21 de abr de 2015

Moto Club pode encerrar seu calendário de 2015 se for desclassificado pelo Sampaio Corrêa nesta quarta-feira

Torcida do Moto pode ficar sem ver o time jogar no restante do ano de 2015
O Moto Club de São Luís joga nesta quarta-feira (22) aquela que poderá ser considerada a partida do ano, pois dela depende a continuidade de suas atividades na temporada 2015. Se vencer o Sampaio Correa , que o derrotou domingo por 3 a 1, por dois gols de diferença, irá à final do Campeonato Maranhense, para disputar o título com Imperatriz ou São José, e sendo campeão estará com vaga garantida na Série D do Campeonato Brasileiro deste ano. Derrotado, restará a Copa do Brasil, na qual enfrentará a Ponte Preta de Campinas (SP), com a difícil missão de passar para a outra fase desta competição, competindo com uma equipe muito mais estruturada.
Se derrotado pelo Sampaio e barrado pela Ponte, o Moto encerra sua agenda de compromissos para o restante do ano, a menos que a Federação Maranhense de Futebol crie uma competição para o segundo semestre, porém o mais provável é que, a exemplo de 2014, se crie um vazio. Uma alternativa, seria a FMF se juntar às federações de Piauí e Pará, onde outras pencas de times vão ficar sem atividades até dezembro, e criar um torneio Meio Norte. Certamente alguma emissora de TV, ou quem sabe três (uma de cada estado) fariam um pool, para transmitir estas partidas e manter jogadores, comissões técnicas e outros profissionais em atividades e não apenas Sampaio, já garantido na Série B do Campeonato Brasileiro, e o campeão maranhense, que vai disputar a Série D, e mais a Copa do Brasil de 2016.
Esta é a triste realidade do futebol, não apenas do Maranhão, mas de outros estados também, onde times estão sendo montados para cumprir um calendário de no máximo três meses. Hora de repensar o futebol, com foco também na geração e/ou manutenção de emprego e renda para dezenas de profissionais do setor esportes, sem falar em comércio de bar nos estádios, jornalistas e radialistas e outros integrantes desta cadeia.

Nenhum comentário: