8 de abr de 2015

Diretores da Federação das Indústrias manifestam apoio às obras de infraestrutura do Governo do Estado

Os empresários da indústria vão contribuir com análise e sugestões técnicas nas obras de infraestrutura que estão em andamento ou serão construídas pelo Governo do Estado, conforme acordo firmado pelo Conselho Temático de Infraestrutura da Federação das Indústrias (Fiema) com o secretário estadual de Infraestrutura (Sinfra), Clayton Noleto Silva, segunda-feira (06), no encontro em que foram debatidos os investimentos estaduais na área da engenharia civil pesada. Os empresários obtiveram informações sobre as obras concluídas e o cronograma de execuções futuras. Clayton Noleto Silva apresentou a nova gestão da Sinfra, as obras concluídas e o cronograma de execução dos serviços de infraestrutura em andamento no Maranhão, principalmente em São Luís, onde estão sendo executadas melhorias nas avenidas IV Centenário, Via Expressa, MA 203, Avenida Metropolitana e Barragem do Bacanga.
Com relação aos novos projetos da Secretaria, Clayton Noleto apontou as questões ligadas à infraestrutura aeroportuária do estado e informou, ainda, que está sendo realizado levantamento da atual situação da infraestrutura das estradas maranhenses, devido a mudança de governo. “Não me arrisco a citar qual rodovia está em pior situação. Poderia cometer uma injustiça, porque a situação da malha viária é crítica. Só poderemos informar sobre a real situação das rodovias com confiabilidade após a conclusão do levantamento”, justificou. O presidente da Fiema, Edilson Baldez, sugeriu ao secretário para fortalecer as pequenas empresas maranhenses, através da formação de consórcios para execução de obras. “Os contratos seriam regionalizados para que atendessem a realidade dos municípios”, disse ele.
Para o presidente do Conselho Temático de Infraestrutura da Fiema e do Sindicato da Indústria da Construção Pesada (Sincopem), José Ribamar Barbosa Belo, a reunião selou a parceria entre empresários e Governo do Estado, por meio da qual o segmento empresarial fará acompanhamento sistemático dos trabalhos para garantir a qualidade da execução de cada obra. José Ribamar Barbosa Belo questionou ao situação da infraestrutura rodoviária, aeroportuária e o andamento das obras que já foram iniciadas. Ele lembrou a publicidade do governo passado quando todos os municípios do Maranhão seriam interligados por asfalto e falou, ainda, da falta de conservação das pistas maranhenses, assim como solicitou informações sobre o planejamento da secretaria referente ao período de 2015-2019. Sobre a Via Expressa, os técnicos da Sinfra apontaram a baixa qualidade da via, causada por problemas no projeto como muitas intervenções por parte do governo, cujas alterações transformou o planejamento inicial numa obra defeituosa. Sobre a Via Expressa, o secretário reforçou a prioridade máxima da Sinfra em reconstruir a malha rodoviária.

Nenhum comentário: