13 de jan de 2016

Produção industrial recuou entre outubro e novembro, em novbe estados pesquisados pelo IBGE

GIRO ECONÔMICO

A produção industrial caiu em nove dos 14 estados pesquisados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na passagem de outubro para novembro de 2015 e as principais quedas foram observadas no Espírito Santo (-11,1%), Ceará (-4,5%) e Minas Gerais (-4%), enquanto em outros locais, como Amazonas, Bahia, Paraná e Goiás, também houve queda em menor índice. Por outro lado, cinco estados tiveram alta na produção: Pernambuco, Pará, Santa Catarina, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. No acumulado do ano, 12 dos 15 locais tiveram recuos e as maiores quedas foram no Amazonas, Rio Grande do Sul e São Paulo. Na comparação entre novembro de 2015 com o mesmo período do ano anterior, 13 dos 15 locais pesquisados tiveram queda, com destaque para Amazonas e Espírito Santo, com quedas de quase 20%. Apenas dois estados tiveram alta: Mato Grosso e o Pará.

Os dados, da Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física Regional, foram divulgados nesta terça-feira (12). Também tiveram quedas acima da média nacional (-2,4%), a Região Nordeste (-2,8%) e São Paulo (-2,6%).

Escolar - O presidente da Associação Brasileira dos Fabricantes e Importadores de Material Escolar (Abfiae), Rubens Passos, ao elogiar o ingresso do Maranhão no programa Bolsa Escola, falou da importância desse programa: “Além de eliminar a corrupção nas licitações, o Cartão Material Escolar - CME, fomenta a economia dos municípios ao gerar empregos no comércio e aumenta a autoestima e o rendimento escolar do aluno que deixa de ser carimbado como pobre pelo kit escolar de licitações.”

Importação - O Maranhão deverá continuar sendo um dos maiores importadores de arroz do Brasil, pois, ao contrário do que havia prometido o Governo do Estado, a produção está reduzindo e não aumentando, conforme números do quarto levantamento da safra 2015/16, divulgado nesta terça-feira (12) pela Conab (leia reportagem ao lado). O secretário estadual de Agricultura, Márcio Honaiser, tinha (ou ainda tem) a expectativa de elevar essa produção para mais de 1 milhão de tonelada, mas pelo jeito...

Cartão metropolitano - A Associação Comercial do Maranhão está de volta com suas sessões plenárias semanais e nesta quarta-feira haverá um debate sobre a proposta da Agência de Transporte e Mobilidade Urbana (MOB) para criação do Cartão Metropolitano.







Marcelo e Luzia Rezende com o filho Pedro Victor, que concorre ao título de melhor atleta na categoria Judô, na premiação realizada pelo Rádio e TV Mirante, cuja votação está sendo feita na internet



Difusora - O jornalista Diego Emir informa, em seu blog (www.diegoemir.com), que o suplente de senador Lobão Filho (PMDB) não descarta a venda da TV Difusora, já que apareceu um comprador. A emissora tem um histórico interessante, pois de 1982 para cá pertenceu a três governadores. Primeiro foi vendida pela família Bacelar para Luiz Rocha, depois tornou-se seu dono Epitácio Cafeteira, em sociedade com Willame Nagem, e por último caiu no controle da família do ex-governador e hoje senador Edison Lobão.

Congeladas - As companhias aéreas Gol, Azul e Tam estão fazendo consulta à rede hoteleira para encontrarem as melhores tarifas onde possam hospedar suas tripulações. Em outras épocas, era uma disputa ferrenha por esta clientela, mas hoje em dia nem tanto, já que estão forçando demais os preços para baixo e com uma exigência ainda mais perigosa: contrato com tarifas congeladas pelo prazo de dois anos, independentemente dos aumentos de energia, salários, alimentos e outros itens da despesa de um hotel.

Nenhum comentário: