23 de ago de 2015

Raimundo Coelho toma posse na presidência da Federação da Agricultura do Maranhão segunda-feira

Raimundo Coelho (E), com a ministra da Agricultura Kátia Abreu, e o atual
presidente da Faema, Hilton Coelho, será empossado nesta segunda-feira

GIRO ECONÔMICO


Será empossada nesta segunda-feira (24) a nova diretoria do Sistema Federação da Agricultura do Maranhão (Faema), que tem como órgão vinculado o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar). O novo presidente é Raimundo Coelho, que até dezembro de 2014 exerceu o cargo de secretário-adjunto da Secretaria Estadual da Agricultura (Sagrima) e que já foi também a presidência da entidade. Ele diz que neste retorno ao comando do Sistema Faema seu principal objetivo será fortalecer mais ainda as instituições que representam os agropecuaristas maranhenses para que o Estado possa dar um salto tanto no aumento quanto na qualidade da produção de alimentos, bem como contribuir com as ações do Governo do Estado para fortalecer o setor primário.

Antes da posse, será realizado um seminário sobre proteção das nascentes dos rios, quando será anunciado um concurso para premiação dos sindicatos rurais que mais atuarem para manutenção dos recursos hídricos no Estado.

Aniversário - A Associação Comercial do Maranhão realiza nesta quarta-feira (26), a solenidade para comemoração dos 161 anos da entidade. Na oportunidade, serão homenageados, por ações realizadas em benefício da classe empresarial, o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Junior, e o governador Flávio Dino. Também será homenageada, por estar há mais de cinquenta anos no mercado sob o mesmo CNPJ, a Socingra, empresa do ramo gráfico, localizada na Rua da Palma, no Centro Histórico da capital. 

Uber - Diversos executivos maranhenses têm manifestado a opção do uso de carros conveniados pelo aplicado Uber em vez do taxi em suas viagens onde o serviço já é disponibilizado, mas cuidado. Denúncia publicada pela revista Exame diz que nos Estados Unidos a operadora desse sistema está sendo acionada na Justiça porque alguns dos motoristas que se credenciaram para transportar passageiros tinham antecedentes criminais, uns são assassinatos, outros assaltantes e por aí vão as queixas.

Construção social - O Sindicato da Indústria Construção Civil (Sinduscon) realizou neste sábado, no Sesi do Araçagi, mais uma edição da Construção Social, evento voltado para trabalhadores do setor, com oferta de serviços de saúde, esporte, cultura etc. Milhares de pessoas prestigiaram o evento.









No Dia da Construção Social, realizado neste sábado, no Sesi Araçagi, os empresários Fábio Nahuz (Sinduscon), Orlando Leite Filho (Fiema) e Osvaldino Pinho (Ademi-MA)




Parceria - Apesar de ter sido hostilizada publicamente pelas redes sociais por alguns auxiliares do governador Flávio Dino (PCdoB), após suspensão do Viva Luz, que garantia gratuidade nas tarifas de energia para famílias de baixa renda, a Companhia Energética do Maranhão (Cemar) foi chamada para ser uma das parceiras do Programa Escola Digna, que vai substituir escolas de barro e palha por construções de alvenaria. Também aderiram ao programa o Grupo Mateus e a Agroserra.

Ferro - O projeto de lei do deputado Max Barros, que prevê a destinação de R$ 1,00 por cada tonelada de minério de ferro exportada pela Vale, para os cofres do Estado, pode ser prejudicado pelo Marco Regulatório da Atividade Mineral, em debate no Congresso Nacional, que prevê a destinação de um percentual dos royalties obtidos pelos estados mineradores, no caso o Pará, para os estados que dão o suporte de transporte, o que, no entendimento da diretoria da Vale, é mais justo porque não cria nova oneração.


Nenhum comentário: