7 de abr de 2015

Adriano Sarney critica governo pela captura de prisioneiros em Pedrinhas, mas elogia bravura da PM

Ao fazer uma análise do resgate de quatro detentos do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, na madrugada de domingo (05), o deputado Adriano Sarney disse que o problema da fragilidade do sistema de segurança pública e do sistema prisional deveria ser encarado com mais rigor e determinação pelo Governo do Estado, uma vez que, neste episódio, sabia, de forma antecipada, da ação dos bandidos. Ele foi enfático ao afirmar que é necessário contrapor alguns discursos e fatos que ele chama de “guerra moral”.
“Pedrinhas é conhecido por todos como um dos desgastes do governo passado. Durante a última campanha eleitoral, o discurso principal era de mudança, de combate ao patrimonialismo e outras retóricas. Entretanto se vê que essa mudança não aconteceu, nem nos contratos públicos que contemplam até família de aliados do governo, e muito menos, na segurança!”, enfatizou o parlamentar.
Adriano também reconheceu na tribuna a bravura dos quatro policiais da guarnição Choque 14, que foi a única equipe posicionada na chegada dos bandidos ao CDP. “Destaco o excelente trabalho dos policiais do Batalhão de Choque pela coragem em combater os bandidos, mesmo sem reforços e estrutura”. O parlamentar também citou que o Serviço de Inteligência foi reestruturado no governo Roseana, assim como a construção dos presídios São Luís III e Coroatá, além das obras em conclusão dos presídios de Timon e Imperatriz.
“De fato existiu inoperância! O governo, em nota oficial, reconheceu que houve realmente um erro operacional. Quero combater essa guerra moral que foi decretada nesse Estado ao apontar apenas os defeitos da gestão anterior. Estamos vendo às irregularidades na gestão dos contratos públicos, e a fragilidade do sistema de segurança. Sabemos que a realidade é muito diferente do discurso”,

Nenhum comentário: