14 de jan de 2016

Retardo na distribuição de sementes obriga pequeno agricultor a plantar grãos comuns para salvar lavoura

GIRO ECONÔMICO

Um dos principais complicadores para a safra 2005/16, no Maranhão, é o retardo na distribuição de sementes para plantios de arroz, feijão e milho, pois alguns agricultores decidiram se antecipar, já que estavam com os campos preparados para receber as primeiras chuvas, e fizeram seus plantios com grãos que seriam mais apropriados para o consumo humano ou ração animal. Como há uma grande diferença entre o grão destinado para semeadura e o que deve ser levado à mesa, isto pode significar queda na produtividade e, consequentemente, derrubar a produção no estado dessas culturas, como já atestou a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que em sua última projeção para a colheita deste ano estimou uma queda na comparação com a safra passada.

As distribuições de grãos pelo Mais Semente devem ser retomadas somente no próximo mês, quando já poderá ser tarde demais, até porque este mês já seria para se iniciar a colheita. 

Caixa 2 - Os candidatos que vão disputar mandato eletivo este ano terão uma dificuldade a mais pela frente: a fiscalização a ser exercida pela sociedade contra o Caixa 2 nos comitês partidários, conforme campanha lançada terça-feira (12) pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). O objetivo é dar transparência às doações a candidatos e desconfiar daqueles que estão com estruturas excessivas, pois certamente estarão recebendo por fora e não vão honrar os votos recebidos, já que têm outros interesses a defender.

Eleição - A jornalista Jaqueline Mouchereck, da Vitryne Comunicação, é candidata única à sucessão de Cláudio Gomes na Associação dos Jovens Empresários do Maranhão (Aje-MA), cuja eleição está marcada para dia 29. Ao que tudo indica, será uma diretoria com força máxima da mulher, pois terá como vice, Camila Campos, e como diretoras Luciana Muzzi (Planejamento), Renata Costa (Comunicação e Eventos) e Giovana Gotz (Projetos e Parcerias). Na ala masculina, Felipe Mussalém (Executivo) e Ivo Mendes (Financeiro)

Combustíveis - Quem utiliza diariamente veículo próprio deve estar sentindo no bolso o peso da elevação, pelo Governo do Estado, do ICMS dos combustíveis para 20%. Em alguns postos de São Luís, o litro da gasolina está sendo cobrado a R$ 3,69 (só para não arredondar), enquanto no interior, como é o caso de Balsas, custa R$ 3,99. Avante!












João Batista Ericeira (E), no registro com o presidente da OAB-MA, Thiago Diaz, será empossado hoje na presidência da Academia Maranhense de Letras Jurídicas


Academia - Será empossado na presidência da Academia Maranhense de Letras Jurídicas, o advogado João Batista Ericeira, na condição de sucessor de Raimundo Marques, em solenidade a ser realizada, a partir das 19h, na Ordem dos Advogados do Brasil, no Jaracati, onde o professor Rossini Correa proferirá palestra sobre Os Vultos da Cultura Jurídica no Maranhão. Ericeira é também presidente da Associação Maranhense de Advogados (Amad) e diretor da Escola Superior de Advocacia (ESA), órgão vinculado à OAB.

Rodoviários - O presidente do Sindicato dos Rodoviários, Isaias Castelo Branco, e o secretário de Segurança Pública, Jeferson Portela, têm encontro agendado para esta quinta-feira (14), às 15h, para debaterem uma estratégia para que sejam diminuídos os alarmantes índices de assaltos a ônibus que fazem o transporte coletivo de São Luís, onde houve em 2015 um crescimento de 79,5%, com o registro de 675 assaltos contra 366 do ano passado. As ocorrências criminosas aterrorizam tanto os usuários quanto motoristas e cobradores.

Um comentário:

Anônimo disse...

Balsas fica a mais de 800 Km e Buriti de Inacia Vaz mais de 300 e ambas possuem uma coincidência o preço do combustível igual. Pobre de nós Maranhense.