25 de abr de 2015

Maranhão tem saldo negativo acima de 6 mil na geração de empregos entre janeiro e março, segundo o Caged

O Maranhão registrou, de janeiro a março deste ano um saldo negativo de 6.841 empregos, pois foram gerados neste período 46.018 novos postos de trabalho enquanto as demissões somaram 52.859. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Demitidos (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), que registrou, somente em março, um saldo negativo de 659 empregos, resultado que foi puxado pela indústria de transformação e a construção civil.

De acordo com o Caged, no mês de março foram empregados no Maranhão 15.758, mas as demissões somaram 16.417, o que gerou a variação de -0,14%.

O saldo dos últimos 12 meses é de -1.016, com 216.784 contratações e 217.800 desligamentos, ou seja, uma variação de -0,21%

Veja como foi o comportamento do emprego, em março, no Maranhão, segundo Setores de Atividade Econômica:

  • Extrativa Mineral -43 (-2,22%)
  • Indústria de Transformação -131 (-0,31%)
  • Serviços Industriais de Utilidade Pública - SIUP - 84 (1,34%)
  • Construção Civil -955 (-1,61%)
  • Comércio - 162 (0,11%)
  • Serviços - 244 (0,13%)
  • Administração Pública - 54 (0,29%)
  • Agropecuária -74 (-0,32%)
  • Total -659 (-0,14%)



Nenhum comentário: