24 de mar de 2016

Financiamento de veículo sofre queda em São Luís no mês de fevereiro em comparação a 2015, segundo Cetip


GIRO ECONÔMICO

O Maranhão encerrou fevereiro com 7.607 veículos financiados, uma queda de 16,7% em relação ao mesmo período do ano anterior. Os dados incluem automóveis leves, motos e pesados. O destaque ficou por conta das motocicletas, que somaram 4.295 vendas a crédito, o que representa 56,5% do total de veículos financiados no período. O Maranhão foi o único estado na região Nordeste em que as motos foram mais financiadas que automóveis leves. O levantamento é da Unidade de Financiamentos da Cetip, que opera o maior banco de dados privado de informações sobre financiamentos de veículos do país, o Sistema Nacional de Gravames (SNG). Autos leves totalizaram 3.148 unidades financiadas, sendo 1.484 novas e 1.664 usadas.

O Nordeste atingiu 60.468 veículos financiados no mês de fevereiro. Foi a terceira região que mais vendeu a crédito no Brasil. Deste total, foram negociados 40.032 autos leves e 18.714 motocicletas.

Desemprego - Os números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) referentes a fevereiro divulgados terça-feira (22) pelo Ministério do Trabalho e Previdência Social mostram que construção civil é o setor que mais demite no estado. Dos 5.833 postos de trabalho fechados no Maranhão, ele respondeu com 3.084; comércio, com 1.523; Serviços, 710; indústria de transformação; 400; Serviços Industriais de Utilidade Pública - SIUP -288; agropecuária, 47; administração pública, 29; e extração mineral, 22.

Literatura - O jornalista e escritor Herbert de Jesus Santos, que é membro do Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão, autografa nesta quinta-feira, no Anjo da Guarda, antes do espetáculo da Via Sacra, o livro a História da Criação do Bairro do Anjo da Guarda, local do espetáculo, obra em que resgata a luta travada pela ocupação da área, que é considerada estratégica devido à sua proximidade do Porto do Itaqui. Trata-se de uma obra essencial para quem tenciona conhecer a história da cidade.

Caged - Somente nesta quarta-feira (22), após alerta deste editor o Ministério do Trabalho corrigiu as informações no site do Caged, onde ao se buscar dados sobre o Maranhão era-se conduzido para o Amazonas, onde o fechamento de emprego foi bem menor: 2.690.





No canteiro de obras da Escudo Engenharia, no lançamento do Selo Legalmente Perfeito, Fernando Duailibe, Diogo Lima, José Augusto Duailibe, Fábio Nahuz, Edmilson Pires e João Franco Neto



Comércio - De acordo com Convenção Coletiva de Trabalho firmada entre empregadores e comerciários, nesta quinta-feira (24) o comércio lojista pode funcionar em horário normal, mas os demais segmentos não classificados como lojistas, como varejistas de materiais elétricos ou eletrodomésticos, devem abrir apenas até às 14h. Sábado (26), as lojas voltam a funcionar normalmente e no domingo de Páscoa (27), os estabelecimentos de rua funcionam das 8 às 14 horas e nos shopping centers, das 14h às 20h.

Caema - O presidente da Companhia de Saneamento Ambiental (Caema), David Teles, tem uma justificativa curiosa para explicar o aumento de reclamações contra a empresa, que aparece em terceiro lugar no ranking do Procon, atrás apenas da Oi Celular e Oi Fixo. Segundo ele, com a melhoria dos serviços da estatal foi montada uma moderna central de reclamações, suportando maior número de ligações, e assim aumentaram as queixas. E muita gente, com maldade, pensando que era por falta de água nos bairros!

Nenhum comentário: