19 de mai de 2016

Pesquisa divulgada pelo IBGE revela que o trabalhador maranhense tem a menor renda média mensal do Brasil

Pesquisa Nacional por Amostragem de Domicílios (PNAD) divulgada nesta quinta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revela que o Maranhão aparece como o estado de menor rendimento médio do país (R$ 1.023), atrás do Piauí (R$ 1.263) e do Ceará (R$ 1.285). Onde os trabalhadores têm melhores médias de rendimento são o Distrito Federal (R$ 3.598), São Paulo (R$ 2.588) e Rio de Janeiro (R$ 2.263). A renda média do trabalhador, em nível nacional, é de R$ 1.966, mas eles ganham bem mais nas regiões Sudeste (R$ 2.299), Centro-Oeste (R$ 2.200) e Sul (R$ 2.098), enquanto Norte (R$ 1.481) e Nordeste (R$ 1.323) têm as médias mais baixas.

Ainda de acordo com a pesquisa, O Maranhão é estado com o menor percentual (52,5%) de trabalhadores com carteira assinada no Brasil referentes ao primeiro trimestre de 2016 divulgados nesta quinta-feira (19) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), vindo em seguida o Piauí (53,3%) e a Paraíba (57,3%). De acordo com o levantamento, a média nacional no primeiro trimestre foi de 78,1%, ficando os estados de Santa Catarina (89,1%), Rio de Janeiro (86,3%) e São Paulo (85,5%) com os maiores percentuais.

Leia a reportagem completa no site www.maranhaohoje.com.br

Nenhum comentário: