as duas modalidades que passarão a fazer parte dos jogos de 2016. A
moeda de ouro terá tiragem inicial de 4 mil unidades, com 2 mil para o mercado nacional e 2 mil para o internacional. Segundo o BC, essa é a estimativa inicial, mas a tiragem pode chegar a 5 mil. A unidade será comercializada por R$ 1.180.
As moedas de prata terão tiragem inicial de 18 mil unidades por tipo, sendo 8,7 mil para o mercado brasileiro e 10 mil para o internacional. A tiragem pode chegar a 25 mil moedas. Elas serão vendidas pelo preço unitário de R$ 195. Estojos com os quatro modelos da moeda estarão disponíveis em 2015, com datas e preço a serem anunciados. A autoridade monetária informou ainda que as moedas comuns de R$ 1 entrarão em circulação pela rede bancária. Uma parte será vendida em embalagens especiais para coleção, com preço unitário de R$ 13. Cartelas com os quatro tipos de moedas de R$ 1 também devem ser disponibilizadas a partir de 2015, com data e preço a serem definidos.

No seu último evento com os empresários, Roseana Sarney lança o Maranhão Competitivo

GIRO ECONÔMICO

A governadora Roseana Sarney, pode-se afirmar assim, manteve nesta quinta-feira (27), na Federação das Indústrias (Fiema) seu último encontro com a classe empresarial maranhense. A pouco mais de um mês para encerrar o mandato, ela fez a apresentação do programa Maranhão Competitivo - Uma estratégia de Desenvolvimento Produtivo, voltado para o fortalecimento das empresas aqui instaladas e as que pretendem se instalar. Roseana apresentou um balanço das ações de seu governo na área econômica nos últimos cinco anos e assinou um termo de cooperação com a Fiema, voltado para o desenvolvimento da produção de aguardente no Estado. 
O próximo encontro dos empresários com a administração estadual deverá ser em janeiro de 2015, pois, no debate realizado em setembro, o governador eleito, Flávio Dino (PCdoB), se prontificou a realizar um amplo debate com as classes produtoras, “de auditório aberto”, para anunciar o que pretende fazer nos próximos quatro anos.

Representação - O deputado federal Domingos Dutra disse ontem que nos seus oito anos na Câmara Federal nunca viu um representante do Maranhão no Distrito Federal, e ele pretende dar a este cargo uma nova dimensão, a partir de 2015, já que foi o escolhido pelo governador eleito para a missão. Segundo ele, o cargo só fará sentido se tiver uma ação junto aos deputados e senadores, ministros, embaixadores e outros representantes de países, do poder público nacional e empresas. Do contrário, será apenas um emprego.

Governadores - Os governadores Roseana Sarney (que está saindo) e Flávio Dino (que está entrando) movimentaram a cidade na manhã desta quinta-feira. Enquanto ela reunia empresários na Federação das Indústrias para lançar o seu projeto Maranhão Competitivo, ele encerrou os Diálogos Municipais, promovido pela Federação dos Municípios (Famem), e deu o tom de como pretende se relacionar com os gestores municipais, independentemente de coloração partidária ou ideologia política.

Santa Inês - Indagado ontem sobre como vão as coisas em Santa Inês, o prefeito Ribamar Alves, como se fosse político da oposição, respondeu curto e grosso: “de mal a pior”. Segundo ele, sem apoio do Governo do Estado e prejudicado pelos convênios firmados pelo antecessor, Robert Bringel, no âmbito federal, fica difícil captar recursos para promover as melhorias que o município necessita.





No estande da Agronicolau, na Agritec, em Caxias, o agropecuarista Samir Nicolau (D) com o prefeito Leonardo Coutinho, o futuro secretário de Agricultura Familiar, Adelmo Soares, e secretários municipais de Agricultura da região dos Cocais




Lançamento - A Lastro Engenharia lança hoje, em Bacabal, o Golden Park, loteamento fechado que faz parte do Cidade Park, primeiro bairro planejado da região Mearim. O loteamento contará com piscinas, salão de festas, salão goumert, quadras poliesportivas, churrasqueira, pet play, playgrounbd, pista de cooper, academia de ginástica, campo de futebol society, quadra de vôlei, além de outros, e o que mais vantajoso: segurança 24 horas por dia e próximo ao primeiro shopping center da cidade e de quatro faculdades.

Qualisegma - A Qualisegma, que presta assessoria em gestão empresarial para multinacionais dentro e fora do país e já atua no Maranhão há um ano, inaugurou ontem o seu Centro de Excelência em Gestão, no Edifício Biadene Office, na Ponta do Farol, onde dispõe de auditório, escritórios e outras dependências. O CEO da Qualisegma, Mario Sergio Guedes, diz que a partir de fevereiro de 2015 a empresa vai atender nas áreas de Segurança, Enfermagem, Engenharia, Medicina, Administração e Análise de Sistemas.

27 de nov de 2014

Famem será a grande interlocutora das prefeituras junto ao Governo do Estado, diz Flávio Dino

Gil Cutrim fala dos problemas municipalistas no encontro da Famem
Ao participar, na manhã desta quinta-feira, do evento Diálogo Municipalista, o governador eleito, Flávio Dino, disse que a Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM) será a principal interlocutora da sua administração junto aos municípios e os seus respectivos prefeitos e prefeitas.  “Sabemos das dificuldades financeiras pelas quais estão passando os municípios maranhenses e, também, das dificuldades, de ordem administrativa, encontradas junto à atual gestão do Estado. A Famem será nossa parceira fazendo a interlocução com os municípios e seus gestores, nos dando periodicamente informações sobre a situação das cidades, suas gestões e principais demandas. Faremos um governo municipalista, apoiando a todos independentemente de posições políticas”, afirmou Dino para uma platéia formada por mais de 100 prefeitos e prefeitas.
Flávio Dino e o vice, Carlos Brandão, com carta de sugestões dos prefeitos
Os trabalhos do “Diálogo Municipalista”, iniciativa promovida pela Famem e Confederação Nacional dos Municípios (CNM) durante dois dias em São Luís, foram coordenados pelo presidente da entidade municipalista, prefeito Gil Cutrim (São José de Ribamar), e contaram, ainda, com as participações do prefeito Edivaldo Holanda Junior (presidente de honra da FAMEM); do vice-governador eleito e deputado federal, Carlos Brandão; parlamentares; e membros do próximo governo estadual. Gil Cutrim, com base em informações colhidas juntos aos prefeitos e prefeitas, relatou algumas das principais dificuldades vividas, hoje, pelos gestores junto ao Governo do Estado, dentre elas o não repasse integral de recursos oriundos de convênios firmados para execução de obras diversas nos municípios. E entregou a Flávio Dino o documento “Carta de Intenções do Diálogo Municipalista do Maranhão”, no qual constam ações de uma agenda política positiva pela defesa e fortalecimento do municipalismo e a redução das desigualdades sociais no Maranhão.
Constam na Carta as seguintes propostas: manter um tratamento respeitoso e cortês entre prefeitos e os membros do próximo governo; estabelecer a unificação e desburocratização da documentação necessária para celebração de convênios junto as Secretarias Estaduais; celebração de novos termos de cooperação de forma a auxiliar os municípios na manutenção das escolas estaduais municipalizadas; garantir maiores investimentos na segurança pública, colocando destacamento policial em todos os municípios maranhenses; criação de uma agenda permanente de diálogo entre Governo do Estado e municípios, por meio de sua Federação, de forma a realizar
encontros semestrais, objetivando a discussão dos principais projetos de interesse das cidades; apoio financeiro na gestão municipal dos resíduos sólidos; dentre outros.
Dino garantiu que os pleitos contidos no documento serão analisados e atendidos dentro da medida do possível. “Ainda não temos uma radiografia completa da situação do Estado, uma vez que o atual governo vem dificultando o trabalho de transição e envio de informações. Iremos analisar caso a caso os convênios firmados na atual gestão e todos aqueles que atenderem o princípio da legalidade serão cumpridos. Iremos uniformizar as regras para celebração de novos convênios visando acelerar o processo e desburocratizá-lo. Seremos parceiros da Famem e dos municípios maranhenses”, garantiu o governador eleito.


Roseana diz que não vai se mudar do Maranhão e que será fiscal das obras que está inaugurando ou anunciando

Governadora foi homenageada com uma placa pelo presidente da Fiema
A governadora Roseana Sarney (PMDB) declarou nesta quinta-feira (27), logo após participar de um evento na Federação das Indústrias (Fiema), onde apresentou o programa "Maranhão Competitivo - Uma estratégia de Desenvolvimento Produtivo", que, ao contrário do que andam insinuando, não vai se mudar do Maranhão - apenas ficará alguns meses ausente - e que será a maior fiscal das obras que realizou e das que iniciou. "Saio da política, mas não posso deixar de ter um olhar cuidadoso sobre aquilo que foi feito nos últimos seis anos", disse ela.
A governadora recebeu do presidente da Fiema, Edilson Baldez, uma placa em que os diretores de entidade atestam que ela fez um governo de boa realizações e manteve o bom diálogo com a classe empresarial.
Questionada sobre o alerta do sucessor, Flávio Dino, de que pode cobrar o ressarcimento das obras feitas a "toque de caixa" e que ficarem mal feitas, ela disse que basta ele olhar os contratos, as notas de empenho, os pagamentos... para ver se tem alguma irregularidade.
No seu discurso, após destacar que em 2009, quando voltou ao governo, o Produto Interno Bruto (PIB) do Maranhão era de R$ 39,8 bilhões e hoje é de R$ 58,8 bilhões, ela lançou uma crítica indireta aos seus opositores. "Quando se mede o crescimento de um estado ou de um país o que se olha é o PIB e não o IDH". Graças a esse crescimento, ela lembrou que o PIB per capta era, em 2009, é R$ 6.259 e hoje é de R$ 8.760. "Infelizmente, nossos adversários manipulam os números só para terem argumentos para falar mal do Maranhão", porém a realidade é que nos últimos quatro anos crescemos a uma taxa média de 10%. "Avançamos a uma velocidade maior que a de outros estados nordestinos", frisou, acrescentando que o Maranhão é a 16ª economia do País. "Mantido esse ritmo, logo alcançaremos posições mais altas no ranking brasileiro". 


Orquestra Sinfônica do Maranhão faz sua estreia com concerto na Catedral Metropolitana de São Luís

A Orquestra Sinfônica do Estado do Maranhão fez sua primeira apresentação, nesta quarta-feira, em São Luís, na Catedral Metropolitana, evento que também marcou as comemorações pelos 40 anos da Escola de Música Lilah Lisboa (Emem) e pelo Dia Internacional da Música (22 de novembro). Um grande público lotou a nave da Igreja da Sé na noite de estreia da Orquestra Sinfônica do Maranhão, que teve regência do maestro José Antônio Augusto. Peças do erudito e do popular integraram o repertório, arrancando muitos aplausos da platéia, que ocupou também a área externa do templo.
O repertório incluiu Concerto nº 2 para Piano e Orquestra em Ré Menor, de W. A. Mozart tendo solo de piano com José Henrique Martins (PB); Sinfonia n. 1 em Dó Maior, de L. V. Beethoven; Primeiro Movimento(Adagio-Allegro); Serenata Brasileira, de Antônio Rayol, Solo Soprano; Overture Uma Noite no Castelo, de Henrique Alves de Mesquita; e Oblivion, de Astor Piazolla.
A secretária Olga Simão destacou que o projeto pedagógico de criação da orquestra contempla parceria celebrada entre a Escola de Música Lilah Lisboa - órgão da Secretária de Estado de Cultura (Secma) - com aFundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema), que concede as bolsas aos músicos.
Composta por músicos de cordas, sopro, percussão, a orquestra selecionou participantes por meio de oficinas realizadas com professores vindos de outros estados. Hoje, são 31 músicos, sendo 18 maranhenses e 13 de outros estados. Vale destacar que as inscrições para participação da orquestra continuam abertas, pois a formação completa é de, no mínimo, 70 músicos. O público aprovou o que ouviu. “Achei maravilhoso. O Maranhão tem história na música e, com a criação de um grupo como esse, só quem ganha é a população. Espero que a orquestra cresça, brilhe e ganhe destaque nacional”, afirmou a funcionária pública Jandilma Ferreira.
O bibliotecário Moisés Silva também apreciou o espetáculo. “É excelente o nosso estado ter uma orquestra, porque se soma aos grupos que já existem. É a democracia da cultura, o que é muito bom para todos nós, admiradores da boa música”, declarou.

Empresários do setor industrial voltam alimentar otimismo com a economia brasileira, diz pesquisa FGV

GIRO ECONÔMICO

O Índice de Confiança da Indústria, medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), aumentou 3,6% em novembro, na comparação com outubro. O índice subiu de 82,6 para 85,6 pontos, maior patamar desde junho. A alta foi determinada pela melhora da percepção sobre o estado dos negócios. Após seis quedas consecutivas, o Índice da Situação Atual avançou 8,3%, chegando a 85,9 pontos, o maior nível desde junho. O Índice de Expectativas teve queda de 0,6%, registrando 85,4 pontos. O indicador de situação atual dos negócios avançou 12,4% entre outubro e novembro, passando de 74,4 para 83,6 pontos, o maior nível desde julho. A proporção de empresas que consideram a situação atual boa aumentou de 7,8% para 12,8%, enquanto a parcela de empresas que a avaliam como fraca caiu de 33,4% para 29,2%. O indicador de emprego previsto recuou 2,7% sobre o mês anterior. Houve diminuição na proporção de empresas prevendo aumento no total de pessoal ocupado nos três meses seguintes, de 14,5% para 12,2%. A parcela das que preveem diminuição subiu de 19,7% para 20,0%.
O Nível de Utilização da Capacidade Instalada ficou em 82,7% em novembro, um leve crescimento perante outubro, quando o nível havia sido de 82%.

Secretário - Dos boatos sobre a formação do secretariado de Flávio Dino, um dos contados com mais riqueza de detalhes, até sobre como começou e terminou a conversa, diz respeito ao convite e à recusa de Roberto Albuquerque para ser o secretário de Desenvolvimento Indústria e Comércio. Albuquerque, porém, garante que nunca houve o convite, apesar da aproximação deles, já que o irmão do governador, o procurador federal Nicolau Dino, é casado com uma prima do empresário, a advogada Sandra Albuquerque.

Colheita - O Grupo BB Mendes e a Camil Alimentos iniciam sábado, na Fazenda Mamão, no município de Arari, a colheita de arroz do plantio feito com a cultivar desenvolvida pela Embrapa especialmente para a região da Baixada Maranhão. No local haverá exposição de tratores, máquinas e equipamentos agrícolas, bem como está programada uma série de palestras sobre o desenvolvimento da agricultura, visando à orientação dos agricultores locais sobre como melhor desenvolver seus plantios no Estado.

Mudança de canal - Uma das maiores audiências da TV maranhense está mudando de canal. Sérgio Murilo, apresentador do Balanço Geral, na TV Cidade (Rede Record), pertencente a Roberto Rocha, está se transferindo para a TV Guará (Record News), de Roberto Albuquerque, e se tudo for acertado esta semana já no próximo mês o apresentador estará desligado da emissora do Parque do Bom Menino.





Na visita a São Luís no último fim de semana, onde recebeu da Amasp o trofeu Carrinho de Ouro, o presidente da Frimesa, Valter Vanzella, foi hóspede do Hotel Veleiros. No registro, com as diretoras da Rede Forte Hoteis (à qual pertence o Veleiros), Geirlane (E) e Ivanice Pers




Cooperativas - A presidente da Associação Comercial do Maranhão, Luzia Rezende, e a diretora Dilma Pinheiro, embarcaram ontem para o Paraná, onde visitam cooperativas de créditos. Em Maringá, vão conhecer a Central Sicoob Paraná e Siccob Metropolitana; em Mandaguari, a Cocari e Sicredi Agroempresarial; e em Londrina, a Cooperativa Integrada. Elas também participam de palestras com consultores e diretores dessas organizações sobre sua importância para o fortalecimento dos empresários.

PrefeitosO governador eleito, Flávio Dino (PCdoB), terá hoje à tarde, no Hotel Luzeiros, o primeiro encontro com prefeitos de diferentes colorações partidárias e ideologias políticas. Ele fará a palestra de encerramento do Encontro Municipalista, promovido pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) e a Federação dos Municípios do Maranhão (Famem) e em seguida grava entrevista na TV Guará que será levada ao ar terça-feira, no programa Avesso, apresentador por Américo Azevedo Neto.

26 de nov de 2014

Secretários de Flávio Dino conhecem as estruturas dos órgãos que vão assumir a partir do próximo ano

O secretário de Estado do Esporte e Lazer, Joaquim Haickel, acompanhado do futuro titular da pasta, Márcio Jardim, voltaram a se reunir na manhã desta quarta-feira (26) dando continuidade ao processo de transição na Sedel. Desta vez, o encontro ocorreu em algumas das principais praças esportivas da capital maranhense, onde o secretário Joaquim Haickel ia informando as melhorias realizadas em sua gestão, assim como os projetos que estavam sendo desenvolvidos para estes espaços. A visita, que contou com a participação do secretário Joaquim Haickel e alguns de seus colaboradores, teve a presença do futuro titular da pasta e integrantes de sua equipe de trabalho e foi iniciada no Estádio Castelão, principal praça esportiva do estado.
“Estamos levando o futuro secretário para que ele conheça as nossas praças esportivas, o que foi feito nelas e o que ainda precisa ser feito. Acredito que essa troca de informações é de fundamental importância para que ele possa fazer um bom trabalho desde o começo de sua gestão”, disse o secretário Joaquim Haickel. No Castelão, Haickel mostrou ao futuro secretário todas as instalações do estádio, dando destaque à moderna central de monitoramento e ao funcionamento das catracas eletrônicas e do ambulatório. Além destes locais, a visita passou pelos setores de cabines de rádio e TV, placares eletrônicos, vestiários, alojamentos e o gramado de jogo.
Após a visita, Joaquim Haickel acompanhou Márcio Jardim a outras praças esportivas. A comitiva verificou as instalações do Complexo Esportivo do Outeiro da Cruz, onde estão localizados o Ginásio Castelinho, o Parque Aquático, a Pista de Atletismo Professor Manoel Furtado e o Ginásio Paulo Leite. “Viemos observar pessoalmente o Complexo Esportivo, que eu chamo de a joia da coroa, para sabermos como está a situação, para sabermos o que está funcionando e o que precisa ser reparado e feito de imediato. Essa disposição do Joaquim em nos acompanhar facilita. Na transição, quanto mais informação a equipe tiver, melhor para iniciarmos os trabalhos”, comentou Márcio Jardim.
Edução -Já o secretário de Estado de Educação, Danilo Furtado, recebeu a visita do próximo titular da pasta, Áurea Prazeres. Ela esteve na sede da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) acompanhada de integrantes de sua futura equipe de trabalho. Danilo Furtado fez uma exposição geral das ações da secretaria e ficou acertada uma agenda de trabalho entre a atual equipe e a que vai tomar posse no próximo ano. "Vamos prestar todas as informações e dar todas as explicações que a futura secretária e sua equipe de trabalho precisar. Queremos colaborar no que for possível”, disse Danilo Furtado.

Governadora Roseana Sarney vai à Fiema nesta quinta-feira mostrar aos empresários o Maranhão Competitivo

A governadora Roseana Sarney e o secretário de Estado de Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Mauricio Macedo, entregarão, nesta quinta-feira (27), aos empresários do Maranhão o documento intitulado "Maranhão Competitivo - Uma estratégia de Desenvolvimento Produtivo". Será durante solenidade a ser realizada às 11h na Federação das Indústrias do Maranhão (Fiema), em São Luís. A proposta do Governo do Estado com o "Maranhão Competitivo - Uma estratégia de Desenvolvimento Produtivo" é orientar o desenvolvimento produtivo do Maranhão, de forma a sustentar a melhoria dos indicadores sociais, superando a média da região Nordeste até 2030.
Inspirado no Plano Maior, do Governo Federal, o documento é um estudo detalhado, realizado nos últimos cinco anos, pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento, Indústria e Comércio (Sedinc), em parceria com diversos órgãos governamentais, instituições e iniciativa privada. O documento propõe diretrizes para orientar o desenvolvimento socioeconômico do estado, por meio de um diagnóstico e planejamento estruturados, incluindo ações integradas e acompanhamento público-privado que visam garantir a eficácia na aplicação dos recursos públicos e a inclusão produtiva e social em todo o estado.
O governo apresentará, também, aos empresários um balanço das suas ações realizadas na área econômica. O Maranhão vive atualmente um clico de crescimento com a implantação de novos investimentos, públicos e privados. O estado conta com uma carteira de investimentos da ordem de R$ 130 bilhões (2009-2018) com aproximadamente R$ 64 bilhões já investidos. O estado, hoje, atrai empreendimentos de setores diversos da economia que têm gerado emprego e renda. Tem uma economia diversificada com empreendimentos nas áreas de mineração de ouro, celulose, geração de energia, exploração de gás natural, logística de transporte, além das verticalizações das cadeias do aço, da soja, do alumínio e do alumínio e outras atividades do agronegócio.
"O estado vive, hoje, um ciclo forte de expansão. E muito contribuíram as nossas ações de atração de empreendimentos, apoio as empresas locais, programas de incentivos e investimentos em infraestrutura", afirma Mauricio Macedo, destacando os investimentos em distritos e parques empresariais, estradas e porto. "Estamos deixando a proposta de um plano de desenvolvimento, com estudos e ações integradas entre o poder público e a iniciativa privada, visando o desenvolvimento do estado", explicou o secretário. Durante a solenidade, a Sedinc e a Fiema, também, vão assinar Termo de Cooperação Técnica para a produção da Cachaça no Maranhão.


Conversa Franca: Flávio Dino diz que político não deve ser dono de rádio e televisão. Nem Roberto Rocha?

CONVERSA FRANCA

PERGUNTAR NÃO OFENDE
Da bancada aliada a Roseana Sarney na Assembléia Legislativa, quantos deputados vão fazer oposição a Flávio Dino?

Fábrica de asfalto fechada I - Os moradores do loteamento Santa Filomena, em Paço do Lumiar, informaram à Comissão de Meio Ambiente e à Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa que a fábrica instalada na comunidade que estava funcionando sem licença já foi desativada. A desativação se deu depois que os deputados Eliziane Gama (PPS) e Bira do Pindaré (PSB) visitaram o empreendimento. A visita dos parlamentares atendeu a reivindicação da comunidade que apresentou os transtornos provocados pela fábrica que funcionava de forma irregular no local. Por causa da desativação da fábrica, a audiência que seria realizada na tarde desta quarta-feira (26) foi suspensa. O evento discutiria a situação do empreendimento com representantes da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e o proprietário da empresa.
Fábrica de asfalto desativada II - Na visita dos deputados à comunidade, os moradores do loteamento repassaram informações sobre o funcionando da fábrica de forma irregular há quase dois anos, resultando sérios impactos ambientais para as mais de 30 famílias daquela região. Os deputados chegaram a ir até a fábrica, mas foram recebidos apenas por um funcionário que os impediu entrar na empresa. Segundo os moradores, a empresa trabalhava na produção de asfalto, provocando poluição sonora, ambiental e prejuízos para a comunidade.

Roberto Rocha é dono da TV Cidade e Rádio Capital
Políticos na comunicação - Na entrevista concedida ao Observatório da Imprensa, levado ao ar pela Rede Brasil, terça-feira (25), o governador eleito do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), ao criticar a concentração de veículos sob o controle da família do Senador José Sarney (PMDB-AP), disse que é a favor do que diz a Constituição Federal: "Político, mandatário, deputado, senador, não podem ser donos de rádio e TV”. Quem não deve ter gostado da declaração é o vice-prefeito de São Luís, Roberto Rocha (PSB), que foi eleito senador na chapa de Flávio Dino. Afinal, ele é dono de um império de Comunicação: TV Cidade, Rádio Capital AM e diversas outras emissoras de rádio e televisão no interior do Estado.

Maranhão Competitivo - A governadora Roseana Sarney irá nesta quinta-feira à Federação das Indústrias (Fiema) para apresentação do programa Maranhão Competitivo. No encontro com a classe empresarial, ela apresentará o que já foi realizado pela sua administração e o que está planejado para criação de um ambiente de prosperidade para as empresas instaladas ou que queira se instalar no Estado.

Centro de Excelência I - Uma das grandes dificuldades para quem busca capacitação corporativa e especifica em determinadas áreas em São Luís é a carência de espaços para a realização desses cursos e os elevados valores que, na maioria das vezes estão bem acima da média nacional. A Qualisegma, uma empresa que presta assessoria em gestão empresarial para multinacionais dentro e fora do país e que já atua no mercado maranhense há pouco mais de 1 ano, inaugura hoje, quinta-feira (27 de novembro), a partir das 19h, o Centro de Excelência em Gestão Qualisegma. O Centro ocupa o 1º andar corporativo do Edifício Biadene Office, localizado no bairro da Ponta do Farol, com uma área total de 350m2. O novo espaço dispõe de auditórios com capacidade total para 200 pessoas, sendo distribuídos em três salas: Sala Brasil, com capacidade para 100 pessoas, Sala Moçambique, com capacidade para 70 pessoas e Sala Dubai com capacidade para até 30 pessoas, salas que representam os escritórios da empresa.

Centro de Excelência II - A proposta do CEO da Qualisegma, Mario Sergio Guedes é fazer com que o Centro atenda a partir de fevereiro de 2015 um público bem diversificado, que abranja desde Técnicos de Segurança, Técnicos de Enfermagem, Engenheiros, Médicos, Administradores e Analistas de Sistemas que poderão fazer os cursos promovidos pela empresa. “A nossa meta é oferecer aos nossos clientes e a população do Maranhão cursos das mais diversas áreas voltadas ao mercado corporativo, que poderão ser presenciais, ou treinamentos online à distância via web para vídeo conferências, pois as salas contarão com o que há de mais moderno, inclusive com lousa eletrônica. O espaço conta ainda com um foyer (sala de espera), hall e sanitários, incluindo acessibilidade para pessoas portadoras de necessidades especiais e equipamentos multimídia, sonorização e conexão wi-fi.

Centro de Excelência III -  A programação de inauguração do Centro de Excelência em Gestão da Qualisegma inicia com a palestra “Os novos desafios da Gestão de Saúde e Segurança do Trabalho na era mobile”, proferida pelo CEO da empresa Mário Sérgio Guedes. Logo em seguida haverá uma homenagem aos profissionais de Segurança do Trabalho, haja vista que o dia 27 é dedicado ao Engenheiro e Técnico de Segurança do Trabalho, esses profissionais que tem a função de gerenciar os riscos presentes no ambiente de trabalho, além de promover campanhas e outros eventos de divulgação das normas de segurança e saúde no trabalho.

Presidente Dilma Rousseff sanciona lei que altera correção das dívidas de estados e municípios com a União

Uma boa notícia para os prefeitos que estão participando do Diálogos Municipais, promovido pela Federação dos Municípios (Famem): a presidenta Dilma Rousseff sancionou, com dois vetos, a lei que altera o indexador da dívida dos estados e municípios, o que reduzirá os encargos pagos à União. A lei foi aprovada no começo de novembro pelo Senado e era uma reivindicação antiga de governadores e prefeitos. A sanção foi publicada na edição desta quarta-feira (26) do Diário Oficial da União. Com a nova lei, as dívidas deixarão de ser corrigidas pelo Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna - mais juros de 6% a 9% ao ano e passarão a ser calculadas com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo mais 4% de juros ao ano ou pela taxa básica de juros, a Selic, o que for menor.
A lei garante a aplicação da correção retroativa com os novos índices para dívidas contraídas antes de 1° de janeiro de 2013. Dilma vetou dois trechos do texto aprovado pelo Senado. Um deles foi o Artigo 1º, que alterava as regras para concessão de benefícios e incentivos tributários. Segunda Dilma, as mudanças da Lei de Responsabilidade Fiscal propostas neste artigo foram sugeridas pelo Executivo “em momento de expansão da arrecadação” e a derrubada agora “justifica-se pela alteração da conjuntura econômica”, segundo o texto que explica o veto.
O outro trecho vetado foi o 4º parágrafo do Artigo 2°, que determinava que os encargos para os títulos federais ficariam limitados à taxa Selic. Na justificativa para esse veto, Dilma argumentou que a medida “levaria ao tratamento não isonômico entre entes”, porque, segundo ela, a maioria dos devedores já pagou a dívida no prazo inicial. “Além disso, a União não é a única credora do refinanciamento objeto da referida lei”.

Construtora Sangar é denunciada por indícios de irregularidade em obras no município de Paço do Lumiar

Obras da estrada de Sítio Grande foram feitas com indícios de irregularidade
A empresa Sangar Construções Ltda. e mais cinco pessoas foram denunciadas pelo Ministério Público Estadual, por uma possível fraude em processo de licitação realizado em 2011 para pavimentação da Estrada do Sítio Grande, no município de Paço do Lumiar, em 2011, ainda na gestão da então prefeita Bia Venâncio. Os denunciados pela pela promotora Gabriela Brandão da Costa Tavernard são o engenheiro civil Ronnie Santos Ribeiro; o ex-secretário municipal de Infraestrutura, Cinéas de Castro Santos Filho; o ex-secretário municipal de Orçamento e Gestão, Thiago Rosa da Cunha Santos Aroso (filho da ex-prefeita); o ex-presidente da Comissão Permanente de Licitação, Helder Texeira Oliveira; e a administradora da empresa Sangar Construções Ltda., Maria Helena da Silva Moreira.
Na investigações do MPMA, foram verificadas a ausência de publicação do edital de licitação em jornal de grande circulação e na internet e a não realização de pesquisa de preços no mercado. Tais irregularidades caracterizam a quebra dos princípios de publicidade, legalidade, moralidade e economicidade, além de evidenciar o mau uso do dinheiro público. Conforme laudo de vistoria da obra solicitada, realizado por peritos do Instituto de Criminalística (Icrim), o serviço não foi executado como previsto no contrato entre a Prefeitura de Paço do Lumiar e a empresa. Embora tenha sido pago quase todo o valor do contrato, parte da obra não foi executada ou foi executada com qualidade inferior ao acordado.
Diante dos fatos, a Denúncia foi embasada no artigo 90 da Lei 8.666/93, que estabelece que, em caso de condenação, seja penalizado aquele que frustrar ou fraudar o caráter competitivo de procedimento licitatório, com o intuito de obter vantagem para si ou para outrem.
Responsabilidade dos denunciados:
  • Ronnie Santos Ribeiro, então chefe de obras e saneamento da Sinfra, atestou a execução dos serviços e subscreveu os certificados de medição dos serviços realizados.
  • Thiago Rosa da Cunha Santos, secretário Municipal de Orçamento e Gestão, à época, homologou o processo licitatório, assinou o contrato celebrado entre a empresa e o Município de Paço do Lumiar e autorizou os pagamentos efetuados.
  • Cinéas de Castro Santos Filho, na qualidade de secretário Municipal de Infraestrutura, solicitou a realização de procedimento licitatório para contratação do serviço de pavimentação asfáltica na Estrada do Sítio Grande, assinou o contrato com a empresa e encaminhou as medições dos serviços para pagamento.
  • Helder Teixeira Oliveira, na qualidade de presidente da Comissão Permanente de Licitação do município, contribuiu para a ocorrência da fraude no processo licitatório, que resultou em prejuízo ao erário e favorecimento da empresa licitante.
  • Maria Helena da Silva Moreira, sócia e administradora da empresa, figurou como beneficiária.
  • ComunicaçãoApesar de ter sido recebido o apoio do proprietário de um dos maiores impérios de Comunicação do Estado, Roberto Rocha (Rádio Capital, TV Cidade e muitas outras emissoras no interior do Estado), que se elegeu senador pelo PSB, na entrevista ao Observatório de Imprensa, levado ao ar nesta terça-feira (25), pela Rede Brasil, o governador eleito, Flávio Dino (PCdoB), disse que é contra detentor de mandato público ser concessionário de rádio e televisão, tal como reza a Constituição Federal.

Caixa realiza de quinta-feira a sábado feirão para venda de veículos com financiamento a juros de 0,93% ao mês


GIRO ECONÔMICO

Pessoas interessadas em começar 2015 com um novo veículo terão boa oportunidade esta semana. Desta quinta-feira a sábado, a Caixa Econômica patrocina o Super Feirão de Automóveis Caixa, que irá propiciar boas oportunidades de negócios na região. No Maranhão, além de todas as agências Caixa, seis concessionárias de automóveis também participam da ação. O Crédito Auto Caixa facilita a compra de carro novos, nacionais ou importados. Os financiamentos podem ser concedidos em até 100% do valor do veículo, com as menores taxas do mercado, a partir de 0,93% ao mês e parcelamento em até 60 meses. Durante o evento, as revendedoras participantes irão contar com a presença de um gerente da Caixa para atender cada cliente interessado, esclarecendo dúvidas e adiantando o processo nos casos de contratações. Já nas agências bancárias todos os empregados estarão aptos a orientar os clientes sobre regras e condições para financiamento de automóveis.
Para a gerente regional de pessoa física da Caixa, Érika Dualibe, o objetivo do feirão é oportunizar aos clientes, em parceria com algumas concessionárias, vantagens especiais Caixa para financiamento de veículos com as melhores taxas do mercado”.

Campeão - O empresário Antônio Ires de Oliveira, proprietário do Mercadinho Carone, como bom mineiro e cruzeirense que é, ainda comemorando a conquista antecipada do título de campeão brasileiro de 2014 pelo seu time do coração, já faz as contas para as próximas comemorações. Segundo ele, faltam 40 rodadas para que o Cruzeiro seja pentacampeão brasileiro, ou seja, dá como certa uma nova campanha vitoriosa em 2015, quando as 38 rodadas da competição serão somadas às duas que restam deste ano. 

Jucema - Flávio Dino (PCdoB) deve escalar alguém de sua confiança para convencer um dos 14 vogais da Junta Comercial do Maranhão (Jucema) a renunciar para Sérgio Sombra entrar no colegiado e ser eleito presidente da autarquia. Apesar de ter anunciado que o empresário será o sucessor de Sueline Fernandes, o governador eleito, como bom jurista que é, sabe que pelas regras da Junta o presidente sempre será um dos vogais e quem estiver cumprindo mandato só sai se quiser e o suplente também teria de renunciar.

Sagrima - Os empresários do ramo pecuarista aguardam com ansiedade serem apresentados ao novo secretário estadual de Agricultura, Márcio Honaiser. Apesar de ser um homem identificado com o agronegócio é mais conhecido no sul do Estado, onde tem negócios em plantação de soja, revenda de tratores, máquinas e equipamentos agrícolas e é proprietário também de uma faculdade na cidade de Balsas.



Delma Andrade deve vir ao Maranhão, antes de janeiro, quando será empossada secretária estadual de Turismo, para conhecer de perto as potencialidades que vai divulgar, a fim de atrair mais visitantes para o Estado, bem como se apresentar ao trade turístico com o qual não tem a menor aproximação



CarnavalEm 2015 o carnaval não vai ser igual ao que passou, como adianta a jornalista Ester Marques, que vai ser a secretária estadual da Cultura a partir de janeiro. Segundo ela, o Governo do Estado, através de sua pasta, e a Prefeitura Municipal, via Fundação Municipal da Cultura (Func), vão trabalhar unidos na organização dos festejos de Momo, isto é, não haverá mais programações diferentes, pois tudo será uniformizado para garantir uma festa melhor e com menos custos para essa brincadeira. 

Justiça - Impressionante esta decisão do Tribunal de Justiça: a governadora Roseana Sarney vai ter de nomear um interventor para o município de Cantanhede somente para assinar a reintegração de uma servidora aos quadros da Prefeitura e em seguida devolver o cargo ao prefeito José Martins, o Cabão, que, mesmo sem perda do mandato, sofreu uma intervenção nesta segunda-feira simplesmente porque deixou de cumprir uma decisão judicial para que devolvesse o emprego de uma funcionária afastada por ele.

Flávio Dino diz que pretende reforçar as redes públicas de comunicação e incentivar rádios comunitárias e internet

Na entrevista concedida ao Observatório da Imprensa, nesta terça-feira (25), na TV Brasil, o governador eleito do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), disse que das ações que deve adotar para democratizar a comunicação no Estado, pretende reforçar a rede pública, incentivar as rádios comunitárias e a ampliar acesso da população à banda larga da internet. Numa crítica ao grupo da governadora Roseana Sarney (PMDB), que vai suceder, disse que durante o período em que José Sarney (senador pelo PMDB do Amapá) foi presidente da República muitas outorgas foram concedidas, caracterizando o início do coronelismo midiático, numa referência ao Sistema Mirante de Comunicação, dirigido por Fernando Sarney. 
Segundo ele, a saída para acabar com esta influência dos gestores públicos nos meios de comunicação é cumprir a Constituição Federal. "Político, mandatário, deputado, senador, não podem ser donos de rádio e TV”, afirmou. Sobre como conseguiu fugir desse controle no período da eleição, disse que “utilizamos a internet, apesar da exclusão digital no Maranhão ser a maior do Brasil, e o horário gratuito, por isso as alianças políticas foram essenciais para nos dar tempo para resistir às barbaridades”.
A universalização da internet é uma das metas de governo de Flávio Dino. Além disso, durante a campanha, ele destacou também o apoio às rádios comunitárias, jornais regionais e blogs noticiosos como forma de garantir a universalização do direito à comunicação no Maranhão. No Observatório da Imprensa, ele reforçou o discurso e criticou a concessão de veículos midiáticos para fins políticos. 
Em outro ponto da entrevista, disse como pretende reverter os índices econômicos e sociais do estado. Ele voltou a contrapor as riquezas que o Maranhão possui com o desenvolvimento e qualidade de vida da população. Para melhorar o IDH, Flávio Dino acredita que um dos caminhos é mudar a política no estado para melhorar a vida das pessoas. Sobre a aliança com nove partidos - e o apoio da militância petista no período eleitoral - que se mantém na montagem da equipe de governo, Flávio Dino destacou a importância de parcerias para desenvolver o estado. “Mantemos esse arranjo unido porque o desafio é muito grande. Para ter jeito, precisamos manter essa unidade, contar com a solidariedade do Brasil. Redimir a situação social do Maranhão é uma tarefa nacional”, afirmou após destacar que todo o primeiro escalão da próxima administração já foi montado. 
Qunto às prioridades do seu governo, ressaltou o rompimento com o patrimonialismo como uma das primeiras medidas e separar o que é público do que é privado. “A primeira grande mudança é a Proclamação a República, é dizermos que os recursos públicos serão aplicados na prestação de serviços e obras públicas para o alcance da população. Nem eu e nem minha família vamos ser concorrentes das empresas existentes no mercado”, acrescentou. Com isso, pretende-se estimular e atrair empresários maranhenses e dos demais que querem investir no estado.  Questionado sobre o que faria se o Estado possuísse apenas um milhão de reais para investimento em ações, o governador eleito apontou que a segurança teria atenção especial por conta da situação de Pedrinhas, que fez com que o Maranhão se tornasse uma referência negativa Brasil afora. Em primeiro lugar, como reflexo do compromisso da nova gestão com o povo, o recurso seria aplicado integralmente em serviços públicos. “Vamos desmontar a rede que articula o tráfico de drogas, os homicídios, os crimes violentos que crescem em uma dimensão exponencial no Maranhão. Vamos pegar esse hipotético um milhão e não vamos gastar com festa, lagosta e caviar, vamos aplicar em segurança”, contabilizou. 


Venda de material de construção registra queda no mês de outubro, segundo números da Abramat

A venda de materiais de construção no país registrou queda de 8,9% em outubro, na comparação com o mesmo período do ano passado, mostra levantamento da Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat). Em relação a setembro, houve crescimento de 0,1%. O resultado do acumulado de janeiro a outubro apresenta recuo de 6,8% ante igual período de 2013. De acordo com a associação, as vendas em outubro, que foram levemente maiores do que em setembro, não foram suficientes para reduzir a queda verificada no primeiro semestre. Tendo em vista que resta apenas um bimestre para o fechamento do ano, a entidade avalia que 2014 terá uma redução de 4% no faturamento real da indústria, quando comparado ao ano anterior.
“O mercado foi duramente afetado pelo pessimismo das famílias e dos empresários em relação à economia, reforçado pela perda de dias úteis em função da Copa e dos feriados, bem como pelo aumento nas importações”, diz nota da Abramat. A retração no segmento imobiliário também é considerada pela associação como um fator que afetou a comercialização de materiais de base (cimento, aço, areia).
O nível de emprego no setor cresceu 2,6% em outubro em relação ao mesmo período do ano passado. Na comparação com setembro, no entanto, houve queda de 0,3%. Divididos em dois tipos de materiais, de base e de acabamento, as vendas foram melhores no segundo em outubro. Quanto ao nível de emprego, no entanto, a indústria de materiais básicos registrou alta de 5,3%, enquanto a de acabamento apresentou queda de 1,7% na comparação com outubro de 2013. A venda de materiais básicos apresentou queda de 0,1% na comparação com setembro. Em relação a outubro do ano passado, a queda é mais expressiva, com retração de 11,3%. O faturamento na indústria de acabamento (cerâmica, gesso), por outro lado, cresceu 0,3% em relação ao mês anterior. Na comparação anual, com outubro de 2013, houve queda de 5,5% nas vendas.

25 de nov de 2014

Devolução do Hospital Carlos Macieira ao servidor público não é mais uma certeza para o novo governo

CONVERSA FRANCA

PERGUNTAR NÃO OFENDE
E se fosse Roseana Sarney que trouxesse alguém de fora para cuidar dos presídios e do turismo do Maranhão como reagiriam comunistas, petistas, socialistas...?

Transparência será a palavra chave do governo Flávio Dino
O advogado Felipe Camarão, escalado para ser o secretário de Gestão e Previdência, disse nesta terça-feira (25) que uma das prioridades do governo Flávio Dino é manter o diálogo com os servidores públicos e trabalhar a valorização desses profissionais. Indagado se haverá alguma canal de participação dos dos servidores na gestão estadual, respondeu que sim. "O governador Flávio Dino determinou a valorização dos servidores e isso passa, necessariamente, pela participação democrática dos mesmos. Inclusive, vamos instalar uma mesa permanente de diálogos com os servidores, através da qual todas as representações sindicais serão ouvidas e informadas de maneira transparente sobre todas as nossas decisões". Sobre como será o diálogo, disse que haver uma mesa permanente com reuniões mensais ou bimestrais em que os servidores ou seus representantes serão ouvidos antes das decisões que afetem de qualquer modo os interesses dos servidores, assim como os manteremos constantemente informados sobre a gestão. A transparência será uma palavra chave no Governo Flávio Dino. 

Hospital Carlos Macieira - Felipe Camarão, ao responder sobre a possível devolução do Hospital Carlos Macieira, disse que "no momento em que me fez o convite para a Secretaria, o governador eleito Flávio Dino já me passou a orientação de dar prioridade à valorização do servidor público, dando especial enfoque à saúde. Nesse sentido, o governador determinou que, juntamente com a Secretaria de Saúde e através do diálogo com os servidores e sindicatos, façamos o estudo para encontrar a melhor solução para a questão do Hospital Carlos Macieira. Trata-se de uma situação que não é simples, uma vez que o antigo Hospital do IPEM hoje faz parte da rede SUS. De todo modo, certamente através do diálogo com os servidores, com o planejamento correto e em conjunto com a SES, encontraremos a melhor solução".

Alerta às construtoras - Pelo twitter, o governador eleito, Flávio Dino (PCdoB), disse nesta terça-feira que as construtoras que estiveram executando obras a toque de caixa e entregarem os serviços mal feitos poderão ser obrigadas a ressarcir o que receberam de forma indevida. Na segunda-feira, numa postagem na mesma rede social, disse que a partir de janeiro somente obras de qualidade serão construídas pelo Estado.

Reintegração profissional O Sistema Fiema, por meio do Serviço Social da Indústria (Sesi), está organizando o Painel de Especialistas da rede Sesi em Reabilitação Profissional, que tem por objetivo discutir, com os empresários e executivos da indústria, soluções para a reintegração profissional no ambiente de trabalho e formas de diminuir o volume de afastamentos do trabalho. A ação tem como meta para promover a discussão e validação das demandas relacionadas à gestão dos reabilitados no ambiente de trabalho, custos com afastamentos, promoção da saúde, prevenção de doenças e acidentes, comportamento seguro, dentre outros.
No Painel, o Sesi terá um momento de diálogo com executivos e representantes das indústrias para conhecer com mais detalhes suas dificuldades e problemas relacionados ao processo de reabilitação profissional e sugestões de serviços que o Sesi pode oferecer. Serão convidados 30 especialistas, que comporão cinco grupos de discussões.

Famem promove Diálogos Municipalistas, quarta e quinta-feira, para orientar os prefeitos a sairem da crise

A etapa maranhense do evento “Diálogo Municipalista – Caminhos para Enfrentar a Crise”, organizado pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) e Federação
dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), terá início nesta quarta-feira (26) no Hotel Luzeiros, em São Luís. O encontro reunirá prefeitos e prefeitas de várias regiões do estado com o objetivo de apresentar aos gestores temas das pautas políticas a nível nacional e regional, além de discutir soluções para o enfrentamento dos problemas nas cidades. Atendendo convite do presidente da Federação, prefeito Gil Cutrim (São José de Ribamar), o governador eleito do Maranhão, Flávio Dino, participará do segundo dia do evento.
O primeiro dia da programação, que está disponível no www.dialogo.cnm.org.br e www.famem.org.br, acontecerá das 8h às 18h e estará voltada para assuntos relacionados aos interesses dos municípios no âmbito do Governo Federal. As palestras e fóruns de debates serão coordenados por técnicos da CNM. Na quinta-feira (27), a programação, que terá início às 8h e se estenderá até por volta das 13h, será coordenada pela FAMEM, oportunidade na qual os gestores poderão discutir com Flávio Dino assuntos relacionados às políticas públicas regionais, tais como saúde, segurança pública; municipalização do ensino no estado; dentre outros.
A versão 2014 do “Diálogo Municipalista” já foi realizada em várias outras cidades brasileiras, dentre elas João Pessoa (PB), Fortaleza (CE), Manaus (AM), Belo Horizonte (MG), Teresina (PI), Salvador (BA) e Belém (PA).


No governo, deputado Bira do Pindaré vai trabalhar para inviabilizar porto da WPR na Vila Cajueiro?

Os diretores da WPR São Luís Gestão de Portos e Terminais Ltda não escondem sua apreensão, pois temem que a partir do próximo ano o deputado Bira do Pindaré (PSB) esteja mais fortalecido para inviabilizar o projeto de construção de um porto na Vila Cajueiro. Como parlamentar, Bira tem sido um adversário ferrenho a este projeto e nesta quarta-feira à tarde promove mais um debate com o objetivo de estimular a resistência da comunidade afetada pelo empreendimento. 
Ocorre que, a partir de janeiro de 2015, o deputado estará no Poder Executivo, na condição de secretário de Ciência e Tecnologia, conforme anúncio do governador eleito, Flávio Dino (PCdoB), e isto pode ser um indicativo de que não irá mais cobrar providências do Governo para este caso, mas executar aquilo que acha mais correto, que seria inviabilizar o porto, a menos que do outro lado do balcão sua visão se modifique, até porque vai ser implantado o capitalismo no Maranhão, e ele será um dos agentes dessa revolução burguesa.
A audiência desta quarta-feira esta marcada para às 14h30, na Assembleia Legislativa, e a expectativa é que a comunidade de Cajueiro esteja em peso para protestar contra as pretensões da empresa.

Outubro registra mais de 180 mil tentativas de fraude contra os consumidores brasileiros

GIRO ECONÔMICO

As tentativas de fraudes contra o consumidor brasileiro ficaram em 188.626 em outubro, uma alta de 7,1% em relação a setembro, aponta a empresa de consultoria Serasa Experian. Na comparação com outubro de 2013, houve queda de 15,8%. O acumulado do ano apresenta redução de 6,5%, em relação ao mesmo período em 2013. As tentativas de fraudes são roubos de identidade, em que os dados pessoais são usados por criminosos para firmar negócios ou a obtenção de crédito com a intenção de não honrar os pagamentos. A telefonia foi o setor que respondeu pela maior parcela de tentativas de fraudes, com 68.584 ocorrências, o equivalente a 36,4% do total. O setor de serviços, que inclui construtoras, imobiliárias, seguradoras e serviços em geral, teve 59.976 registros, ou 31,8% do total. O setor bancário foi o terceiro do ranking com 42.997 tentativas, 22,8% do total. O segmento varejo teve 13.725 tentativas, ou seja, 7,3% das investidas contra o consumidor.
Economistas da Serasa dizem que o crescimento das investidas em outubro foi reflexo da data comemorativa do Dia das Crianças, que aumenta a circulação dos consumidores no mercado.

Semiárido - A Articulação Semiárido Brasileiro (ASA), que completa 15 anos nesta quarta-feira (26), está realizando desde ontem, no Hotel Abbeville, no bairro do São Francisco, encontro para discutir programas em políticas públicas para a convivência com o semiárido nos nove estados da região Nordeste - Alagoas, Bahia, Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Maranhão e Sergipe - mais o Norte de Minas Gerais. Também foi montada uma exposição sobre as atividades do órgão.

LançamentoNesta terça-feira, a partir das 19h, Daniel Albuquerque Filho, diretor comercial do Grupo Dalcar, estará recepcionando seus convidados para o lançamento da nova versão do BMW X4, um veículo considerado completo para dentro e fora das estradas e por isto pontuado entre um dos mais procurados em seu segmento. A apresentação do automóvel será na loja da montadora alemã, no bairro da Cohama, no mesmo endereço em que funciona a revenda GM pertencente ao grupo comercial de autos.

Dicas de beleza - A consultora de imagem Hérica Soares, proprietária do blog Pensado Estilo, é uma das convidadas de Renata Sauaia para a exposição que será realizada, quinta-feira (27), na Caves Du Vin, em que serão apresentadas tendência de moda em semi joias para 2015. Das 15h às 18h, a blogueira vai dar dicas sobre como tornar o produto atraente para o consumidor.




Na festa de premiação do Carrinho de Ouro, a coluna flagrou o encontro dos supermercadistas Manoel Barbosa (Sindicato dos Varejistas), Ilson Mateus (Supermercados Mateus), Jesuino Martins (diretor comercial dos Supermercados Mateus) e Antônio Ires de Oliveira (Carone)




Agritec - Um dos maiores sucessos na Feira de Agrotecnologia da Região dos Cocais Maranhenses (Agritec), realizada semana passada em Caxias, foi a unidade volante criada por Samir Nicolau para divulgação e comercialização de animais produzidos por esta que é considerada uma das maiores selecionadoras do Norte e Nordeste. Durante os quatro dias do evento, o movimento foi intenso por parte de criadores do Maranhão e estados vizinhos em busca de animais bovinos, caprinos e ovinos de boa genética. 

Revista - A edição de novembro da revista Maranhão Hoje, que chegou às bancas neste fim de semana, traz uma ampla reportagem sobre a aposentadoria política de Roseana Sarney, anúncio que desperta desconfiança até mesmo entre os aliados da governadora, que acreditam estar ela apenas dando um tempo, mas que estará de volta aos palanques em breve. A revista destaca também os conselhos de especialistas sobre como transformar um emprego temporário, muito comum nesta época do ano, em definitivo.

Presidente da Amasp diz que cenário de 2015 não é nada animador para os empresários do varejo

Ao discursar na solenidade de entrega do Trofeu Carrinho de Ouro, sábado, na Fábrica de Eventos, o presidente da Associação Maranhense de Supermercados (Amasp), João Magalhães Sampaio, disse que o ano de 2015 oferece cenários nada positivos tanto na política quanto na econonia. Segundo ele, o movimento de vendas em seu setor deve fechar o ano com um crescimento de 1,9%, bem abaixo do registrado em 2013, que foi de 3%. De acordo com dados da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), as vendas do setor supermercadista cresceram 1,77% de janeiro a setembro, na comparação com o mesmo período do ano anterior. Em valores nominais, as vendas do setor apresentaram queda de -4,32% em relação ao mês anterior e, quando comparadas a setembro do ano anterior, alta de 9,85%. No acumulado do ano, as vendas cresceram 8,15%.
Apesar dos números nada otimistas, o presidente da Amasp disse que os empresários vão continuar fazendo sua parte para garantir o crescimento do país, seja no estímulo à produção, na geração de receitas para o poder público e na abertura de novos postos de trabalho, já que o setor de alimentos é um dos que mais movimentam a economia do País. Ele aproveitou a oportunidade para dizer que está elaborando um plano com vistas à renovação dos quadros de diretores da entidade, a fim de que possa ser mais dinâmica na representação da categoria supermercadista.
O Carrinho de Ouro foi entregue às empresas Coca-Cola, Frimesa, FC Oliveira, Mais FM, Grupo Mateus, Grupo Ocrim, Piracanjuba e Marisa. A premiação é uma forma de reconhecer a importância das empresas parceiras à entidade e homenagear os fornecedores que se destacaram no ano de 2014. Segundo João Magalhães, os supermercados são responsáveis por mais de 90% do abastecimento interno de produtos de higiene/limpeza e gêneros alimentícios no Brasil, além disso, representa 5,5% do Produto Interno Bruto – PIB do Brasil e gera mais de R$ 1 milhão de empregos diretos.
Na sexta-feira, a Amasp realizou uma programação educativa, com palestras de vários especialistas sobre a situação econômica, liderança etc. Também foi montada uma pequena exposição em que cada empresa pode mostrar seus produtos e se aproximar mais ainda dos clientes.

24 de nov de 2014

Institutos federais estão autorizados a conceder bolsas para pesquisadores e intercambistas

Os institutos federais de educação, ciência e tecnologia estão autorizados a conceder bolsas de pesquisa, desenvolvimento, inovação e intercâmbio a estudantes, professores e pesquisadores externos ou de empresas. De acordo com o Ministério da Educação, as bolsas de intercâmbio devem ser concedidas no âmbito de programas e projetos institucionais que envolvam a troca de experiência ou o conhecimento em ações de ensino, pesquisa aplicada, extensão ou inovação. A medida está em portaria publicada nesta segunda-feira (24) no Diário Oficial da União. A portaria regulamenta trecho incluído, ano passado, na Lei 11.892/2008, segundo o qual os institutos poderão conceder tais bolsas.
Podem ser beneficiários das bolsas servidores públicos federais, estaduais, distritais ou municipais, ativos ou inativos, civis ou militares, pertencentes ao quadro de pessoal da administração direta, autárquica ou fundacional; empregados ou funcionários ativos, vinculados a empresas públicas ou particulares, nacionais ou internacionais, que tenham cooperação com instituto federal; estudantes matriculados em cursos de formação inicial e continuada, cursos técnicos, de graduação ou de pós-graduação; e profissionais autônomos ou aposentados, de comprovada capacidade técnica relativa ao objetivo do projeto ou programa.
O presidente do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, Luiz Caldas, explica que essas bolsas vão se somar às que já são ofertadas por autarquias como a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). "Muitas das bolsas já ofertadas não captam, na totalidade, as ações que podem ser desenvolvidas pelos próprio institutos. Agora, os editais poderão ser mais direcionados", diz. "Vai possibilitar que os intitutos hajam a partir de proposições e percepções do local e região em que estão inseridos", acrescenta.
Para ofertar as bolsas, Caldas explica que uma verba extra deverá ser repassada em nova rubrica aos institutos. A expectativa é que isso seja feito o mais rápido possível, já a partir do início do próximo ano. A seleção dos beneficiários, sob responsabilidade dos institutos, será feita por meio de edital ou chamada pública. As bolsas serão classificadas segundo critérios de função e responsabilidade dos beneficiários nos projetos e programas, nas modalidades gestor de programa, gestor de projetos, coordenador de projeto, pesquisador, extensionista, colaborador externo, estudante e intercambista.

Nunes conhece as instalações do Departamento de Trânsito que ele vai dirigir a partir de janeiro de 2015

O diretor geral do Departamento de Trânsito (Detran-MA), André Campos, recebeu, na manhã desta segunda-feira (24) a visita do advogado Antônio Nunes, que será seu sucessor. Campos mostrou a dinâmica de funcionamento do departamento e os avanços que conseguiu implementar ao longo dos dois anos da sua gestão. Participaram, também, da reunião o diretor Financeiro, Arlindo Nogueira; a diretora Administrativa, Graça Paz; e o diretor Operacional do Detran-MA, Márcio Cavalcanti, além dos membros da Comissão de Transição do novo diretor, Diego Maranhão e Guilherme Dieguez.
Antônio Nunes solicitou formalmente algumas informações a André Campos que se mostrou à disposição para repassar as solicitações no tempo mais hábil possível. Logo depois da reunião, o diretor André Campos levou o Antônio Nunes para conhecer as instalações da sede do Detran-MA, incluindo as novas obras da vistoria que devem ser inauguradas até o dia 20 de dezembro.
“Detalhei as ações que estamos realizando na atualidade cumprindo as determinações da governadora Roseana, para que o novo diretor tenha conhecimento do andamento das ações e, assim, possa dar continuidade, afirmou Campos.Nunes também elogiou Campos pela sua gestão no Detran principalmente pelo atendimento que melhorou significativamente.

Flávio Dino traz da Embratur a futura secretária de Turismo, como já havia previsto o blog neste domingo

Como o blog antecipou neste domingo (23), a pessoa escolhida pelo governador eleito, Flávio Dino (PCdoB), para chefiar a Secretaria Estadual de Turismo seria alguém da Embratur. A notícia de que a opção foi por Delma Andrade (foto), do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur) impactou o trade turístico local, pois imaginava-se que alguém do setor, aqui no Estado, poderia ser escolhido, já que alguns estavam atuando na campanha a favor da eleição do comunista com a esperança de ser escolhido, porém a escolha veio de fora.
Delma Andrade é graduada em Turismo (UPIS), especialista em Gestão e Marketing do Turismo (UNB) e mestre em Antropologia Social (UNB). Há 20 anos atua no planejamento e gestão pública e privada do turismo brasileiro em nível nacional e internacional. Foi professora do curso de Turismo em renomadas instituições de ensino superior. É coordenadora-geral de Estruturação e Acompanhamento de Produtos do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur). Atualmente, está como diretora substituta de Produtos e Destinos da Embratur. Na carreira profissional, atuou também como consultora em Planejamento e Gestão Pública do Turismo no Instituto Marca Brasil (IMB), foi coordenadora técnica em Projetos de Cooperação Técnica Internacional da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e Embratur.

Flávio Dino não pode nomear presidente da Junta Comercial que não seja do colegiado da autarquia

Sérgio Sombra é o preferido de Flávio Dino para presidir a
Junta Comercial, mas ele precisa ser indicado para vogal
O governador eleito, Flávio Dino (PCdoB), surpreendeu a classe empresarial, nesta segunda-feira (24), ao anunciar, pelas redes sociais, que o novo presidente da Junta Comercial do Maranhão (Jucema) será o empresário Sérgio Sombra, proprietário do Foto Sombra. Ocorre que para alguém pleitear a presidência da autarquia primeiro precisa ser indicado vogal por um dos 14 órgãos que compõem o seu colegiado, e depois de empossado ser submetido a uma votação, cabendo ao governador nomear o eleito, de sua preferência ou não.
Consultado esta noite sobre qual instituição vai representar no colégio de vogais da Jucema, Sérgio Sombra disse que ainda não sabe e ao ser  confrontado com a regra para escolha do presidente, disse que a desconhecia. Segundo ele, o seu nome foi uma sugestão do deputado Simplício Araújo, que deverá ser o futuro secretário de Desenvolvimento, Indústria e Comércio (Sedinc).
Não bastasse o fato de não integrar o corpo de vogais, Sérgio Sombra ainda terá de contar com a boa vontade de um dos membros, para que renuncie e ceda lugar a ele. Ocorre que a representação tem um mandato preestabelecido de quatro anos e cabe ao membro renunciar ou não a esse direito, isto é, se nenhum quiser sair, não haverá como ele entrar. A atual presidente, Sueline Fernandes, por exemplo, representa a Secretaria de Desenvolvimento, Indústria e Comércio (Sedinc) desde 2009 e está em segundo mandato como vogal, portanto ela pode ceder ou não sua vaga, para que Sérgio Sombra seja indicado pelo Governo do Estado. Um representante de entidade privada também pode dar seu lugar a ele, mas aí estará contrariando a indicação dos associados do órgão a que pertence e o elegeram.
O governador pode, sim, destituir a presidente logo no primeiro dia de mandato, mas não pode impor um nome sem que este não pertença ao colegiado, isto é, primeiro deve garantir a indicação do seu preferido e usar da sua influência para que ele seja o eleito. Esta é a regra contida na Lei 8.934/1994, que nem mesmo o decreto presidencial 1.196/1996 conseguiu modificar, já havendo, inclusive, jurisprudência sobre o assunto.
A Junta Comercial é composta por 14 instituições governamentais e privadas, dentre elas a Sedinc, a OAB-MA, Associação Comercial, conselhos de Economia, Administração e Contabilidade, Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Câmara dos Dirigentes Lojistas e outros.

Orquestra sinfônica do Maranhão faz sua primeira apresentação na próxima quarta-feira, na Igreja da Sé

Músicos fazem os últimos ensaios para a grande estreia nesta quarta-feira
A Orquestra Sinfônica do Estado do Maranhão terá noite de estreia, nesta quarta-feira (26), às 19h, na Catedral da Sé, em São Luís. A apresentação faz parte da programação da Semana da Música e comemora o Dia Internacional da Música (22 de novembro). O projeto pedagógico de criação da orquestra contempla parceria celebrada entre a Escola de Música Lilah Lisboa - órgão da Secretária de Estado de Cultura (Secma) - com a Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema), que concede as bolsas aos músicos.
Composta por músicos de cordas, sopro, percussão, a orquestra selecionou alguns participantes por meio de oficinas realizadas com professores vindos de outros estados. Hoje, são 31 músicos, sendo 18 maranhenses e 13 de outros estados. As inscrições para participação da orquestra continuam abertas, pois a formação completa é de, no mínimo, 70 músicos. “O objetivo principal é sermos uma sinfônica”, ressalta Rogério Chaves, músico violoncelista integrante da orquestra. Outra meta é formar plateia
Para a noite de estreia, serão executadas peças do erudito e do popular, Sob a regência do maestro José Antônio Augusto. No repertório, Concerto nº 2 para Piano e Orquestra em Ré Menor, de W. A. Mozart tendo solo piano com José Henrique Martins (PB); Sinfonia n. 1 em Dó Maior, de L. V. Beethoven, Primeiro Movimento (Adagio-Allegro); Serenata Brasileira de António Rayol, Solo Soprano; Overture Uma Noite no Castelo, de Henrique Alves de Mesquita; e Oblivion, de Astor Piazolla.

Tribunal de Justiça decreta intervenção na Prefeitura de Cantanhede, mas mantém Cabão no cargo de prefeito

Em sessão das Primeiras Câmaras Cíveis Reunidas do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), os desembargadores decidiram pela intervenção do Estado no município de Cantanhede, em razão de descumprimento de ordem judicial, mas sem afastamento do prefeito José Martins, o Cabão (foto), do cargo. O interventor a ser nomeado pela governadora do Estado terá o objetivo específico de reintegrar uma servidora ao seu cargo, ato descumprido pela administração municipal. A sessão foi a primeira do desembargador José de Ribamar Castro no cargo. O novo membro do TJMA agradeceu à saudação de boas-vindas feita pelo presidente das Primeiras Câmaras Cíveis Reunidas, desembargador Jorge Rachid, e elogiou os colegas da Corte. “Eu tenho a impressão que vou aprender muito mais, já que chego aqui como aprendiz”, disse Castro.
A relatora da representação contra o município de Cantanhede, desembargadora Angela Salazar, teve o mesmo entendimento do parecer da Procuradoria Geral da Justiça, pela procedência da intervenção, tendo sido acompanhada no voto pelos demais magistrados. Angela Salazar citou jurisprudências do Superior Tribunal de Justiça e do próprio TJMA, que demonstram o cabimento da intervenção em situações análogas.
A representação formulada pelo Juízo da comarca de Cantanhede se baseou no descumprimento da decisão que concedeu tutela antecipada, em mandado de segurança, determinando a reintegração imediata da servidora ao cargo de auxiliar de biblioteca. Ao consultar o sistema de acompanhamento processual do Tribunal, a relatora verificou não haver notícia, na sentença, de que a decisão tenha sido cumprida, o que, segundo ela, configurou o nítido desrespeito do representado para com o Poder Judiciário. A desembargadora determinou ainda que a decisão seja comunicada à governadora do Estado, para que baixe o decreto interventivo correspondente, nos termos do artigo 64, inciso VI, da Constituição Estadual. (Processo nº 425802013)

Prefeitura de São Luís e Governo do Estado farão em 2015 carnaval unificado, segundo Ester Marques

Desfile de escolas de samba será bancado pelo Governo do Estado e Prefeitura
Depois de muitos anos de separação, o Governo do Estado e a Prefeitura Municipal de São Luís vão organizar, de forma unificada, as festas de carnaval no próximo ano. O anúncio foi dado em primeira mão ao programa Canta Maranhão, apresentado por Helena Leite, na Rádio Educadora do Maranhão, pela jornalista e professora da Universidade Federal do Maranhão (UFMa) Ester Marques, que será a secretária estadual da Cultura no governo de Flávio Dino. Ester ficou de ir ao programa de Helena Leite, quando dará detalhes do que vem sendo alinhavado com a Fundação Municipal da Cultura (Func).
Ester Marques anuncia unificação (foto de Domingos Costa)
A unificação da organização do carnaval há anos que vem sendo reivindicada pelas entidades que fazem a folia - escolas de samba, blocos tradicionais e organizados, tribos de índio etc - porém cada governo preferia fazer sua programação, a ponto de confundir até mesmo o turista, pois na folheteria de um não constava a programação do outro, sem falar que o governo elegia um tema e a prefeitura outro. Separados, os governos não conseguiam sequer pagar um cachê justo às brincadeiras, e tudo isto deverá ser modificado a partir de 2015.
Quanto ao valor do que será repassado para cada agremiação, despesa com montagem de passarela, bailes públicos etc, isto só poderá ser anunciado depois de empossado o novo governo estadual, porém com base no orçamento deste ano poderá ser feita uma projeção. Faltando pouco mais de dois meses para a realização do carnaval, a maioria das agremiações carnavalescas ainda não tem sequer tema definido, pois isto, geralmente, fica na dependência do que cada uma receberá do poder público para se apresentar, já que não têm patrocinadores privados e arrecadação na passarela do samba é zero, já que os ingressos são distribuídos gratuitamente, a fim de garantir público nas arquibancadas.