17 de dez de 2015

Deputados do DEM denunciam PT ao Ministério Público por uso partidário do programa Voz do Brasil

Para os deputados federais do Democratas, o Partido dos Trabalhadores faz uso partidário d‘A Voz do Brasil’, programa de rádio transmitido de segunda a sexta, das 19h às 20h, sendo veiculado obrigatoriamente por todas emissoras do dial brasileiro (exceto às que mantêm decisões favoráveis na Justiça). Com tal análise, os parlamentares do DEM encaminharam à Procuradoria-Geral da República pedido de representação por crime de responsabilidade contra o ministro-chefe da secretaria de Comunicação Social, Edinho Silva.

Ao divulgar à imprensa a representação direcionada ao procurador-geral Rodrigo Janot, o DEM ressalta que tomou como base para a atitude a edição de 4 de dezembro da atração que veicula notícias dos poderes Executivo, Judiciário e Legislativo em âmbito nacional. Segundo o partido de oposição ao governo federal, o programa em questão fez "franca propaganda a favor do mandato da presidente Dilma Rousseff/PT, dois dias depois de a Câmara dos Deputados dar início à análise do processo de impeachment contra a mandatária".

Líder do Democratas na Câmara, o deputado Mendonça Filho (PE) afirma que ao falar da possibilidade de a petista ter o mandato cassado, ‘A Voz do Brasil’ "foi muito além da narrativa" do fato, a abertura do processo de impeachment da sucessora de Lula no Palácio do Planalto. O parlamentar diz que a edição do programa serviu para "aduzir teses em prol da presidente da República, sem em qualquer momento dar voz a quem pensasse de maneira diversa". A representação está disponível na íntegra no site mantido pela bancada do DEM na Câmara.
(Comunique-se)

Nenhum comentário: