16 de ago de 2015

Movimento de embarques e desembarques no aeroporto de São Luís cai na comparação com 2014

GIRO ECONÔMICO

Mais uma vez o aeroporto Hugo da Cunha Machado, de São Luís, apresenta resultado negativo na movimentação de passageiros. Conforme dados divulgados pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), os embarques e desembarques, no mês de julho, somaram 166 mil 438 passageiros, enquanto no mesmo mês do ano passado, isto é, nas férias, passaram por ele 169 mil 210, ou seja, 3 mil a menos, porém os números mais alarmantes dizem respeito ao acumulado do ano, pois de janeiro a julho de 2014, os embarques e desembarques em São Luís chegaram a 1 milhão 76 mil 256, enquanto este ano a soma foi de 983 mil 253, uma redução de quase 200 mil passageiros. Este é o sétimo mês consecutivo de queda neste indicador da movimentação turística, o que aumenta a preocupação dos empresários quanto aos rumos da política deste setor.
Agentes de viagens, hoteleiros e empresários de transporte são unânimes em afirmar que a retirada do Maranhão da prateleira do turismo nacional e internacional está trazendo sérios prejuízos, já que nem mesmo as festas tradicionais são divulgadas. 

Agricultura  - Enquanto o Maranhão registra uma queda de 3,8% na safra agrícola deste ano, segundo estimativa divulgada pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), para o Piauí está sendo projetado um crescimento de 13%, com um aumento de cerca de 400 mil toneladas na comparação com a safra anterior. Para que se tenha ideia, os dois estados estão quase empatados na produção de soja, pois enquanto aqui serão colhidas 2 milhões e 57 mil toneladas do grão, lá a colheita será de 1 milhão 833 mil toneladas.

Conveniência - O presidente do Sindicato dos Distribuidores de Combustíveis (Sindcombustíveis), Orlando Santos, informa que a contraproposta a ser apresentada ao Ministério Público, terça-feira (18), para evitar farras e a “desordem urbana” nos postos será o de um compromisso dos empresários para comercializar, mas não permitir consumo no interior das lojas de conveniência, a exemplo do que ocorre em supermercados, bem como seguir à risca a lei municipal de encerrar as vendas desses produtos a partir das 02h.

Posse na Faema - O ex-secretário adjunto de Agricultura Raimundo Coelho toma posse no próximo dia 24 na presidência do Sistema Federação da Agricultura do Maranhão (Faema), que tem como órgão vinculado o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar). O atual presidente, José Hilton Coelho de Souza, passará a ocupar um cargo de assessoria da presidência. 






Em visita à Fruki, em Lajeado (RS), o presidente da Psiu, Francisco Magalhães da Rocha (D), foi recepcionado pela presidente da indústria de bebidas gaúcha, Nelson Eggers.



Cenário - Em continuidade à programação de 161 anos da Associação Comercial, na próxima quarta-feira (19), será realizado às 19h, o painel “Cenários Econômicos e o Novo Ambiente de Negócios no Maranhão”, com participação do presidente do Instituto Maranhense de Estudos Sócio Econômicos e Cartográficos (Imesc), Felipe Holanda, e o secretário estadual de Indústria e Comércio, Simplício Araújo, que apresentarão a realidade socioeconômica do Estado, além das oportunidades de negócios para os empresários.

Visita - Nos dias 10 e 11 de agosto, o presidente da Psiu, Francisco da Rocha, e o diretor de Comercial e Marketing, Danny Godoi, visitaram fábrica de bebidas Fruki, em Lajeado (RS), onde puderam conhecer novos processos de fabricação e de logística. O presidente da Fruki, Nelson Eggers, apresentou os planos da indústria, que tem 91 anos de existência, sendo uma das marcas mais comercializadas em boa parte do Rio Grande do Sul: Canoas, Pelotas, Farroupilha, Santo Ângelo e também junto à matriz.

Nenhum comentário: