5 de mar de 2015

TAM cancela três voos para São Luís e Governo do Estado e Prefeitura Municipal tentam evitar novas desistências

A companhia aérea TAM vai cancelar três voos operados do Aeroporto Internacional Hugo da Cunha Machado, em São Luís, para Belém (PA), Fortaleza (CE) e Imperatriz, devido aos custos para abastecer suas aeronaves no estado, onde o querosene é um dos mais caros do Brasil, pois tem um ICMS de 25%. Para evitar novos cancelamentos, o assunto foi debatido nesta quarta-feira, pelo diretor da empresa, Basílio Dias, que vei a São Luís para tratar do assunto; os secretários de Turismo Delma Andrade (Estado) e Guilherme Marques (São Luís) e Simplício Araújo (Indústria e Comércio). A proposta que vai apresentada ao governador Flávio Dino (PCdoB) é no sentido de baixar o imposto para 17% em voos operados em um aeroporto; 12% em dois aeroportos e 8% em três aeroportos.
Reunião de dirigentes da TAM com Guilherme Marques (E) e Simplício Araújo
A negociação para redução do ICMS sobre o querosene de aviação começou em 2014 quando a companhia aérea solicitou ao secretário Guilherme Marques que fizesse a intermediação com o Governo do Estado sobre esta questão. “Naquela época fizemos a aproximação do Governo do Estado do Maranhão com a Tam e demais empresas aéreas. A partir deste diálogo foi elaborada uma proposta que entra agora na sua reta final de negociação”, frisou Marques. O governador Flávio Dino, à época ainda candidato, prometeu que esta seria uma das primeiras medidas a ser tomadas para beneficiar o turismo e os negócios no Estado. “Essa questão dos voos começaram com o secretário Guilherme Marques do município e agora o Estado acaba assumindo a parte que lhe compete que é a redução do ICMS e o envolvimento dos três polos prioritários que são São Luís, Chapada das Mesas e Lençóis Maranhenses”, disse a secretária Delma Andrade.
A expectativa é que o Maranhão passe a receber voos regulares em Barreirinhas, nos Lençóis Maranhenses, e Carolina, localizada ao sul do Estado. “Esta medida fomenta o turismo regional e desenvolve o potencial turístico que temos no interior do Estado. Além de beneficiar nosso trabalho para a divulgação do destino São Luís”, finalizou Marques.

Um comentário:

Anônimo disse...

A informação do corpo do texto está errada, a TAM já não opera esses 3 voos desde primeiro de março.