28 de mai de 2016

Frustrado em suas pretensões de ser candidato a prefeito, Neto Evangelista não apoiará Eliziane Gama

O deputado estadual Neto Evangelista (foto), licenciado para exercer o cargo de secretário estadual de Desenvolvimento Social, não esconde o desapontamento com a opção tomada pelas executivas estadual e municipal do seu partido, o PSDB, de apoiar a candidatura da deputada federal Eliziane Gama (PPS) para a sucessão de Edivaldo Holanda Júnior, por isto não deverá se engajar na campanha, como deixou claro em entrevista ao Jornal Pequeno publicada na edição deste sábado (28). "Não esperava este comportamento do partido", queixou-se.

O acordo celebrado pelo alto comando tucano, define que o PSDB deverá indicar um nome para vice de Eliziane, e os mais cotados são o vereador José Joaquim Ramos e o ex-deputado Pinto Itamaraty, suplente do senador Roberto Rocha.

Para Neto Evangelista, trata-se de uma decisão equivocada. "Acho, sinceramente, que é um grande retrocesso e certamente os responsáveis por esta decisão sentirão isso lá na frente", frisa Neto Evangelista, para quem, pelo seu tamanho e pela sua importância, o PSDB deveria ter candidatura própria. Ele diz que, além do seu, havia outros nomes que poderiam ser colocados para enfrentar a disputa.

Indagado se fará uma composição com a deputada, se for chamado,ele reagiu: "Compor? Não. Sou daqueles que acham que tudo tem seu tempo certo".
(Com imagem do Jornal Pequeno)

Nenhum comentário: