12 de ago de 2015

Vendas de veículos no Maranhão se recuperam em julho, mas acumulado é menor do que o registrado em 2014

GIRO ECONÔMICO

A venda de automóveis e comerciais leves em São Luís sofreu uma queda de 14,17% em julho, na comparação com o mesmo mês do ano passado, de acordo com números da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), que aponta, no entanto, um aumento de 13,30%. Mês passado, foram emplacados 1.738 veículos, enquanto no mês anterior foram 1.534 e em julho de 2014 tinham sido 2.025. Já com relação ao acumulado dos sete meses a queda foi de 16,70%, com um total de 10.966 emplacamentos em 2015 contra13.165 no mesmo período do ano passado. No segmento de ônibus e caminhões, foram emplacados 99 veículos em julho e 94 em junho, o que dá um saldo positivo de 5,32%, sendo a variação foi ainda maior na comparação com julho de 2014, que registrou 63 emplacamentos, ou seja, 57,14%. As motocicletas somaram 760 emplacamentos contra 693 em junho, ou seja, 5,32% e na comparação com julho de 2014 houve queda de 11,83%, já no mesmo mês da ano passado tinham sido 862.

Na soma geral, houve 2.624 emplacamentos em julho deste ano, 16.491 no acumulado dos sete meses, enquanto no ano passado foram 2.981 em julho (queda de 11,98%) e no acumulado, 18.980, o que dá uma retração de 13,11%.

Celulose - A assessoria de Comunicação Social do Governo do Estado cometeu uma gafe sem tamanho ao anunciar pelas redes sociais a inauguração do Terminal de Grãos (Tegram), nesta segunda-feira (10). “O Tegram atenderá demandas geradas pela produção de celulose do MA, bem como da expansão do Matopiba”, anunciou pelas redes sociais. A gafe fez lembrar o ex-governador João Alberto, que cobrou do seu secretário de Fazenda a não inclusão da farinha d´água no levantamento da safra de grãos.

Financiamento - A Caixa Econômica Federal abriu linhas de crédito especiais para empresas financiarem o pagamento do 13º salário de seus empregados. As operações são destinadas às empresas com faturamento fiscal anual de até R$ 150 milhões, e podem ser contratadas até 29 de fevereiro de 2016. A expectativa é financiar R$ 10 bilhões, superando o montante de R$ 8,1 bilhões aplicado ano passado. O empréstimo tem taxa de juros a partir de 1,51% ao mês e um prazo para pagamento de até 60 meses.

Sioge - A Câmara Municipal de São Luís vai encaminhar ao governador Flávio Dino (PCdoB) indicação do vereador Pavão Filho (PDT) para reforma e adaptação do prédio onde funcionou o Serviço de Imprensa e Obras Gráfica do Estado(Sioge) para a implantação de uma escola técnica de ensino médio.O prédio teve suas obras de reforma paralisada em 2005. 





Na entrega de residências pelo Minha Casa, Minha Vida pela presidente Dilma, segunda-feira (10), os construtores Osvaldino Pinho (E), da Lastro Engenharia, e Jeová Barbosa de Oliveira, da Jeová Barbosa Engenharia


Combustíveis - O Sindicato dos Distribuidores de Combustíveis (Sindcombustíveis) contesta a informação do Procon de que os preços de revenda dos derivados de petróleo estão mais baixos devido à vigência de liminar de congelamento de preços contra os postos. De acordo com o sindicato, a liminar concedida na Ação Civil Pública n.º 0005597-69.2015.8.10.0001 foi revogada pelo juiz Clésio Cunha, da Vara de Direitos Difusos e Coletivos da cidade, dia 16 de julho, ou seja, voltou a livre concorrência.

Expoema - O acesso ao Parque Independência durante a Expoema será gratuito, mas não todos os dias, como chegou a ser anunciado pela Associação dos Criadores do Maranhão, pois dias 29, 30, 05 e 06 haverá cobrança de ingressos que variam de R$ 10,00 a R$ 20,00, pois nestes dias haverá shows. As atrações são a banda Forrozão Tropykalia, os espetáculos infantis Fronzer e As Crianças Mais Amadas do Brasil (com atores das novelas Chiquititas e Carrossel), a cantora Mara Pavanelly e o Búfalo do Marajó.


Nenhum comentário: