22 de mai. de 2015

Maranhão já acumula um saldo negativo de 7.446 na geração de empregos nos quatro primeiros meses de 2015

O Maranhão já acumula nos quatro primeiros meses de 2015, um saldo negativo de 7 mil 446 empregos com carteira assinada, com a totalização de 62 mil 112 admissões e 69 mil 558 desligamentos, conforme dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta sexta-feira (22) pelo Ministério do Trabalho e Emprego. Somente no mês de abril foram 14 mil 745 contra 15 mil 480 desligamentos, o que gerou um saldo de -735.

Com relação aos últimos 12 meses, isto é, de abril de 2014 a abril de 2015, o saldo negativo é de 1 mil 554, já que nesse período foram admitidos 215 mil 861 trabalhadores, porém 217 mil 415 foram desempregados, o que gerou uma variação de -0,32%

Ainda de acordo com o Caged, o setor de construção civil é o que mais tem contribuído para o aumento do desemprego no Estado, enquanto o de Serviços tem gerado o maior saldo positivo. Veja os números:
  • Extrativa Mineral: -32 (-1,69%)
  • Indústria de Transformação: -227 (-0,54%)
  • Serviços Industriais de Utilidade Pública: 29 (0,46%)
  • Construção Civil: -1.118 (-1,91%)
  • Comércio: 76 (0,05%)
  • Serviços: 352 (0,19%)
  • Administração Pública: 33 (0,18%)
  • Agropecuária: 152 (0,66%)


Nenhum comentário: