30 de abr. de 2016

Presidente da Fiema e do Sebrae-MA debate com Michel Temer uma agenda para salvação da economia nacional

GIRO ECONÔMICO

O presidente da Federação das Indústrias do Maranhão (Fiema), Edilson Baldez, que também preside o Conselho Deliberativo do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Maranhão (Sebrae-MA), integrou a comitiva dos presidentes de federações das indústrias do Nordeste que estiveram com o vice-presidente Michel Temer (PMDB), que poderá assumir a Presidência da República, em maio, caso se confirme, no Senado, o afastamento, mesmo que temporário, da presidenta Dilma. O encontro ocorreu na última terça-feira (26) em Brasília (DF) e estavam presentes os dirigentes das federações do Ceará, Piauí, Maranhão, Bahia, Rio Grande do Norte e Paraíba, que se comprometeram em construir uma agenda positiva para o desenvolvimento da região. Segundo Baldez, o vice-presidente foi bastante receptivo ao pleito dos empresários e solicitou a elaboração de um documento contendo uma pauta mínima que atenda ao setor industrial do Nordeste.

A Confederação Nacional das Indústrias (CNI) vai auxiliar as federações na elaboração da agenda de propostas a fim de alavancar a economia e o setor industrial, que será posta em prática no novo governo.

Rodovias - Quem transita pelas BRs que cortam o interior do Maranhão está levando mais tempo para cumprir a agenda de viagem, mas pelo menos agora a espera é bem recebida, pois não são mais apenas buracos que retardam o0 trânsito, mas as intervenções do Dnit a fim de recuperar a malha viária. Com as máquinas repondo asfalto onde se formaram crateras, em diversos pontos há retenções dos veículos. As rodovias onde os trabalhos estão mais acentuados são as BRs 222, 135 e 316.

Agricultura - O deputado federal Cleber Verde poderá ser o homem forte da Agricultura no Maranhão no governo de Michel Temer, pois o seu partido, o PRB, deverá ser contemplado com a pasta hoje sob comando da senadora Kátia Abreu, por ter garantido 22 votos a facor do impeachment na Câmara Federal. Dentre os cargos que ele poderá indicar no estado estão os de superintendente regional da Agricultura e da Pesca, bem como diretoria da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Hotelaria - A crise no setor de turismo do Maranhão, que atinge, principalmente, o setor de hotelaria, diante da falta cada vez maior de hóspedes, levou a BHG a fechar as portas do Hotel Bellagio, na Ponta d´Areia, ou seja, não quis levar avante o empreendimento.



O presidente da Fiema, Edilson Baldez (ao centro com Michel) na visita dos presidentes das federações das indústrias do Nordeste ao vice-presidente, com quem debateram uma agenda positiva para o governo pós-Dilma


Mateus - Numa festa a ser animado pela banda Roqueville, o empresário Ilson Mateus reúne na noite deste sábado, no Pestana Hotel, fornecedores, lideranças empresariais, autoridades e outros convidados para a festa de lançamento das comemorações dos 30 anos de fundação do Grupo Mateus, que nasceu de uma pequena mercearia na cidade de Balsas e hoje é uma das maiores empresas do País, com lojas de atacado, supermercados e eletrodomésticos nos estados do Maranhão, Piauí, Pará e Tocantins.

Confiança - O ex-presidente do Banco Central (BC) Henrique Meirelles reuniu-se nesta sexta-feira (29) com vice-presidente Michel Temer, em São Paulo. Ao deixar o encontro, informou que esta foi a terceira conversa que ambos tiveram sobre a economia e nesta apresentou diagnósticos e sugestões para que seja recuperada a confiança dos empresários, mas ele negou que tenha recebido convite para ocupar algum cargo num eventual novo governo, apesar de muitos darem como certa sua ida para o Ministério da Fazenda.

Nenhum comentário: