23 de abr de 2015

Petrobras diz que cancelamento da Refinaria Premium I em Bacabeira está decidido e projeto não será retomado

Deputados em visita ao canteiro da Premium I: projeto cancelado e sem volta
Ao divulgar nesta quarta-feira (22) o seu balanço de 2014, a Petrobras garantiu que o cancelamento das refinarias Premium I, no Maranhão, e Premium II, no Ceará, é uma "decisão já tomada e que não mudará", ou seja, não há menor possibilidade de serem retomadas as suas obras. Além destas, o presidente da estatal, Aldemir Bendine, afirmou que não há ainda no momento um prazo definido para a retomada da construção de outras duas refinarias: Comperj, no Rio de Janeiro, e Abreu e Lima, em Pernambuco. A decisão de cancelar os projetos das Premiums I e II já havia sido tomada pela administração anterior, pelo ex-presidente Graça Foster, e será mantida.
Lançamento da refinaria: Lula, Roseana, Dilma e Lobão
Ainda na divulgação do balanço 2014, foi informado que o investimento total da empresa no ano passado foi de U$ 35 bilhões, montante 20% abaixo do previsto, que era de US$ 44 bilhões. Já para 2015, a previsão é de investimento de US$ 29 bilhões, 34% a menos que investido em 2014. O plano de negócios da companhia para o período de 2014 a 2018 era investir US$ 44 bilhões por ano no período. O plano de negócios referente ao intervalo de 2015 a 2019 ainda não foi aprovado.
Na semana passada, na visita ao ex-canteiro da Premium I, no município de Bacabeira, deputados que integram a Comissão Externa da Câmara Federal para investigar a interrupção dos projetos do Maranhão e do Ceará, garantiram que iriam lutar pela retomada das obras. O anúncio foi aplaudido por deputados estaduais que participaram de um debate na Assembleia Legislativa.

Nenhum comentário: