1 de mai de 2015

Flávio Dino toma Parque Folclórico da Vila Palmeira de Astro de Ogum e Secretaria da Cultura assume controle

O Parque Folclórico da Vila Palmeira, que desde o governo de José Reinaldo Tavares vinha sendo administrado por uma associação ligada ao vereador Astro de Ogum, presidente da Câmara Municipal de São Luís, foi reintegrado à administração estadual. Nesta sexta-feira (1º ), dizendo-se estar representando o governador Flávio Dino (PCdoB), a secretária estadual da Cultura, Ester Marques, vistoriou o parque, onde verificou a atual situação física e administrativa do equipamento cultural. A visita teve como objetivo a sua reintegração ao patrimônio do Estado, seguindo diretriz de Flávio Dino, que desde o início da gestão demonstrou interesse em implantar projetos, dando usabilidade ao espaço por meio de atividades sócio culturais voltadas a toda população.
Inaugurado no governo de Epitácio Cafeteira (1987-90), o Parque Folclórico da Vila Palmeira vinha servindo, segundo noticiou a Secretaria de Comunicação Social, de depósito de veículos e materiais de descarte das escolas de samba da capital. Durante a visita, a secretária teria constatado uma série de problemas de degradação e falta de conservação patrimonial, e conversou com moradores do bairro da Vila Palmeira.
Ester Marques implantou o novo sistema de segurança e guarda que passa a atuar no local todos os dias da semana, 24 horas por dia, como forma de salvaguardar o patrimônio público e assegurar o funcionamento das atividades do Parque Folclórico. Com a reintegração do espaço, a proposta do governo do Estado é que o Parque passe abrigar, durante as festividades juninas deste ano, um dos três arraiais de referência que serão montados pelo Estado na temporada de São João. De acordo com a secretária Ester Marques, para além deste uso imediato, o governador Flávio Dino estuda a transformação do espaço do Parque em um ponto de apoio permanente aos grupos culturais de todo o Maranhão.
“Temos no Parque um equipamento cultural de grande potencial, e que pode ser utilizado para as mais diferentes finalidades. O que queremos dizer é que nossa ação não exclui a comunidade, pelo contrário, queremos é tornar o processo mais transparente e democrático. Entendemos que só poderemos transformar a vida dos maranhenses com ações como estas, baseadas na retomada do patrimônio coletivo, devolvendo-as à população, de forma irrestrita, e a quem pertencem por direito”, expôs a secretária de Estado da Cultura, Ester Marques.

2 comentários:

Euclides barbosa moreira neto disse...

Prezado Aquiles, o Parque Folclorico da Vila Palmeira foi inaugurado na década de 1970, pelo então governador João Castelo. Naquela época era realizada várias exposições sócio culturais, entre ela a Feira dos Municípios, idealizada por Dona Gardênia Gonçalves.
Estou mandando este comentário só para ser feita a correçãp da informação do seu texto. Saudações ludovicenses.

Anônimo disse...

Não sei a quem interessa tanta desinformação. O parque, como já bem colocou o Euclides, foi obra do governo de João Castelo. Estava totalmente depredado e cedido a federação dos grupos de bumba meu boi, que na ocasião era presidida pelo Cel Bebeto, que apoiado por Astro de Ogum consegui recuperá-lo. Foi cedido pelo governo Roseana (segundo mandato) e não por Zé Reinaldo. Zé Reinaldo apenas manteve a parceira publico privada, pois Astro deu vida a um espaço que não estava servindo para nada, transformando em um espaço onde a comunidade fazia suas atividades culturais. Eu mesmo estive presente em muitas dessas atividades, principalmente para as crianças.
Francisco Padilha