16 de abr de 2015

Deputado pede mobilização de pequenos criadores para vacinação dos seus animais contra febre aftosa em maio

O deputado Fábio Braga (PTdoB) anunciou nesta segunda-feira (13), durante pronunciamento da tribuna da Assembleia Legislativa, que começou a mobilizar todos os setores competentes do governo do Estado para promover o sucesso da vacinação contra a febre aftosa, que será realizada entre 1º e 31 de maio. O parlamentar, que é pecuarista, adiantou que falou com o diretor da Agência de Defesa Agropecuária (Aged), Sebastião Anchieta, e vai entrar em contato com o secretário de Agricultura, Marcos Honaiser, para que envolva a Secretaria de Agricultura Familiar, e com o a Secretário da Indústria e Comércio, que representa um segmento gerador de empregos. Para Fábio Braga, enquanto divulgam que a Alumar está demitindo 650 funcionários e parando a produção de alumínio por causa dos prejuízos financeiros, o meio rural cresce. Segundo o deputado, nos últimos anos as boas notícias do Maranhão vieram do sucesso da produção da pecuária e agricultura pujante. Diante dessa realidade, pediu também o apoio da Assembleia e dos deputados para fortalecer a campanha de vacinação, pois o novo governo do Estado começou há pouco tempo e ocorreram modificações significativas nas secretarias de Estado, principalmente nos órgãos regionais que tratam da questão.
Na ocasião, Fábio Braga disse que vai mobilizar todos os órgãos regionais para não deixar cair os índices de vacinação de 95%. “A Assembleia pode fazer sua parte, porque a maioria dos deputados representa regiões e setores. Temos que alardear a campanha e saber se cada região está cumprindo seu dever”, afirmou. Para divulgar ainda mais a Campanha de Vacinação Contra a Febre Aftosa, o deputado Fábio Braga também sugeriu a colocação de um lembrete no site da Assembleia Legislativa, informando que a campanha vai do dia 1º ao dia 31 de maio, e como os pecuaristas devem proceder para vacinar seus animais. 
Fábio Braga repercutiu uma nota do jornalista Aquiles Emir na coluna Giro Econômico de domingo (12), alertando que “faltando dezoito dias para abertura da primeira etapa da vacinação contra febre aftosa, que vai ser realizada de 1º a 31 de maio, o Governo do Estado ainda não iniciou a campanha de mobilização dos criadores para que imunizem seus rebanhos”. Na avaliação de Aquiles Emir, “é preciso evitar o constrangimento de o Estado do Maranhão ter um índice de cobertura vacinal abaixo de 95%, o que seria como acender o sinal amarelo no Ministério da Agricultura quanto à manutenção da certificação internacional de zona livre com vacinação, conquistada em 2014”. O jornalista lamenta que “no meio pecuarista, esta apatia preocupa, principalmente porque deixam de ser estimulados os que mais necessitam de incentivo: comunidades quilombolas e indígenas, carroceiros, o produtor familiar que tem sua vaca no quintal e outros”.
Ao finalizar, o deputado Fábio Braga disse que acredita que a partir desta semana alguma coisa começará a ser feita, para que esta seja a melhor de todas as campanhas contra a aftosa. ”A iniciativa privada está fazendo a sua parte. É preciso que o Poder Público também se engaje nesta cruzada contra a aftosa”, concluiu.


Nenhum comentário: