9 de abr de 2015

SMTT faz grande "barberagem" de trânsito no bairro do São Francisco e deixa os motoristas muito mais confusos

Motorista para enquanto pedestres atravessa avenida em frente ao Skina Hotel
As mudanças operadas pela Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) no bairro do São Francisco estão confundindo mais do que facilitando a vida dos motoristas que são obrigados a trafegar pela Avenida Mal. Castelo Branco e pelas ruas transversais. Alegando razões para fazer o tráfego fluir com mais rapidez, as entradas e saídas para os retornos de quadra foram alteradas, ou seja, onde antes se entrava agora se sai, e vice-versa, seja no Posto Hélio Viana, na Praça do São Francisco ou na Big Ben. O problema, no entanto, é que nas ruas transversais ou não há sinalização ou então há sinais que fazem o trânsito ficar mais caótico.
Motoristas saem de três sentidos para sair no retorno da Igreja São Francisco
Para que se tenha ideia, a altura do Skina Palace Hotel, na Castelo Branco, o veículo que sai da Travessa Coronel Chaves, do lado oposto, dá de cara com uma faixa de pedestres, e como estes têm prioridade, o motorista tem de esperar e com isto acaba provocando engarrafamento, retardando a saída dos demais veículos e entupindo as ruas que fluem para esta saída. Na mesma Travessa Cel. Chaves, a altura da Igreja de São Francisco, os carros saem de três sentidos para sair do retorno de quadra. Podem vir da Rua Edmundo Calheiros, nos dois sentidos (isto mesmo, a rua metade é mão e outra metade contra-mão), e da própria travessa, e para complicar mais ainda nestas vias, veículos ficam estacionados nas duas laterais, sobrando apenas um via para os motoristas contornarem. A mesma confusão é vista do lado oposto da avenida, onde a Rua Agenor Vieira tem um sentido na quadra do Posto Hélio Viana, porém no restante, mão e contra-mão.
Motorista da Guarda Municipal também entra na confusão criada pela SMTT
Quando este repórter fazia os registros fotográficos desta reportagem identificou até viatura da Guarda Municipal envolvida na confusão que ela é responsável por controlar e multar os infratores.
Todas essas mudanças foram operadas pelo secretário Canindé Barros para corrigir os erros das administrações passadas, porém o curioso é que ele é secretário de Trânsito e Transporte desde o governo de Tadeu Palácio, isto é, tudo é que está sendo refeito e desfeito foi, em algum momento idealizado por ele.

Nenhum comentário: