14 de mai de 2016

Produto Interno Bruto cai 0,3%, segundo estudo divulgado nesta sexta-feira pela Fundação Getúlio Vargas

GIRO ECONÔMICO

O Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, caiu 0,3% no primeiro trimestre do ano, na comparação com o último trimestre de 2015. A informação é do Monitor do PIB divulgado nesta sexta-feira (13) pela Fundação Getulio Vargas (FGV). Esta é a quinta queda consecutiva do indicador neste tipo de comparação. 

O consumo das famílias caiu 1,6%, enquanto a formação bruta de capital fixo (os investimentos) recuou 2,5%. As exportações cresceram 7,7%, enquanto as importações caíram 20,6%, segundo o Monitor do PIB. Sob a ótica da produção, o setor de serviços ainda mostra desempenho negativo (-0,4%), mas essa é a melhor taxa dos últimos cinco trimestres. Na passagem de fevereiro para março, houve um crescimento de 3% na economia brasileira, de acordo com o indicador.

No mês anterior, o PIB havia tido uma queda de 3,4%. Na comparação de março do ano passado, houve uma queda de 5,7%. Já no acumulado de 12 meses, a taxa apresentou redução de 4,7%.

Doação - A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), por meio da Superintendência Regional do Maranhão, iniciou esta semana a entrega de cestas de alimentos para comunidades quilombolas do estado. As doações beneficiarão cerca de 5 mil famílias de 15 municípios: Cajari , Pinheiro ,São João Batista, Cedral, Itapecuru Mirim, Serrano do Maranhão, Vitória do Mearim, João Lisboa, Palmeirândia, São Vicente de Ferrer, Central do Maranhão, Presidente Juscelino, Morros, Porto Rico e Matinha. 

Estágio - A VLI, empresa especializada em operações logísticas que integram ferrovias, portos e terminais, prorrogou para dias 22 o prazo de inscrições para o Programa de Estágio VLI 2016. As vagas são destinadas a estudantes dos níveis técnico e superior interessados em começar uma carreira em logística. São aproximadamente 120 vagas distribuídas em cidades de atuação da empresa nos estados de Minas Gerais, São Paulo, Espírito Santo, Bahia, Maranhão e Sergipe. No Maranhão, há vagas para São Luís e Imperatriz.

Rio Poty - O Rio Poty Hotel lança na próxima segunda-feira (16), às 18h30, mais um espaço de eventos, em parceria com a Montart. O objetivo é atrair mais eventos para dentro do hotel, a fim de aumentar sua ocupação.






José Ahirton Lopes (ao centro com Sidney Cunha, diretor nacional do Senac) e a equipe do Restaurante Escola Senac de São Luís no festival de gastronomia maranhense no Restaurante Senac Downtown, no Rio de Janeiro



Petrobras - Conselho de Administração da Petrobras aprovou a venda da totalidade de sua participação de 67,19% na Petrobras Argentina (Pesa), detida através da Petrobras Participaciones S.L. (PPSL), para a Pampa Energía. O preço base da transação é de US$ 892 milhões, o que equivale US$ 1,327 bilhão para 100% da Pesa. A operação contemplou também acordo visando a aquisição de 33,6% da concessão de Rio Neuquen, na Argentina, e de 100% da Colpa Caranda, na Bolívia, por US$ 52 milhões.

Ministro - O Maranhão voltou a ocupar a Esplanada dos Ministérios em Brasília, com a posse do deputado Sarney Filho (PV) na pasta do Meio Ambiente. O estado teve ministro nos governos de Itamar Franco (Alexandre Costa, Integração Nacional), Fernando Henrique Cardoso (Sarney Filho, Meio Ambiente), Lula (Edison Lobão, Minas e Energia) e Dilma (Edison Lobão, Minas e Energia, e Pedro Novais e Gastão, Turismo), mas não vinha tendo nenhuma participação no segundo governo da presidente afastada.

Nenhum comentário: