18 de nov. de 2014

Roseana atraiu 86 empreendimentos, que geraram 100 mil empregos e internalizaram R$ 64 bilhões no Maranhão

Governadora participando de demonstração sobre parque empresarial
O Governo de Roseana Sarney atraiu para o Maranhão, nos últimos cinco anos, 86 novos empreendimentos privados, que geraram mais de 100 mil empregos diretos e a concretização de investimentos públicos e privados que somam R$ 64 bilhões. Os números foram apresentados pelo secretário de Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Maurício Macedo, nesta terça-feira (18), na 8ª edição do "Café com Informação", promovido pela Secretaria de Estado de Comunicação.
Entre as realizações da Sedinc, estão as obras de recuperação e implantação de novos Distritos Industriais do Maranhão, com investimentos na ordem de R$ 30 milhões, para recuperação dos DIs de São Luís, Imperatriz e Porto Franco, e a implantação de novos distritos em Balsas, Grajaú e Aldeias Altas. Um dos maiores desafios do governo foi promover a interiorização dos investimentos. Para isso, a partir de 2013 a secretaria lançou um novo conceito de infraestrutura industrial, pioneiro no setor público, com projetos de construção de Parques Empresarias em diversos municípios maranhenses, com recurso do BNDES, vinculados ao Programa Viva Maranhão, no valor total de R$ 84 milhões.
Em 2014, foram iniciados os parques de Imperatriz, Caxias e Timon que devem ser inaugurados ainda este ano. Os investimentos chegam a R$ 45 milhões. "Trata-se de uma infraestrutura moderna e arrojada para atrair investimentos em regiões estratégicas do Estado, onde se localizam grandes empreendimentos e também grandes cidades", disse Mauricio Macedo. O secretário informou que no próximo dia 27 a governadora Roseana Sarney entrega aos empresários e a sociedade o diagnóstico dos gargalos e das cadeias produtivas do Maranhão levantadas pela Secretaria de Indústria e Comércio que também criou um plano de desenvolvimento produtivo. O documento, que será entregue durante reunião na Federação das Indústrias do Maranhão, chama-se "Maranhão Competitivo - Uma Estratégia de Desenvolvimento Produtivo".


Nenhum comentário: