22 de ago de 2015

No acumulado deste ano, Maranhão tem saldo negativo de 4 mil 463 empregos, segundo números do Caged

Apesar do saldo na geração de empregos no mês de julho deste ano, segundo números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgado pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), fato que muito comemorado pelo governador Flávio Dino (PCdoB) pelas redes sociais, o acumulado do ano ainda registra um saldo negativo de 4 mil 463 empregos, pois de janeiro a julho foram admitidos 119 mil 671 trabalhadores, porém o número de demissões chegou a 124 mil 134, ou seja, uma variação de -0,91%.
Já no tocante aos últimos 12 meses, o saldo negativo é de 5 mil 380 porque, de julho de 2014 a julho deste ano os empregos somaram 213 mil 039 e as demissões, 218 mil 419 (-1,09%). Vale ressaltar ainda que o desempenho de julho deste ano é menor em mais de 1 mil e 300 postos de trabalho do que foi registrado no mesmo mês de 2014, pois ano passado registraram-se 3 mil 441 empregos preservados. Na série histórica, de 2003 a 2015, o melhor saldo do mês de julho ainda é de 2008, quando o Maranhão registrou acumulado de 5 mil e 300 empregos com carteira assinada.

Em sua página do facebook, o governador, ao analisar os números do Caged, creditou o bom desempenho de julho à sua administração. "No caso do Maranhão, esse bom desempenho deriva do peso de obras públicas que estamos iniciando ou retomando", disse Sua Excelência, sem fazer menção ao desempenho negativo dos sete meses deste ano.
(leia reportagem no site www.maranhaohoje.com.br).

Nenhum comentário: