31 de dez. de 2015

Na Folha de São Paulo, Flávio Dino comemora a não ocorrência em 2015 de rebeliões em Pedrinhas

A coluna Painel, do jornal Folha de São Paulo, publica na edição desta quinta-feira (31), a informação de que governador Flávio Dino (PCdoB) está comemorando ter atravessado o ano de 2015 sem nenhuma rebelião de prisioneiros no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde presos ficaram amotinados e alguns foram decapitados em anos passados.

De acordo com a Folha, Flávio Dino sustenta ter conseguido melhorar os indicadores carcerários com a substituição de trabalhadores terceirizados por servidores públicos e ter realizado treinamentos de pessoal e programas voltados para a profissionalização de detentos.

Vale destacar, no entanto, que rebeliões em presídios não podem ser encarados como fatos corriqueiros, mas registros anormais, ou seja, não são ocorrências planejadas pelo Estado - como safra agrícola, movimento do turismo, construção de estradas, atração de empresas etc -, mas pela bandidagem, que sempre age de surpresa. Em dezembro de 2014, por exemplo, a ex-governadora Roseana Sarney comemorava ter pacificado Pedrinhas, em entrevista ao jornal O Estado do Maranhão, quando foi surpreendida por uma onda de violência partida de dentro do presídio, cujo desfecho trágico foi a morte de uma criança num incêndio a ônibus. 

Bom que os maranhenses não tenham ainda sido surpreendidos por novos episódios de violência. Melhor será se o governo continuar comemorando esse tipo de conquista, pois significa dizer que o crime organizado não está tão articulado como já foi no passado.

Nenhum comentário: