20 de mai de 2016

Jefferson Portela diz que não vai se repetir o mesmo de 2014, quando ônibus também foram incendiados na Ilha

O secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela (foto), foi na manhã desta sexta-feira (20) à Rádio Mirante AM, onde concedeu entrevista ao programa Ponto Final, ancorado pelo jornalista Roberto Fernandes, para garantir que não vai se repetir agora o mesmo de dois anos atrás. O secretário se referia aos atentados a ônibus registrados na noite desta quinta-feira (19) com características semelhantes aos ocorridos em janeiro de 2014, quando bandidos atearam fogo em ônibus do transporte coletivo, cujo desfecho mais trágico foi a morte de uma criança de seis anos, Ana Clara.

O secretário disse que a resposta da polícia foi imediata e que cerca de 14 suspeitos estão presos. O mesmo argumento foi usado naquela oportunidade, como se pode observar nesta reportagem do Jornal Pequeno de 06 de janeiro de 2014: Polícia prende mais seis envolvidos em ataques a ônibus em São LuísForam presos, na manhã desta segunda-feira (6), mais seis envolvidos nos ataques a quatro ônibus e duas delegacias, ocorridos na sexta-feira (3), em São Luís, de acordo com informações do coronel Aldimar Zanoni Porto, comandante-geral da Polícia Militar do Maranhão (PMMA)...

Jefferson Portela aproveitou a entrevista para dizer que vai caçar os atores dos atentados desta semana, palmo a palmo. Ele aproveitou para reclamar da legislação penal, pois facilita os contatos de prisioneiros das penitenciária com o mundo exterior. Segundo ele, mesmo se houvesse bloqueio de celulares, os bandidos continuariam mandando suas ordens através de recados, já que recebem visitas constantemente de pessoas próximas a eles.

Nenhum comentário: