11 de abr de 2015

Popularidade de Dilma continua menor que a de Fernando Collor de Melo nos seus piores momentos, diz Datafolha

Nova pesquisa Datafolha, divulgada neste sábado (11) mostra que, embora tenha parado de cair, a popularidade da presidente Dilma Rousseff continua baixa, pois apenas 13% dos entrevistados acham que ela faz um governo bom ou ótimo, enquanto para 60%, sua administração é ruim ou péssima. O número de reprovação é o mesmo da pesquisa anterior, realizada em março, enquanto os que reprovam são dois pontos a menos.
A estabilização da popularidade da presidente deve continuar preocupando o Palácio dos Planalto, pois estes índices estão entre os piores desde 2011, quando iníciou o primeiro mandato, e  são piores piores de todos os presidentes, desde Fernando Collor de Mello, o primeiro eleito pelo voto direto após a redemocratização do país. De acordo com o Datafolha, a aprovação de Dilma só é comparável com os piores momentos dos ex-presidentes Itamar Franco (12% de aprovação em novembro de 1993, época do escândalo do Orçamento, na Câmara) e Fernando Henrique Cardoso (13% em setembro de 1999, quando a população sentia os efeitos da desvalorização do Real). Na véspera de ser afastado da Presidência por um processo de impeachment, em 1992, Collor tinha 9% de aprovação –a pior taxa apurada em toda a série de pesquisas nacionais do Datafolha.

Nenhum comentário: