11 de abr. de 2016

Funac insinua que funcionários foram omissos na fuga em massa de adolescentes do Centro de Juventude no Vinhais

Unidade da Funac no bairro do Vinhais (imagem do blog do Minard)
Em nota distribuída na manhã desta segunda-feira (11), a Fundação da Criança e do Adolescente (Funac), órgão pertencente ao Governo do Estado, insinua que servidores da instituição teriam sido omissos na fuga de 21 adolescentes infratores, na noite deste domingo (10), do Centro de Juventude Canaã, localizada no bairro do Vinhais, em São Luís. De acordo com depoimentos de moradores vizinhos à unidade da Funac, os fugitivos escalaram o muro da frente, que é protegido por cercas elétricas, sem dificuldades.

A fuga em massa provocou momentos de apreensão na comunidade do Vinhais, inclusive na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) que fica em frente ao centro de ressocialização. Funcionários e pacientes entraram em pânicos temendo assaltos e outros tipos de violência por parte dos fugitivos.

De acordo com a nota da Fundação, dos 21 fugitivos, 11 foram recolhidos e os demais continuam foragidos. A fuga teria sido facilitada por funcionários da instituição, que abriu investigação para apurar as responsabilidades e punir os culpados na forma da lei.

Eis a nota da Funac:

A Fundação da Criança e Adolescente (Funac) informa que na noite de domingo (10) houve a fuga de 21 adolescentes infratores de uma de suas unidades. Desses, 11 já foram recapturados, na mesma noite. Continuam as providências para que os demais sejam localizados. Há indícios de omissão de servidores, que está sendo apurada para que haja a adequada punição prevista em lei.

São Luís, 11 de abril de 2016.
Fundação da Criança e do Adolescente (Funac)


Um comentário:

Sindisfunac disse...

A culpa sempre é dos servidores, nunca dos gestores! #afunacnuncamuda