6 de mai de 2016

Deputado Waldir Maranhão promete surpreender o Brasil com sua atuação na Presidência da Câmara Federal

Guindado à presidência da Câmara Federal depois que o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu afastar o titular, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que também está com o mandato parlamentar suspenso, Waldir Maranhão (PP-MA) virou alvo de suspeição, de críticas e de pressões para renunciar ao cargo por não ser considerado à altura, mas na manhã desta sexta-feira, segundo noticiou o Jornal Nacional (Rede Globo) mandou, por interlocutores que estiveram reunidos com ele, um recado de que vai surpreender como sucessor de Eduardo Cunha.

Waldir Maranhão é primeiro-vice presidente da Câmara e está no cargo depois da decisão do Supremo e sua ascensão gera polêmica, pois pelo regimento da Casa, quando o cargo é vago o substituto tem de convocar eleição do novo presidente, mas por este mesmo regimento só há três possibilidades para a vacância ser reconhecida: morte, renúncia ou cassação e nenhum destes casos ocorreu, pois foi um atípica decisão da Justiça, portanto, para alguns, ele deveria ser efetivado e se tornar o primeiro na linha sucessória de Michel Temer, caso seja efetivado na Presidência da República.

Ninguém sabe qual será o desfecho da história, tampouco qual será a nova surpresa prometida por Waldir Maranhão, que está num dos cargos mais importantes da Nação, mas praticamente sem poder nenhum para exercê-lo, a menos que surpreenda mesmo.

Nenhum comentário: