30 de nov de 2015

João Alberto diz que, apesar de ter votado contra prisão do senador Delcídio do Amaral, pode rever sua posição

O senador João Alberto de Souza (PMDB), que é presidente da Comissão de Ética do Senado, disse nesta segunda-feira (30), que, apesar de ter votado contra a prisão do senador Delcídio do Amaral (PT-MS), na sessão de quinta-feira passada, isto não significa que não possa mudar de posição. De acordo com o senador, seu voto em plenário foi técnico, isto é, estava baseado na Constituição Federal, que veda a proibição de parlamentares, após a diplomação, a menos que seja em flagrante, o que não foi o caso, apesar da alegação dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) de que se tratava de um flagrante continuado.

João Alberto disse ainda que a votação se deu ainda no calor das emoções, quando no Congresso Nacional ainda havia um clima de perplexidade pela prisão do senador, e naquele momento queria ter certeza de que houve um delito por parte de Delcídio, que era líder do Governo no Senado. Segundo ele, faltou uma perícia atestando que as vozes contidas na gravação eram realmente das pessoas citadas, se se tratava realmente de uma negociação e outras questões, porém como o próprio senador, em depoimento à Polícia Federal, admitiu ter participado do encontro com advogados e parentes de Nestor Cerveró, ex-diretor da Petrobras, a quem seria dado fuga, então ele pode rever sua posição, mesmo não podendo mais mudar o voto.

João Alberto não acredita que Delcídio seja cassado, pois certamente terá amadurecimento suficiente para renunciar antes da abertura de um processo contra ele. Até hoje, apenas dois senadores foram cassados pelos próprios colegas: Luiz Estevão, do Distrito Federal, e Demóstenes Torres, do Goiás. Todos os demais casos foram encerrados com a renúncia dos implicados: Jader Barbalho (Pará), Antônio Magalhães (Bahia), José Arruda (Distrito Federal) etc.

Roberto Rocha explica por que votou contra a prisão do seu colega senador Delcídio do Amaral

UM VOTO POLÊMICO
Roberto Rocha

Há dois aspectos a se distinguir no voto dado pelos senadores na sessão da última quarta-feira, que homologou a decisão do STF de prender o senador Delcídio Amaral.

O primeiro aspecto é o da culpa ou inocência do senador. Naquele dia tenso, à medida que chegavam as notícias sobre a conduta do senador, foi ficando evidente, para todos nós, que estávamos diante de um quadro gravíssimo, indefensável à luz de qualquer exame, incompatível com a postura que se espera de um homem público.

Ninguém ali, quando entramos no plenário, duvidava das provas e evidências que estavam expostas como carne viva, para o nosso desapontamento e decepção. No entanto, e é isso que muitas vezes é difícil para o cidadão entender, não estávamos ali para decidir se o senador era culpado ou inocente. Esse papel não nos cabe, como senadores. Não estávamos, muito menos, reunidos para decidir se o senador merecia ou não estar preso. Esse é o papel do juiz, não do parlamentar.

É aí que entra o segundo aspecto. Cabia ao Senado, tão somente, decidir se acatava ou não a deliberação da Suprema Corte de, num rito sumaríssimo, decretar a prisão de um Senador, quando nossa Constituição afirma taxativamente que “desde a expedição do diploma, os membros do Congresso Nacional não poderão ser presos, salvo em flagrante de crime inafiançável.” Isso é parte de um sistema de garantias, não para o parlamentar, mas para a democracia.

Estávamos diante de uma situação inédita, inaugural, sem precedentes no Senado da República. Nessa matéria, portanto, não há professores, não há autoridade, não há jurisprudência. Tive o cuidado de ouvir juristas, antes de firmar minha convicção. Ficou claro, para mim, que a interpretação dada pelo Supremo se chocava com o texto constitucional que afirma que são crimes inafiançáveis o racismo, a tortura, o tráfico ilícito de drogas, o terrorismo, os definidos como crimes hediondos, o genocídio e os praticados por grupos armados, civis ou militares, contra a ordem constitucional e o Estado Democrático (art. 5º, XLII e XLIII da CR).

Em que cenário se enquadrava o crime atribuído ao senador Delcídio? Foi preciso um longo malabarismo interpretativo para estabelecer a figura estranha de um flagrante continuado, que deu ensejo à prisão e à caracterização de inafiançável. A partir daí tudo correu no rito natural para desembocar na previsível abonação do Senado ao ato do STF.

De minha parte, fui o último a votar, na esperança de que o debate caminhasse para elucidar essas questões que me atormentaram ao longo do dia. Será justo abrir mão de garantias constitucionais para oferecer à opinião pública o espetáculo de uma execução sumária, além de tudo tomada pelo ânimo de vítimas que foram os próprios juízes das difamações registradas contra eles nas falas do acusado?

Não vi, nos debates em plenário, qualquer alusão ao fato, para mim evidente, de que estávamos ali sacrificando princípios básicos da Constituição, os quais constituem os tijolos e alicerces do Estado de Direito. Eu poderia, e posso estar errado, mas os dias que se seguiram àquela votação trouxeram, e continuam trazendo, diversas manifestações de especialistas de renome apontando o grave risco que corremos ao ceder os fundamentos de um sistema de garantias às conveniências do momento.

Lembro as palavras de Eugênio Zaffaroni, que dizia que “é um erro grosseiro acreditar que o chamado discurso das garantias é um luxo ao qual se pode renunciar nos tempos de crise”.

Meu voto tinha a perfeita dimensão da turbulência que iria causar. Acusam-me de proteger bandidos, de defender a corrupção, de envergonhar os maranhenses. Muitos, a imensa maioria, de boa-fé. Quem não está cansado de ver a imunidade ser confundida com impunidade? Quem não está perplexo com o enredo de delações e o desassombro com que a conduta criminosa vem agindo nos últimos anos?

Mas eu prestei juramento como senador de “guardar a Constituição federal e as leis do país”. Ao votar para conceder uma espécie de habeas-corpus ao senador Delcídio, entendi que esse era o caminho da defesa da Constituição, que não pode relativizar as garantias que são os pilares da ordem democrática. Como bem sintetizou o brilhante jurista Roberto Batochio, “não existe prisão processual para parlamentares”. Esse é o ponto que fiz questão de firmar para demarcar que pelo menos um senador se insurgiu contra a jabuticaba que nos foi oferecida pelo Supremo.

Nenhum preço será alto demais para defender o que acho justo. Fui o único senador que votou pelo voto aberto e sustentou, com argumentos, uma posição contra majoritária e impopular.

Da minha parte, espero que o senador Delcídio possa responder pelos seus atos, com ampla garantia de defesa. Se os juízes, a quem cabe julgá-lo, entenderem pela sua culpa, que seja punido com o rigor que merece. O legítimo desejo de fazer Justiça não pode minar o edifício do Estado de Direito, que nós, brasileiros, construímos com tanto sacrifício.

29 de nov de 2015

Maura Jorge apela para governador Flávio Dino não retaliar com o seu genro, o deputado Neto Evangelista

O governador Flávio Dino, Maura Jorge e Neto Evangelista, antes da
confusão em Lago da Pedra, registrada na manhã deste sábado
No inflamado discurso que fez de cima de um trio elétrico após ser proibida de discursar na solenidade em que o governador Flávio Dino estava presente em Lago da Pedra, a prefeita Maura Jorge fez um apelo no sentido de não haver nenhuma retaliação contra o seu genro, o deputado estadual Neto Evangelista (PSDB), secretário de Desenvolvimento Social.

O problema surgiu depois que a mandatária do município foi impedida de se pronunciar na solenidade em que foram anunciadas diversas obras pelo governador, na manhã deste sábado. A prefeita diz que queria apenas fazer a saudação de praxe quando um governante recebe outro em seu município ou estado, porém, segundo ela, por intriga de adversários, não a deixaram falar.

Irritada com o tratamento que lhe foi dispensado, Maura Jorge mandou buscar um trio elétrico e de cima dele falou para a multidão, quando reclamou da suspensão do seu discurso, que estava pré-agendado. Ela então fez um apelo, depois do desabafo, no sentido de que o governador não debite na conta do genro os prejuízos da briga política.



28 de nov de 2015

João Batista Ericeira é eleito para suceder Raimundo Marques na Academia Maranhense de Letras Jurídicas

João Batista Ericeira (E) recebeu o apoio do novo presidente da OAB, Thiago
Diaz, que prometeu reforçar as ações da Academia a partir de janeiro de 2016
Em assembleia geral realizada, quinta-feira (26), na Academia Maranhense de Letras Jurídicas, o advogado João Batista Ericeira, que preside da Associação Maranhense de Advogados (Amad), foi eleito presidente para suceder Raimundo Marques. Ela vai exercer um mandato compreendido pelo período de 2015a 2017.

Junto com ele foram eleitos o vice-presidente, Manoel Aureliano Ferreira Neto; o secretário-geral Roberto Carvalho Veloso; o tesoureiro, Oton Leite Fernandes, e os membros do Conselho Fiscal, Raimundo Ferreira Marques, Júlio Moreira Gomes Filho e Ana Luíza Almeida Ferro.

A posse será dia 14 de dezembro, mas a transmissão de cargos ficou marcada para 14 de Janeiro de 2016, numa solenidade festiva.

A eleição da AMLJ foi prestigiada, dentre outros, pelo presidente eleito da seccional maranhense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MA), Thiago Diaz, que parabenizou a nova mesa diretoria e prometeu apoio às atividades da entidade.

João Batista Ericeira conclamou a participação de todos no desenvolvimento dos trabalhos do próximo biênio, ressaltando que Academia é obra coletiva, e que a contribuição de todos os membros é indispensável para dar continuidade ao trabalho dos antecessores.

Governo do Pará sinaliza que pode retomar as exportações de bois vivos pelo porto de Vila do Conde

GIRO ECONÔMICO

Até hoje os paraenses não se conformam com a transformação do Porto do Itaqui em porta de saída para o exterior do minério de Carajás, pois queriam que as operações fossem em Belém, e mais recentemente os dois estados disputaram um projeto que nunca se concretizou, a usina siderúrgica da Vale, e agora estão travando uma nova guerra comercial: a exportação de bois vivos, pois desde que houve uma proibição de embarques desses animais em Vila do Conde, onde um acidente de navio matou milhares de animais afogados, São Luís se apresentou como alternativa para os fazendeiros paraenses e quinta-feira passada concluiu o primeiro embarque, de 5 mil reses para a Venezuela, e o Estado projeta um movimento, a partir de 2016, de 1 milhão por ano de cabeças embarcadas no Itaqui, o que, segundo as autoridades locais, contribuirá para desenvolver a pecuária local.

Pois bem, sentindo que pode amargar sérios prejuízos, abrindo mão desse mercado, o governo paraense chamou os fazendeiros para nova conversa e deve anunciar nos próximos dias um plano para a retomada das exportações de animais, obrigando o Maranhão a adiar ou cancelar sua inserção no mercado internacional de bovinos em pé.

Sampaio - O presidente do Sampaio Corrêa, deputado Sérgio Frota (PSDB), lamenta a não ascensão do clube à Série A do Campeonato Brasileiro, pois deixou de contar com um orçamento de, no mínimo, R$ 50 milhões para competir na elite do futebol, além de sediar grandes espetáculos, com times que garantiriam casa cheia no Castelão, como Flamengo, Corinthians, São Paulo etc, que iriam atrair grandes públicos. Segundo ele, quem perde também com isto é o estado, pois o futebol iria promover turismo, gerar empregos e renda etc.

Turismo - O secretário Nacional de Políticas de Turismo do Ministério do Turismo, Júnior Coimbra, em audiência pública na Câmara dos Deputados sobre turismo na Amazônia Legal, defendeu a ampliação de políticas públicas nos estados da região: Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins e Maranhão. Para ele, a oportunidade de se promover os destinos turísticos será a passagem da tocha olímpica por diversas cidades desses estados, como é o caso de São Luís, Imperatriz e Barreirinhas, no Maranhão.

Seplan em novo endereço - A Secretaria Municipal de Planejamento e Desenvolvimento (Seplan), depois do incêndio de sua sede, na Rua do Sol (Centro), está funcionando no prédio da Escola de Governo e Gestão Municipal (EGGEM), no Renascença, no mesmo prédio de funcionou a Faculdade São Luís.







O presidente da Amasp, João Sampaio Magalhães (E), no registro com o presidente da Abras, Fernando Yamada, recepciona neste sábado para a tradicional solenidade de entrega do Carrinho de Ouro a supermercadistas e fornecedores de supermercados



Esporte - Depois da euforia da Copa do Mundo, a Associação da Indústria e Comércio Esportivo (Ápice), que reúne as marcas Adidas, Asics, Alpargatas, Nike, Oakley, Puma, Specialized, Skechers e Under Armour, prevê para este ano uma queda significativa no faturamento do setor, que em 2014 foi de R$ 5,7 bilhões, com vendas de camisas, bolas, calçados etc, gerando receita em tributos para os cofres públicos no valor de R$1,1 bilhão. A presidente da Ápice, Marina Carvalho, torce pela retomada das vendas com as Olimpíadas de 2016.

Premiação - A Associação Maranhense de Supermercados (Amasp) realiza neste sábado, no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana, a tradicional festa de entrega do Carrinho de Ouro, premiação considerada o Oscar do varejo maranhense. Cerca de dez empresários vão recebeu o troféu, num reconhecimento da entidade, às contribuições para o fortalecimento deste segmento do comércio do estado. O evento deverá contar com a presença do presidente da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), Fernando Yamada.

27 de nov de 2015

Consórcio Alumar é premiado pela Confederação Nacional do Transporte por ações em defesa da sustentabilidade

GIRO ECONÔMICO

Indicada pela Federação dos Transportes do Piauí, Maranhão e Ceará, em parceria com o Sest-Senat São Luís, o Consórcio Alumar recebeu o prêmio Melhoria Qualidade do Ar 2015, pelo programa ambiental Despoluir, da Confederação Nacional de Transportes (CNT), que seleciona e premia iniciativas das organizações detentoras das melhores práticas de sustentabilidade do país. A Alumar apresentou o case Otimização de Processos e Gerenciamento Sustentável: Fontes de Energia de um Case de Sucesso, iniciativa que demonstra os objetivos específicos e de gestão para a sustentabilidade dos recursos energéticos na fábrica. Pela implantação do projeto foram obtidos resultados expressivos de economia de energia, tais como: redução de 15% no consumo energético específico, de 2010 a 2014, aumento da parcela de geração própria de energia elétrica de 36% para 65% nos últimos 5 anos e diminuição de geração de resíduos sólidos.

A Confederação Nacional do Transporte desenvolve, desde 1997, um programa ambiental que visa a redução da emissão de gases poluentes na atmosfera e o controle do recebimento e armazenamento de combustível junto às empresas de transporte. 

Recadastramento - Começa dia 1º de dezembro o recadastramento obrigatório dos transportadores no Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas e os primeiros que devem regularizar a situação junto à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) têm placa de terminação 1, que terão até 31 de janeiro para fazer o procedimento. O registro é feito em três etapas: cadastro e renovação de informações em ponto de atendimento credenciado; identificação visual dos veículos (adesivo); identificação eletrônica dos veículos (TAG). 

Vacinação - Como já havia antecipado a coluna, a Agência de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged-MA) já solicitou ao Ministério da Agricultura a prorrogação até 15 de dezembro do prazo para vacinação dos animais bovinos e bubalinos contra a febre aftosa. Uma das principais alegações da Aged para solicitar esta prorrogação é o problema da estiagem, que estaria obrigando criadores a fazerem deslocamento dos seus rebanhos para áreas onde o acesso à água é mais fácil e estas operações acabam dificultando o trabalho de vacinadores.

Pronunciamento - Repercutiu no meio pecuarista o pronunciamento do deputado Edilázio Júnior (PV) contra os embarques de bois vivos no Porto do Itaqui. Para alguns, o parlamentar foi feliz em suas observações, porém outros acham que ele está completamente por fora do que isto pode representar de positivo para a economia do estado.

Ribamar Ewerton (D), no registro com a filha Clarissa e o presidente da Amasp, João Sampaio Magalhães, é presença confirmada no evento desta sexta-feira, no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana (leia reportagem ao lado), onde fará apresentação de produtos Frimesa, e amanhã recebe, mais uma vez, o troféu Carrinho de Ouro



Corrupção - Com apoio do Imperial Shopping, pertencente ao Grupo Franere, alunos do Curso de Direito do Núcleo de Pratica Jurídico Dom Affonso Felippe Gregory, da Faculdade de Educação Santa Terezinha (FEST), de Imperatriz, iniciaram nesta quinta-feira (26) a coleta de assinaturas em apoio à Campanha Nacional: 10 Medidas Contra a Corrupção, idealizada pelos procuradores que estão trabalhando nas investigações da Operação Lava Jato, que atestam haver um desvio de mais de R$ 50 bilhões por ano de verbas públicas.

Segurança - Será realizado nesta sexta-feira (27), na unidade do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) da Rua do Passeio (Centro), o I Encontro de Estudantes de Segurança do Trabalho (EEST), voltado para fomentar o debate sobre as atribuições dos profissionais desta área em diferentes campos de atuação a partir da temática Desafios da Profissão: Formação e Mercado de Trabalho. O evento terá participação do consultor Carlos Aguiar que proferirá a palestra Atribuições do Técnico em Segurança do Trabalho na Área Mineradora.

26 de nov de 2015

Delcídio do Amaral presta depoimento na Polícia Federal sobre conteúdo de conversas para fuga de Nestor Cerveró

O senador Delcídio do Amaral (PT-MS) está prestando depoimento na Superintendência da Polícia Federal (PF), em Brasília. O depoimento começou por volta das 15h30, de acordo com a polícia. O senador está acompanhado de advogados. Delcídio foi preso nesta quarta-feira (25) na capital federal. De acordo com a Procuradoria-Geral da República (PGR), o senador estaria obstruindo as investigações da Operação Lava Jato ao tentar dissuadir o ex-diretor da Área Internacional da Petrobras Nestor Cerveró de firmar um acordo de delação premiada.

Delcídio do Amaral passou a noite em uma sala administrativa adaptada, na superintendência. De acordo com o assessor do senador, Eduardo Marzagão, Delcídio amanheceu “menos assustado do que estava ontem (25), após ter a prisão decretada pelo Supremo Tribunal Federal (STF)". Pela manhã, ele conversou com seu advogado Maurício Leite por quase duas horas. O advogado saiu sem falar com a imprensa.

Em um trecho do processo, a PGR afirma que Delcídio ofereceu dinheiro à família de Cerveró para evitar a citação de seu nome nas investigações. “O senador Delcídio Amaral ofereceu a Bernardo Cerveró auxílio financeiro, no importe mínimo de R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais) mensais, destinado à família de Nestor Cerveró, bem como prometeu intercessão política junto ao Poder Judiciário em favor de sua liberdade, para que ele não entabulasse acordo de colaboração premiada com o Ministério Público Federal”, diz a PGR.

Thiago Diaz e Mário Macieira têm primeira reunião para fornecimento de informações da gestão e finanças da OAB

Foi realizada nesta quarta-feira (25) a primeira reunião para repasse de informações sobre a situação administrativa e financeira da seccional maranhense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MA), conduzida pela presidente Mário Macieira e a equipe do presidente eleito, Thiago Diaz. O objetivo do encontro foi transferir aos membros da futura diretoria, subsídios necessários ao conhecimento da Ordem, visando à implementação dos programas e propostas da nova gestão.

Para o presidente eleito, a ação visa principalmente à continuidade da atividade administrativa, dos serviços públicos, da prestação de contas, da economia de tempo e principalmente do fortalecimento da democracia. “Não temos propostas de campanha, mas compromissos assumidos por uma gestão. O desafio é enorme e temos que ser ágeis e práticos”, ressaltou.

Os benefícios de um período de transição impactam no público alvo, que tem a continuidade dos serviços públicos e da atividade administrativa, do ex-gestor, que tem a oportunidade de organizar o encerramento de suas contas, de maneira a possibilitar a respectiva prestação de contas, e do presidente eleito da OAB/MA, que passa a ter acesso às informações necessárias para o início de sua gestão.

João Alberto e Roberto Rocha votam contra prisão de Delcídio do Amaral, pela PF, e Edison Lobão se abstém

Roberto Rocha manifestou contra a decisão do STF para prisão de Delcídio
Se dependesse apenas da bancada maranhense no Senado, o Supremo Tribunal Federal (STF) teria de revogar a prisão do líder do Governo, Delcídio do Amaral (PT-MS), acusado de ter elaborado um plano de fuga para o ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró, em troca da sua não delação premiada. Ele foi preso nesta quarta-feira (25), pela Polícia Federal, a pedido do Ministério Público Federal, com autorização do STF, sob acusação de vir atrapalhando as investigações da Operação Lava Jato.

A prisão do senador petista foi o único tema tratado pelos senadores na sessão desta quarta-feira, pois a eles caberia ratificar ou modificar a decisão do Supremo. Da bancada maranhense, se posicionaram contra a prisão os senadores João Alberto de Souza (PMDB) e Roberto Rocha (PSB), enquanto Edison Lobão (PMDB), que também é alvo das investigações da Lavo Jato, optou pela abstenção.

João Alberto votou contra a prisão do senador petista
Além de João Alberto e Roberto Rocha, onze senadores também seguiram esta orientação, a maioria do PT. São eles: Fernando Collor (PTB-AL), Regina Souza (PT-PI), Paulo Rocha (PT-PA), Lindbergh Farias (PT-RJ), José Pimentel (PT-CE), Jorge Viana (PT-AC), Humberto Costa (PT-PE), Gleise Hoffmann (PT-SC), Donizeti Nogueira (PT-TO), Ângela Portela (PT-RR) e Telmário Mota (PDT-RR). O presidente, Renan Calheiros (PMDB-AL) também não votou, por ser voto de minerva, ou seja, só em caso de empate se manifesta.

Votaram pelo Sim: Davi Alcolumbre (DEM -AP), José Agripino ( DEM-RN), Ricardo Franco (DEM -SE), Ronaldo Caiado (DEM-GO), Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), Acir Gurgacz (PDT-RO), Cristovam Buarque (PDT-DF), Lasier Martins (PDT-RS), Reguffe (PDT-DF), Dário Berger (PMDB-SC), Eunício Oliveira (PMDB-CE), Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN), Jader Barbalho (PMDB-PA), José Maranhão (PMDB-PB), Marta Suplicy ( PMDB-SP0, Raimundo Lira (PMDB-PB), Ricardo Ferraço (PMDB-ES), Roberto Requião (PMDB-PR), Romero Jucá ( PMDB-RR), Rose de Freitas (PMDB-ES), Sandra Braga (PMDB-AM), Simone Tebet (PMDB-MS), Valdir Raupp ( PMDB-RO), Waldemir Moka (PMDB-MS), Ana Amélia (PP-RS), Ivaso Cassol (PP-RO), Wilder Morais (PP-GO), Benedito Lira (PP-AL), José Medeiros (PPS-MT), Blairo Maggi (PR-MT), Magno Malta (PR-ES), Vicentino Alves (PR-TO), Marcelo Crivella (PRB-RJ),Antônio Carlos Valadares (PSB-SE), Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE), João Capiberibe (PSB-AP), Lídice da Mata (PSB-BA), Lúcia Viana (PSB-GO), Romário (PSB-RJ), Eduardo Amorin (PSC-PE), Hélio José (PSD-DF), Omar Aziz (PSD-AM), Otto Alencar (PSD-BA), Sérgio Poteção (PSD-AC), Aécio Neves (PSDB-MG), Aloysio Nunes (PSDB-SP), Álvaro Dias (PSDB-PR), Antônio Anastasia (PSDB-MG), Ataídes Oliveira (PSDB-TO), Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), Dalírio Beber (PSDB-SC), Flexa Ribeiro (PSDB-PA), José Serra (PSDB-SP), Paulo Bauer (PSDB-SC), Tasso Jereissati (PSDB-CE), Paulo Paim (PT-RS), Walter Pinheiro (PT-BA), Douglas Cintra (PTB-PE), Elmano Férrer (PTB-PI) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

Ausentes estiveram Nogueira (PP-PI), Gladson Cameli (PP-AC), Wellington Fagundes (PR-MT) e Fátima Bezerra (PT-RN).

Estudantes de Direito em Imperatriz iniciam coleta de assinaturas em favor da ação de combate à corrupção

Alunos do Curso de Direito, do Núcleo de Pratica Jurídico Dom Affonso Felippe Gregory, da Faculdade de Educação Santa Terezinha (FEST), de Imperatriz, promovem nesta quinta-feira (26), uma ação para coleta de assinaturas em apoio à Campanha Nacional: 10 Medidas Contra a Corrupção.

A ação que é em parceria com Imperial shopping será realizada das 19h às 22h, próximo à praça de alimentação do estabelecimento. Na oportunidade, os estudantes irão prestar também, Assessoria Jurídica gratuita para a comunidade.

Na justificativa para realização desta ação, os organizadores lembram que o Brasil perde mais de R$ 50 bilhões todos os anos com a corrupção. Para combater o roubo aos cofres públicos, os procuradores da Operação Lava Jato lançaram em agosto deste ano, o projeto de lei  que pode combater a corrupção no país, ao qual estão aderindo.

Renda média dos maranhenses é a mais baixa da Amazônia Legal, segundo pesquisa divulgada pelo IBGE

GIRO ECONÔMICO

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatístico (IBGE) aponta que os trabalhadores maranhenses têm a menor renda da Amazônia Legal. De acordo com o levantamento, enquanto a média nacional é de R$ 1.889 reais, no Maranhão é de R$ 993,00, e São Luís também aparece na lanterna entre as demais capitais, com remuneração média de R$ 1.519,00. Ainda de acordo com o IBGE, a taxa de desemprego no terceiro trimestre deste ano cresceu na maioria dos estados da Amazônia Legal, inclusive no Maranhão, que perdeu 2.311 postos de trabalho em outubro, em comparação com o mesmo período de 2014. A elevação no número de pessoas desocupadas no Norte segue a tendência verificada em todas as regiões do país. Para este período, o Brasil apresentou uma taxa de 8,9%. Mais de oito milhões de pessoas estão desempregadas. Esta é a maior taxa de desocupação da série histórica iniciada em 2012.

De acordo com a pesquisadora do IBGE, Adriana Beringui, o aumento da população desocupada é registrado desde o início do ano e está atrelado ao cenário econômico atual.

Fapema - Pelas suas relevantes contribuições ao desenvolvimento da ciência e da pesquisa no Maranhão, o índio Francisquinho Tephot Canela, a ativista e assistente social Maria Luiza Mendes, o líder quilombola Inácio de Jesus Ribeiro, o pescador Alberto Cantanhede Lopes e a quebradeira de coco Maria de Jesus Ferreira Bringelo foram escolhidos para receberem, na próxima quarta-feira (02), da Fundação de Amparo à Pesquisa do Maranhão (Fapema), diploma de Honra ao Mérito Científico-Tecnológico.

Procon - O Instituto de Defesa e Proteção do Consumidor no Maranhão (Procon-MA) inaugura nesta quinta-feira (26) uma unidade de atendimento à população em Viana, onde seu presidente, Duarte Júnior, proferirá palestra uma palestra no Diálogo Fornecedores, com orientação a empresários e consumidores sobre o que está previsto no Código de Defesa do Consumidor, a fim de esclarecer dúvidas e alinhar as normas na relação de consumo. A unidade de Viana atenderá também as populações de Cajari, Matinha e Penalva.

Agricultura - O retardo das chuvas na região Sul do Estado preocupa empresários e autoridades do setor agropecuário, pois está prejudicando o início do plantio de grãos, principalmente de soja, para a colheita de 2016, o que pode baixar mais ainda as projeções para a safra do próximo ano medidas pela Conab e pelo IBGE.




O editor deste Giro Econômico recebendo troféu do Sindicato dos Fiscais Agropecuários em reconhecimento ao trabalho em defesa do agronegócio maranhense. No registro, com o presidente do Sindica, Francisco Saraiva Júnior (E), e o também jornalista José Salim



Energia - O Grupo Equatorial, que controla no estado, a Companhia Energética do Maranhão (Cemar) e a termelétrica Gera, localizada em Miranda do Norte, além das Centrais Elétricas do Pará (Celpa), está de olho em três estatais do setor elétrico que devem ser levadas a leilão em breve: a Light, do Rio de Janeiro, a Companhia Energética de Goiás (Celg) e a Companhia Energética do Piauí (Cepisa). Caso confirme essas transações, passará a ser uma das maiores empresas do ramo em todo o Brasil.

Inauguração - Será inaugurada nesta quinta-feira (26), às 20h, na Avenida dos Holandeses, no bairro do Calhau, a nova sede da Vidas Home Care e Resgate, dirigida pelo casal Fabiano e Cristina Ribeiro. Há dez anos de mercado, a empresa atua na área de atendimento médico domiciliar, serviço que tem por objetivo principal promover a desinternação de pacientes que podem ser tratados em casa, liberando leitos de UTI e minimizando os riscos de infecções hospitalares em pacientes crônicos.

25 de nov de 2015

Médico João Bentivi processa Globo, Mirante e outros veículos que divulgaram polêmica com um farmacêutico

O médico João Bentivi (foto), que foi envolvido numa polêmica por conta da resposta que teria dado a um farmacêutico que não teria compreendido uma prescrição médica por ele assinada, disse nesta quarta-feira (25) que está abrindo ação civil e criminal contra a Rede Globo, TV Mirante (afiliada à Rede Globo), jornal O Estado de São Paulo e demais veículos de comunicação, jornalistas e blogueiros que divulgaram essa informação. Ele pede reparo por danos morais, por ter sido exposto publicamente de forma negativa, sem que tenha sido apresentada uma prova da suposta falta de conduta médica.

Bentivi, que, além de médico, é jornalista e advogado, disse que essas notícias macularam a honra de um dos mais conceituados profissionais de Medicina no Maranhão. Ele disse que acionará também o Conselho Regional de Farmácia, que deu propagação ao fato. Indagado se também pretende acionar o Conselho Regional de Medicina, já que o presidente, Abdon Murad, também teria condenado sua conduta, ele respondeu de forma indireta: "Vou processar todos. Todos!"

Bentivi diz que não foi questionada a grafia da receita, mas a prescrição do medicamento. Ele estranha que o farmacêutico que se diz ofendido nunca tenha aparecido para dar sua versão, tampouco foi apresentada a receita. Ele garante que sempre escreve em letra de forma, portanto não haveria como não entender o remédio receitado. Indagado como explica o fato de a reportagem da Globo e Mirante ter sido levada ao ar com seu depoimento, disse que falou quase meia hora e aproveitaram apenas um trecho de sua fala.

Para que se entenda o caso, a polêmica surgiu depois que um farmacêutico apresentou um bilhete em tom agressivo em resposta à informação de que não teria compreendido a prescrição. Bentivi desconfia de que não se trata de um farmacêutico, mas de um balconista, cuja drogaria em que trabalha desconhece qual seja. Ele diz que respondeu à altura da crítica que lhe fora feita.


Senador Delcídio Amaral, líder do Governo no Senado, é preso pela Polícia Federal com autorização do STF

O senador Delcídio Amaral (PT-MS), líder do Governo no Senado, foi preso na manhã desta quarta-feira pela Polícia Federal, numa operação autorizada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) depois que o Ministério Público Federal apresentou evidências de que ele tentava conturbar as investigações da Operação Lava Jato. Além do senador, também foi preso o banqueiro André Esteves, do BTG Pactual, que estaria envolvido nas irregularidades.

Delcídio havia sido citado pelo ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró, que o acusou de participar de um esquema de desvio de recursos envolvendo a compra da refinaria de Pasadena, nos EUA. O senador teria até mesmo oferecido possibilidade de fuga a Cerveró em troca de ele não aderir ao acordo de colaboração com a Justiça, revelando as irregularidades da operação. A conversa foi gravada por um filho de Cerveró.

É a primeira vez que um senador é preso no exercício do cargo, já que a Constituição Federal só permite a prisão de parlamentar em crime flagrante. Neste tipo de ação, de obstrução de investigação, a conduta é considerada crime permanente. É um dos poucos motivos que leva a corte a aceitar prisão preventiva de réu ainda sem julgamento.
(Com informações da coluna Monica Bergamo da Folha de São Paulo)

Filme Osvaldão, sobre guerrilheiro do Araguaia, será exibido nesta quarta-feira no Cine Praia Grande

Ainda como parte das comemorações da Semana da Consciência Negra, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Igualdade Racial (Seir), em parceria com a Fundação Maurício Grabois e a União da Juventude Socialista, exibem o longa metragem Osvaldão no Cine Praia Grande, na quarta-feira (25).

A produção nacional narra a trajetória do campeão de boxe mineiro que se misturou com a floresta e se transformou em comandante da Guerrilha do Araguaia. 

Com narrações do cantor Criolo, do ator Antônio Pitanga e da artista Leci Brandão, ‘Osvaldão’ revela o mito do homem que era ‘invisível’, temido pela ditadura civil-militar e adorado pela população local.

Serviço
  • Exibição do filme Osvaldão.
  • Nesta quarta-feira (25), às 18h.
  • Cine Praia Grande, no Centro Histórico.

Empresária Luzia Rezende é distinguida na Câmara Municipal com título de cidadania honorária de São Luís

Luzia Rezende com o marido, Marcelo (E), e o vereador José Joaquim Ramos
Ao discursar na manhã de segunda-feira (23), na Câmara Municipal de São Luís, onde foi distinguida com o título de Cidadã Ludovicense, a empresária Luzia Fonseca Rezende, presidente da Associação Comercial do Maranhão, disse que os empresários, embora tenham como principal objetivo o lucro, nunca devem perder de vista que o cliente é um parceiro. Ao dizer isto, citou vários exemplos de pessoas que tinham um projeto em mente e conseguiram adquirir seus produtos em sua empresa, mesmo sem muitas garantias, e depois que conseguiram se firmar continuaram comprando na Olívio J. Fonseca, empresa voltada para o segmento de equipamentos e produtos para panificação.

Natural de Teresina (PI), Luzia fixou residência no Maranhão no início dos anos 1990, quando o seu pai, Joaquim Olívio Fonseca, decidiu ampliar os negócios para o Maranhão e confiou a ela o gerenciamento da loja em São Luís. Um dos primeiros conselhos recebidos do pai foi o de procurar ser uma militante da Associação Comercial, e assim fez. De sócia, passou a diretora, depois a vice-presidente e mais tarde tornou-se a primeira mulher a presidir a entidade.

O título de cidadania foi sugerido pelo vereador José Joaquim Ramos (PSDB), que em seu pronunciamento exaltou as qualidades de Luzia como mulher, mãe de família, empresária e líder empresarial. Segundo o parlamentar, outra qualidade da empresária é seu engajamento com as questões sociais, o que pode ser comprovado em sua militância no Cepromar, instituição criada pelo Padre João de Fátima voltada para a formação profissional de jovens carentes.

Emoção - Visivelmente emocionada, a homenageada, que por vários interrompeu o discurso porque não conseguia conter o choro, recordou que, quando criança, sempre vinha passar as férias em São Luís, com suas tias e avó materna, porém nunca imaginou que, adulta, viesse a morar no Maranhão, e depois de muitos anos aqui residindo jamais imaginou que pudesse receber uma nova "certidão de nascimento". Ela fez questão de agradecer a população de São Luís por tudo que lhe proporcinou de bom neste período em que aqui reside.

A solenidade foi prestigiada por diversos empresários e presidente de entidades de classe, bem como pelos secretários Lula Fylho (Governo do Município), que representou o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), e Simplício Araújo (estadual de Indústria e Comércio), que representou o governador Flávio Dino (PCdoB). A sessão foi presidida pelo vereador Ricardo Diniz.

Gestão de empresas familiares é tema de palestra nesta quarta-feira na Associação Comercial do Maranhão

GIRO ECONÔMICO

Nesta quarta-feira, a partir das 19h, o CEO do Instituto Empresariar, Cícero Rocha, que possui know how em desenvolver trabalhos de consultoria empresarial para diversas empresas familiares do Brasil, proferirá palestra na Associação Comercial do Maranhão sobre o Desafio do Empreendedorismo em Empresas Familiares. O Empresariar detém mais de 180 projetos desenvolvidos no País e mais de 16 internacionais, e no Maranhão atende empresas como Postos Magnólia, Colégio Educator e Postos Maracanã. O evento faz parte da Semana Global do Empreendedorismo, evento mundial, em São Luís é coordenado pelo Conselho do Jovem Empresário da Associação Comercial do Maranhão. 

Segundo Felipe Mussalém, coordenador do conselho, esse é um momento impar para quem quiser mais conhecimento sobre a gestão em empresas familiares. “É comum encontrarmos empresas familiares assim como as dificuldades de gerenciamento organizacional delas. Um dos grandes desafios, por exemplo, é a hora da sucessão”, frisa.

Estágio - A Potiguar abriu quatro vagas de estágio na área de Tecnologia da Informação para trabalho diurno, voltado para estudantes que estejam em cursos superiores de Análise de Sistemas, a partir do 4º período. As habilidades desejadas são lógica de programação, linguagem de programação Java Script, PHP, HTML5, CSS3, Jquery. Os candidatos devem apresentar pelo menos um projeto em andamento ou concluído usando estas tecnologias e provar conhecimento de Scrum, Itil, SGBD MSSQL, Oracle, MYSQL.

Turismo - O capitão dos Portos do Maranhão, Marcos Tadashi, dá um depoimento preocupante: o transporte de passageiros entre Alcântara e São Luís, pela via marítima, não tem regulamentação, ou seja, seria clandestino, e admite que a Marinha não tem como impedi-lo. Trata-se do meio mais utilizado para a ligação de duas cidades turísticas, divulgadas pelo Estado como um dos melhores destinos maranhenses, mas as agências de viagens e operadoras de turismo nem recomendam mais, por falta de segurança.

Preço da carne - O governador Flávio Dino, segundo relato de um auxiliar, embora incentive, manifesta preocupação com o comércio de bois vivos do Maranhão para o mercado internacional. Sua excelência teme que a saída desses animais do estado obrigue “João e Maria” (os pobres) a pagarem mais caro pela carne.





O arquiteto e urbanista Gustavo Marques (E), que é vice-presidente da Associação Comercial, foi distinguido com o Troféu CEMP de Mérito Empresarial, em solenidade realizada sábado (21) no Realize Festas e Eventos, no Calhau



Eldorado - Arrendatário da Fazenda Eldorado, de propriedade de Nelson Frota e localizada no município de Igarapé do Meio, o vereador e oftalmologista Heron Simões firma-se como um dos maiores criadores e selecionadores de bovinos Angus no estado. Ele já reúne um plantel de mais de mil reses desta raça e de Nelore e pretende tornar suas propriedades (é dono de outra fazenda em Codó) numa referência na produção de bovinos, seja no comércio para abates internos, exportação e comércio de sêmens.

Seplan - A Secretaria Municipal de Planejamento e Desenvolvimento (Seplan), devido ao incêndio que destruiu parcialmente sua sede, na manhã desta segunda-feira (23), cancelou, temporariamente, o atendimento externo, mas garante que as atividades internas não foram prejudicadas. A Seplan informa ainda que está adotando todas as providências para o funcionamento normal da secretaria o mais breve possível, e que posteriormente comunicará o seu novo endereços definitivo.

24 de nov de 2015

Desempenho do Maranhão na geração de empregos em 2015 o pior desde 2002, de acordo com dados do Caged

GIRO ECONÔMICO

Os números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) de outubro, divulgados semana passada pelo Ministério do Trabalho e Previdência, mostram que o acumulado de dez meses deste ano – 5 mil 870 postos de trabalho fechados - é o pior desde 2002, ou melhor, o único com saldo negativo deste período. O melhor desempenho, entre janeiro e outubro, foi em 2010, quando o Maranhão teve saldo positivo de 41.167 empregos preservados. O segundo pior foi de 2012, mas ainda assim com saldo positivo: 8.284. A série histórica mostra como foi o desempenho dos empregos, ano a ano: 2002 (9 mil 340), 2003 (10 mil 852), 2004 (12 mil 422), 2005 (18 mil 342), 2006 (20 mil 363), 2007 (22 mil 658), 2008 (32 mil 358), 2009 (2 mil 789), 2010 (41 mil 167), 2012 (8 mil 284), 2013 (16 mil 774), 2014 (8 mil 549) e 2015 (-5 mil 870).

Este ano, em apenas três meses – julho, agosto e setembro – o Maranhão teve desempenho positivo na geração de empregos, ou seja, até aqui, são sete com números preocupantes sobre o que ainda aguarda a classe trabalhadora.

Federação - A Federação das Associações Empresariais do Maranhão (Faem) elegeu, sábado (21), a sua nova diretoria, com a recondução de Domingos Júnior, de São Mateus, para a presidência. A posse festiva será dia 23 de janeiro de 2016, na Associação Comercial do Maranhão, em São Luís. Participaram da eleição representes das associações comerciais de Açailândia, Bacabal, Barra do Corda, Codó, Grajaú, Imperatriz, Lago da Pedra, Nova Olinda, Pedreiras, São Luís, São Mateus, Santa Luzia, Santa Inês e Viana.

Castelão - Apesar de não ter mais a menor chance de ascender à Série A do Campeonato Brasileiro, o time do Sampaio Corrêa deve se despedir da competição, sábado (28), no estádio Castelão, diante de um grande público, num reconhecimento ao desempenho da equipe nesta temporada, em que recebeu patrocínio, dentre outras empresas, do Hospital São Domingos, Mateus Supermercados e Leo Madeiras, que conseguiram dar mais visibilidade às suas marcas associando-as ao time de maior torcida no Maranhão.

Postos de trabalho - O saldo positivo gerado pelo comércio na geração de empregos em outubro se deve às contratações temporárias, que, pelo volume apresentado pelo Caged, percebe-se que está abaixo dos anos anteriores, pois teve saldo positivo de apenas 322 empregos preservados. Já a agropecuária, por conta do início do plantio da safra 2016, teve saldo de 56. Os demais ficaram no negativo.


Eleita sábado (21), a nova diretoria da Federação das Associações Empresariais do Maranhão (Faem) tem na presidência Domingos Júnior (D), de São Mateus, e Fernando Antônio Vicente dos Santos, de Santa Inês, na vice-presidência

JudiciárioNão há como fazer a Justiça se tornar célere com excesso de folgas ao longo de um ano, como ficou claro com a divulgação, semana passada, do calendário de 2016 do Tribunal de Justiça do Maranhão. Somando-se sábados, domingos, feriados, férias (juiz tem direito a dois meses), pontos facultativos, recesso de fim de ano e suspensão de expediente em datas próximas a feriados para criação de fins de semana prolongados, são mais de 180 dias de descanso, ou seja, metade do ano. É direito, mas não é justo.

AdvogadosSérgio Tamer, que preside o Centro de Estudos Constitucionais e de Gestão Pública (CECGP), e João Batista Ericeira, presidente da Associação Maranhense de Advogados (Amad), já iniciaram entendimentos com o presidente eleito da seccional maranhense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MA), Thiago Diaz, com vistas a desenvolveram parcerias, a partir de 2016, em favor dos advogados maranhenses. Thiago Diaz foi eleito, sexta-feira (20), contrariando as pesquisas que indicavam vitória fácil de Valéria Lauande.

Mônica Moreira Lima, do programa Sem Vergonha, profere palestra para alertar homens sobre cuidados com a saúde

A Fundação Antonio Jorge Dino, mantenedora do Hospital do Câncer Aldenora Bello, promove nesta terça-feira (24), no Rock & Ribs, da Ponta d'Areia, um Happy Hour educativo e humorado Um Dedo de Prosa com Mônica Moreira Lima. A palestrante é apresentadora do programa Sem Vergonha, levado ao ar pela TV Guará, nas noites de sexta-feira, em que dá conselhos sexuais para casais. Além da palestra, haverá sorteios de brindes e show com a banda Púrpura Ink.

A ação faz da programação do Novembro Azul, voltada para alertar os homens sobre cuidados com a saúde. Os ingressos estão sendo vendidos na Fundação Antônio Dino, Sens Beauty Lounge, Academia Personal Group e no próprio Rock & Ribs. A renda será revertida para melhorias do serviço de urologia do HCAB. Mas atenção pois as vagas são limitadas. 

A Fundação Antonio Dino é uma instituição filantrópica que atua na luta contra o câncer no Maranhão, desde dezembro de 1976. Fundada por Enide Moreira Lima Jorge Dino, a partir da união entre a Liga Maranhense e a Rede Feminina de Combate ao Câncer, após o falecimento do Dr. Antonio Jorge Dino, um dos precursores da luta contra o câncer no Maranhão. 

A Fundação é mantenedora do Hospital do Câncer Aldenora Bello: hospital de referência no tratamento Oncológico no Maranhão; Casas de Apoio: casas que hospedam pacientes vindos do interior do Estado e de outras localidades, possibilitando a realização de tratamento adequado com sua estadia próxima ao hospital.

Reinaldo Passadori profere palestra para jornalistas na confraternização de fim de ano da Cemar

A Companhia Energética do Maranhão (Cemar) realiza nesta terça-feira (24) sua confraternização de fim de ano com um evento voltado para profissionais de imprensa. Criador da metodologia "Falar", Reinaldo Passadori proferirá a palestra “Como construir relacionamentos eficazes para resultados positivos”, com Reinaldo Passadori.

O evento será realizado no Realize Buffet, na Avenida dos Holandeses (Calhau), próximo ao Shopping do Automóvel, a partir das 19h.

Reinaldo Passadori é líder nacionalmente reconhecido no campo da Comunicação Verbal, Reinaldo Passadori é presidente e fundador do Instituto Passadori de Comunicação Verbal que já treinou mais de 70.000 profissionais.

É fonte de referência da imprensa em programas de rádio, TV, mídia impressa e internet. É também articulista da revista Exame e do portal Catho. É idealizador e apresentador do Programa Comunicação Executiva na TV Geração Z e professor de Comunicação em cursos de MBA.

Com 30 anos de experiência no segmento, é autor dos livros: "Comunicação Essencial – Estratégias Eficazes para Encantar seus Ouvintes", "As 7 Dimensões da Comunicação Verbal", "Media Training - Como construir uma comunicação eficaz com a Imprensa e a Sociedade", todos publicados pela Editora Gente e a mais recente obra " Quem não Comunica não Lidera", lançado pela Editora Atlas.

23 de nov de 2015

Fábio Nahuz é eleito para ser presidente do Forum Norte e Nordeste da Construção Civil

Nahuz, no registro com o governador Flávio Dino, preside Forum da Construção
GIRO ECONÔMICO

O presidente do Sinduscon-MA e vice-presidente da CBIC, Fábio Nahuz, foi eleito presidente do Fórum Norte Nordeste da Indústria da Construção (FNNIC), em eleição realizada quarta-feira (18), em Fortaleza (CE), e sucederá Eduardo Lopes, do Amazonas. O Fórum congrega 16 entidades e está integrada à Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) com o objetivo de congregar o segmento em nível nacional, sendo que para isto promove encontros em vários estados nos quais a cada edição são debatidos temas de interesse do segmento, da sociedade e do país e propostas soluções para resolver gargalos. Com a eleição, foram criadas duas comissões técnicas de cada região que a entidade representa. A comissão do Comissão Nordeste tem como membros Cláudio Calzavara e João Mota Filho, ambos do Maranhão; Liana Rocha e Clausens Duarte, do Ceará os dois. Compõem a Comissão do Norte, Alex Carvalho e Lecy Garcia, do Pará; Eduardo Lopes, do Amazonas, e Dênis Baú, de Rondônia.

A próxima reunião do Fórum acontecerá no dia 27 de novembro, em Recife.

Selo - A Empresa Brasileiro de Correios e Telégrafos lançou, nesta segunda-feira (23), em São Luís, às 8h, o selo comemorativo ao Novembro Azul. A emissão tem a tiragem de 6 mil unidades, de 500 folhas com 12 selos cada. Ao longo de trinta dias, todas as correspondências que sairem da Central dos Correios terão o selo e carimbo do Novembro Azul. Essa é uma das ações desenvolvidas no mês de novembro para alertar os homens sobre a importância da prevenção do câncer de próstata.

Conciliação - Começou nesta segunda (23) e se estende até sexta-feira (27) a 10ª Semana Nacional da Conciliação. Para o período, o Poder Judiciário agendou 13 mil 193 audiências, em diversas varas e juizados de São Luís e do interior do estado, somando 117 unidades. Os Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania (CEJUSC) também vão promover audiências, um total de 1.211. Ano passado, foram programadas 10 mil 726 audiências. Destas, 9 mil 746 ocorreram, alcançando um índice de mais de 90%.

Conselheiros - Charles Dias e Luiz Guterres Filho comemoram o resultado da eleição de sexta-feira (20) na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MA), pois, na condição de integrantes da Chapa Mudar para Renovar, tornaram-se conselheiros federais da Ordem, como sucessores de Raimundo Marques e Valéria Lauande.





A empresária Luzia Rezende, que é natural de Teresina (PI), com o vereador José Joaquim Ramos (PSDB), de quem recebeu nesta segunda-feira (23), ao meio-dia, na Câmara Municipal, o título de Cidadã Ludovicense




Universitários - Universitários que querem transformar suas ideias de produtos em negócios têm até esta segunda-feira ( 23) para inscreverem seus projetos de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) no Academic Working Capital (AWC). O programa é desenvolvido pelo Instituto mantido pela operadora TIM, apoia novos negócios de base tecnológica a partir da criação de um produto, colaborando para que jovens empreendedores, em fase final de graduação, possam criar empresas a partir de sua ideia de TCC. 

Alcântara - Incluída nas prioridades para promoção do Turismo, pelo Governo do Estado, Alcântara vive momentos de agonia, pois nem mesmo as agências de viagens e operadoras de turismo não recomendam mais visita ao destino por falta de segurança no transporte marítimo e o desconforto no terrestre, já que tem de ser feita uma travessia para Cujupe (Pinheiro). O acidente da semana passada com um catamarã, que vem sendo o meio mais utilizado, tende a aumentar mais ainda a desconfiança com esse tipo de viagem.


22 de nov de 2015

"Agora vamos aprender a ser oposição", diz Mário Macieira após derrota do seu grupo na OAB

Quando ainda faltavam mais de duas horas para conclusão da contagem dos votos na eleição da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MA), realizada sexta-feira (20), o presidente da entidade, Mário Macieira, jogou a toalha e reconheceu a derrota de sua candidata, Valéria Lauande.

Num discurso para seus correligionários pediu que fosse respeitado o resultado, pois "nós vamos ter de aprender a ser oposição daqui para frente", referindo-se ao encerramento de um ciclo de mais de vinte anos de comando da Ordem por um mesmo grupo, muito embora tenha se renovado bastante nos últimos anos.

O ciclo que Mário Macieira encerra começou com Raimundo Marques, que, por ter sido presidente três vezes, ficou nove anos no comando da entidade; depois dele, veio José Caldas Goes, que ficou dois mandatos, ou seja, seis anos; e por último Mário Macieira, que presidiu por seis anos (dois mandatos também).

Confiante de que tinha liderança sobre os advogados do Maranhão, ou seja, nada impediria eleger o sucessor, Mário escolheu a conselheira federal Valéria Lauande como candidata. A oposição patinou até que encontrou em Thiago Diaz seu ponto de equilíbrio, e assim venceu a eleição, de forma apertada, mas num grande feito para quem, como diziam seus adversários, não iria encontrar nomes sequer para formar uma chapa quanto mais disputar uma eleição.

Depois da promessa de R$ 3 milhões, Salangô, em São Mateus, não recebeu plantio de arroz irrigado este ano

Em fevereiro deste ano, ao participar do início da colheita de arroz em Salangô, no município de São Mateus, o governador Flávio Dino (PCdoB) anunciou uma liberação de recursos na ordem de R$ 3 milhões para recuperação deste polêmico projeto de produção de grãos. Imaginava-se que a promessa fosse dar mais ânimo aos agricultores ali instalados, porém o que se percebe é que a situação parece ter piorado.

De acordo com informações de empresários de São Mateus, ano passado foram plantados 500 hectares de arroz irrigado, portanto a expectativa seria de que este ano a área de plantio iria ser ampliada, a produção iria aumentar e os agricultores estariam mais estimulados a salvar Salangô, que ao longo desses anos virou um sumidouro de dinheiro. O que se viu, porém, foi que este não se plantou um pé de arroz, portanto a produção será zero.

Iniciado no governo de Edison Lobão, Salangô nunca cumpriu seus objetivos. Só para que se tenha ideia, os equipamentos que Flávio Dino pretende recuperar foram comprados no governo de José Reinaldo, que também doou tratores, motores elétricos etc, mas nada disso pode ser visto no local. Ninguém consegue explicar qual destino tomado.

O arroz colhido no ano passado, e que foi motivo de comemoração do governador, foi plantado pela Camil, que fez uma parceria com as associações de agricultores, para adquirir toda a produção.


Amasp realiza no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana Mostra de Produtos e Serviços em Supermercados

GIRO ECONÔMICO

Pelo terceiro ano consecutivo, a Associação Maranhense de Supermercados (Amasp) realizará, dia 27, no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana, a Mostra de Produtos e Serviços e Workshop de Negócios em Supermercado, que tem como tema “Inovando para vencer desafios”. Cerca de 4 mil pessoas devem visitar a Mostra, onde haverá exposição de produtos, equipamentos e serviços, além de palestras, cursos para capacitação e qualificação de empresários e demais envolvidos no setor. De acordo com o presidente da Amasp, João Sampaio Magalhães, o evento cresce todos os anos, alcançando uma projeção surpreendente, já que congrega num só espaço supermercadistas, distribuidores, atacadistas, industriais, representantes comerciais etc para estreitar os laços de parceria e realização de bons negócios.

Ainda segundo João Magalhães, o evento tem o objetivo de estimular a aproximação entre fornecedor e supermercadista, incentivar o empreendedorismo, oportunizar a geração de novos negócios, contribuir para a geração de novos postos de trabalho e renda e difundir conhecimentos.

Eleição - O publicitário Duda Mendonça oferece duas receitas para se perder uma eleição: achar que está perdida ou achar que está ganha. Na eleição da OAB, sexta-feira, a teoria se confirmou: Thiago Diaz, todos diziam, estava derrotado por Valéria Lauande, mas por telefone, corpo-a-corpo, visitas a escritórios etc garimpou um voto aqui, outro ali, e quando as urnas se abriram foi o vencedor. Ele comenta: “ganhei porque sabia que a eleição não estava perdida, minha adversária perdeu porque sabia que estava ganha”.

Atraso - Quando chegou à festa da inauguração da Gran Luxe, sexta-feira à noite, o seu diretor, Alessandro Martins, já havia feito os convidados esperarem por mais de duas horas pela solenidade, mas coube à panicat Arícia Silva, que o acompanhava, apresentar as justificativas: “é tudo culpa minha, pois meu avião atrasou e ainda tive de demorar no hotel me arrumando”, disse ela, completando que trouxe uma mala grande, mas tão grande, que talvez caiba um carro C3 para levar de recordação na sua volta a São Paulo.

Cidadania - A Câmara Municipal de São Luís realiza nesta segunda-feira (23) sessão solene para entrega do título de cidadania honorária à empresária Luzia Rezende, presidente da Associação Comercial do Maranhão, que é natural de Teresina (PI). O autor do projeto é o vereador José Joaquim Ramos (PSDB).

Sexta-feira, na inauguração da Gran Luxe, revendedora Citröen em São Luís, o empresário Nonato Luz (E), proprietário da concessionária, com a panicat Arícia Silva e o diretor da empresa, Alessandro Martins, que está de volta ao mercado cinco anos depois de ter se ausentado




Embarque - Está previsto para este domingo (22), finalmente, o embarque de 5 mil bovinos no Porto do Itaqui, de onde serão levados para a Venezuela pela exportadora Minerva. Com a janela aberta neste sábado (21), o navio Adelta conseguiu atracar no cais 100, para receber os animais, que vieram do Pará, onde o governo do estado suspendeu este tipo de operação desde o acidente registrado no início do mês de outubro, em Vila do Conde, onde um navio afundou e milhares de reses morreram afogadas.

Hotelaria - O empresário Jeová Barbosa de Oliveira, um dos poucos que continuam com suas atividades normais no setor da construção civil, comemora bons resultados também na sua nova segmentação de negócios, a hotelaria, pois o Bristol Express Hotel São Luís, localizado no bairro do Renascença, é um dos poucos da cidade que vêm conseguindo manter taxa de ocupação acima dos 70%, graças à sua localização estratégica, qualidade dos serviços oferecidos e aplicação de tarifas com preços justos.

18 de nov de 2015

Ministério Público diz que licitação para contratação de serviços para ferry-boat foi acertada, por TAC, em 2013

O Ministério Público do Estado informou nesta terça-feira (17) que a abertura do processo de licitação para contratar serviços de transporte por ferry-boat, em Ponta da Espera (São Luís) e Cujupe (Pinheiro), foi em cumprimento ao Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), celebrado  entre o Ministério Público do Maranhão e a Secretaria de Estado da Infraestrutura, em novembro de 2013. "A assinatura do processo licitatório para realização do Serviço Público de Transporte Aquaviário, por meio da Comissão Central Permanente de Licitação (CCL), foi efetivada exatamente no prazo máximo de dois anos, conforme previa o TAC".

De acordo com MPE, o objetivo do termo foi regularizar o serviço de transporte aquaviário, de forma que seja executado por empresa especializada, mediante a concessão de linhas entre as duas localidades, ampliando a oferta de viagens e pontos de venda de passagens. A promotora de justiça Lítia Cavalcanti, titular da 2ª Promotoria de Defesa do Consumidor de São Luís, explica que é direito do consumidor o acesso a serviço público adequado. Segundo ela, a licitação vai favorecer os usuários do transporte, garantindo melhor qualidade às embarcações e eficiência no serviço.

De acordo com o Governo do Maranhão, a licitação ocorrerá na modalidade concorrência e será de âmbito internacional. A sessão pública da concorrência, que é do tipo melhor oferta de pagamento pela outorga mínima de R$ 5 milhões, está marcada para o dia 16 de fevereiro de 2016, no auditório da Comissão Central de Licitação.

17 de nov de 2015

Ao comentar operação da Polícia Federal, Roseana Sarney disse que não há nada contra o cunhado Ricardo Murad

Na manhã desta terça-feira (17), quando reuniu jornalistas, alguns amigos e ex-auxiliares, em sua residência no bairro do Calhau, para apresentação dos dois livros em que fala de suas principais obras como ex-governadora, Roseana Sarney (PMDB) estava visivelmente preocupada com as notícias sobre a operação da Polícia Federal que levou seu cunhado e ex-secretário de Saúde, Ricardo Murad, para depor. Num determinado momento, ela chegou a perguntar se alguém tinha alguma informação do ex-auxiliar.

Indagada como analisava esta situação, ela disse que não conhecida detalhes, mas estava convencida de que não há nada contra Ricardo Murad, "assim como não tem contra João Abreu".

Ricardo Murad foi secretário de Saúde por seis anos. Durante esse período, foi responsável pelas obras de mais de 70 hospitais, reformas de muitos outros, como Carlos Macieira e Pan Diamante, e ainda transferiu para seu controle a Caema, que era Companhia de Água e Esgoto do Maranhão e virou Companhia de Saneamento Ambiental. Nesta empresa, construiu a segunda adutora do programa Italuís, que faz a transfusão de água do rio Itapecuru para São Luís. Era o homem que tinha maior orçamento sob seu controle.

Ricardo poderia ter se protegido com uma imunidade parlamentar, mas preferiu ficar até os últimos dias do governo na Secretaria de Saúde ao invés de disputar um mandato de deputado (estadual ou federal). Optou por eleger a filha Andrea deputada estadual.

Desvio de recursos na Secretaria de Saúde na gestão de Ricardo Murad teria sido de R$ 1,2 bilhão, segundo a PF

Cerca de R$ 1,2 bilhão teriam sido desviados na Secretaria Estadual de Saúde das transferências federais,na gestão de Ricardo Murad. A informação é do superintendente da Polícia Federal, Alexandre Saraiva, que concedeu entrevista coletiva na tarde desta terça-feira (17) para explicar as ações com vistas a apurar os desvio do dinheiro recebido pelo Governo do Estado.

De acordo com o superintendente da PF, o total de recursos recebidos pela Secretaria de Saúde chega a R$ 2 bilhões, mas estima-se que cerca de 60% foram desviados. Além de Ricardo Murad, que desde as primeiras horas da manhã responde a questionário de 120 perguntas, foram levados para depor na PF os ex-funcionários da Secretaria da Saúde José Sérgio de Melo Moraes Rêgo, Sérgio Senna e Rômulo Trovão (este ex-prefeito de Coroatá) e o médico Antonio Tomás Martins Guimarães Júnior, mas outras pessoas estariam presas, dentre elas diretores dos institutos Bem Viver, ICN, da empresa Litucera e alguns ex-dirigentes e coordenadores da Secretaria de Estado da Saúde.

A prisão preventiva de Ricardo Murad foi pedida, porém não foi decretada pela Justiça. Até agora 12 prisões preventivas foram efetuadas, 60 mandados de busca e apreensão e 27 conduções coercitivas. O pedido de prisão preventiva de Ricardo Murad está sendo analisado pela Justiça Federal. Ele permanece depondo na sede da PF.

Movimento de outubro no aeroporto de São Luís cai 17,6% na comparação com o mesmo mês do ano passado

O Aeroporto Marechal Hugo da Cunha Machado voltou a registrar, em outubro, queda na movimentação de passageiros, de acordo com estatística divulgada pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). Segundo os números, embarcaram e desembarcaram na capital maranhense, mês passado, 125.847 passageiros contra 132.308 de setembro, o que significa uma queda de 4,8%, mas se a comparação for feita com outubro de 2014 a diferença é ainda maior, 17,6%%, pois neste mesmo mês, no ano passado, passaram pelo aeroporto de São Luís 17,6%.

Ainda de acordo com a Infraero, o Cunha Machado tem um acumulado, este ano, de 1.384.544 embarques e desembarques, desempenho que é 9,4% menor que o acumulado, de janeiro a outubro de 2014,quando passaram por ele 1.528.968.

Os números reacendem as preocupações dos empresários de turismo, pois o mês foi marcado por dois feriados prolongados, o dia 12 (Nossa Senhora Aparecida) e Finados, que mesmo sendo em novembro caiu numa segunda-feira, encerrando a última semana de outubro.

Imitando Lennon e Yoko Ono, Daniela Mercury aparece pelada ao lado da "esposa" na capa do seu novo disco

Daniela Mercury estará pelada na capa de Vinil Virtual, seu 15º álbum. Sem roupa, deitada sobre a sua mulher, a jornalista Malu Verçosa, a cantora, ao explicar os motivos que a levaram a fazer uma pose imitando John Lenonn e Yoko Ono, disparou: “Para quem mandou eu me esconder, eu me mostro nua. Não tenho vergonha de amar. Teria vergonha de odiar”, que seria um recado para quem patrulha seu casamento com outra mulher.

A foto que estampa a capa do disco mostra Daniela deitada, nua, ao lado de Malu e a imagem foi mostrada em primeira mão nesta segunda-feira (16), no site da Rolling Stone Brasil. “Já fui convidada diversas vezes para posar nua para a [revista] Playboy e nunca quis. Agora, uso meu corpo, minha nudez, para fazer um manifesto pacifista e político na luta contra a homofobia. O intuito não é chocar”, garante a cantora. 

No mercado a partir de 27 de novembro, com distribuição da gravadora Biscoito Fino, Vinil Virtual tem capa inspirada na icônica foto de John Lennon e Yoko Ono para a edição número 335, de 22 de janeiro de 1981, da Rolling Stone EUA (em janeiro de 2011, a capa também estampou uma versão de colecionador da Rolling Stone Brasil, veja a imagem na galeria acima). 

“O meu intuito com essa capa é me posicionar de uma forma bela. É usar essa imagem como uma expressão da minha vida, da minha arte, do meu amor. O amor é o grande elemento da transformação. Fiz uma capa linda que representa um manifesto feminista num momento em que as mulheres ainda precisam se afirmar. Através dessa capa, eu me conecto com John e Yoko em suas manifestações de paz e amor, contra qualquer tipo de violência. Cabe a nós, artistas, sermos os pacificadores, quebrando fronteiras e preconceitos”, explica Daniela.
(Com dados da Rolling Stone)

Mais de 60% dos municípios maranhenses vão receber benefícios do Plano de Desenvolvimento do Matopiba

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) divulgou a lista dos 337 municípios selecionados para o Plano de Desenvolvimento Agropecuário do Matopiba, região formada por partes dos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e da Bahia. O plano prevê investimentos em políticas públicas de infraestrutura, inovação e tecnologia e ascensão de agricultores à classe média rural.

Dos 337 municípios selecionados, 139 são do Tocantins, 133 do Maranhão, 33 do Piauí e 30 da Bahia. A região cultiva grãos –soja, milho e arroz –, algodão e frutas, além de desenvolver a pecuária. Na safra 2013/14, o Matopiba produziu 8,7 milhões de toneladas de soja. 

Veja a relação dos municípios maranhenses que estão no Matopiba: 

Açailândia, Água Doce do Maranhão, Afonso Cunha, Aldeias Altas, Alto Alegre do Maranhão, Alto Parnaíba, Amarante do Maranhão, Anapurus Davinópolis, Arame, Araioses, Bacabal, Balsas, Barão de Grajaú, Barra do Corda, Barreirinhas, Belágua, Benedito Leite, Bernardo do Mearim, Bom Lugar, Brejo, Buriti, Buritirana, Buriti Bravo, Campestre do Maranhão, Cantanhede, Capinzal do Norte, Carolina, Caxias, Chapadinha, Cidelândia, Codó, Coelho Neto, Colinas, Coroatá, Dom Pedro, Esperantinópolis, Estreito Duque Bacelar, Feira Nova do Maranhão, Fernando Falcão, Formosa da Serra Negra, Fortaleza dos Nogueiras, Fortuna, Governador Archer, Graça Aranha, Grajaú, Gonçalves Dias, Governador Edison Lobão, Governador Eugênio Barros, Governador Luiz Rocha, Humberto de Campos, Igarapé Grande, Imperatriz, Itaipava do Grajaú, Itapecuru-Mirim, Itinga do Maranhão, Jenipapo dos Vieiras, João Lisboa, Joselândia, Jatobá, Lago do Junco, Lago Verde, Lago dos Rodrigues, Lagoa do Mato, Lima Campos, Lajeado Novo, Loreto, Magalhães de Almeida, Mata Roma, Matões, Matões do Norte, Milagres do Maranhão, Mirador, Miranda do Norte, Montes Altos, Nina Rodrigues, Nova Colinas, Nova Iorque, Olho d'Água das Cunhãs, Paraibano, Parnarama, Passagem Franca, Pastos Bons, Paulino Neves, Pedreiras, Pio XII, Pirapemas, Presidente Dutra, Presidente Vargas, Peritoró, Poção de Pedras, Porto Franco, Primeira Cruz, Riachão, Ribamar Fiquene, Sambaíba, Santa Quitéria do Maranhão, Santana do Maranhão, Santo Amaro do Maranhão, Santo Antônio dos Lopes, Santa Filomena do Maranhão, São Luís Gonzaga do Maranhão, São Benedito do Rio Preto, São Bernardo, São Domingos do Azeitão, São Domingos do Maranhão, São Félix de Balsas, São Francisco do Brejão, São Francisco do Maranhão, São João do Paraíso, São João do Soter, São João dos Patos, São Mateus do Maranhão, São José dos Basílios, São Pedro da Água Branca, São Raimundo das Mangabeiras, São Raimundo do Doca Bezerra, Satubinha, São Pedro dos Crentes, São Roberto, Senador Alexandre Costa, Senador La Rocque, Sítio Novo, Sucupira do Norte, Sucupira do Riachão, Tasso Fragoso, Timbiras, Timon, Trizidela do Vale, Tuntum, Tuntum, Tutóia, Urbano Santos, Vargem Grande, Vila Nova dos Martírios.

Carteira de crédito do Sicoob alcançou R$ 38,7 bilhões no primeiro trimestre deste ano, 32,4% a mais que em 2014

GIRO ECONÔMICO

A carteira de crédito do Sicoob, que hoje inaugura agência em São Luís, alcançou R$ 38,7 bilhões no terceiro trimestre deste ano, com incremento de 32,4% em comparação aos R$ 29,3 bilhões registrados no mesmo período do ano anterior. O lucro líquido (sobras) até setembro foi de R$ 1,9 bilhão, o que representa crescimento de 12,6% em relação aos nove primeiros meses de 2014 (R$ 1,6 bilhão). Os ativos totais alcançaram R$ 62,8 bilhões no final de setembro, evolução de 26%, contra R$ 49,9 bilhões registrados em igual intervalo do ano anterior. Os depósitos registraram R$ 37 bilhões, aumento de 16,9% em comparação ao mesmo período do ano anterior, com destaque para os depósitos a prazo e de poupança, que evoluíram 24,6% e 11,3%, respectivamente. Já o patrimônio líquido registrou saldo de R$ 13,7 bilhões, evolução de 16,3% sobre o mesmo indicador em 2014.

Para o presidente o Sicoob, Henrique Castilhano Vilares, apesar do atual cenário econômico, o cooperativismo financeiro está ampliando sua participação no SFN e na manutenção de uma relação mais justa e benéfica para os associados e suas comunidades.

Terrorismo - Várias agências locais que estão com reservas de passagens para Paris (França) neste fim de ano vêm recebendo pedidos de clientes para desistência da viagem, com medo de ataques terroristas. Além do mais, a cidade está com os principais atrativos turísticos isolados do público, portanto quem se aventurar vai poder desfrutar muito pouco do que ela tem a oferecer, como passeios pelo rio Sena, visita ao Museu do Louvre, Torre Eiffel, Arco do Triunfo etc, sem falar no risco de frequentar cafés, bares e restaurantes.

Embarque - Até o fechamento desta coluna ainda não estava certo quando será o embarque, no Itaqui, dos 5 mil animais trazidos do Pará que serão levados para a Venezuela. O presidente da Emap, Ted Lago, responsável pela administração do porto, informou que a operação seguirá o cronograma normal, ou seja, quando a janela se abrir o navio Adelta, há mais de seis dias fundeado na Baía de São Marcos, atracará. Os animais ainda aguardam também documentação para serem levados à embarcação.

Embarque de bois - O Departamento de Saúde Animal (DSA) do Ministério da Agricultura (Mapa) manifestou perplexidade com a aprovação, pela Superintendência do Ministério da Agricultura (SMA), do embarque de bois vindos do Pará, no Itaqui, pois contraria a determinação de não se autorizar exportações de bois até o desfecho das investigações sobre a tragédia em Vila do Conde (PA) em que morreram milhares de reses.



O presidente da Cooperativa, Fábio Ribeiro, e a presidente do Conselho de Administração, Luzia Rezende, inauguram nesta terça-feira, às 19h30, no Renascença a agência Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo da Região Norte Maranhense (Sicoob Empresarial)



Concessionárias - O empresário Nonato Luz inaugura esta semana mais duas revendas de veículos em São Luís do Grupo Luz. Na quinta-feira (19) será inaugurada a Gran Luxe, que vai revender automóveis da marca Citröen, cuja direção será confiada a Alessandro Martins, e na sexta-feira (20) será aberta a Gran Premier, representante da marca Hiunday (importados). Elas se juntam à Gran Car, pela qual são comercializados os veículos Hiunday de fabricação nacional (HB20) e Gran Truck, de caminhões Foton.

Lançamento - Houve erro na emissão do convite de Roseana Sarney, pois o lançamento dos livros em que apresenta os resultados dos quatro mandatos à frente do Governo do Estado será nesta terça-feira, às 09h30, em sua residência, no Calhau. As obras registram princípios e conceitos que nortearam o planejamento estratégico para o desenvolvimento do Maranhão em várias áreas, que teriam melhorado a qualidade de vida dos maranhenses, estudos e pesquisas, mapas e momentos significativos dois 13 anos da ex-governadora.

16 de nov de 2015

VLI recebe recomendação para certificação nas Normas Padrão Internacional ISO 9001:2008 no porto de São Luís

GIRO ECONÔMICO

O Terminal Portuário de São Luís (TPSL), uma das unidades de negócios portuários da empresa especializada em operações logísticas, VLI, acaba de receber a recomendação para a certificação nas Normas Padrão Internacional - ISO 9001:2008, relacionada à sistemas de gestão da qualidade. O órgão de certificação internacional SGS-ICS foi o responsável pela auditoria. Para o gerente Terminal Portuário de São Luís, Álvaro Neto, a conquista da certificação reforça o compromisso da unidade portuária em obter a qualidade total do seu sistema de gestão e dos processos operacionais, “além de evidenciar os princípios de gestão da qualidade internacionalmente reconhecidos e adotados pelo Terminal Portuário de São Luís. Isto nos traz credibilidade na prestação de Serviços Portuários”, afirma o gerente. Ele chama atenção para os critérios estabelecidos pela norma ISO 9001:2008, cujos conteúdos levam em conta a satisfação dos clientes.

A certificação do Terminal Portuário de São Luís atesta a sua capacidade de executar operações, atendendo às necessidades e expectativas dos seus clientes, “demonstrando, mais uma vez, que as nossas ações fazem a diferença para os clientes, e que são eles são a razão da nossa existência”.

Inauguração - Será inaugurada nesta segunda-feira (16), às 09h, a nova sede da Agência do Trabalho e da Secretaria de Estado do Trabalho e da Economia Solidária (Setres), na Rua do Sol (Centro), próximo ao Teatro Arthur Azevedo, onde funcionou a D.A. Aragão, pertencente ao falecido empresário Daniel Albuquerque. No local, serão instalados 20 guichês de atendimento e três de autoatendimento, para emissão de carteira de trabalho, entrada no seguro-desemprego, cadastro no programa Jovem Aprendiz etc.

Exportação - Não é tão fácil quanto parecia ser a mega operação que está sendo realizada no Porto do Itaqui para embarque de 5 mil cabeças de bovinos vendidas por fazendeiros paraenses para a Venezuela, por isto foi adiada. A operação foi trazida para São Luís depois que o Governo do Maranhão aceitou fazer esse tipo de transporte, já que o Estado do Pará cancelou a saída de animais pelo Porto de Vila do Conde, onde milhares de reses foram mortas afogadas, após o naufrágio de um navio.

Cidadã de São Luís - Natural de Teresina (PI), a empresária Luzia Fonseca Rezende, presidente da Associação Comercial do Maranhão, recebe no próximo dia 23 uma nova certidão de nascimento, pois nesta data a Câmara Municipal de São Luís vai distingui-la com o diploma de Cidadã Ludovicense, por iniciativa do vereador José Joaquim Ramos.




Na visita ao estande do Enai, no evento promovido pela CNI, semana passada em Brasília (DF), João Alberto Mota, José Orlando Leite Filho, Ana Rute Mendonça, Rachid Abdalla, Osvaldo Pavão, Albertino Leal e Cirilo Arruda


Ferry-boat - A Agência Estadual de Transporte e Mobilidade Urbana (MOB) lança, hoje, edital de licitação de abrangência internacional, para contratar empresa que vai explorar o transporte marítimo, por ferry-boat, entre Ponta da Espera (São Luís) e Cujupe (Pinheiro) e a vencedora firmará contrato por vinte anos, o que lhe garantirá retorno pelos investimentos exigidos. A expectativa é uma melhoria significativa dos serviços, com embarcações modernas, velozes, confortáveis e atendam requisitos de segurança. 

Lançamento - A ex-governadora Roseana Sarney lança nesta segunda-feira, às 09h30, em sua residência, no Calhau, dois livros em que apresenta os resultados dos quatro mandatos de governo (1995-2002 e 2009-2014). As obras registram os princípios e conceitos que nortearam o planejamento estratégico para o desenvolvimento do Maranhão em diversas áreas, que teriam melhorado os índices de qualidade de vida dos maranhenses, estudos e pesquisas, além de mapas e momentos significativos do governo Roseana.

15 de nov de 2015

Roseana Sarney lança nesta terça-feira dois livros em que mostra suas principais obras como governadora

A ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) reúne na manhã desta terça-feira (17), em sua residência, no bairro do Calhau, aliados políticos, ex-auxiliares, profissionais de imprensa e outras pessoas mais próximas para apresentação de dois livros em que apresenta, em textos e fotos, suas principais realizações como gestora do estado.

Roseana se elegeu pela primeira vez em 1994 e foi reeleita em 1998, mas se desincompatibilizou em 2002 para disputar o Senado, sendo sucedida pelo seu vice, José Reinaldo Tavares (PSB). Quatro anos depois de eleita senadora, ela voltou a disputar o cargo, mas foi derrotada por Jackson Lago (PDT), porém em abril de 2009 reassumiu o governo após a cassação do vencedor da eleição. No cargo, foi novamente reeleita em 2010, quando o atual governador, Flávio Dino (PCdoB), e renunciou faltando vinte dias para conclusão do seu mandato.

Um dos livros refere-se ao período dos dois primeiros mandatos (1995-2002) e o outro sobre o período de 2009 a 2014. Os livros registram os princípios e os conceitos que nortearam o planejamento estratégico para o desenvolvimento do Maranhão em diversas áreas. "São obras, investimentos, melhorias de índices de qualidade de vida dos maranhenses, estudos e pesquisas, além de mapas e momentos significativos do governo Roseana", justifica a ex-governadora.

Por se tratar de uma operação complexa, embarque de bois no Itaqui prevista para esta segunda-feira é adiada

A operação de embarque de animais bovinos, no Porto do Itaqui, prevista para começar na madrugada desta segunda-feira (16) foi adiada e o mais provável é que comece na terça-feira (14), notícia que nada agrada à exportadora Minerva, que paga ao navio Adelta, que fará o transporte para a Venezuela, multa de 25 mil dólares por cada dia que permanece fundeado na Baía de São Marcos.

Apesar de ter sido apontada como uma alternativa rápida para o bloqueio dos  portos do Pará para esse tipo de operação, a opção pelo Maranhão não parece tão simples, haja vista ser esta a primeira do gênero no Itaqui, e ela exige uma estrutura muito grande, pois, afinal de contas, são 5 mil reses, 250 carretas que estão fazendo o transporte do Pará para São Luís, dezenas de trabalhadores e deve haver um cronograma de embarque no navio que evite riscos.

Além das questões operacionais, o embarque desse tipo exige fiscalização do Ministério da Agricultura, Receita Federal, Receita Estadual, Marinha, ou seja, é muita burocracia para ser desenrolada em tão pouco tempo.

Os embarques de bois no Pará foram proibidos depois do desastre ocorrido no Porto de Vila do Conde, onde um navio, igual ao Adelta, naufragou e milhares de animais morreram afogados, como mostra a foto ao lado. Com a proibição do Governo Paraense, os fazendeiros recorreram ao Governo do Maranhão e este aceitou fazer o transporte, até porque pretende se tornar porta definitiva de saída de bois em pé para outros países.