12 de ago de 2015

São Luís poderá ter voos internacionais regulares com sua inclusão nas rotas da companhia aérea portuguesa TAP

O fundador da Azul afirmou que os Estados Unidos podem entrar com força na rota da Tap. “Podemos voar para seis a oito novos destinos, como Boston e Washington, onde há a presença de muitos portugueses. ”O empresário David Neeleman, fundador da Azul e vencedor do consórcio de privatização da companhia aérea portuguesa Tap, revelou ao jornal O Globo que os planos de expansão passam pelo Nordeste, com interesse de implantação de novos voos nas capitrais do Maranhão, São Luís; da Paraíba, Teresina; e da Paraíba, João Pessoa.

O Centro-Oeste do País é visto com bons olhos pelo empresário. “Podemos ir também para Cuiabá, onde a Azul é forte, e Campo Grande”, acrescentou Neeleman. O fundador da Azul afirmou que os Estados Unidos podem entrar com força na rota da Tap. “Podemos voar para seis a oito novos destinos, como Boston e Washington, onde há a presença de muitos portugueses.”

Segundo ele, as novas rotas estudadas para Brasil e Estados Unidos podem ser traçadas com os novos Airbus 321LR. “A partir de Portugal, o voo tem um custo 50% do que feito pelo A330”, afirmou. Ainda, o empresário disse a fusão da Tap com a Portugália é analisada, colocando os jatos Embraer 190 e 195 ou até mesmo ampliando a frota da Tap, com a aquisição de aviões menores, como o A319, para voos internos.
(Maranhão Hoje, com dados do Panrotas)

Nenhum comentário: