26 de ago de 2015

Difusão do conhecimento é prioridade de Raimundo Coelho na presidência da Federação da Agricultura

Raimundo Coelho (E) em recente evento com a ministra da Agricultura,
Kátia Abreu, e o antecessor, José Hilton Coelho de Souza
GIRO ECONÔMICO

Ao tomar posse nesta segunda-feira (24) na presidência do Sistema Federação da Agricultura(Faema), Raimundo Coelho anunciou que a prioridade de sua gestão será estimular a difusão do conhecimento no setor rural, pois somente através dele o pequeno agricultor poderá almejar tornar-se um empreendedor de sucesso e levar uma vida mais digna. Ele citou o exemplo da produção de soja, que alcança índice acima de 2 milhões de toneladas no Estado, enquanto a de arroz está abaixo das 500 mil toneladas. A diferença é que no segmento do primeiro exemplo, os produtores se utilizam do que existe de mais moderno, porque têm recursos para contratar de orientação técnica e aquisição de equipamentos, enquanto, no segundo caso, a maioria dos produtores é de pequeno porte, apesar de algumas empresas virem estimulando o plantio do grão.

Raimundo Coelho anunciou que uma das metas é a criação de uma escola de nível superior, pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), que vai se chamar Faculdade do Agronegócio, que é um projeto da Confederação Nacional da Agricultura (CNA).

Sindcombustíveis - O presidente do Sindicato dos Distribuidores de Combustíveis (Sindcombustíveis), Orlando Santos, encarou com naturalidade os números do Inmeq sobre infrações em postos de São Luís, pois, segundo ele, o próprio órgão reconheceu que a média de 0,7% de bombas baixas, está dentro da média nacional e conclui: “As fiscalizações realizadas pelos órgãos competentes para verificar se o segmento de combustíveis está atendendo às regras estabelecidas em leis são e serão sempre bem vistas”.

Aniversário - A empresária Luzia Rezende preside na noite desta quarta-feira sessão solene que vai marcar a comemoração dos 161 anos de fundação da Associação Comercial do Maranhão. Serão prestadas homenagens à Socingra, empresa do ramo gráfico que está há mais de 50 anos funcionando com o mesmo CNPJ, ao governador Flávio Dino (PCdoB) e ao prefeito da capital, Edivaldo Holanda Júnior (PTC), que, pela avaliação dos diretores da ACM, muito têm feito em favor do setor produtivo.

Premiação - O Sindicato Rural que apresentar a melhor iniciativa sobre preservação de nascentes de rios, concorrendo ao Prêmio Nascentes Protegidas, lançado nesta segunda-feira (24) pela Federação da Agricultura, ganhará uma caminhonete de brinde, mas vale lembrar que o concurso é em nível nacional, já que trata-se de uma parceria com a Confederação Nacional da Agricultura (CNA).




O prefeito Edivaldo Holanda Júnior e o governador Flávio Dino serão homenageados nesta quarta-feira (26), pela Associação Comercial do Maranhão, que está comemorando 161 anos de fundação




Juçara - Uma das mais tradicionais festas de São Luís, que integra o calendário anual de eventos turísticos, a Festa da Juçara, no Maracanã, está ameaçada de não ser realizada este ano, pelo menos de não ter o nível de organização dos anos anteriores, por falta de apoio do poder público. De acordo com diretores da associação que organizam a festa, os órgãos de cultura e de Comunicação Social, do Governo do Estado e da Prefeitura, ainda não sinalizaram se vão apoiar ou não o evento, apesar de já terem sido acionados.

Abastecimento - A Prefeitura de Santa Inês pretendia, assim como feito em São José de Ribamar e em Paço do Lumiar, transferir para a iniciativa privada os serviços de água e esgoto do município, e o primeiro passo seria a devolução, pelo Governo do Estado, da concessão dada à Companhia de Saneamento Ambiental (Caema), mas a Justiça negou a transferência e manteve a estatal como exclusiva. A empresa beneficiada seria a Odebrecht, a mesma que se tornou concessionária nos dois municípios da Ilha.


Nenhum comentário: