24 de nov de 2015

Desempenho do Maranhão na geração de empregos em 2015 o pior desde 2002, de acordo com dados do Caged

GIRO ECONÔMICO

Os números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) de outubro, divulgados semana passada pelo Ministério do Trabalho e Previdência, mostram que o acumulado de dez meses deste ano – 5 mil 870 postos de trabalho fechados - é o pior desde 2002, ou melhor, o único com saldo negativo deste período. O melhor desempenho, entre janeiro e outubro, foi em 2010, quando o Maranhão teve saldo positivo de 41.167 empregos preservados. O segundo pior foi de 2012, mas ainda assim com saldo positivo: 8.284. A série histórica mostra como foi o desempenho dos empregos, ano a ano: 2002 (9 mil 340), 2003 (10 mil 852), 2004 (12 mil 422), 2005 (18 mil 342), 2006 (20 mil 363), 2007 (22 mil 658), 2008 (32 mil 358), 2009 (2 mil 789), 2010 (41 mil 167), 2012 (8 mil 284), 2013 (16 mil 774), 2014 (8 mil 549) e 2015 (-5 mil 870).

Este ano, em apenas três meses – julho, agosto e setembro – o Maranhão teve desempenho positivo na geração de empregos, ou seja, até aqui, são sete com números preocupantes sobre o que ainda aguarda a classe trabalhadora.

Federação - A Federação das Associações Empresariais do Maranhão (Faem) elegeu, sábado (21), a sua nova diretoria, com a recondução de Domingos Júnior, de São Mateus, para a presidência. A posse festiva será dia 23 de janeiro de 2016, na Associação Comercial do Maranhão, em São Luís. Participaram da eleição representes das associações comerciais de Açailândia, Bacabal, Barra do Corda, Codó, Grajaú, Imperatriz, Lago da Pedra, Nova Olinda, Pedreiras, São Luís, São Mateus, Santa Luzia, Santa Inês e Viana.

Castelão - Apesar de não ter mais a menor chance de ascender à Série A do Campeonato Brasileiro, o time do Sampaio Corrêa deve se despedir da competição, sábado (28), no estádio Castelão, diante de um grande público, num reconhecimento ao desempenho da equipe nesta temporada, em que recebeu patrocínio, dentre outras empresas, do Hospital São Domingos, Mateus Supermercados e Leo Madeiras, que conseguiram dar mais visibilidade às suas marcas associando-as ao time de maior torcida no Maranhão.

Postos de trabalho - O saldo positivo gerado pelo comércio na geração de empregos em outubro se deve às contratações temporárias, que, pelo volume apresentado pelo Caged, percebe-se que está abaixo dos anos anteriores, pois teve saldo positivo de apenas 322 empregos preservados. Já a agropecuária, por conta do início do plantio da safra 2016, teve saldo de 56. Os demais ficaram no negativo.


Eleita sábado (21), a nova diretoria da Federação das Associações Empresariais do Maranhão (Faem) tem na presidência Domingos Júnior (D), de São Mateus, e Fernando Antônio Vicente dos Santos, de Santa Inês, na vice-presidência

JudiciárioNão há como fazer a Justiça se tornar célere com excesso de folgas ao longo de um ano, como ficou claro com a divulgação, semana passada, do calendário de 2016 do Tribunal de Justiça do Maranhão. Somando-se sábados, domingos, feriados, férias (juiz tem direito a dois meses), pontos facultativos, recesso de fim de ano e suspensão de expediente em datas próximas a feriados para criação de fins de semana prolongados, são mais de 180 dias de descanso, ou seja, metade do ano. É direito, mas não é justo.

AdvogadosSérgio Tamer, que preside o Centro de Estudos Constitucionais e de Gestão Pública (CECGP), e João Batista Ericeira, presidente da Associação Maranhense de Advogados (Amad), já iniciaram entendimentos com o presidente eleito da seccional maranhense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MA), Thiago Diaz, com vistas a desenvolveram parcerias, a partir de 2016, em favor dos advogados maranhenses. Thiago Diaz foi eleito, sexta-feira (20), contrariando as pesquisas que indicavam vitória fácil de Valéria Lauande.

Nenhum comentário: