31 de mai de 2016

Em nota, desembargadora Ângela Salazar condena estupro coletivo contra adolescente no Rio de Janeiro

Em nota divulgada nesta terça-feira (31), a desembargadora Ângela Maria Moraes Salazar, que preside da Coordenadoria Estadual da Mulher em situação de Violência Doméstica e Familiar do Tribunal de Justiça, condenou o estupro coletivo contra uma jovem de 16 anos no Rio de Janeiro.

"Trata-se de uma violência de gênero e como tal merece ser tratada, sem qualquer justificativa para sua prática ou mínima possibilidade de culpabilização das meninas que foram brutalmente violentadas", diz a desembargadora em sua nota, que segue abaixo, na íntegra: 

Nota de repúdio e solidariedade

A Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar, do Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão – CEMULHER/TJMA – vem publicamente manifestar profundo repúdio ao crime de estupro cometido contra uma adolescente de 16 anos, no estado do Rio de Janeiro. O ato brutal e odiento foi coletivo, praticado por 30 homens que confiaram na total impunidade ao expor as imagens do crime nas redes sociais, com legendas depreciativas e vexatórias.

Não é o primeiro caso de estupro no Brasil que ganha notoriedade; há cerca de um ano foi noticiado o mesmo crime contra quatro meninas no estado do Piauí, que foram ainda jogadas de um penhasco, resultando na morte de uma delas. Sobre essa mesma realidade, a Central de Atendimento à Mulher constatou que houve aumento de 129%, em 2015, no número total de relatos de violências sexuais (estupro, assédio, exploração sexual), computando a média de 9,53 registros por dia.

Trata-se de uma violência de gênero e como tal merece ser tratada, sem qualquer justificativa para sua prática ou mínima possibilidade de culpabilização das meninas que foram brutalmente violentadas. As raízes desse crime são as mesmas que fundamentam a violência doméstica e familiar contra a mulher: relações desiguais socialmente estabelecidas, pautadas em padrões machistas e patriarcalistas, onde os homens exercem poder sobre as mulheres.

A CEMULHER/TJMA se solidariza com a adolescente e seus familiares, e reafirma seu compromisso no combate à violência contra a mulher e conclama a sociedade civil e poderes públicos a se unirem pelo fim da cultura do estupro em nosso país.

Desembargadora Ângela Maria Moraes Salazar
Presidente da Coordenadoria Estadual da Mulher em situação de Violência Doméstica e Familiar

Casais de namorados concorrem a hospedagem grátis em junho nos hotéis da Rede Allia em todos os estados

GIRO ECONÔMICO

A rede Allia Gran Hotels, que na capital maranhense é representada pelo Bristol São Luís Hotel, de Jeová Barbosa Oliveira, lançou nesta segunda-feira (30) um concurso cultural para presentear um casal com uma noite romântica em um de seus hotéis, de bandeira Bristol e Plaza Inn. Para participar, os interessados devem enviar a foto de uma viagem que fizeram em um dos destinos da rede, além de um texto que descreva este momento através do formulário da página desenvolvida para a campanha (www.alliahotels.com.br/dia-dos-namorados). 

A ação ficará no ar até dia 03 de junho e a divulgação do resultado será no dia 08. O casal ganhador poderá usufruir da noite romântica no destino de sua escolha, entre 11 e 30 de junho deste ano.

A rede conta com 38 hotéis em 17 cidades brasileiras, localizadas nos estados de Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo, Goiás, Distrito Federal, Maranhão e Rio de Janeiro.

Corrida  - Será realizada pela primeira vez em São Luís, dia 11 de junho, a primeira corrida na modalidade trail run, disputada em áreas rurais ou litorâneas. A prova será do Sítio Santa Eulália, no Jaracati, à praia do Calhau. Esta é a terceira corrida na modalidade trail run do Estado. Ano passado, o local escolhido foi a praia de Guarapiranga, em São José de Ribamar, e no início do, em Barreirinhas, foi realizada a Ultramaratona trail run nas areias dos Lençóis Maranhenses. 

IBGE - O aniversário de oitenta anos de fundação do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), ocorrido domingo (29), será comemorado em São Luís nesta terça-feira (31), na Associação Comercial do Maranhão, onde, a partir das 13h, será realizado um seminário com participação de profissionais de diversas áreas, inclusive da área acadêmica, que irão analisar os serviços prestados pela instituição nestas oito décadas. Uma das mesas terá como debatedor o editor deste Giro Econômico.

Arraial - Batizado ano passado com o nome de Donato Alves, fundador do Bumba-meu-boi de Axixá, o arraial junino do Ipem, no bairro do Calhau, mudou de nome e passa agora a se chamar Papete, músico e cantor maranhense falecido dia 26, em São Paulo.











Edilson Baldez (E), presidente da Fiema, está liderando movimento em favor da manutenção do Itaqui sob controle do Governo do Estado. Na registro, com Ted Lago, que preside a Emap, empresa que administra o porto


Imóveis - O VivaReal, plataforma online que possibilita comunicação entre imobiliárias, incorporadoras e corretores com consumidores, realizou pesquisa para entender como o cenário político está afetando os consumidores no mercado imobiliário. O levantamento foi realizado após a votação do impeachment da presidente Dilma no Senado e apontou que 39% que procuram imóveis tiveram suas decisões influenciadas pelas mudanças no governo. Dos entrevistados, 74% pararam de procurar ou comprar imóveis mais baratos.

Latam - O grupo Latam, nascido da fusão da brasileira TAM e da chilena LAN, já é o maior operador da categoria Airbus na América Latina. Além das mudanças visuais, a companhia trabalha para ajustar detalhes da associação, como padronização de protocolos, serviços e programas de milhas. A mudança pode causar estranheza aos habituados à antiga marca brasileira, mas as medidas propostas com a união das gigantes do setor aéreo vão beneficiar clientes e trazer competitividade ao setor.

Publicada no Diário Oficial desta terça-feira a exoneração de Fabiano Silveira do Ministério da Transparência

A exoneração a pedido de Fabiano Silveira (foto) do cargo de Ministro de Estado da Transparência, Fiscalização e Controle está publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira (31). Fabiano telefonou no início da noite de segunda-feira (30) para o presidente interino Michel Temer e pediu demissão do cargo, segundo informação do Palácio do Planalto.

A situação de Fabiano Silveira na pasta ficou fragilizada após serem divulgadas conversas gravadas em que ele aparece criticando a Operação Lava Jato e dando orientações para a defesa de investigados em esquema de desvios de recursos na Petrobras, como o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).

Desde o início dessa segunda-feira, protestos organizados pelos servidores da antiga Controladoria-Geral da União (CGU) foram feitos em Brasília, incluindo um ato em frente ao Planalto e entrega de cargos por parte dos funcionários.

30 de mai de 2016

Devido a corte no orçamento determinado em 2015, o IBGE deixará de realizar em 2017 o Censo Agropecuário

GIRO ECONÔMICO

Ao completar oitenta anos neste domingo (29), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) não tinha muito o que comemorar com o anúncio de cortes em seu orçamento, determinado ainda em 2015, pela presidente afastada Dilma Rousseff, o que impossibilitará, a partir de 2017, a realização do Censo Agropecuário. O orçamento da pesquisa foi reduzido de R$ 330,8 milhões para R$ 266,9 milhões, o que inviabiliza sua realização. 

O órgão ainda tentou obter, no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, recursos para o censo e para a compra de equipamentos necessários à pesquisa, mas não teve sucesso. Por isso, o concurso de seleção para os profissionais que trabalhariam no censo também foi cancelado. O dinheiro da inscrição será devolvido.

O censo foi adiado para uma data ainda a ser definida, já que a pesquisa depende de recursos orçamentários. Por enquanto, as demais atividades previstas para 2016 no plano de trabalho do IBGE não foram afetadas.

Sampaio - Único representante do Maranhão na Série B do Campeonato Brasileiro, o Sampaio está participando da competição sem patrocinador máster na camisa. É algo incompreensível, pois o time proporciona, por semana, 180 minutos, isto é, três horas de visibilidade na TV em que suas partidas são transmitidas, fora aparições em outros programas, fotos em jornais e revistas etc. Vale destacar ainda que o clube estimula o turismo e gera outros benefícios para o estado, mas alguns não querem enxergar.

Aftosa - O diretor geral da Agência de Defesa Agropecuária (Aged), Sebastião Anchieta, deve anunciar nesta segunda-feira (30) a prorrogação do prazo final para vacinação dos rebanhos bovino e bubalino contra a febre aftosa, pois os índices estão muito baixos, por questões climáticas e falta de mobilização e estímulo dos criadores, principalmente os pequenos, e isto pode colocar o estado numa situação nada confortável perante ao Ministério da Agricultura e à Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).

Turismo - Guias de turismo reunidos em São Luís neste fim de semana ficaram impressionados com a riqueza do folclore maranhense e lamentaram a falta de divulgação deste e outros potenciais que o estado tem para atrair visitantes. Que coisa!




O ex-senador José Sarney demorou a entrar, mas quando apareceu nas gravações de conversas grampeadas foi para desmontar com o PT. Segundo ele, Lula tem arrependimento de ter feito Dilma sua sucessora. No registro, os três quando tudo ainda era motivo para festas

Senac - O Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) abre hoje e fecha amanhã as inscrições para cursos gratuitos no município de Imperatriz, onde está oferecendo 295 vagas para Almoxarife, Assistente Administrativo, Assistente Pessoal, Auxiliar de Cozinha, Auxiliar de Confeitaria, Camareira em Meios de Hospedagem, Confeccionador de Bijuterias, Copeiro, Depilador, Manicure e Pedicure e Operador de Caixa. As inscrições podem ser feitas no site do Senac: www.senac.com.br.

Agricultura - O diretor do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Luiz Figueiredo, não tem dúvidas de que a agricultura do Piauí vai superar a do Maranhão, como já está sendo notado na safra deste ano, e diz que uma das causas pode ser a inclusão de boa parte do território maranhense de Bioma Amazônia, o que torna obrigatória a reserva de 80% da propriedade para preservação ambiental, ou seja, o vizinho estado como está quase toda em região de cerrado e caatinga pode ocupar mais a terra com plantios.

29 de mai de 2016

Revista Maranhão Hoje brinda na edição de maio torcida do Moto com pôster do campeão maranhense de 2016

A edição de maio de Maranhão Hoje tem uma atração a mais para seus leitores, além das grandes reportagens, entrevistas, opiniões dos colaboradores João Batista Ericeira, João Conrador e Ferreira Gullar etc.

É que a edição traz um pôster do Moto Club, campeão maranhense de 2016. Salvo melhor juízo, foi o único veículo da imprensa que decidiu brindar a torcida rubro negra com esta homenagem.

A revista traz ainda uma entrevista com o senador suplente Lobão Filho, candidato derrotado ao governo do estado em 2014, que ao sair do silêncio decidiu opinião sobre o governo de Flávio Dino, que ele considera "uma fraude".

E por falar em Lobão Filho, é dele a proposta para devolução do Porto do Itaqui ao governo federal, assunto de capa de Maranhão Hoje.

Maranhão Hoje pode ser encontrada nas principais bancas de revista de São Luís, além de Rosário (livraria Maranata), Entrocamento (Churrascaria Pernambucana), São Mateus (Posto São Domingos), Bacabal (Farmácia Canaã, livrarias Central e Novick e banca da Rodoviária), Posto Zé Chicão (BR 316, entre Pio XII e Bacabal), Santa Inês, Imperatriz, Açailândia, Balsas, Timon, Caxias e várias outras cidades maranhenses, além de Teresina (PI), onde é disponibilizada na Rodoviária e Aeroporto.

Petistas, comunistas, feministas e outros istas não condenam apologia de Lula e Dilma ao estupro

Nos últimos dias alguns militantes de esquerda, em especial gente do PT e do PCdoB, tem se ocupado nas redes sociais para mostrar sua posição contra a violência contra a mulher, após a notícia de um estupro coletivo contra uma adolescente no Rio de Janeiro, e pegam qualquer declaração de alguém com quem eles não comungam nas ideias para mostrar suas diferenças, como é o caso de Danilo Gentili, por conta de uma postagem de 2012 em que ele ironiza as brigas internas dentro do Big Brother (BB Brasil), da Rede Globo. 

O que até agora ninguém avermelhado quis comentar é que o ex-presidente Lula e a presidente afastada Dilma Rousseff foram flagrados numa conversa telefônica fazendo apologia ao estupro. No dia 17 de março quando foi revelado o conteúdo dos diálogos entre os dois, após Lula ter sido levado coercitivamente para depor na Polícia Federal, ele diz que sua assessora Clara Ant, do Instituto Lula chegou a pensar que era um "presente de Deus" quando viu cinco homens invadindo seu apartamento na madrugada, porém, para desespero dela, "era a Polícia Federal".

Veja o diálogo:
.......................
Lula: Eu tô bem, eu falei com a Marisa agora, eles já foram embora de casa, já foram embora da casa do Fabio, já foram embora da casa do Sandro, eu só não consegui falar com Marcos. As perguntas, se os canalhas tivessem mandado um ofício, teria ido prestar depoimento, como eu já fui três vezes a Brasília prestar depoimento. Eu acho que o Moro quis fazer um espetáculo, antes da decisão daquele negócio que tá no Supremo pra decidir, a gente não sabe se é contra ou a favor, mas ele precisava fazer um espetáculo de pirotecnia. As perguntas foram as mesmas que eu já respondi ao Ministério Público e a dois delegados da Polícia Federal. Dos meus filhos, eles levaram os mesmos documentos que já tinha levado quando tinham levado na "invasão" na casa do meu filho. Ah, o único lugar que houve um pouco… foram na casa do Paulo Okamotto, foram na casa da Clara Ant, sabe? A Clara tava dormindo sozinha quando entrou 5 homens lá dentro, ela pensou que era presente de Deus, era a Polícia Federal, sabe? então... (risos)

Dilma: (risos) Ela pensou que era um presente de Deus? (risos)
.................

Jornal Pequeno, um jornal que não se pode medir pelo tamanho, mas pelas posições que assume há 65 anos

GIRO ECONÔMICO

Um jornal não se mede com régua para saber quantos centímetros medem sua altura, sua largura, sua área impressa, tampouco o nome serve para definir sua grandeza. Isto se aplica ao Jornal Pequeno, que neste domingo completa 65 anos de existência, 15 anos a mais da expectativa de vida das empresas brasileiras, o que demonstra ser, senão o maior, um dos maiores veículos de comunicação do estado, pois ao longo desses anos seus principais aliados foram leitores avulsos e assinantes que fizeram migrar para suas páginas anúncios de empresas.

Apesar de alguns acharem assim, o JP não é um jornal de oposição, mas um veículo crítico, vigilante, destemido, e tanto isto é verdade é que basta ver para onde correm os que ficam por alguma temporada fora do poder público. Pena que muitos esquecem quando chegam ou quando retornam para lá.

O Jornal Pequeno é um grande exemplo de empresa familiar. Tendo à frente Hilda Bogéa, é feito pela dedicação de Lourival, Ribinha, Luís Antônio, Eduardo, Gutemberg e outros da terceira geração dos Bogea. Muito já foi feito por Josilda, mas esta fica na lembrança, na saudade. Feliz aniversário, Jornal Pequeno! Vida longa!

Itaqui - O presidente da Federação das Indústrias, Edilson Baldez, está liderando movimento para manutenção do Porto do Itaqui sob o controle do Estado, já tendo conseguido apoio de grande parte dos deputados federais e senadores da bancada maranhense no Congresso Nacional. Para Baldez, desde a estadualização, em 2001, o Itaqui melhorou a sua gestão e se transformou em um dos mais importantes portos públicos do país. “Uma possível federalização implicaria num retrocesso”, opina.

Independência - A postura do presidente da Fiema em defesa do Itaqui deve inspirar líderes empresariais a encabeçarem outros movimentos em defesa da economia maranhense, como Parque Independência, cedido em comodato à Associação dos Criadores, cujo contrato vai até 2026, mas o Governo do Estado quer reintegrá-lo a seu patrimônio. No local, todos os anos, é realizada a Expoema, que movimenta negócios da agropecuária, turismo, gera empregos (temporários) e traz outros benefícios para o estado.

Aftosa - Faltam dois dias para encerramento da vacinação contra febre aftosa e devido ao baixo índice de imunização tudo indica que a Agência de Defesa Agropecuária (Aged) vai pedir ao Ministério da Agricultura prorrogação do prazo.

Com a licença de José Arteiro, por motivos de saúde, Marcelino Ramos (C) preside interinamente a Federação do Comércio. No registro, na Ação Global, com o diretor estadual do Senac, Ahirton Lopes (ao seu lado) e o superintendente da Fecomércio, João Torrres (D)


Senac - A unidade do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) no município de Imperatriz está oferecendo 295 vagas gratuitas para os cursos de Almoxarife, Assistente Administrativo, Assistente Pessoal, Auxiliar de Cozinha, Auxiliar de Confeitaria, Camareira em Meios de Hospedagem, Confeccionador de Bijuterias, Copeiro, Depilador, Manicure e Pedicure e Operador de Caixa. As inscrições podem ser feitas até esta terça-feira (31) no site do Senac: www.senac.com.br.

Pecuária - Muitos pecuaristas maranhenses temem ter os negócios inviabilizados com a ação enérgica da Secretaria de Fazenda que decidiu cobrar ICMS que deixaram de ser recolhidos desde 2011, acrescido de multa. Em Bacabal há fazendeiros com débito acima de R$ 360 mil e os devedores olham para o patrimônio e percebem que é quase tudo o que têm. O deputado Roberto Costa se ofereceu para tentar pelo menos um parcelamento das dívidas, para que na ânsia de matar o carrapato não se mate a vaca.

28 de mai de 2016

Frustrado em suas pretensões de ser candidato a prefeito, Neto Evangelista não apoiará Eliziane Gama

O deputado estadual Neto Evangelista (foto), licenciado para exercer o cargo de secretário estadual de Desenvolvimento Social, não esconde o desapontamento com a opção tomada pelas executivas estadual e municipal do seu partido, o PSDB, de apoiar a candidatura da deputada federal Eliziane Gama (PPS) para a sucessão de Edivaldo Holanda Júnior, por isto não deverá se engajar na campanha, como deixou claro em entrevista ao Jornal Pequeno publicada na edição deste sábado (28). "Não esperava este comportamento do partido", queixou-se.

O acordo celebrado pelo alto comando tucano, define que o PSDB deverá indicar um nome para vice de Eliziane, e os mais cotados são o vereador José Joaquim Ramos e o ex-deputado Pinto Itamaraty, suplente do senador Roberto Rocha.

Para Neto Evangelista, trata-se de uma decisão equivocada. "Acho, sinceramente, que é um grande retrocesso e certamente os responsáveis por esta decisão sentirão isso lá na frente", frisa Neto Evangelista, para quem, pelo seu tamanho e pela sua importância, o PSDB deveria ter candidatura própria. Ele diz que, além do seu, havia outros nomes que poderiam ser colocados para enfrentar a disputa.

Indagado se fará uma composição com a deputada, se for chamado,ele reagiu: "Compor? Não. Sou daqueles que acham que tudo tem seu tempo certo".
(Com imagem do Jornal Pequeno)

Moto Club e Sampaio Corrêa estão ficando com cara de times da Série C no Campeonato Brasileiro de 2017

Uma competição ainda está apenas começando e a outra ainda vai se iniciar, mas a sensação que muitos amantes do futebol maranhense têm neste momento é que Moto e Sampaio vão estar se confrontando na temporada de 2017 na maior competição do futebol nacional, o Campeonato Brasileiro, na Série C.

Pelo que mostrou em suas quatro primeiras partidas na Série B deste ano, sem conseguir um ponto sequer e já apresentar um saldo negativo de 11 gols, o Sampaio Corrêa vai precisar de muito esforço para, ao contrário de 2015, em vez de brigar por ascensão para o grupo de elite, a Série A, deverá estar lutando para não cair para a Série C, pois seu desempenho é muito ruim e precisa melhorar muito para não frustrar sua torcida.

Já o Moto Club, pelo que fez no Campeonato Maranhense, quando se mostrou um time bem montado, com jogadores mais empenhados, o que lhe valeu o título de campeão, pode ascender, da Série D para a C, ou seja, o risco de os dois se encontrarem na descida e na subida, respectivamente, passa a ser real.

Os maranhense, claro, torcem para que, pelo menos a segunda hipótese, se confirme.

Edilson Baldez lidera movimento em defesa da manutenção do Itaqui sob controle do Governo do Estado

O presidente da Federação das Indústrias do Maranhão (Fiema), Edilson Baldez, decidiu liderar um movimento em defesa da manutenção do Porto do Itaqui sob o controle estadual, sob a responsabilidade da Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap), criada em 2001 com esse objetivo. 

Baldez já se manifestou sobre essa tema em artigo e ofícios encaminhados a importantes autoridades e lideranças políticas, conseguindo apoio de grande parte dos deputados federais e senadores da bancada maranhense no Congresso Nacional para esta causa.

Para Baldez, desde a estadualização, em 2001, o Itaqui melhorou a sua gestão e se transformou em um dos mais importantes portos públicos do país. Uma possível federalização implicaria num grande retrocesso ao desenvolvimento econômico do Estado, podendo diminuir sua agilidade administrativa, dificultar o reinvestimento de receitas geradas no próprio porto, assim como afetar a competitividade da infraestrutura logística do Maranhão, essencial ao desenvolvimento produtivo local.

Anatel consegue baixar em mais 10% tarifas da operadora Claro para quem faz ligações de longa distância

GIRO ECONÔMICO

Uma boa notícia para os usuários de telefonia móvel: A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou na última quarta-feira (25) uma redução de 10,43% no valor das chamadas de longa distância feitas de telefones da operadora Claro para aparelhos móveis de outras operadoras. A redução dos preços, conforme explicação da agência, vai ocorrer nos planos alternativo e básico e passa a valer a partir da próxima quarta-feira (1º de junho). 

 De acordo com a agência, a redução foi possível porque a Lei Geral de Telecomunicações determina que sejam transferidos integralmente aos usuários os ganhos resultantes de reestruturação societária.

A expectativa é que depois desta decisão as demais operadoras – Vivo, Oi, Tim etc – também ofereçam a redução.

Embrapa - A Embrapa está desenvolvendo um projeto para produção de alevinos com vistas ao desenvolvimento da criação de pescada amarela, um dos peixes mais consumidos pelos maranhenses, em cativeiro. O projeto foi apresentado pelo senador Roberto Rocha (PSB-MA) ao ministro da Agricultura, Blairo Maggi. Rocha também falou do seu projeto para criação da da Zona de Exportação no Maranhão, que pode tornar o porto do Itaqui uma referência para o escoamento da produção brasileira destinada à exportação.

Flaema - Prossegue até este domingo, no Shopping da Ilha, a Feira do Livro do Autor e Editor Maranhense (Flaema), que tem como tema “O Renovo da Atenas Brasileira”. Além de lançamentos de livros, no local são realizados exposições de artistas plásticos, espetáculos teatrais, caleidoscópio musical e mostra de talentos, bem como saraus com escolas, rodas de conversa, mediação e contação de histórias, palestras, sessão de autógrafos, bate-papos com escritores e muito mais. 

Rodovia - Ela já foi considerada a pior rodovia do Brasil e está lutando para reconquista o título: a BR 222, entre Arari e Santa Inês virou um dos trechos mais perigosos do Maranhão, devido ao excesso de buracos e falta de sinalização.














O deputado Júnior Verde, em visita ao Centro de Tratamento de Resíduos, recebe informações sobre o empreendimento do presidente da Maxtec, responsável pela sua implantação, Rogério Albino.


Resíduos - Entra em funcionamento dia 02 de junho, no Distrito Industrial de São Luís, o Centro de Tratamento de Resíduos (CTR), o primeiro no Maranhão a dar o destino adequado aos resíduos sólidos descartados. A empresa já realiza recolhimento e seleção de resíduos em indústrias e hospitais da região metropolitana de São Luís, que antes era levado para o Aterro de Rosário. Na primeira etapa funcionará a parte de incineração, que o presidente da Maxtec, responsável, não agredirá o meio ambiente.

Turismo - Faltando menos de 20 dias para abertura dos festejos juninos em São Luís ainda não foi iniciada campanha para atração de turistas neste período, ao contrário de outras cidades nordestinas, que logo após o carnaval deram início à divulgação de suas propagandas. Não estranha, portanto, que os destinos mais procurados na região sejam Campina Grande (PB), Aracaju (SE), Caruaru (PE) e outros com tradição no folclore. O único material sobre as festas no estado é um panfleto distribuído nas portarias dos hotéis.

27 de mai de 2016

Acidente com motoqueiro embriagado leva populares a construírem quebra-molas gigantesco nas BRs 135 e 316

Quem transita pelas BRs 135 e 316, onde elas se encontram no povoado Caxuxa, no município de Alto Alegre do Maranhão, se assusta com o recurso utilizado pela comunidade, sem nenhum critério técnico, para colocar um quebra-molas para reduzir a velocidade dos veículos que trafegam por essas rodovias.

A medida foi tomada após um acidente que envolveu um motoqueiro embrigado e um ônibus, em que o primeiro faleceu, o que gerou protestos dos moradores do povoado, que chegaram a interditar as rodovias com uma barreira de pneus incendiados  e depois, por conta própria, criaram um redutor de velocidade.

A lombada é tão alta que os automóveis têm dificuldade de passar, e até mesmo veículos pesados passam com dificuldade. Não bastasse os riscos de danificar os veículos, o quebra-molas pode colocar em risco a vida de motoristas e passageiros, pois podem ser rendido por assaltantes que se aproveitam das dificuldades dos motoristas para imprimir velocidade e atacam os carros.

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit) e a Polícia Rodoviária ainda não foram ao local para ver de perto o que foi feito com o patrimônio público.

26 de mai de 2016

Sepultamento do cantor e compositor Papete será nesta sexta-feira, no Cemitério Jardim da Paz, no Maiobão

O velório do músico José de Ribamar Viana, o Papete, será realizado nesta sexta-feira (27), a partir das 9h, na Casa do Maranhão (ex-sede da Secretaria Estadual de Fazenda), na Praia Grande, Centro Histórico de São Luís.

O sepultamento será no Jardim da Paz, no Maiobão (Paço do Lumiar), devendo o cortejo sair por volta das 15h30.

Papete faleceu na madrugada desta quinta-feira (26), em São Paulo, onde se submetia a um tratamento de câncer de próstata. Seu quadro clínico se acentuou na sexta-feira da semana passada e sete dias depois perdeu a batalha contra a doença.

Considerado um dos artistas mais completos - cantor, compositor, percursionista, arranjador etc - Papete era presença constante nos arrais juninos de São Luís. Este ano fará uma grande falta.

Alguém precisa se explicar: Sérgio Machado diz que todos os governadores estão envolvidos na Lava Jato. Todos!

As novas gravações de conversas de Sérgio Machado, ex-diretor da Transpetro, subsidiária da Petrobras, reveladas nesta quinta-feira (26), estão exigindo dos 27 governadores de estados e do Distrito Federal - todos! - uma explicação, pois, segundo ele, nenhum escapa de envolvimento com a corrupção que está sendo investigada pela Lava Jato.

Na conversa com o senador Renan Calheiros (PMDB-AL), presidente do Congresso Nacional, Sérgio Machado, cita vários políticos, dentre eles o senador mineiro Aécio Neves (PSDB), que disputou a Presidência da República com Dilma Rousseff (PT), em 2014, que, segundo ele, seria o mais vulnerável de todos.

Quando reclama dos políticos que manifestam apoio à Lava Jato, o ex-diretor da Transpetro diz que no Senado, talvez, cinco não estejam envolvidos, mas a parte mais grave deste trecho da conversa é quando ele se refere aos governadores dos estados. Segundo ele, todos estão envolvidos no esquema. Todos!

Maranhão é um dos estados onde os trabalhadores mais têm perdido empregos, segundo o Caged do mês de abril

O Maranhão é um dos estados onde os trabalhadores mais têm perdido empregos no Brasil e o terceiro do Nordeste, segundo números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do mês de abril. Com 3.031 postos de trabalho fechados no mês, o Maranhão fica atrás de São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Alagoas, Pernambuco e Mato Grosso.

O estado onde houve menor perda de empregos foi Roraima, mas em seis outros - Goiás, Minas Gerais, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul, Espírito Santo e Amapá - foi registrado saldo positivo. Veja os números:

Estados que mais empregaram:
  1. Goiás: 5.170
  2. Minas Gerais: 3.886
  3. Distrito Federal: 1.202
  4. Mato Grosso do Sul: 919
  5. Espírito Santo: 466
  6. Amapá: 50
Estados que mais demitiram:
  1. São Paulo: -16.583
  2. Rio de Janeiro: -11.754
  3. Rio Grande do Sul: -7.383
  4. Alagoas: -7.102
  5. Pernambuco: -5.255
  6. Mato Grosso: -3.105
  7. Maranhão: -3.031
  8. Bahia: -3.022
  9. Santa Catarina: -2.772
  10. Rio Grande do Norte: -2.652
  11. Ceará: -2.266
  12. Pará: -2.128
  13. Amazonas: -2.045
  14. Sergipe: -1.262
  15. Paraná: -1.163
  16. Paraíba: -1.054
  17. Rondônia: -758 
  18. Acre: -463
  19. Piauí: -348
  20. Tocantins: -327
  21. Roraima: -64

Governo facilita aquisição de milho por pequenos criadores das regiões Sul e Nordeste

GIRO ECONÔMICO

Com o objetivo de reduzir o preço do milho, o Conselho Interministerial de Estoques Públicos de Alimentos (Ciep) aprovou a venda direta de 160 mil toneladas, com limite mensal de seis toneladas por produtor. De acordo com o Ministério da Agricultura, a venda direta dos estoques públicos do grão vai beneficiar principalmente pequenos criadores das regiões Sul e Nordeste, que usam o milho na alimentação dos animais. 

Os criadores compram o produto nos balcões da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) pelo preço médio de mercado na região. Atualmente, a Conab tem 902 mil toneladas do grão armazenado. Além do milho, o Ciep também autorizou a venda 15,6 toneladas de farinha de mandioca e de 6,2 toneladas de fécula de mandioca.

A resolução estabelece os preços de liberação de estoques de produtos como milho em grão, arroz em casca, café arábica e outros produtos. Na prática, se cotação de mercado estiver acima desses valores, o governo fica autorizado a vender os estoques. 

Escolta - Os ônibus que fazem o transporte coletivo de São Luís agora estão circulando pela zona rural, principalmente à noite, com escolta policial, a pedido do Sindicato dos Rodoviários. Ao fazer um balanço das ocorrências, nesta quarta-feira, o presidente da entidade, Isaias Castelo Branco, informou que desde a adoção deste reforço de segurança não se registrou uma tentativa de atentados aos veículos sequer, o que significa dizer estarem motoristas, cobradores e os passageiros transitando em paz. 

Viva - Inaugurado há cerca de duas semanas, o Viva da Avenida Beira Mar, onde funcionou o Casino Maranhense, já apresenta problema em seu sistema de ar-condicionado e por isto foram providenciados refrigeradores móveis a fim de amenizar o calor e dar mais conforto aos funcionários e pessoas que recorrem aos seus serviços. O problema é o barulho, pois com três aparelhos distribuídos no salão a sensação que as pessoas têm é de que se encontram numa indústria, dentro de uma casa de máquinas. 

Viva - O Viva está inaugurando mais uma unidade, desta vez no Pátio Norte, em São José de Ribamar, próximo ao Maiobão. Agora são quatro postos dentro de shopping centers, sendo três em São Luís e um em Imperatriz.



Alunos de pós-graduação do CECGP com a professora Fernanda Rebelo (C), da Universidade Portucalense, que ministrou, semana passada, módulo sobre Direito do Consumidor


Voluntários
- Funcionários do Consórcio Alumar promoveram, no último fim de semana, mais uma ação de voluntariado do programa ACTION - Alcoanos unindo-se em nossas vizinhanças – na Vila Collier, área rural de São Luís. O Action é um dos programas de voluntariado da Fundação Alcoa, com engajamento de diversos funcionários e empresas parceiras que dedicam quatro horas de seu tempo livre para realizar serviços voluntários em alguma instituição, que após o evento, recebe o recurso de 3 mil dólares. 

Feriado - Todos os anos a história se repete, mas é preciso lembrar: Dia de Corpus Christi não é feriado em São Luís, pois foi abolido pela Câmara Municipal nos anos 1990, por iniciativa do vereador Pavão Filho, que fez a troca pelo 08 de setembro, dia da fundação da cidade, que passou a ser dedicado à Natividade de Nossa Senhora. O município tinha um feriado a mais do permitido pela lei federal e algum teria de ser sacrificado. Foram preservados, Sexta-Feira Santa, São Pedro, Nossa Senhora da Conceição e Natal.

25 de mai de 2016

Adolescente de apenas 14 anos morre ao cair do 12º andar de edifício comercial no bairro do Renascença

Um adolescente de apenas 14 anos morreu na tarde desta quarta-feira (25), ao cair do 12º andar do Edifício Business Center. A notícia foi dada em primeira pela Rádio Mirante AM, com base em informação da Polícia Militar.

O jovem seria Luis Fernando da Costa, que teria ido ao prédio em busca de tratamento no Instituto Ruy Palhano, e as causas ainda não foram esclarecidas, se acidente ou suicídio. O instituto, em nota, disse que ele nem chegou a ser atendido, pois apenas foi agendada a consulta e saiu para outra área do edifício.

Eis a íntegra da nota:

Nota de esclarecimento:

O Instituto Ruy Palhano vem a público manifestar pesar e consternação acerca do ocorrido na tarde do dia 25/05/16, no edifício em que mantém uma clínica multiprofissional, no bairro Renascença, tendo em vista a completa distorção dos fatos veiculados na internet.

Temos a informar que o paciente não estava em atendimento médico, pois apenas havia se credenciado junto à nossa recepção e saído das dependências da clínica, com a familiar que o acompanhava. O fato divulgado sequer foi presenciado por quaisquer de nossos profissionais.

Sendo assim, não conhecemos detalhes das circunstâncias divulgadas, pois o paciente e sua familiar haviam se dirigido a uma lanchonete no térreo e todo o ocorrido se deu fora de nossas dependências, em áreas comuns de circulação do edifício.

Por fim, entendemos que a exploração midiática de fatos como esses trazem mais dor aos envolvidos e de maneira alguma poderíamos expor qualquer condição psiquiátrica que eventualmente esteja relacionada à essa tragédia, em respeito aos familiares e ao sigilo médico profissional.

Somente no mês de abril, o Maranhão fechou mais de 3 mil postos de trabalho, segundo números do Caged

O Maranhão fechou o mês de abril com a eliminação de 3 mil 031 postos de trabalho, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e (Caged) divulgados nesta quarta-feira (25) pelo Ministério do Trabalho, e isto representa 724 a mais do que registrado em março, quando foram fechados no estado 2 mil 307.Com este resultado, o número de pessoas que perderam seus empregos nos quatro meses do ano chega a 13 mil 780 e o acumulado dos últimos 12 meses, isto é, de abril de 2015 a abril deste ano, é de 13 mil 780 pessoas desempregadas. Leia reportagem completa em www.maranhaohoje.com.br


Governo do Estado vai gastar cerca de R$ 1 milhão por mês apenas com diárias para soldados da Força Nacional

O Governo do Estado deverá desembolsar cerca de R$ 1 milhão por mês, apenas com diárias, para manter os 120 homens da Força Nacional que chegaram a São Luís nesta terça-feira (24) e começaram a fazer suas operações, para pacificar a cidade, nesta quarta-feira.

Segundo o deputado Cabo Campos (PPS), que é porta-voz dos militares na Assembleia Legislativa, cada soldado da FN receberá diária de R$ 272, além de "um bom alojamento, uma boa alimentação e uma escala digna de trabalho", bem diferente do tratamento que está sendo dispensado aos soldados da Polícia Militar que vieram do interior do estado para reforçar o policiamento da capital, que recebem diária de R$ 150, mas com o agravante de que nem sempre o pagamento é feito em dia.

Com base nas contas do deputado Campos, com uma diária de R$ 272, o estado terá uma despesa diária de R$ 32,640 mil, o que significa R$ 972,2 mil por mês (contando-se apenas trinta duas), foram as despesas com alimentação, alojamento, combustível etc. O prazo de permanência dos soldados da Força Nacional em São Luís é por período indeterminado.

O efetivo da Força Nacional deslocada pelo Ministério da Justiça para São Luís e quatro vezes maior do solicitado pelo Governo do Ceará, para onde foram enviados, também esta semana, trinta homens, a fim de ajudar na solução de um problema no sistema carcerário.

O governador Flávio Dino decidiu chamar a Força Nacional para ajudar no policiamento da capital depois de uma onda de violência na capital, iniciada quinta-feira, que já resultou na destruição, parcial ou total, de 17 ônibus. Até o momento foram efetuadas mais de cinquenta prisões e até o momento não foi apresentada uma reivindicação dos líderes e agentes desse movimento criminosos. Segundo a Secretaria de Segurança, trata-se de uma retaliação às ações de combate à criminalidade, tanto dentro do Complexo Penitenciário de Pedrinhas quanto nas ruas de São Luís, com apreensões de armas e drogas e prisões de criminosos.

Falta de educação: professores tumultuam trânsito na Ponte do São Francisco em protesto contra o prefeito

Ponte do São Francisco ocupada por professores em protesto contra prefeito
Os professores da rede municipal de ensino de São Luís deram início nesta quarta-feira ao movimento de paralisação de suas atividades numa reivindicação pela melhoria na qualidade de ensino.

O primeiro ato, no entanto, foi marcado por desconforto a quem não tem nada a ver com o problema: os trabalhadores de outras categorias que se utilizam de transporte próprio ou coletivo; pessoas que estavam se deslocando entre o centro da cidade e o bairro do São Francisco para motivações diversas; e até mesmo os serviços essenciais, como de segurança e de saúde, pois viaturas e ambulâncias foram impedidas de transitar livremente pela ponte do São Francisco, ocupada que estava, esta manhã, pela marcha dos educadores, reforçada por carros de som em que eram gritadas palavras de ordem contra a administração municipal.

Trânsito tumultuado enquanto professores protestam por Educação
A marcha saiu do bairro do São Francisco até a Avenida Pedro II, onde fica a sede da administração municipal. Ali houve a concentração para que os manifestantes fizessem seus discursos e apresentassem suas exigências por melhorias no setor da Educação.

Os professores reivindicam, além de aumento de salários, melhorias nos estabelecimentos de ensino. Segundo o sindicato da categoria em pelo 12 escolas ainda não foram iniciadas as aulas por falta de infraestrutura e de segurança, já que até o momento não houve licitação para contratar empresa de vigilância, ou seja, reivindicações mais do que justas, desde que os protestam não afetem outros que também são desprotegidos do poder público.


O estranho silêncio do deputado Raimundo Cutrim diante da acentuada crise na segurança pública

É, no mínimo, curioso o silêncio do deputado Raimundo Cutrim (PCdoB) neste momento de crise acentuada na área da Segurança Pública do Estado. Ele, que é ex-secretário de Segurança Pública, estava frequentemente na tribuna da Assembleia Legislativa, no governo anterior, criticando, cobrando providências, apontando falhas e sugerindo soluções, mas até o momento não deu uma palavra sobre a onda de violência que se criou em São Luís desde a última quinta-feira (19), quando começou uma onda de incêndios a ônibus, o que obrigou o governador Flávio Dino (PCdoB) a recorrer ao Ministério da Justiça para pedir reforço da Força Nacional, a fim de botar ordem na cidade, diante da deficiência da polícia (militar e civil).

Raimundo Cutrim (foto) foi secretário de Roseana Sarney por sete anos, foi mantido por José Reinaldo Tavares e, depois de um intervalo de 2 anos e quatro meses (governo Jackson Lago), já deputado estadual, ocupou novamente a pasta com a volta de Roseana Sarney ao Palácio dos Leões, mas desde que foi substituído por Aluízio Mendes passou a ser oposição, filiou-se ao PCdoB e a partir daí passou a apontar todos os erros existentes na estrutura da Secretaria de Segurança, e sempre indicava os meios para correção de falhas.

Apesar de sua experiência tanto na ação policial quanto prisional, Raimundo Cutrim, até o momento, não deu nenhum depoimento sobre a crise na Segurança. O secretário Jefferson Portela e o governador são filiados ao seu partido, mas isto não justifica o silêncio.

Com a saída de Dilma Rousseff do governo, consumidor volta a ficar otimista, é o que revela pesquisa da FGV

GIRO ECONÔMICO

Um dos primeiros reflexos do afastamento da presidente Dilma é revelado pelo Índice de Confiança do Consumidor (ICC), divulgado nesta terça-feira (24), pela Fundação Getúlio, que mostra um avanço de 3,5 pontos de abril para maio, ao passar de 64,4 para 67,9 pontos. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da FGV, pela primeira vez, desde dezembro de 2013, o consumidor não está pessimista em relação à evolução da economia nos meses seguintes. 

O resultado de maio do ICC reverte o resultado negativo de 2,7 pontos de abril para março. Em relação a fevereiro, a queda foi de 1,4 ponto. Na avaliação da economista Viviane Seda Bittencourt, coordenadora da Sondagem do Consumidor, os números foram influenciados pelo processo de afastamento da presidenta Dilma Rousseff.

A notícia anima os empresários do setor comercial, pois indica que as vendas tendem a melhorar nos próximos meses.

Comércio - Nesta quinta-feira (26), Dia de Corpus Christi, o comércio lojista poderá funcionar em São Luís das 8 às 14 horas (para os estabelecimentos de rua) e das 14 às 20 horas (para lojas de Shopping Centers), desde que façam pagamento de 100% sobre o valor da hora extra normal e mais gratificação de R$ 40, conforme acordo firmado em Convenção Coletiva de Trabalho. Os demais segmentos, como varejistas de materiais elétricos ou eletrodomésticos, podemo funcionar normalmente, segundo a Federação do Comércio.

Sindcombustíveis - O presidente do Sindicato dos Distribuidores de Combustíveis (Sindcombustíveis), Orlando Santos, anuncia para o mês de junho a transferência de endereço do órgão, que vai deixar o sexto andar do Edifício Monumental, no bairro do Renascença, para ocupar uma sala mais ampla e confortável no Parque Jardins, no Cohafuma, onde diz que haverá mais conforto e segurança para funcionários e filiados ao órgão, já que terá estacionamento, auditório, sala de reunião e outros benefícios.

Prejuízo - O Sindicato das Empresas de Transporte (SET) contabiliza 17 ônibus danificados, de quinta-feira a domingo, sendo que cinco foram destruídos totalmente pelo fogo, cinco foram queimados parcialmente e os demais tiveram vidros quebrados e outras avarias.





Sérgio Sombra (ao centro com a presidente Luzia Rezende) vai nesta quarta-feira à Associação Comercial apresentar balanço das ações da Junta Comercial, que ele preside. Ainda no registro, Marcelo Rezende (E) e Pedro Robson Holanda da Costa



Indenização - O Sindicato das Empresas de Transporte (SET) está fazendo levantamento junto às empresas filiadas para ter a exata dimensão dos danos que sofreram com a onda de incêndios a ônibus em São Luís, a fim de que seja pedido, na Justiça, reparo financeiros, tanto pelo Governo do Estado quanto pela Prefeitura. De acordo com o SET, as empresas que tiveram mais prejuízos com os 17 atentados a ônibus foram Primor, TCM, São Benedito, Requinte, Expresso 1001, Mouraujo, Matos e Taguatur.

Imposto - O Maranhão deixou de ser o Estado que arbitra, no Nordeste, o valor mais elevado da gasolina para cobrança de ICMS. Segundo Ato Cotepe de maio, o tributo (27%) incide sobre R$ 3,61, abaixo do que praticam os demais estados: Alagoas (R$ 3,81), Bahia (R$ 3,80), Ceará (R$ 3,83), Paraíba (R$ 3,83), Pernambuco (R$ 3,75), Piauí (R$ 3,75), Rio Grande do Norte (R$ 3,89) e Sergipe (R$ 3,70). Como este valor é tirado da média entre menor e maior preço, isto pode significar que o produto é mais barato aqui.

24 de mai de 2016

Presidente nacional do PSB desfaz medida de Luciano Leitoa e nomeia Roberto Rocha Júnior para dirigir PSB

O presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, nomeou nesta terça-feira, 24, o vereador Roberto Coelho Rocha Júnior para presidir a comissão provisória da legenda em São Luís.

Siqueira considerou "inaceitável" a decisão do presidente do diretório estadual, Luciano Leitoa (prefeito de Timon), de destituir o senador Roberto Rocha da direção municipal da legenda socialista na capital e nomear o deputado federal José Reinaldo Tavares para a função. 

A comissão também será integrada por Estevão Assunção Aragão (vice-presidente), Aldo Rogério Ribeiro Ferreira (secretário-geral), Hilton César Pinheiro da Silva (finanças), Thiago Gonçalves de Sousa (primeiro-secretário), Suely Alves Moura (comunicação) e Alexandre Matos Soares (mobilização).

-- 


STJ condena Jornal Pequeno a pagar R$ 40 mil de indenização ao ex-presidente e ex-senador José Sarney

O Jornal Pequeno, pertencente à família Bogéa, terá que pagar R$ 40 mil ao ex-presidente da República e ex-senador, José Sarney. Conforme divulgado pelo site Consultor Jurídico nesta semana, a publicação sofreu derrota no Superior Tribunal de Justiça. O órgão entendeu que a moral do político foi atingida por ele ter sido chamado de “capacho da ditadura e dos militares golpistas”.

A decisão contrária à editora HM Bogea e Cia Ltda, responsável pelas manutenções das versões online e impressa do Jornal Pequeno, foi tomada de forma monocrática pelo ministro Luis Felipe Salomão.

Ao analisar o processo, ele acatou parte dos pedidos feitos pela defesa de Sarney, representada pelos advogados Eduardo Borges Araújo e Janaína Lusier Camelo Diniz, e elevou o pedido do valor da indenização a ser paga ao peemedebista. Anteriormente, a Justiça tinha definido em R$ 10 mil.

A relação de Sarney com o Jornal Pequeno foi parar na Justiça por causa de reportagens publicadas em 2010. O Consultor Jurídico relembra que o veículo chegou a usar termos como “velho coronel”, “figura minúscula” e alguém que “mente compulsivamente” para se referir ao político. Com isso, o juiz Salomão alegou que o alvo das frases consideradas ofensivas trata-se de pessoa pública e que tem “imagem estabelecida em âmbito nacional”.
(Comunique-se)

Governo precisa parar de procurar culpados para crise na Segurança Pública, diz presidente do Sindcombustíveis

O empresário Orlando Santos (foto), que preside o Sindicato dos Distribuidores de Combustíveis do Maranhão (Sindcombustíveis), disse na manhã desta terça-feira (24) que o Governo do Estado precisa parar que procurar culpados para a crise da violência em São Luís. Ele fez a afirmação ao comentar o que considerou "jogo midiático" do presidente do Procon, Duarte Júnior, ao tentar responsabilizar os donos de postos de combustíveis pela gasolina utilizada por bandidos para incendiar ônibus na cidade.

Orlando Santos estranhou que Duarte Júnior primeiro tenha procurado os veículos de comunicação para anunciar uma medida de caráter tão delicado e sequer se reuniu com a entidade para discutir a questão, cuja notificação só foi protocolada às 10h desta terça-feira, e lembrou que o Sindicato não pode ser acionado pelo comportamento dos seus filiados, ou seja, se alguma empresa descumpre normas do comércio de combustíveis que seja responsabilizada individualmente, pois "o sindicato não vende gasolina".

O empresário diz que é lamentável esse posicionamento do Procon, pois primeiro o Estado queria culpar as empresas de ônibus e agora que responsabilizar os postos de combustíveis por uma ação criminosa que a polícia perdeu o controle. Para ele, é estranho que o governador Flávio Dino (PCdoB) delegue questões tão delicadas na área de segurança a quem busca apenas projeção na mídia.

"Se ele quer ser prefeito de Paço do Lumiar, vice-prefeito de São Luís, vereador ou deputado, que busque outros caminhos", disse, Orlando Santos, referindo-se a Duarte Júnior, a quem promete responsabilizar judicialmente por qualquer atentado aos postos de gasolina. O presidente do Procon notificou o Sindcombustíveis porque postos estariam vendendo gasolina em recipientes fora do padrão normal, o que, segundo Orlando, já é regulamentado pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Bio Combustíveis (ANP).

Deputado Cabo Campos pede que governo dê aos soldados do Maranhão o mesmo tratamento dado à Força Nacional

Em contundente pronunciamento nesta segunda-feira (23), na Assembleia Legislativa, o deputado Cabo Campos (PPS), que é uma espécie de porta-voz dos militares, criticou o tratamento que o Governo do Estado está dispensando aos policiais militares locais em comparação ao que é dado aos guardas da Força Nacional. Campos elogiou a ação da polícia para conter a onda de violência que vem se registrando em São Luís desde quinta-feira (19), mas advertiu que “as facções estão se organizando, mandando mensagem para cá e para lá".

Ao comentar a vinda da Força Nacional, que chegou nesta terça-feira (24), o deputado disse que é a favor, mas pediu que o governo também trate bem os soldados maranhenses. Segundo Campos, os policiais vindos do interior do Estado para reforçar o policiamento da capital estão submetidos a uma escala muito pesada de trabalho e ganhando uma diária de R$ 150, que ainda não foi paga. 

O tratamento à Força Nacional é bem diferente: “os militares da Guarda Nacional já chegam aqui com a diária no bolso de R$ 272,00 e vão ter um bom alojamento, uma boa alimentação e uma escala digna de trabalho. Por que não darmos essas mesmas condições aos nossos policiais?”, questionou.

Já o deputado Júnior Verde (PRB) pediu uma valorização permanente aos policiais locais. “Sugerimos, dentre outras medidas, a continuidade dos concursos públicos para a Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros; para a Polícia Civil, para que muitos policiais que, hoje, cumprem funções burocráticas possam reforçar o policiamento; celeridade na implantação dos postos estaduais de policiamento em todo o Estado e de investimentos em viaturas e em armamento; a implantação imediata de bloqueadores de sinais de celulares em presídios; a imediata transferência de todos os líderes de facções que atuam dentro dos presídios; mudar as leis para que sejam mais rígidas, e os bandidos tenham a certeza da punição e a implantação dos Conselhos de Segurança Comunitários”.


Deputado Fábio Braga diz estar preocupado com prejuízos de agricultores com quebra da safra de grãos

GIRO ECONÔMICO

O deputado Fábio Braga (SD) manifesta preocupação com a situação de milhares de produtores rurais maranhenses que, por consequência do fenômeno climático “El Niño”, estão sofrendo prejuízos nas lavouras de grãos. Pelos cálculos de Fábio Braga, a queda real da safra gira em torno de mais de 30% e o custo de replantio também pesa na conta dos agricultores. 

 “Alguns têm propriedades em regiões com chuvas abundantes, e produzem em média 60 sacas por hectare, o que certamente não será alcançada nessa safra”, previu, acrescentando que aqueles que investiram na safra deste ano tiveram perdas significativas, com graves prejuízos financeiros. “Cerca de 40% da área estimada não foi cultivada dentro do período ideal”, lamentou.

Para Fábio Braga, os problemas ocasionam perdas de receitas para o Estado, pois o Porto do Itaqui terá menos grãos para exportar e os produtos da cesta básica ficaram mais caros, haja vista lavouras de arroz e feijão terem sido afetadas.

Guarnicê - A organização do 39º Festival Guarnicê de Cinema apresenta nesta terça-feira (24), às 9h, no Grand São Luís Hotel, a programação oficial do evento, que terá mostras, homenagens etc. Confirmam presença a reitora da Universidade Federal do Maranhão, Nair Portela; a pró-reitora de Extensão, Cultura e Empreendedorismo, Dorlene Aquino; a diretora do Departamento de Assuntos Culturais e coordenadora do festival, Fernanda Santos, além de representantes dos patrocinadores: Cemar e Banco do Nordeste.

IBGE - O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) completa no próximo domingo (29) oitenta anos e a data em São Luís vai ser comemorada na terça-feira (31), com a realização de um painel sobre os seus serviços, na Associação Comercial do Maranhão, a partir das 13h. Da programação consta uma mesa redonda em que os trabalhos do órgão serão avaliados por profissionais do mundo acadêmico e jornalistas que dedicam seu trabalho na área econômica, dentre estes o editor da coluna.

Ônibus - O Sindicato das Empresas de Transporte (SET) contabiliza 17 ônibus danificados, de quinta-feira a domingo, sendo que cinco foram destruídos totalmente pelo fogo, cinco foram queimados parcialmente e os demais tiveram vidros quebrados e outras avarias.






Os ministros da Agricultura, Blario Maggi (C), e do Meio Ambiente, Sarney Filho (D), concordaram em estender para todos os produtos rurais a prorrogação do Cadastro Ambiental Rural, o que estava previsto apenas para os pequenos



Advogados - A seccional maranhense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MA) aprovou a fixação do piso salarial ético do advogado para a iniciativa privada que varia de R$ 2.000,00 de R$ 3.900,00. O valor é o terceiro maior da região Nordeste, abaixo apenas do que é pago em Pernambuco e na Bahia, onde o piso começa com R$ 2,5 mil, e próximo do que é pago em outros estados de maior desenvolvimento econômico, como Rio de Janeiro (R$ 2.432,72), Paraná (R$ 2.800,00) e Distrito Federal (R$ 3.561,00).

Ônibus  - Ao justificar a delegação dada pelo governador Flávio Dino ao Procon para multar empresas de ônibus que deixarem suas frotas sem circular, o presidente do órgão, Duarte Júnior, disse que o Código de Defesa do Consumidor e a Constituição Federal proíbem concessionários de serviço público deixarem de atender a população sem justificativas. A interpretação caiu por terra porque na noite de domingo mais um ônibus foi incendiado e isto pode ser usado como justificativa.

Donos das empresas de ônibus em São Luís vão correr atrás dos prejuízos causados pela ações de bandidos

O Sindicato das Empresas de Transporte (SET) aguarda dados de suas filiadas sobre os prejuízos sofridos, de quinta-feira (20) a domingo (23), para buscar reparos pelos danos sofridos por cada uma delas. A direção do Sindicato não informou quem será acionado para indenizar as empresas, se o Estado, se a Prefeitura ou os dois, já que empresas de seguro não fazem esse tipo de contrato.

De acordo com o SET, 17 ônibus, segundo seus cálculos, foram danificados por ações de bandidos pertencentes a grupos do crime organizado.

Dos 17 ônibus danificados, cinco foram destruídos totalmente, cinco foram queimado parcialmente e os outros sete tiverem vidros quebrados, pneus cortados etc.

De acordo com o SET, as empresas que tiveram mais prejuízos foram a Primor, TCM, São Benedito, Requinte, Expresso 1001, Mouraujo, Matos e Taguatur, porém ainda não foi feito o levantamento real dos danos, já que deve ser levada em conta uma série de fatores, como idade do veículo, extensão do incêndio etc.


23 de mai de 2016

Soldados da Força Nacional devem chegar a São Luís somente na madrugada desta terça-feira

Comboio da Força Nacional ainda a caminho de São Luís
Os policiais da Força Nacional devem chegar a São Luís somente na madrugada desta terça-feira. O comboio da corporação passou no começo da tarde por Imperatriz, segundo informação da assessoria de imprensa da Polícia Rodoviária Federal. Ainda não foi informado qual o efetivo que está sendo deslocado para São Luís.

A Força Nacional foi solicitada pelo governador Flávio Dino, sábado à tarde, depois de dois dias de muita violência em São Luís, cujo resultado seria de pelo menos dezessete ônibus danificados, entre os totalmente destruídos, outros queimado parcialmente e os demais com avariações.

A Força Nacional estava em São Luís desde 2014, depois da crise registrada no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, mas foi dispensada no começo de 2015, já que o governo considerava suficiente a força da PM para garantir a segurança da população.

Irritado com o desempenho do Sampaio na Série B, Sérgio Frota diz que vai "agir à sua maneira" para resolver crise

O presidente do Sampaio Corrêa, Sérgio Frota (foto), já dá sinais de preocupação e irritação com a equipe, que ainda não pontuou na Série B, pois foram dois jogos e duas derrotas. Ele promete medidas enérgicas para ajustar os erros e pode radicalizar. “Estamos passando por um momento difícil, mas estou atento a tudo e já identifiquei alguns focos. É preciso mais comprometimento para vestir a camisa do Sampaio, e vou começar a agir à minha maneira. A partir desta semana, os reflexos das minhas decisões começarão a aparecer”, afirmou.

Sérgio Frota deve anunciar o novo nome nos próximos dias. “Estou no Sampaio para vencer, e não o contrario. Junto com o Maracanã, ando trabalhando na escolha do novo treinador. Ele chegará com mais alguns jogadores que irão agregar valor ao grupo. E também conversaremos com outros atletas que não estão se encaixando dentro da nossa filosofia. Só ficarão no clube aqueles que estiverem determinados a vestir a camisa e lutar por esta causa”.

Time voltou a treinar de olho no Paraná nesta terça-feira
Ainda cumprindo sua função de técnico interino, Arlindo Maracanã disse que vai cobrar uma reação imediata dos jogadores dentro de campo, já a partir do próximo jogo contra o Paraná, terça-feira, no estádio Castelão: “É preciso ser muito homem para vestir a camisa do Sampaio. Fizemos um primeiro tempo bem abaixo do esperado contra o Avaí, e melhoramos na segunda etapa, mas ainda não é o bastante. Vou em cima do grupo, porque não podemos ficar nessa situação. Já conversei com o presidente e vamos tomar todas as medidas necessárias para sairmos dessa situação”, declarou Arlindo, ainda em Florianópolis.

A equipe se reapresentou na manhã desta segunda-feira, no Centro de Treinamento José Carlos Macieira, para realizar o único treino antes do confronto contra o Paraná nesta terça-feira (24), às 19h30, no Castelão.
(Fonte site do Sampaio)

Sindicato das Empresas de Transporte contabiliza 17 ônibus danificados da noite de quinta-feira a domingo

O Sindicato das Empresas de Transporte de São Luís (SET) divulgou na manhã desta segunda-feira (23) um balanço parcial sobre os prejuízos sofridos pelas filiadas que aponta para um volume de 17 ônibus danificados, da noite de quinta-feira (19) a este domingo (22). Os empresários estão reunidos neste momento para decidir se vão manter 100% de suas frotas em circulação a partir das 22h e se ainda vão colocar ônibus circulando à madrugada, os chamados corujões, diante deste clima de insegurança.

De acordo com o balanço do SET, dos 17 ônibus atacados pelos bandidos, cinco foram totalmente destruídos, cinco foram queimados parcialmente e os demais tiveram vidros quebrados e outros tipos de danos.

A preocupação dos empresários é que nenhuma operadora de seguro aceita fazer contrato com as empresas, ou seja, os prejuízos são assumidos pelos donos dos ônibus, o que afeta drasticamente seus caixas. Neste domingo (22), o governador Flávio Dino (PCdoB) ameaçou multar quem deixar de colocar ônibus em circulação, cabendo ao Procon aplicar as penalidades, o que é questionável, já que a relação das empresas é com a Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT) e a Agência de Transporte e Mobilidade Urbana (MOB), bem como são monitoradas pela Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT).

Domingo à noite, o presidente do Procon, Duarte Júnior, disse que o Código de Defesa do Consumidor e a Constituição Federal vedam a suspensão de serviços à comunidade parte de concessionários do serviço público, sem as devidas justificativas. Pois bem, o incêndio de um ônibus no Alto do Turu, no mesmo dia, poderia ser uma justificativa para as empresas tentarem proteger seu patrimônio.

Ônibus são monitorados por órgãos do Estado e da Prefeitura para circulação normal em São Luís

Oficiais da Polícia Militar e fiscais do Procon e da Agência de Mobilidade Urbana (MOB) começaram a monitorar as empresas de ônibus para assegurar a circulação normal do transporte público na região metropolitana de São Luís. Desde quinta-feira (19), quando os primeiros ônibus foram queimados, houve 14 tentativas de ataque e 38 pessoas foram presas. Na noite de quinta para sexta, a circulação de ônibus chegou a ser interrompida. Na sexta-feira, após novo ataque, o Sindicato dos Rodoviários do Maranhão informou que na medida em que mais ônibus fossem atacados, a frota da linha afetada seria levada para as garagens.

A determinação de fiscalizar a circulação de ônibus foi tomada em reunião, nesse domingo (22), do governador Flávio Dino, no Palácio dos Leões, com os presidentes do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de São Luís (SET), José Luiz Medeiros, e do Sindicato dos Rodoviários do Maranhão (Sttrema), Isaías Castelo Branco.

De acordo com o governado do Maranhão, o monitoramento direto sobre as empresas de ônibus tem como objetivo garantir a circulação normal dos coletivos, sobretudo no período noturno. Se for identificado recolhimento desses coletivos fora da normalidade, os fiscais poderão aplicar “medidas sancionatórias”.

Segundo o governo estadual, José Luiz Medeiros garantiu que os ônibus circularão sem nenhuma interrupção, inclusive no período noturno com os chamados corujões.

Com a cidade desprotegida e pegando fogo com ações de bandidos enlouquecidos, turismo de São Luís vira fumaça

GIRO ECONÔMICO

A onda de ataques a ônibus que fazem o transporte coletivo de São Luís, com repercussão já na mídia nacional, preocupa, e muito, os empresários de turismo, pois isto ocorre às vésperas do que é considerada alta temporada na cidade, os festejos juninos, ou seja, pode complicar para operadores de turismo e agentes de viagem tentar convencer alguém a vir para o Maranhão num clima de insegurança como este por que passa a população local. 

Falta menos de um mês para que as festividades de São João e São Pedro sejam iniciadas e a grande pergunta que fica é saber se a polícia local, com reforço da Força Nacional, terá condições de garantir segurança aos moradores e visitantes da capital maranhense.

Violência há em toda parte do mundo, mas São Luís tem um turismo tão frágil que qualquer pequeno abalo o deixa debilitado, até porque não foi feita nenhuma campanha de atração de turistas, ou seja, ninguém comprou pacotes com antecedência e quem não comprou não quer mais.

Encontro - Guias de turismo de todos os estados começaram a desembarcar em São Luís neste domingo para o 36º Congresso Brasileiro de Guias de Turismo (CBGTUR), que será realiza desta segunda-feira (23) até o próximo domingo (29). O evento, que este ano tem como tema “Cultura, Diversidade e Acessibilidade”, vai servir para que sejam debatidos atendimentos a diferentes públicos, a exemplo do público LGBT, pessoas da terceira idade, além de portadores de deficiência ou mobilidade reduzida. 

Ruralista - A visita que o ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, fez ao seu colega da pasta da Agricultura, Blario Maggi, serviu para acalmar os ruralistas, que estavam temerosos com sua intransigência em algumas questões ambientais, porém o anúncio de que vai estender a prorrogação do Cadastro Ambiental Rural (CAR) aos demais produtores, e não apenas aos pequenos, serviu para mostrar que Sarney Filho não vê os investidores do agronegócio como inimigos e sim como aliados.

Prejuízo - Os lojistas localizados em shopping centers estão apavorados, pois sexta-feira e sábado seus estabelecimentos estavam às moscas, com suspensão do transporte coletivo e quem tem locomoção própria preferindo se proteger em casa a ter de cruzar com bandidos dispostos a tocar fogo na cidade.









Heliete Lago, da Agetur, mostra toda sua felicidade enquanto curte mais um passeio por um dos destinos mais desejados no Mundo, a Itália.



Cervejaria - Uma semana depois da Secretaria de Fazenda denunciar uma suposta sonegação de ICMS em indústrias de bebidas, os deputados Vinicius Louro (PR) e Edilázio Júnior (PV) acompanhados de diretores da Assembleia Legislativa visitaram, quinta-feira(19), a fábrica da Ambev no Campo Industrial de São Luís. A cervejaria foi inaugurada há 25 anos, em 1991, e é responsável pela geração de milhares de empregos diretos e indiretos e por uma das maiores arrecadações de impostos para o Estado.

Orquestra - A orquestra filarmônica mantida pela indústria FC Oliveira, sediada em Codó, criada com apoio do Serviço Social da Indústria (Sesi), órgão vinculado ao Sistema Federação das Indústrias (Fiema), será uma das atrações do Quarta Cultural que a Assembleia Legislativa realiza na próxima quarta-feira (25). A outra atração é o deputado estadual Edivaldo Holanda (PTC), que é considerado um dos maiores cantores de ópera no estado, voltado para o segmento gospel.

22 de mai de 2016

Secretários do governador Flávio Dino não poupam críticas ao presidente Michel Temer pelas redes sociais

Michel Temer continua apanhando dos secretários de Flávio Dino
Ao que tudo indica, alguns secretários do governador Flávio Dino (PCdoB) vão fazer de tudo para dificultar as relações do Governo do Estado com o Governo Federal, pois pelas redes sociais as agressões ao presidente em exercício Michel Temer não param e o adjetivo mais leve para tentar desqualificá-lo é "golpista". Os mais afoitos são aqueles ligados ao Partido dos Trabalhadores (PT) e ao Partido Comunista do Brasil (PCdoB).

Apesar de ter se mantido na linha de frente da defesa do mandato da presidente afastada Dilma Rousseff (PT), o governador, querendo estabelecer uma relação republicana com o Palácio do Planalto, já esteve em audiência com o ministro dos Transportes, Maurício Quintella, para debater questões na área da infraestrutura, principalmente no que se refere à recuperação de rodovias federais, e alguns dos secretários, como é o caso da Simplício Araújo (Indústrias e Comércio), já foram dialogar com ministros de outras pastas.

O problema é que se o governador está passando a ideia de boa vontade, de querer servir mais ao estado do que às suas ideias e ao seu partido, o time não está coeso e as agressões disparadas contra o presidente da República certamente chegam ao conhecimento de quem deve ser atingido por essas postagens.

Neste sábado, o secretário de Esportes, Márcio Jardim, por exemplo, jogou duas ofensas no ar:

  • Eduardo Cunha já nomeou mais gente no governo provisório que Michelzinho.
  • Governo interino do golpista Michel Temer está mais tonto que biruta de aeroporto...

Não menos afoito, o secretário de Comunicação Social e Articulação Política, Márcio Jerry, também mandou ver:

  • "Não reconhecemos este governo ilegítimo", diz atriz Marieta Severo (reproduzindo postagem do jornalista Luiz Nassif)
  • Machismo e rancor da direita pesaram em queda de Dilma, diz jornal britânico

PERGUNTAR NÃO OFENDE

Se a cidade estava em ordem e a polícia vinha controlando a situação por que, então, o governador Flávio Dino decidiu apelar ao governo federal para receber tropas da Força Nacional?

Prejuízos com ônibus queimados em São Luís podem ultrapassar a casa de R$ 1,5 milhão

GIRO ECONÔMICO

O Sindicato das Empresas de Transporte (SET) ainda não divulgou sua estimativa sobre os prejuízos resultantes dessa loucura registrada em São Luís, quinta e sexta-feira, quando ônibus voltaram a ser incendiando numa ação de grupos criminosos que na chegaram sequer a apresentar uma justificativa para tais atos, mas, pelos cálculos de um revendedor de veículos pesados, cerca de R$ 1 milhão pode ter ido para o fogo, considerando-se os cinco destruídos e os seis que foram parcialmente danificados.

O cálculo é com base no preço de cada ônibus, que deve ficar na média de R$ 150 mil, levando-se em conta a idade. Pior é que nem seguro há, pois nenhuma operadora se arrisca a fazer esse tipo de contrato, principalmente em cidades onde o risco é alto, e São Luís, infelizmente, se transformou uma delas.

Não surpreenderá, porém, se o Estado e a Prefeitura, como concessionários do transporte coletivo, forem acionados para repararem os danos, ainda mais que a segurança é dever do poder público.

Emoções - Por sugestão do senador Roberto Rocha (PSB), o Senado Federal aprovou quinta-feira (19) a criação de uma Frente Parlamentar da Rota das Emoções, que vai atuar em defesa do fortalecimento econômico e social da região, que interliga os Lençóis Maranhenses (MA), Delta das Américas (PI) e o Parque Nacional de Jericoacara (CE), principalmente no que se refere ao turismo, prática de esportes de aventura etc, bem como nas atividades de extrativismo vegetal, produção de artesanato e agricultura familiar. 

Viva - A transferência de unidades do Viva para o interior de shopping centers, em São Luís e Imperatriz, está gerando reclamações, pois quem recorre a seus serviços enfrenta problemas de locomoção, já que alguns estão em zonas pouco estratégicas para quem se utiliza do transporte coletivo. Já quem tem veículo próprio, seja moto ou automóvel, desembolsa pelo menos R$ 4,00 com estacionamento quando procura atendimento, isto se conseguir desembaraçar sua demanda no prazo estipulado para este valor. 

Contra - Alguns secretários do governador Flávio Dino estão remando em sentido contrário. Enquanto Sua Excelência tenta aproximação com o governo federal, nas redes sociais o pau continua cantando, com insultos ao presidente Michel Temer. Assim não dá!













Reconduzido ao Tribunal Regional Eleitoral, o advogado Daniel Blume (D) com o conselheiro federal da OAB Luiz Guterres e o presidente do TRE-MA, Lourival Serejo



Jucema - O presidente da Junta Comercial do Maranhão (Jucema), Sérgio Sombra, participa nesta quarta-feira (21) da reunião plenária da Associação Comercial do Maranhão onde, a partir das 19h, vai apresentar à classe empresarial um balanço sobre as atividades do órgão no primeiro trimestre de 2016, principalmente no se refere ao registro de empresas e a ampliação dos serviços da Redesim, criado para facilitar registro, transferência, alteração de contrato social e baixa de empresas.

Futebol - O empresário Jeová Barbosa de Oliveira, mesmo ausente do Castelão, quarta-feira passada, dia 18, vibrou muito com a conquista do Campeonato Maranhense pelo Moto Club, que, além de ser o time do seu coração, é patrocinado pela sua construtora, a Jeová Barbosa Engenharia. Ele ficou tão ficou empolgado com o retorno que a empresa teve com este apoio que já garantiu que sua marca vai estar na camisa rubro negra também nos jogos da Série D do Campeonato Brasileiro, que começam em agosto.

Com a cidade em desordem, Flávio Dino joga a toalha e pede ajuda da Força Nacional para pacificar São Luís

Governador tenta passar tranquilidade para população, mas violência continua
De nada adiantou o governador Flávio Dino (PCdoB) e seu aparelho de Comunicação Social passar o dia de sábado espalhando informação de que a população de São Luís estava segura, pois no início da noite deste sábado (21), empresários e rodoviários concordaram em mais uma vez deixar a cidade sem transporte coletivo, já que as ameaças de incêndio e depredação dos veículos continuam e em alguns bairros houve até ordens para toque de recolher e o comércio suspender as atividades.

Sentindo que seu aparelho policial, apesar de mais de trinta prisões, não vai dar conta do recado, o governador Flávio Dino viu-se obrigado a pedir ajuda ao Ministério da Justiça para que a Força Nacional passe a patrulhar a cidade já a partir deste domingo. O pedido foi prontamente atendido.

O governador chegou a visitar alguns bairros, na tarde deste sábado, para pedir ajuda da população e tentar mostrar tranquilidade, porém o clima nos quatro municípios da Ilha é de apreensão e a polícia, até agora, não consegue saber de onde estão partindo essas ordens de violência, tampouco demonstra poder de controlar a cidade.

Talvez a Força Nacional resolva essa questão.