2 de mai de 2016

Empresário Ilson Mateus planeja a abertura de mais 40 lojas nos estados do Maranhão, Tocantins, Pará e Piauí

GIRO ECONÔMICO

Ao discursar na noite deste sábado, no lançamento da campanha para comemoração dos 30 anos de seu grupo empresarial, Ilson Mateus anunciou que pretende inaugurar nos próximos anos pelo menos quarenta lojas, sendo nove no Maranhão, dezoito no Pará, cinco no Tocantins e oito no Piauí. Isto significa dizer que suas empresas, que hoje empregam quase 20 mil pessoas, deverão abrir novas oportunidades de trabalhos para centenas de trabalhadores nos quatro estados. Para atingir essa meta, ele diz precisar de, no mínimo, R$ 200 milhões, valor que vem negociando com um grupo de investidores norte-americanos, mas acredita que esse dinheiro só possa ser internalizado depois de passada a crise política, pois, como ouviu desses futuros parceiros, o Brasil, no momento, não oferece muitas garantias para quem quer trazer investimentos para o país.

Mateus está confiante de que vai conseguir juntar essa grana, até porque a sua história sempre foi assim, cheia de riscos, de dificuldades, mas sempre com o bom desfecho.

Premiação - A sorte às vezes insiste em correr para onde já esteve em outras oportunidades, até de forma excessiva: na noite de sábado, na festa do Grupo Mateus, na hora do sorteio dos brindes, por exemplo, o secretário estadual de Indústria e Comércio, Simplício Araújo, e o juiz federal Carlos Madeira foram premiados, o primeiro com uma batedeira de ovos e o segundo com uma TV de 42 polegadas. Muitos da plateia imaginavam que eles iriam colocar os brindes novamente em sorteio para os empregados da casa, mas nada.

Indústria - O ex-secretário de Indústria e Comércio Maurício Macedo não poderia interpretar de outra maneira o estudo da CNI publicado neste domingo no Jornal Pequeno e que está disponível também no site www.maranhaohoje.com.br. Ele recebeu com entusiasmo os números que apontam ter sido o Maranhão o único estado do Nordeste em que houve aumento na participação da indústria para formação do Produto Interno Bruto (PIB) do estado, entre os anos de 2010 e 2013, período em que comandou a Sinc.

Celulares - Desde sexta-feira (29 de abril), os números de celulares dos estados das regiões Centro-Oeste e Norte terão mais um dígito. Para fazer ligações ou mandar mensagens de qualquer lugar do país, seja de telefone fixo ou móvel, para celulares desses estados será preciso discar o 9 antes do número do telefone.





O vice-governador Carlos Brandão (E), no registro com o senador Aécio Neves, além de articulador político, virou supersecretário de Flávio Dino para assuntos econômicos, poder que pode aumentar quando os “golpistas” assumirem o comando do país



Pagamento - Os empresários de comunicação ameaçam pedir audiências em grupo ao governador Flávio Dino (PCdoB) e ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) para negociarem o pagamento do que têm a receber desses governos desde 2015. Eles desconfiam que o problema pode até não estar com os gestores, mas com algumas agências de publicidade, que estariam recebendo os pagamentos e não repassando aos destinatários. Imagine só a confusão que isso pode dar, caso se confirme a desconfiança.

Independência - Promete ser movimentada a reunião desta segunda-feira (02) na Associação dos Criadores, pois, afinal de contas, expirou sexta-feira (29 de abril) o prazo para que as chaves do Parque Independência fossem devolvidas ao Governo do Estado, mas como há um regime de comodato em vigor, alguns sócios da entidade entendem que a devolução, antes do encerramento do contrato, só mediante indenização pelas benfeitorias feitas no imóvel, ou seja, vai ter uma cana-de-braça entre governo e fazendeiros.

Nenhum comentário: