28 de jan de 2016

Iphan reúne empresários do setor lojista nesta quinta-feira para debater obras de reforma da Rua Grande

GIRO ECONÔMICO

Está marcada para às 18h, desta quinta-feira (28), na Associação Comercial do Maranhão (Praça Benedito Leite – Centro), mais uma audiência do Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) com empresários do setor lojista para que seja debatida a reforma da Rua Grande, principal via do comércio na capital. No encontro serão reavaliados o projeto de engenharia e o cronograma da obra, que estava prevista para começar em 2014, depois foi adiada para 2015, ano passado definiu-se janeiro deste ano com prazo de início e agora tudo indica que será em março, se o inverno deixar ou se não houver apelo dos empresários para que comece depois da Semana Santa, ou quem sabe, do São João, ou mesmo depois da eleição.

Um palpite: o mais provável é que as obras sejam adiadas para o segundo semestre, pois é quando chove com menos intensidade em São Luís.

Turismo - Nesta quinta-feira (28), no Centro de Cultura Popular, na Praia Grande, o novo secretário estadual de Turismo, Diego Galdino Araújo, reúne o trade turístico para se apresentar e anunciar as principais metas com vistas ao fortalecimento do setor. Adjunto de Cultura, ele passou a ser titular com o deslocamento de Felipe Camarão para a recém-criada Secretaria de Governo e a fusão desta pasta com a de Turismo, onde era titular Delma Andrade, que agora atua como adjunta.

Passeatas - Local preferido para desfile de candidatos a qualquer cargo (governador, prefeito, deputado, vereador etc), a Rua Grande pode se tornar endereço proibido para esse tipo de manifestação este ano, pois o Instituto da Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) anuncia para março o início das obras de recuperação dessa via e os trabalhos tendem a se estender por mais de 12 meses, portanto quando o segundo semestre chegar a campanha estiver pegando fogo, vão estar pela metade.

Rota das Emoções - O governador Flávio Dino era presidente da Embratur quando a Rota das Emoções deixou de ser prioridade para promoção do turismo, mas culpa o governo anterior pela interrupção do projeto. Ah, o ministro do Turismo também era do Maranhão, Gastão Vieira!


Integrantes do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional do Maranhão (Crefeito) estiveram, semana passada, visitando municípios maranhenses para divulgar o projeto Ano do Acolhimento No registro, Márcia Rodrigues (tesoureira), Abidiel Pereira Dias (coordenador de ética) e Louise Gondim (coordenadora do Defis)


Patrocínio - O Banco da Amazônia vai destinar R$ 2,6 milhões para sete projetos que venceram o edital de patrocínio para 2016. São eles: Tambor de Crioula: fortalecendo nossas raízes (Coroatá), As Caixeiras do Divino: arte e continuidade (São Luís), Feira do Comércio e Indústria de Imperatriz, Exposição Agropecuária de Estreito, Vivências Inclusivas: entendendo e tratando o autista (Caxias), Vida: educar para transformar (Estreito) e Reviver: crianças e adolescentes em busca de melhores condições para viver (Estreito).

Charter - Estava previsto para chegar sexta-feira (22) um voo charter procedente de Paramaribo (Suriname), que iria colocar São Luís novamente na rota dos voos internacionais. O anúncio até que animou alguns turistas interessados em fazer passeios ao Caribe, para onde a rota se estende, porém até agora não houve informação oficial sobre o que ocorreu: se foi adiado ou cancelado. O voo traria jornalistas, agentes de viagens e outros atores do turismo que iriam divulgar o potencial do Maranhão no país vizinho.

Nenhum comentário: