3 de abr de 2015

Vale abre inscrições para programa de capacitação nos municípios de Bom Jardim e de Alto Alegre do Pindaré

Entre os dias 6 e 8 de abril, estarão abertas as inscrições para a segunda etapa do Programa de Preparação para o Mercado de Trabalho (PPMT), iniciativa da Vale que tem como objetivo principal contribuir com a qualificação de mão de obra em localidades onde a empresa está expandindo a capacidade de transporte da Estrada de Ferro Carajás (EFC). O programa selecionará, inicialmente, 100 moradores dos municípios maranhenses de Alto Alegre do Pindaré e Bom Jesus das Selvas. Os interessados poderão fazer a inscrição em cada localidade onde os cursos irão acontecer.
"O PPMT é um programa que aumenta as perspectivas dos participantes em conquistar uma vaga no mercado de trabalho uma vez que oferece a eles a oportunidade de qualificação técnica profissional. O mercado de trabalho está cada vez mais exigente e estar bem preparado para assumir responsabilidades pode fazer toda diferença na hora de disputar uma vaga de emprego. Todos os cursos ofertados pelo PPMT são gratuitos e aos participantes cabe a dedicação e o compromisso com as aulas", explica Cristina Freire, da área de Gestão Social em Implantação de Projetos da Vale.
Além de Alto Alegre do Pindaré e Bom Jesus das Selvas, a segunda etapa do PPMT comtempla os municípios de São Luís, Arari, Igarapé do Meio, Buriticupu e Cidelândia. Serão oferecidas ao todo 400 vagas para os cursos de Operador Basculante, Oficial de Via, Carpinteiro, Armador e Pedreiro. Para se inscrever, os candidatos precisam apresentar cópia e original dos documentos de identidade e CPF, comprovante de residência, além do comprovante de escolaridade. Para o curso de Operador Basculante também será necessário apresentar a carteira de habilitação D. Os cursos têm carga horária de 160h e contemplam aulas teóricas e práticas.
Para saber mais sobre as vagas e inscrições, os interessados devem procurar os analistas de diálogo social da Vale que atendem as comunidades, ou as Associações de Moradores locais. 

Primeira fase - A primeira fase do PPMT, iniciada em novembro de 2014, certificou 322 pessoas que integraram as turmas de Armador, Carpinteiro, Oficial de Via Permanente, Pedreiro, Operador Basculante e Soldador. Durante três meses, os participantes tiveram a oportunidade de aprender um novo ofício. Sandra Maria, da comunidade de Pedrinhas, aprendeu a realizar soldagem e corte de peças metálicas e já pensa em novas maneiras de investir na qualificação. "O conselho que dou aos meus colegas de curso é que não parem por aqui, se qualifiquem cada vez mais, pois o mercado de trabalho é exigente. A primeira oportunidade a Vale já nós deu, agora cabe a nós buscar cada vez mais o crescimento profissional", conta Sandra Maria, certificada no curso de Soldador.
Para Willian Oliveira, que recebeu o certificado de Carpinteiro em Vila Nova dos Martírios, a participação no programa contribuiu com sua autoestima, tornando-o mais confiante na hora de oferecer seus serviços. "Essa qualificação era o que eu precisava para me sentir mais seguro ao procurar um emprego. Estou muito feliz em receber esse certificado e dizer que me sinto preparado para uma nova função", conta Willian Oliveira.

Programa - O PPMT foi iniciado nos municípios de São Luís, Igarapé do Meio, Pindaré Mirim, Buriticupu, Alto Alegre do Pindaré, Bacabeira, Vila Nova dos Martírios e Tufilândia. Até 2016, o programa deve oferecer o total de duas mil vagas em cidades maranhenses próximas às obras de expansão da EFC.
Desde 2013, a Vale vem investindo na expansão da capacidade de transporte da EFC nos estados do Maranhão e Pará. As obras integram o Projeto de Expansão S11D Logística, que contempla em seu escopo a duplicação de 570 quilômetros da estrada de ferro, incluindo a construção de um ramal ferroviário com 101 quilômetros no Pará. Com a conclusão das obras, a Estrada de Ferro Carajás, que possui 892 quilômetros, terá capacidade para transportar 230 milhões de toneladas por ano.

Nenhum comentário: