2 de fev de 2016

Para Flávio Dino, alto índice de homicídios no Maranhão é consequencia do eficiente combate ao tráfico de drogas

O governador Flávio Dino (PCdoB) deu nesta terça-feira (02), ao participar da reabertura dos trabalhos na Assembleia Legislativa, uma explicação curiosa para o alto índice de assassinatos no Maranhão, em especial em São Luís, em 2015. Segundo ele, como a polícia vem sendo muito eficiente no combate à criminalidade, com destaque à repressão ao comércio de drogas, os traficantes estariam prestando contas com seus distribuidores de maneira violenta, recorrendo ao assassinato dos que lhe devem, e os traficantes, por outro lado, estariam recorrendo a latrocínios, assaltos, arrombamentos etc, para se manterem na criminalidade ou quitar seus débitos.

O curioso desta avaliação é que a Secretaria de Segurança se vangloria do seu desempenho, pois, de acordo com os números divulgados, houve uma queda de 11% nos casos de homicídios na comparação com 2014. Entre janeiro e outubro de 2015, teriam sido registrados 647 homicídios dolosos contra 723, no mesmo período de 2014. O governador fez questão de ressaltar que não inventou as estatísticas que apontam redução das mortes violentas, com a separação entre crime intencional e latrocínio (roubo seguido de morte), pois a metodologia é do Ministério da Justiça.

Vale recordar que em 2014, diante de uma onda de violência que tomou conta de São Luís, logo nos primeiros dias do ano, a então governadora Roseana Sarney (PMDB), na presença do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse que aquilo foi consequência do desenvolvimento econômico do estado, ou seja, como o Maranhão estava atraindo muitos investimentos, os criminosos estavam vindos para cá, atraídos pelo dinheiro em circulação.




Nenhum comentário: