20 de ago de 2015

Desembargador João Santana lança, nesta quinta, livro de poesias na Academia Maranhense de Letras

O desembargador João Santana Sousa, do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), lança nesta quinta-feira (20), às 19h, na Academia Maranhense de Letras, o livro “Menino Passarinheiro: o poeta dos passarinhos”, composto de poesias que trazem o relato de particularidades da vida do magistrado, desde a sua infância. Autor de diversas publicações na Revista da Escola Superior de Magistratura do Maranhão (ESMAM), o autor diz que a obra inaugura um momento novo, em que as lembranças do passado simples, vivido em terras maranhenses, tomam sentido significativo ao serem comparadas com as vivências experimentadas no momento presente da sua carreira.

O título tem ligação com as preferências do magistrado, que se diz amante do canto dos pássaros e da natureza. A escolha é justificada na narrativa poética em que figuram lugares, histórias e pessoas que marcaram a vida de um menino pobre nascido no interior do Maranhão. No livro, o poeta traz à tona recordações e peripécias de um menino passarinheiro, retratadas em poesias que expressam o seu verdadeiro sentimento pela natureza, pelos pássaros, familiares e amigos, bem como evidenciam confissões e desabafos de um garoto sensível a tudo.

“Eu vivi momentos de felicidade, de ver na roça o dia amanhecer, o entardecer, quando as pombas vão e voltam aos pombais. Isso inspira uma poesia que me enche a alma. As composições traduzem a minha fé e o sentimento religioso numa linguagem regionalizada e repleta de humor”, descreve João Santana. 

Para o juiz Josemar Lopes dos Santos, membro da Academia Maranhense de Letras, que compôs a apresentação do livro, a obra exalta o amor do autor em suas diversas nuances. “O poeta João Santana utiliza seus dons mágicos de uma imaginação sem igual para nos brindar com um livro que emociona, comove, fala aos nossos sentimentos, porque a sua tônica é exaltar o amor em suas infinitas nuances”, destaca.


Nenhum comentário: