16 de abr de 2016

Bancada maranhense altera placar do impeachment, que se mantém com nove votos contra a presidente Dilma

O Maranhão tirou um voto a favor do impeachment, mas ofereceu outro, e assim o placar passa a ser de nove a oito, sendo que o deputado José Reinaldo Tavares (PSB) é único que se mantém indeciso, porém com tendência de atender apelo do governador Flávio Dino (PCdoB) e votar a favor da permanência da presidente Dilma.

À tarde, o governador Flávio Dino (PCdoB), após reverter o voto de Waldir Maranhão (PP), que era declaradamente a favor do impeachment, o levou ao gabinete da presidente. Minutos depois, porém, o deputado Hildo Rocha (PMDB), que não manifestava sua intensão de voto, declarou que estará a favor do impeachment, domingo.

A ofensiva de Flávio Dino em Brasília pode acirrar suas divergências com a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB), que trabalha abertamente pelo impeachment. Caso consigo ser convincente, ela poderá mudar os votos de três ex-secretários seus - Pedro Fernandes (PTB), Aloísio Mendes (PTN) e Júnior Marreca (PSD) - que hoje se declaram contra. Outro que pode ser convencido por Roseana a mudar o voto é João Marcelo (PMDB), filho do senador João Alberto, também do PMDB.

Nenhum comentário: