3 de jun de 2015

Delegado que investiga atentado contra vereador do PCdoB acredita que foi uma tentativa de assalto

O delegado Almir Macedo, titular do 9º Distrito Policial (bairro do São Francisco), que investiga o atentado contra o vereador Farys Miguel (PCdoB), presidente da Câmara Municipal de Dom Pedro, trata o caso como se fosse uma tentativa de assalto. Farys (foto) foi abordado por um homem quando chegava ao condomínio Versalhes, no bairro do Renascença, em São Luís, com quem chegou a travar uma luta corporal e sofreu um tiro de pistola.

O vereador havia saído de uma agência bancária onde teria sacado uma quantia em dinheiro para efetuar pagamentos e quando chegou ao prédio o "assaltante" se dirigiu ao veículo e vez a abordagem pelo lado do motorista, sem perceber que o veículo era dirigido pela esposa de Farys. Ao perceber o que estava acontecendo, o vereador correu em direção ao bandido com quem travou luta corporal, mas foi atingido com um tiro na perna.

O delegado Almir Macedo esteve ao local e descobriu que outros três bandidos aguardavam do lado de fora do condomínio, mas nada fizeram. “No local, tivemos informação que um dos comparsas estava em uma moto e outros dois em um HB20 preto. As placas não foram anotadas”, disse o delegado. A polícia apreendeu duas cápsulas de pistola ponto 40 e um projétil deflagrado, os quais foram encaminhados ao Instituto de Criminalística (Icrim) para serem submetidos à perícia. O caso continua sendo investigado. Já o vereador, apesar do ferimento à bala, não corre risco de morte.

Nenhum comentário: