30 de jun de 2016

Governo do Estado finalmente dá as caras na Feira da Praia Grande, mas é com fiscais do Procon e do Inmeq

Fiscais do Procon e Inmeq  fiscalizam comércio na Feira da Praia Grande
A partir da próxima, e mais ainda de agosto a final de setembro, quem quiser olhar político de perto é só dar plantão na Feira da Praia Grande, no Centro Histórico de São Luís, pois este mercado é parada obrigatória para quem está a procura de um bom cargo público e precisa de voto para conquistá-lo Nessas visitam, não faltam promessas de ajuda aos pequenos comerciantes, como melhoria do espaço, padronização das bancas, fornecimento de farda etc, mas passada a eleição continua tudo como estava, ou pior, mais carente a cada ano que passa.

Nesta quinta-feira (30), finalmente o Governo do Estado resolveu dar as caras por lá, mas quem apareceu foi um time de fiscais do Inmeq e do Procon, que notificaram 15 estabelecimentos por uma série de irregularidades, que, se corrigidas, vão inviabilizar os negócios desses pequenos comerciantes, pois a exigência é que pimenta de garrafa, cachaça da terra, castanha de caju assada, farinha biriba, camarão seco e uma série de outros produtos fornecidos por pequenos promotores(boa parte artesãos e produtores de fundo de quintal) tenham embalagens adequadas e rótulos, com informação precisa de peso, composição dos produtos etc.

Na próxima visita, quando deverá ser observado o cumprimento dessas exigências, os fiscais irão acompanhados de polícia, fiscais do Crea-MA e outros e quem não estiver adequado vai ser multado. Pelo peso das multas que vêm sendo aplicadas por órgãos estaduais é de prever uma quebradeira geral.

Produtos comercializados na Feira da Grande, sem rótulos e embalagem
Não resta dúvida de que o consumidor precisa ser protegido, porém antes de mandar o Procon e o Inmeq pressionar feirantes, o Governo poderia escalar outros órgãos para identificar aquilo que pode ajudar a melhorar o mercado e não entrar com ação intimidadora, policialesca, até porque ali não opera nenhum tubarão da economia maranhense, mas pessoas humildades que num ano de trabalho não ganham o que recebe o diretor de um desses em um mês. São pessoas que, na verdade, não estão empreendendo, mas sobrevivendo. A maioria sequer tem carro próprio. madruga e anoitece nas filas de ônibus para dar duro o dia inteiro.

A propósito dessa fiscalização, faltou, pelo menos a notícia oficial não mencionou, a observação das falhas da administração municipal. Há anos, por exemplo, a prefeitura, que é responsável pelo mercado, promete e não recupera os banheiros, e isto é questão de saúde pública, mas, paciência, a deficiência aí é do poder público e com este ninguém mexe. O certo é que depois desta, só repetindo o refrão da música "Candidato caô", de Bezerra da Silva: "Meu irmão, se liga no que vou te dizer: depois que ele for eleito manda a polícia lhe bater. Meu irmão, segura no que eu vou lhe dizer: depois que ele for eleito dá aquela banana pra você".

Gil Cutrim desmente "boato" de que teria sido alvo de um atentado quando se encontrava no interior do estado

O prefeito de São José de Ribamar, Gil Cutrim, que é presidente da Federação dos Municípios do do Maranhão (Famem), classificou de boa a informação de que teria sofrido um atentado no interior do Estado. Ele desmentiu, na manhã desta quinta-feira (30), em nota distribuída pela sua assessoria de imprensa.

Utilizando suas redes sociais, Cutrim classificou de boato a referida informação, que começou a circular na noite de ontem.

“Não passa de boato a informação, que circulou na noite de ontem, dando conta de que eu teria sido vítima de um atentado no interior do Maranhão. Estou muito bem, graças ao bom Deus, e logo mais, a partir das 17h, estarei inaugurando a Unidade Básica de Saúde do Residencial Pitangueiras, localizada na região da sede de São José de Ribamar”, afirmou o gestor em um dos trechos da nota.



Cerca de 1,3 milhão ainda não sacaram o PIS/Pasep e prazo para receber encerra-se nesta quinta-feira

Encerra-se nesta quinta-feira (30) o prazo para sacar o abono salarial do PIS/PASEP referente ao ano-base de 2014. Cerca de 1,3 milhão de trabalhadores ainda não procurou uma agência da Caixa ou do Banco do Brasil para retirar o benefício, no valor de um salário mínimo (880).

Desde o início do calendário do abono salarial do ano-base 2014, foram pagos mais de R$ 18 bilhões a 22,27 milhões de trabalhadores, o que corresponde a 94,45% do total de pessoas com direito ao recurso. O recurso que não for sacado será devolvido ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

Têm direito ao abono salarial os trabalhadores que tenham exercido atividade remunerada durante pelo menos 30 dias em 2014 e recebido até dois salários mínimos por mês nesse período. Além disso, é necessário estar cadastrado no PIS/PASEP há pelo menos cinco anos e ter tido seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS).

Como sacar
  • PISo trabalhador que possuir Cartão Cidadão e senha cadastrada pode sacar o PIS nos terminais de autoatendimento da Caixa, ou em uma Casa Lotérica. Se não tiver o Cartão Cidadão, pode receber o abono em qualquer agência da Caixa mediante apresentação de documento de identificação. Informações podem ser obtidas pelo telefone 0800-726 02 07 da Caixa.
  • Pasepquem recebe o Pasep precisa verificar se houve depósito na conta. Caso isso não tenha ocorrido, deve procurar uma agência do Banco do Brasil e apresentar um documento de identificação. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 0800-729 00 01, do Banco do Brasil
  • Mais informaçõesa Central de Atendimento Alô Trabalho do Ministério do Trabalho, que atende pelo número 158, também tem informações sobre o PIS/Pasep.



29 de jun de 2016

Perdas de grãos em transporte é objeto de estudo da Universidade Federal do Mato Grosso

GIRO ECONÔMICO

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) repassou para a Universidade Federal do Mato Grosso dados históricos sobre a remoção de grãos dos últimos cinco anos, para auxiliar na pesquisa de perda quantitativa de produtos transportados em caminhões do campo aos portos, que deverá ficar pronta só daqui a três anos. O estudo faz parte de um termo assinado em 2014, entre a Companhia e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), para quantificar o percentual de arroz, milho e trigo que fica pelas estradas, no percurso do campo aos portos, e a forma de evitar isso. 

Segundo os organizadores, as perdas de grãos transportados ocorrem de forma generalizada nos veículos de carga, devido as estruturas dos caminhões graneleiros não apresentarem contenção adequada dos produtos.

Além disso, a condição do pavimento, ou seja, a conservação da rodovia também tem efeito na quantidade de grãos perdidos pelos veículos.

PIS/Pasep - Quem ainda não sacou o abono salarial do PIS/PASEP referente ao ano-base 2014 tem menos de 48 horas procurar uma agência do Banco do Brasil ou da Caixa e receber o benefício. Cerca de 1,38 milhão de trabalhadores ainda não fez o saque, e o prazo termina nesta quinta-feira (30). Segundo o último balanço do Ministério do Trabalho, dia 24, foram pagos R$ 18,4 bilhões para mais de 22,2 milhões de trabalhadores, 94,14%. O valor do abono corresponde um salário mínimo (R$ 880).

Trabalho - O Centro de Ciências Tecnológicas (CCT) e o Núcleo de Tecnologias para Educação (Uemanet) da Universidade Estadual do Maranhão (Uema) firmaram convênio com a Polícia Militar e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), órgão vinculado à Federação das Indústrias (Fiema), objetivando instalar curso superior de Tecnologia em Segurança do Trabalho, que funcionará na modalidade a distância. O curso tem previsão para começar dia 02 de julho, em São Luís e outros polos do Estado.

Selos - Os Correios lançaram segunda-feira (27), no Rio de Janeiro, os Nossos Selos Rio 2016 – Jogos Olímpicos e Paralímpicos, que destacam 16 artes selecionadas no concurso cultural de selos postais promovido pelo Comitê Organizador dos Jogos Rio 2016, realizado por meio do aplicativo digital Meu Rio 2016. 







O deputado Fábio Braga com o arcebispo Dom Belisário na solenidade em que o religioso foi distinguido com o título de Cidadão Maranhense, quinta-feira (23)

Comércio - A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Maranhão (Fecomércio-MA) informa que o dia 29 de junho, Dia de São Pedro, é considerado feriado municipal, portanto o comércio deverá permanecer de portas fechadas durante esse dia na capital e demais cidades em que o santo é reverenciado. Já o comércio varejista de gêneros alimentícios (supermercados), conforme decisão em convenção coletiva de empregadores e empregados, poderá funcionar normalmente nesse dia.

Feriado - Os estabelecimentos comerciais e bancários do João Paulo serão obrigados a cumprir um duplo feriado no encerramento da quadra junina, pois além do Dia de São Pedro, nesta quarta-feira (29), não haverá expediente nessas empresas, na quinta-feira (30), por conta do desfile de Bumba-meu-boi em comemoração ao Dia de São Marçal. Das primeiras horas da manhã até o início da noite a Avenida João Pessoas e diversas ruas do bairro ficam isoladas por conta desse evento do folclore. Que cessem os tambores!

27 de jun de 2016

São Luís vai sediar o maior evento do setor de fruticultura do Brasil no mês de outubro

GIRO ECONÔMICO

Foi lançado nesta segunda-feira (25) o 24º Congresso Brasileiro de Fruticultura, maior congresso do segmento da fruticultura do país, acontecerá em São Luís, promovido pela Sociedade Brasileira de Fruticultura e realizado pela Universidade Federal do Maranhão (Ufma), Universidade Estadual do Maranhão (Uema), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Ifma), Embrapa e Governo do Maranhão, com apoio do Sebrae e do Banco do Nordeste. 

O lançamento oficial do congresso ocorreu, nesta segunda-feira (27), no Auditório Neiva Moreira – Assembleia Legislativa do Maranhão, com a presença do vice-governador Carlos Brandão e do presidente da Sociedade Brasileira de Fruticultura, Almy Cordeiro de Carvalho e demais autoridades.

Na solenidade, foi apresentada a programação, palestrantes e a parceria entre as instituições na realização do evento, que trará mais de 1.200 participantes.

Aeroporto - A Infraero de Porto Alegre não iria ter refresco se houvesse no Rio Grande do Sul um Procon tão exigente quanto o do Maranhão, pois, por medidas de segurança, cancelou voos na manhã deste sábado, no Aeroporto Pinto Martins, por causa de um nevoeiro. Em dezembro do ano passado, a Infraero de Imperatriz cancelou voos no Renato Cortez Moreira por causa de fumaças, mas o Procon não aceita as desculpas, pois, segundo seu diretor, Duarte Júnior, o aeroporto teria de estar equipado para operar por instrumentos.

Trabalho - O Centro de Ciências Tecnológicas (CCT) e o Núcleo de Tecnologias para Educação (Uemanet) da Universidade Estadual do Maranhão (Uema) firmaram convênio com a Polícia Militar e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), órgão vinculado à Federação das Indústrias (Fiema), objetivando instalar curso superior de Tecnologia em Segurança do Trabalho, que funcionará na modalidade a distância. O curso tem previsão para começar dia 02 de julho, em São Luís e outros polos do Estado.

Lagoa - A Lagoa da Jansen agora tem duas faces: a que dá para o bairro Renascença acaba de ganhar uma bela e moderna praça, enquanto a que dá para a Ponta d´Areia é o retrato do abandono.









O vice-governador Carlos Brandão (C), com agropecuaristas na Expoema de 2015, vai intermediar um entendimento para que o evento não seja suspenso por falta de espaço



Agropolo - Após a experiência bem-sucedida do agropolo de São Luís, a Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima) iniciou a implantação do agropolo do Rio Balsas, lançado na 14ª edição do Agrobalsas. Os agropolos são espaços geográficos, nos quais produtores rurais, agroindustriais, instituições públicas, privadas e serviços especializados trabalham sistematicamente, com o objetivo de aumentar a produtividade para atender aos consumidores, a partir da produção, agro industrialização e comercialização.

Intermediação - O vice-governador Carlos Brandão se ofereceu para mediar uma negociação entre o Governo do Estado e a Associação dos Criadores do Maranhão (Ascem) na disputa pelo Parque Independência e apresenta nesta segunda-feira uma sugestão tanto com vistas à realização da Exposição Agropecuária do Maranhão (Expoema) quanto à permanência da entidade no imóvel, já que existe um contrato de comodato em vigor com validade até 2026 e o projeto habitacional do governo não vai ocupar toda a área.

26 de jun de 2016

Eliziane Gama diz que vai aproveitar os bons projetos do ex-prefeito João Castelo, que ela tanto criticou em 2012

Campanha de 2012: Eliziane Gama ironizando o hoje aliado João Castelo
Durante a campanha eleitoral de 2012 parecia não haver uma iniciativa do então prefeito João Castelo (PSDB) que pudesse ser benéfica para a população de São Luís. Pelo menos essa era a ideia que passavam seus adversários Edivaldo Holanda Júnior (PDT), o eleito, e a deputada Eliziane Gama (PPS), terceira colocada.

Dois anos depois de derrotado, João Castelo começou a ser procurado pelos que o hostilizavam. O primeiro foi o governador Flávio Dino (PCdoB), patrocinador da campanha de Edivaldo, que, para se viabilizar na campanha de 2014 recorreu ao PSDB e foi bater na casa do deputado a quem implorou apoio, o que não foi negado em nome da unidade partidária. Vale recordar que ao ser derrotado em 2008 por Castelo, Dino disse que São Luís tinha optado pelo pior.

Agora é a vez de Eliziane Gama, que pretendendo ser a sucessora de Edivaldo Holanda, foi buscar o apoio do ex-prefeito e já avisou que todos os bons projetos de João Castelo serão inseridos em seu programa de governo. Ainda não se sabe quais, mas talvez ela ponha aí o VLT, que Edivaldo interrompeu.

Deputado César Pires defende parceria com iniciativa privada para recuperação de rodovias estaduais

GIRO ECONÔMICO

O deputado César Pires (PEN) deve apresentar, em breve, na Assembleia Legislativa, projeto de lei para que o Governo do Estado celebre parceria com a iniciativa privada a fim de serem recuperadas várias rodovias estaduais que estão com dificuldades de tráfego. 

O parlamentar destaca que as únicas estradas que prestam no Brasil atualmente são as cedidas a empresas, portanto acredita que isto possa se der também no Maranhão, onde a cada governo as mesmas rodovias são recuperadas e quatro anos depois já se encontram carentes de novos reparos ao passo que se uma empresa ou consórcio assumir, serão pavimentadas com qualidade, até para que o concessionário não seja obrigado a fazer novos reparos em pouco espaço de tempo.

Restam umas indagações: alguma dessas estradas tem movimento para garantir retorno do investimento? O concessionário vai concordar com o excesso de gratuidade que vão surgir? Privatizadas, essas estradas poderão sofrer interferência das comunidades para construção de lombadas sem critério de engenharia?

Vigilância - O governo do estado deve abrir licitação para contratar empresa para vigilância do Parque Independência, caso mantenha decisão de afastar a Associação dos Criadores, que tem contrato de comodato com o Estado desde 1992, ratificado em 2010 e validade até 2026. Ao longo desse período, a Ascem cuidou da vigilância, pela Atlântica Serviços Gerais, parceira da Exposição Agropecuária do Maranhão (Expoema), e o medo é que a área vire alvo de invasões até que se decida o que fazer com tanto terreno.

Inauguração - O empresário Jeová Barbosa de Oliveira, da Jeová Engenharia, marcou para dia 06 de julho, quinta-feira da próxima semana, data de seu aniversário, a inauguração do Edifício Marcus Barbosa Intelligent Office (MBIO), localizado na Avenida dos Holandeses, no Calhau. Projetado pelo arquiteto César Cardoso, trata-se da mais alta edificação da cidade, segundo medição feita pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), e um dos prédios comerciais mais modernos do Norte e Nordeste.

Loterias - Ou a crise bateu à porta da Caixa ou então a nova administração decidiu desovar o excesso de volantes de loterias, mas certo é que os impressos para apostas disponibilizados estão com preços de 2006, quando custavam metade do que é cobra hoje.







O deputado Fábio Braga com o arcebispo Dom Belisário na solenidade em que o religioso foi distinguido com o título de Cidadão Maranhense, quinta-feira (23)



Desemprego - O acumulado deste ano de empregos perdidos no Maranhão entre os meses de janeiro e maio é o pior da série histórica do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) desde 2002. O saldo negativo de 2016 divulgado pelo Ministério do Trabalho e Previdência, sexta-feira (24), é de -13.579, o que dá 4,3 mil a mais na comparação com o mesmo período do ano passado, que foi de -9.250. O melhor desempenho foi registrado em 2010, quando foi registrado saldo positivo de 19.170. 

Senac - O Senac em Santa Inês está com 204 vagas gratuitas disponíveis para cursos de Salgadeiro, Cuidador de Idoso, Operador de Computador, Corte e Visagismo, Operador de Caixa, Assistente Administrativo e Vendedor. As inscrições começam nesta segunda-feira (27) e serão realizadas exclusivamente pela internet no site do órgão, até quinta-feira (30). O resultado da seleção será divulgado dia 04 de Julho e disponibilizado no mesmo site e também nos murais dos locais de realização dos cursos.

25 de jun de 2016

Passagens de ônibus interestaduais e internacionais serão reajustadas a partir do mês de julho

GIRO ECONÔMICO

Uma péssima notícias para quem se utiliza de ônibus para viagens: A partir de 1º de julho, as tarifas do transporte rodoviário coletivo interestadual e internacional de passageiros serão reajustadas em até 9,042%. O aumento foi autorizado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). A resolução 5.123/2016, prevendo a medida, está publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (23). 

Assim, o cálculo do preço de cada bilhete poderá variar de R$ 0,15 por quilômetro a R$ 0,56 por quilômetro percorrido. Os valores são fixados conforme o tipo de serviço oferecido pela empresa. Conforme a Agência, a permissão se deve à necessidade de manter o equilíbrio econômico-financeiro das empresas.

Segundo a resolução, o valor não se aplicará ao transporte rodoviário interestadual e internacional semiurbano de passageiros, que será determinado em ato específico.

Cultura - A Caixa Econômica Federal recebe até 29 de julho, inscrições para a seleção de projetos culturais, que serão realizados em 2017 e 2018, divididos em quatro programas: Ocupação dos Espaços da Caixa Cultural, Apoio a Festivais de Teatro e Dança, Apoio ao Patrimônio Cultural Brasileiro e Mostra Bienal Caixa de Novos Artistas. Todas as informações necessárias à participação nos programas estão disponíveis nos regulamentos publicados no site http://www.programasculturaiscaixa.com.br

Aeroporto - O presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa no Corredor de Exportação Norte (Fapcen), José Antônio Gorgen, o Zezão, aproveitou a festa de abertura da Agrobalsas, para pedir do Governo do Estado, representado pelo vice-governador Carlos Brandão, a ampliação das parcerias com as entidades empresariais do município de Balsas, e apontou a construção de um novo aeroporto para a cidade como relevante projeto que deve ser concretizado por empresários, prefeitura e governo estadual.

Parques - Enquanto no Maranhão há um debate desnecessário sobre o uso do Parque Independência por uma entidade de agropecuaristas, em São Paulo o governo estadual vai ceder à iniciativa privada 25 parques estaduais pelo prazo de até trinta anos. 





Na I Conferência dos Administradores do Maranhão, dia 18, Jurandy Theófilo (Aje-MA), Wennder Roberth (CSB-MA), Itamar Kunert (CSB), Pierre Januário (Sinadma), Clóvis Matoso (Federação dos Administradores) e Aline Mendonça (Conselho de Administração)

Refrigerantes - A partir de agosto, Coca-Cola Brasil, Ambev e PepsiCo Brasil vão ajustar o portfólio de bebidas vendidas diretamente às cantinas de escolas no país. A principal mudança é que venderão aos estabelecimentos de ensino com crianças de até 12 anos ou com maioria de alunos de até essa idade apenas água mineral, suco com 100% de fruta, água de coco e bebidas lácteas que atendam a critérios nutricionais específicos, o que significa dizer que os refrigerantes deixarão de ser comercializados nesses estabelecimentos.

Agrofeira - Na cidade de Bacabal começam os preparativos para mais uma edição, em agosto, da Agrofeira, que há mais de dez anos vem sendo realizada num terreno de propriedade da Leilonorte porque não permitida no parque de exposição agropecuária, onde também era realizada a extinta Expoaba. O parque pertence ao Estado, mas o ex-prefeito e ex-deputado Zé Vieira se apropriou e diz que não há quem tome dele este patrimônio, onde não realiza nenhum tipo de evento e nem autoriza ninguém a fazer.


24 de jun de 2016

"Este ano tá combinado, nós vamos brincar separados". Roberto Rocha e Flávio Dino dividem palanques em 2016

Fica cada vez mais evidente que o governador Flávio Dino (PCdoB) e o senador Roberto Rocha (PSB), ao contrário das duas últimas eleições, não vão estar no mesmo palanque em 2016, em diversos municípios, principalmente São Luís e Imperatriz, os dois maiores do Estado. Enquanto na capital, apesar da insistência do deputado Bira do Pindaré querer ser o candidato a legenda, a tendência é os socialistas marcharem com um candidato de oposição, contra o projeto de reeleição de Edivaldo Holanda Júnior (PDT), apoiado pelo Palácio dos Leões, na maior cidade da região tocantina, Roberto Rocha vai estar com Ildon Marques, que lidera as pesquisas, e o governador com Rosângela Curado, em favor de quem até interferiu para que o deputado Marco Aurélio (PCdoB) desistisse de sua candidatura.

Nesta quinta-feira (23), Roberto Rocha (PSB) esteve em Imperatriz para um ato em favor de Ildon Marques, ao lado do deputado federal licenciado André Fufuca (PP). Militantes do PSB lotaram o saguão do aeroporto para recepcionar as lideranças, seguindo, logo depois em carreata, até a Câmara Municipal, onde centenas militantes os aguardavam.

No seu discurso, Roberto Rocha disse que “o Brasil vive um momento muito delicado, com uma crise após outra, e não sabemos onde isso vai parar, mas, é preciso continuar caminhando”, e prometeu apoio Ildon, que assumiu interinamente a vaga de Fufuca na Câmara Federal.

Na eleição de 2012, Roberto Rocha foi vice de Edivaldo Holanda e estavam no palanque com Flávio Dino. Em 2014, ele e Flávio fizeram dobradinha e ganharam eleição para o Governo e o Senado. Em 2016, vão estar separado.

Propaganda casada do Governo do Estado e Prefeitura vai ser tolerada pela Justiça Eleitoral durante a campanha?

O Ministério Público do Estado, segundo reportagem publicada nesta sexta-feira (24) pelo jornal O Estado do Maranhão, informa que está investigando o uso indevido, pelo prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), do tempo que cabe a partidos políticos aliados para propaganda gratuita no rádio e na TV a fim de fazer promoção pessoal e de sua administração, num flagrante desrespeito à legislação, já que essas inserções deve ser usadas por membros de cada partido para divulgação da legenda.

Não é só ele que se utiliza desse expediente, mas praticamente todos os políticos, porém, como 2016 é ano de eleição, a cobrança cai sobre quem está na disputa, de preferência aquele que está no poder.

Pois bem, levantada a questão vêm outras indagações, como, por exemplo: O Ministério Público e a Justiça Eleitoral vão dar um freio nas propagandas casadas da Prefeitura e Governo do Estado para divulgações dos programas "Mais" Asfalto, Saúde, Educação, Cultura etc? Se não derem a disputa vai ficar desproporcional, já que um candidato estará mais exposto que os demais.

Explica-se: desde que os governos estadual e municipal decidiram fazer ações conjuntas, as peças publicitárias são em conjunto, e sempre que um assina a mensagem faz referência ao outro, para mostrar que a parceria é benéfica para a população. Ora, a administração municipal vai estar impedida de fazer propaganda, mas a estadual não e se esta em todas as sua inserções fizer menção àquela então estará fazendo promoção a quem está na disputa. Vale ressaltar que não utilizados brasões do Estado e do Município nas assinaturas das peças, mas as marcas de ambos os governos.

Só a título de exemplo: Na eleição de 2014, a presidente Dilma estava sendo beneficiada pelas propagandas de Petrobras, Banco do Brasil, Caixa Econômica, Banco do Nordeste, Banco da Amazônia, Correios etc, que sempre procuravam aliar suas mensagem aos 12 anos do petismo no governo. Acionada pela oposição, a Justiça Eleitoral acabou com esta esperteza dos marqueteiros de Dilma, que, por sinal, estão na cadeia. Vale, portanto, ficarem atentos.

Concessões anunciadas pelo governo federal enfraquecem debate sobre federalização do Porto do Itaqui

GIRO ECONÔMICO

É pouco provável que o governo federal vá se deixar seduzir pela tese de federalização do Porto do Itaqui, pois neste momento o que está em pauta é a abertura de novas concessões no setor de transporte, como deixou claro nesta quarta-feira (23), o secretário executivo do Programa de Parcerias e Investimentos, Moreira Franco, que anunciou a abertura de novos processos de concessões públicas de aeroportos, portos, rodovias e ferrovias federais. 

A declaração foi feita por meio do Portal Planalto, após a primeira reunião do recém-criado Comitê Econômico do governo federal. Como Moreira Franco não participou da entrevista à imprensa, nada se falou a respeito das concessões anunciadas pelo secretário ao portal.

Na entrevista - com os ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha, do Planejamento, Dyogo Oliveira, e da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi - foi anunciado que o grupo apresentará, dentro de 15 dias, ao presidente Michel Temer, propostas para a retomada da atividade econômica.

Feijão - O Sampaio Corrêa vai ter de sugerir outro produto para ser doado pelos torcedores que tencionarem comprar ingressos a R$ 10,00 (Setor 1) nas próximas partidas do time no Campeonato Brasileiro, pois feijão está ficando inviável, já que o quilo, nos supermercados, está com preço próximo de R$ 10,00, ou seja, o ingresso acaba saindo por cerca de R$ 20,00. Para atrair público para seus jogos, o Sampaio vem fazendo esse tipo de promoção, pedindo em contrapartida a doação de feijão preto.

Expoema - Um dos argumentos dos que são contra a Expoema é de que São Luís não tem tradição pecuária, portanto não seria o melhor lugar para realizá-la, pois bem, segundo a Aged, nos quatro municípios da Ilha os há 5 mil reses bovinas, 12 mil 174 suínos, 2 mil 600 ovinos, 2.500 caprinos e 850 equinos. Mas a Expoema é também uma festa da cidade, cria opções de lazer, fomenta o turismo de negócios, gera milhares de empregos temporários, estimula a descoberta científica e traz outros benefícios. 

Arraiais - O Procon botou sua equipe dentro dos arraiais juninos para orientar os donos de barracas sobre boas práticas para atender bem os frequentadores. Faltou apenas alertar que não devem explorar os clientes com preços astronômicos.






O deputado César Pires é autor da proposta que transfere para a iniciativa privada rodovias estaduais, a fim de melhorar as condições de trafegabilidade. Resta saber se há movimento para dar retorno ao investimento


Beleza - De 05 a 07 de novembro, será realizada, em Imperatriz, a 5ª Feira da Beleza de Imperatriz, mas os preparativos já começaram. O presidente do evento, Francisco da Silva Almeida, diz que as perspectivas são promissoras e o evento abre também para o público masculino espaços na versão deste ano. Desde a sua primeira edição, em 2012, o evento é voltado para atualizar os conhecimentos dos profissionais que atuam na área. A feira é realizada pela CDL e Ativa Marketing e Propaganda.

Telefonia - Os clientes da operadora de telefonia Oi, que entrou com pedido de recuperação judicial na última segunda-feira (20), não deverão sofrer nenhuma consequência da medida neste momento. Segundo o presidente da consultoria Teleco, Eduardo Tude, a empresa tem caixa suficiente para continuar operando normalmente até uma solução definitiva do seu problema financeiro. Para Tude, o mais provável é que credores e acionistas da Oi cheguem a um acordo sobre a dívida da empresa.

Sesi realiza nesta sexta-feira festa junina em sua unidade do Araçagi com programação bem diversificada

Será realizada nesta sexta-feira (24), a tradicional festa do Arraial do Sesi, promovida pelo Serviço Social da Indústria, órgão vinculado à Federação das Indústrias (Fiema). O evento será na Unidade de Promoção da Saúde Sesi Araçagi, a partir das 18h.

Com uma programação diversificada da cultura maranhense, a entidade, a festa reúne industriários e familiares, além de outros convidados. A programação inicia às 18 horas com apresentações voltadas ao público infantil, incluindo as danças dos alunos da Escola Sesi Anna Adelaide Bello. A partir das 19h, sobem ao palco atrações como o Cacuriá de Dona Teté e o encerramento será com o Forró Pé no Chão, que vai até a madrugada. 

Veja quais são as atrações da festa:
  • Apresentação de Danças da Escola Sesi Anna Adeilaide Bello
  • Cacuriá de Dona Teté
  • Bumba Meu Boi de São Miguel Rosário
  • Cia. Barrica
  • Bumba Meu Boi da Maioba
  • Bumba Meu Boi de Morros
  • Bumba Meu Boi do Maracanã
  • Grupo Forró Pé no Chão

Passagens de ônibus interestaduais e internacionais são reajustadas em 9,04% a partir de 1º de julho

A partir de 1º de julho, as tarifas do transporte rodoviário coletivo interestadual e internacional de passageiros serão reajustadas em até 9,042%. O aumento foi autorizado pela ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres). A resolução 5.123/2016, prevendo a medida, está publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (23).

Assim, o cálculo do preço de cada bilhete poderá variar de R$ 0,15 por quilômetro a R$ 0,56 por quilômetro percorrido. Os valores são fixados conforme o tipo de serviço oferecido pela empresa.

Conforme a Agência, a permissão se deve à necessidade de manter o equilíbrio econômico-financeiro das empresas. Segundo a resolução, o valor não se aplicará ao transporte rodoviário interestadual e internacional semiurbano de passageiros, que será determinado em ato específico.

Governo de São Paulo transfere para o controle da iniciativa privada 25 parques estaduais

Enquanto no Maranhão criou-se uma enorme e desnecessária polêmica sobre a cessão do Parque Independência para a Associação dos Criadores do Maranhão (Ascem), em São Paulo, o governo estadual está cedendo para a iniciativa privada 25 parques estaduais, em regime de comodato (tal como o assinado aqui em 2009), pelo prazo de até 30 anos.

A Secretaria do Meio Ambiente  de São Paulo, justificativa o projeto, afirmando que as concessões são de interesse público por permitir que se obtenham recursos privados para a recuperação dos biomas e o desenvolvimento sustentável, “valendo-se da expertise e modos de produção típicos da iniciativa privada especializada, mantendo-se, contudo, nas mãos da administração, prerrogativas inerentes ao poder de polícia de que é titular, em especial em contrato com o particular e a possibilidade de sua retomada, a qualquer momento, se detectada infringência a obrigações legais ou contratuais, por parte do concessionário”.

Os parques que passarão para as mãos da iniciativa privada são Campos do Jordão, Cantareira, Intervales, Turístico do Alto Ribeira, Caverna do Diabo, Serra do Mar (Núcleo Santa Virginia), Serra do Mar (Núcleo São Paulo), Jaraguá, Carlos Botelho, Morro do Diabo, Ilha do Cardoso, Ilhabela, Alberto Löfgren, Caminho do Mar, Estação Experimental de Araraquara, Estação Experimental de Assis, Estação Experimental de Itapeva, Estação Experimental de Mogi Guaçu, Estação Experimental de Itirapina, Floresta Estadual de Águas de Santa Bárbara, Floresta Estadual de Angatuba, Floresta Estadual de Batatais Floresta Estadual de Cajuru, Floresta Estadual de Pederneiras e Floresta Estadual de Piraju.

23 de jun de 2016

Engana-se quem pensa que a Expoema é um evento privado, pois é público e do qual o Estado abriu mão

Das muitas besteiras que vêm sendo ditas sobre o cancelamento da Exposição Agropecuária do Maranhão (Expoema) uma delas diz que trata-se de um evento privado, portanto não faz sentido reservar uma área do Estado para realizá-la e esta imóvel ficar o ano inteiro sem utilização. Não é verdade, pois a Expoema,que em 2016 completa 60 anos, é um evento público, apenas foi transferido para a Associação dos Criadores do Maranhão (Ascem), no início do governo de Edison Lobão, porque o Estado não demonstrava interesse de continuar realizando, tampouco o Parque Independência foi dado à entidade dos pecuaristas; apenas houve um contrato para que ela cuidasse do imóvel, tirando esta despesa do erário público, mas nada impede o Estado de estar lá dentro.

Para se entender como tudo isto ocorreu, vale recordar o governo de Epitácio Cafeteira. Este, a exemplo do governador atual, Flávio Dino (PCdoB), não nutria simpatias pela pecuária, ou melhor pelos agropecuaristas, e se recusava a continuar realizando o evento, chegou até a suspendê-lo, ao contrário do estímulo que era dado pelos antecessores, principalmente João Castelo e Luiz Rocha. Para garantir sua continuidade, mas tirando a despesa do Estado, o ex-governador Lobão concordou em transferir sua organização para a Associação dos Criadores e delegou a gerência do Parque Independência a este órgão, garantindo assim um espaço adequado, assim como fez anos depois José Reinaldo Tavares, que comprou, em Balsas, a Fazenda Sol Nascente, para a Fundação de Amparo à Pesquisa no Corredor de Exportação Norte (Fapcen) mantivesse a Agrobalsas numa boa estrutura. 

O contrato de cessão do Parque Independência foi ratificado em 2009, pela ex-governadora Roseana Sarney, e sua validade vai até 2026.

Vale avisar também aos que estão fazendo confusão sobre esse tema que em todos os estados do Brasil há exposições agropecuárias mantidas pelo poder público, pois trata-se de um estímulo à produção rural, assim como um arraial junino é um estímulo ao folclore; o carnaval, à cultura popular etc. Portanto, se o Governo do Estado quiser, ele faz a Expoema, ao seu modo, e tira a Associação dos Criadores do comando, já que esta entende que para fazer um evento em alto estilo, lucrativo, de apelo popular... não há mais tempo, pois isto deveria ter começado em abril e desde março o Estado não sinalizou se pretendia ou não consentir sua montagem no Independência, do qual a Ascem está sendo afastada.

Não procede também o argumento do Governo do Estado de que São Luís não seria o local ideal para sua realização, já que não tem tradição pecuária. Pode ser, mas uma feira desse porte, que atrai pessoas de todo o país, demanda serviços de hoteleira, de transporte aéreo, de restaurantes, transporte interno (táxi e ônibus) e outros itens para que seja realmente um evento de sucesso. Que cidade do Maranhão poderia oferecer tudo isto, além de Imperatriz, onde já se realiza a Expoimp?

Não se deve esquecer também que é uma festa da cidade, que cria opções de lazer, fomenta o turismo de negócios, gera milhares de empregos temporários, estimula a descoberta científica etc. Não realizá-la é uma insensatez.

Mas aos que dizem não haver na Ilha produção pecuária que justifique uma Expoema, vão aqui os números sobre os rebanhos de São Luís, Raposa, Paço do Lumiar e São José de Ribamar, somados: bovinos, 5 mil reses; suínos, 12 mil 174 animais; ovinos, 2 mil 600; caprinos, 2 mil 500; e equinos, 850. Os números, insuspeitos, são da Agência de Dfesa Agropecuária do Maranhão (Aged-MA), órgão vinculado à Secretaria de Agricultura (Sagrima).

Prever confirma números da Exata e da Econométrica: Edivaldo não ganha de Eliziane ou de Wellington do Curso

A situação do prefeito Edivaldo Holanda Júnior é
desconfortável, pois por esta pesquisa ele também
perderia tanto para Eliziane Gama quanto para
Wellington do curso nos cenários de segundo turno
Nova pesquisa de opinião pública sobre as intenções de voto dos eleitores de São Luís para a eleição de São Luís reforça os levantamentos feitos pelos institutos Econométrica e Exata quanto às dificuldades que o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) terá para se reeleger.

Nos cenários do segundo turno, contra a deputada federal Eliziane Gama (PPS) e o deputado estadual Wellington do Curso, ele perde para ambos.

Os números foram divulgados pela TV Difusora e apurados pelo Instituto Prever. A grande novidade deste levantamento é o aparecimento do deputados estadual Eduardo Braide (PMN), que aparece com 4,8% dos votos.

De acordo com a pesquisa, numa resposta estimulada para primeiro turno, a deputada Eliziane Gama tem 20,6%; Edivaldo Holanda, 19% do atual; e Wellington, 18,2%. Bira do Pindaré (PSB) aparece com 7,9%; Eduardo Braide (PMN), 4,8%; Rose Sales (PMB), 4,4%; Fábio Câmara (PMDB), 2,4%; João Bentivi (PHS),1,8%

Nos cenários de segundo turno, Eliziane ganharia Edivaldo por 40,6% a 29,7%; a deputada também ganharia de Wellington, por 41% a 32%; e Wellington bateria Edivaldo por 45,5% a 33,1%.











Roberto Fernandes diz que projeto de candidatura a vereador pode ser adiado por motivos de saúde na família

O jornalista e radialista Roberto Fernandes (PTB), apresentador do programa Ponto Final, na Mirante AM, anunciou nesta quinta-feira (23) que seu projeto de disputar a eleição deste ano, onde tentaria uma cadeira na Câmara Municipal de São Luís poderá ser adiado, por motivos de saúde de um membro da família, o cunhado Manoel Moraes, o Bastico, que sofreu um problema de AVC.

A informação foi dada após ser indagado por um ouvinte se uns cartazes em que é feita referência ao seu programa remetia à possibilidade de uma campanha eleitoral. Nos banners lê-se: "Sou mais Roberto Fernandes. E ponto final".

Roberto disse que esse projeto está sendo relegado a um segundo turno porque neste momento todas as atenções estão voltadas para os problemas de saúde de Bastico.

O jornalista chegou a ter seu nome cogitado para disputar a eleição de 2012 como candidato a vice, na chapa de Edivaldo Holanda, mas a ideia foi descartada, prevalecendo a opção por Roberto Rocha (PSB), hoje senador da República.

Sagrima deve anunciar nesta quinta-feira uma alternativa para realização da Exposição Agropecuária do Maranhão

GIRO ECONÔMICO

A Secretaria Estadual de Agricultura (Sagrima) ficou de apresentar à Associação dos Criadores, nesta quinta-feira (23), uma alternativa para realização da Exposição Agropecuária do Maranhão (Expoema), que a entidade decidiu suspender porque não tem garantias de espaço para sua realização, e mesmo diante do anúncio de um adiamento de retomada, pelo Governo do Estado, do Parque Independência, onde ela é montada, alega que a esta altura, faltando dois meses para sua abertura, não há mais como captar patrocínio, organizar leilões, montar uma grade de shows, comercializar estandes, preparar o parque etc. 

Nada impede, porém, que o Estado realize o evento, que é seu, apenas foi transferido para a Ascem porque quando era público tinha custos elevados injustificados e nenhum retorno econômico.

Resta saber se o Estado terá como montar esta exposição a tempo de ser realizada em setembro ou se vai adiar o seu calendário.

Conselheira - A advogada Rosana Galvão foi nomeada para a Comissão da Mulher Advogada do Conselho Federal da OAB a convite do presidente nacional da Ordem, Claudio Lamachia. Além desta indicação, a OAB-MA ocupa também outros cargos estratégicos no âmbito nacional da Ordem com os conselheiros Luís Augusto de Miranda Guterres Filho (Fundo de Integração e Desenvolvimento Assistencial dos Advogados - FIDA) e Charles Dias (Procuradoria Nacional de Defesa das Prerrogativas). 

Construção - A Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic) e o Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon) realizam nesta quinta-feira (23), no Gran São Luís Hotel (Centro), encontro para debater, dentre outros temas, o programa Minha Casa Minha Vida, pacto sobre distratos, corretagem apartada e o Código Florestal. O evento será das 9h às 17h com participação de mais de 60 integrantes da Câmara, dentre eles o presidente José Carlos Martins, e representantes do poder público.

Restaurante multado - Proprietário de um famoso restaurante da cidade está com a cabeça ardendo, pois a Secretaria Estadual da Fazenda aplicou-lhe multa superior a R$ 1 milhão após constatação de vendas de refeições e bebidas, pagas com cartões de crédito, sem emissão de nota fiscal.







Na abertura do Encontro sobre o Corredor Centro Norte, nesta quarta-feira (22), na Fiema, Adalberto Tokarski (Antaq), Ted Lago (Emap), Carlos Brandão (vice-governador) e Edilson Baldez (presidente da Fiema)


Avicultura - A Secretaria de Indústria e Comércio, que coordena o programa Mais Avicultura questionou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) a fim de saber como foram obtidos os números divulgados domingo (19) e segunda-feira (20) por este jornalista sobre a queda nos abates de aves, já que o Maranhão não possui abatedouros industriais de aves com serviço de inspeção federal nem estadual, como atestam o Ministério da Agricultura e Agência Estadual de Defesa Agropecuária.

Investimentos - Ao discursar nesta quarta-feira (22), na abertura do XXVIII Encontro sobre o Corredor Centro Norte, na Federação das Indústrias (Fiema), o governador Flávio Dino (PCdoB) anunciou que a Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap) vai investir R$ 230 milhões em melhorias – iluminação, segurança, novos berços etc - no Porto do Itaqui e com isto passa a ser a terceira maior investidora no estado, pois à sua frente estão apenas do próprio Governo e da mineradora Vale.

22 de jun de 2016

Abandono da Lagoa da Jansen põe em risco a segurança de quem pretende desfrutar de suas belezas

É perigoso conhecer as belezas da Lagoa da Jansen, diante de tanto abandono
Um dos principais cartões postais de São Luís, a Lagoa da Jansen, que é administrada pelo Governo do Estado, tornou-se perigosa para quem pretende desfrutar de suas belezas, e não se está falando dos riscos de assaltos por falta de policiamento, do excesso de buracos nas pistas que a circundam ou da péssima iluminação pública, mas a falta de cuidado com os passeios sobre a lâmina d´água, na parte que dá para a Ponta d´Areia, que estão sem conservação, com tábuas apodrecidas e algumas já nem existem mais, se desprenderam.

Caminhar por essas vias é um risco, pois há risco de acidente, já que é preciso muito equilíbrio para caminhar e o risco de pisar numa tábua podre é grande.

Na Boate 098 o passeio foi "privatizado", mas pelo menos está conservado
Não bastasse o desleixo do poder público, os três bares - Por Acaso, Filial Botequim e 098 - se encarregaram de "privatizar" esses passeios, pois ficaram dentro dos seus domínios. Por Acaso e Filial ainda criaram uma passagem entre os dois estabelecimentos,mas o outro bar transformou o passeio numa extensão. Por ironia este é o único conservado.

Já na parte que dá para o bairro do Renascença, onde o Governo do Estado e a Prefeitura constroem uma praça, a concha acústica está parcialmente depredada. Em abril, foi realizada licitação para reformá-la, a empresa Moraes Bastos Construtora Ltda., cujo endereço fica num povoado de Pio XII, foi a vencedora.


Nova pesquisa sobre a sucessão municipal de São Luís deve favorecer candidatura do deputado Eduardo Braide

Nova pesquisa de opinião pública sobre a eleição municipal de São Luís, que deve ser divulgada nesta quinta-feira (23), deve apresentar o deputado Eduardo Braide (PMN) como candidato viável a sucessor de Edivaldo Holanda Júnior (PDT). A informação é do próprio parlamentar, que disse estar determinado a levar sua candidatura até o fim, ou seja, não tenciona nenhum tipo de acordo que possa demovê-lo deste projeto.

Indagado sobre com quais partidos pretende firmar aliança, a fim de dar mais robustez à sua candidatura, o deputado respondeu que o tempo a que seu partido terá direito, no rádio e na televisão, será suficiente para desenvolver sua campanha, portanto não está preocupado com esse tipo de coligação.

Eduardo Braide disse que seu projeto de ser prefeito é inspirado nos filhos, pois não tenciona que algum desista de morar em São Luís e isto o fará trabalhar  em favor de todos, pois este, certamente, é o desejo de todos os pais. Braide está tão confiante de que poderá surpreender que prometeu daqui a quatro meses estar mantendo contatos com os jornalistas para falar da disputa em segundo turno, e já em dezembro, debatendo o plano de governo.

Sobre a pesquisa que vai ser divulgada, não mencionou o instituto que aplicou, tampouco quem patrocinou. Disse que apenas foi informado de que ela está fechada e os números lhe favorecem.

Transação milionária transfere controle do Laboratário Gaspar para a Diagnósticos da América (Dasa)

GIRO ECONÔMICO

O bioquímico Antônio Gaspar decidiu encerrar sua carreira empresarial no ramo de análises clínicas, por isto fechou uma transação com a Diagnósticos da América (Dasa) e transferiu o controle do Laboratório Gaspar. A transação foi anunciada em primeira mão pelo jornal Valor Econômico, que antecipou ter a negociação ficado em R$ 59,43 milhões, valor que Gaspar não confirma nem desmente. 

Segundo comunicado da Dasa enviado nesta segunda-feira (20) à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o seu conselho de administração autorizou avaliar a adequação da operação às leis e tomar as providências para efetivar o negócio. A aprovação da transação deverá ser referendada pelos acionistas da Dasa em assembleia geral, ainda sem data marcada.

O Laboratório Gaspar com 24 unidades de atendimento em São Luís e mais dois municípios: São José de Ribamar e Santa Inês.

Conferência - O ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Marcello Lavenère profere, nesta quarta-feira, às 17h, na Assembleia Legislativa, a palestra Brasil: Forças Políticas e Perspectivas para o Futuro, a convite da Comissão Justiça e Paz da Arquidiocese de São Luís. Ele também autografará o livro Memória e Compromisso – A Participação dos Cristãos na Redemocratização do Brasil e a Anistia Política. Lavenère também concederá entrevista coletiva às 16h sobre os temas da palestra e do livro.

Corredor - Será realizado nesta quarta-feira (22), a partir das 09h, na Federação das Indústrias (Cohama), o XVIII Encontro sobre o Corredor Centro Norte, com presenças já confirmadas de Flávio Dino (governador do Maranhão), Luís Fernando Silva (Secretário de Políticas Portuárias), Valter Casimiro Silveira (diretor do DNIT), Adalberto Tokarski, (Antaq), Marcelo Vinaud Prado (ANTT), Ted Lago (Emap), Edilson Baldez das Neves (Fiema), Luiz Claudio Santos (Tegram) e Alexandre Lobo (Adecon).

Bares - Proprietários de bares no Estádio Castelão fazem as contas e constatam que em dias de jogos do Moto o movimento em seus caixas é bem maior do que nas partidas do Sampaio, pois o primeiro leva mais público que o concorrente.






Em visita à Aliança Francesa, o deputado Adriano Sarney (C) com Nan Souza, a presidente Tatyana Medeiros, o conselheiro José Jorge e o vice-presidente Sofiane Labidi


Expoema - A Secretaria da Agricultura agendou para esta quinta-feira (23) reunião com a diretoria da Associação dos Criadores para tentar contornar a crise criada com a comunidade agropecuarista por conta da inviabilização da Expoema 2016. O resultado concreto dessa reunião será quase nenhum, pois a diretoria da Associação dos Criadores está determinada a não mais realizar o evento, depois de ter ficado esperando, desde março, uma posição sobre o Parque Independência, que o Governo do Estado quer de volta.

Arraial - Nesta sexta-feira (24), o Serviço Social da Indústria (Sesi) realiza na sua Unidade de Promoção da Saúde, no Araçagi, sua tradicional festa de São João. A inicia às 18 horas com apresentações votadas ao público infantil, incluindo danças dos alunos da Escola Sesi Anna Adelaide Belo. A partir das 19h, haverá Cacuriá de Dona Teté, Boi de São Miguel de Rosário, Boi Barrica, Boi da Maioba, Boi de Morros, Boi de Maracanã e Forro Pé no Chão. A entrada custa R$ 5,00 e é gratuita para crianças até sete anos.

Vereador José Joaquim presta homenagem ao Sesi pelos seus 70 anos nesta quarta-feira na Câmara Municipal

A Câmara Municipal de São Luís realiza nesta quarta-feira (22) sessão solene para comemoração dos  70 anos de atuação do Serviço Social da Indpustria (Sesi), que será representado pelo presidente do seu conselho estadual, Edilson Baldez das Neves, que também preside a  Federação das Indústrias do Maranhão (Fiema), e a superintendente regional do do órgãoI, Roseli de Oliveira Ramos. 

A solenidade está marcada para as 15 horas e a homenagem é de autoria do vereador José Joaquim.

O Sesi foi criado em 1º de julho de 1946 e desde o início, contribui para tornar ambientes de trabalho mais seguros e saudáveis, por meio de ações de melhoria da saúde e segurança do trabalho e da promoção da saúde do trabalhador, além de oferecer educação básica e continuada de qualidade para milhões de empregados da indústria e seus dependentes nas 27 unidades da federação.

21 de jun de 2016

Zé Reinaldo comprou Sol Nascente e botou Agrobalsas; Flávio Dino tirou Expoema do Parque Independência

Exposição Agropecuária do Maranhão está inviabilizada pelo Estado
Desde abril passado, quando este blog noticiou em primeira mão que o Governo do Estado havia reivindicado o Parque Independência, apesar de estar em vigor, com validade até 2026, um contrato de comodato com a Associação dos Criadores do Maranhão (Ascem), é sabido que a Exposição Agropecuária do Maranhão (Expoema) estava ameaçada, por falta de espaço, já que os diretores da entidade não vinham encontrando abertura para dialogar com as autoridades estaduais uma alternativa a fim de manter o evento, que está completando 60 anos.

Os meses se passaram, os debates foram se aprofundando e somente agora, depois que a repercussão negativa tomou conta de todos os setores produtivos e outros segmentos da sociedade, em todo o Maranhão (e fora do estado também), o governo tratou de se explicar. Primeiro despachou, segunda-feira, um membro da Sagrima para negociar com a Ascem uma saída, em vão, pois não há mais tempo hábil para se montar uma feira dessa grandeza (não é arraial junino que se monta numa semana) e por último surgiu a história do programa de habitação popular.

Convenhamos, se o governo estiver atrás de áreas para construir moradias basta procurar em seus arquivos, e vão aqui algumas dicas:

  • Todas as terras que pertencem ao extinto Ipem, inclusive o Sítio Santa Eulália, no Jaracati, cortado pela Via Expressa, e parte do Calhau, terão de ser vendidas, portanto basta pegar um pedaço e fazer casas, apartamentos e o que mais quiser
  • No entorno do Castelão, no Outeiro da Cruz ou Barreto, há terrenos subutilizados que dariam para construir muitos apartamentos
  • Por que não fazer casas no Parque Folclórico da Vila Palmeira, que também funciona uma vez por ano?
  • Por que o governo não pega a área recreativa do Ipem, no Calhau, e constrói casas populares de frente para o mar?

Fazenda Sol Nascente, em Balsas, cedida pelo Estado para a Agrobalsas
A verdade é que o governo não gosta do agronegócio, detesta pecuaristas e agricultores de média porte para cima e encontrou uma desculpa para inviabilizar o evento, numa visão míope, bem diferente, por exemplo, do ex-governador José Reinaldo Tavares, que desapropriou uma área em Balsas, a Fazenda Sol Nascente, para que a Fundação de Amparo à Pesquisa no Corredor de Exportação Norte (Fapcen) pudesse fazer a Agrobalsas num espaço adequado, já que antes era numa fazenda privada. Zé Reinaldo enxergava longe. O espaço é público; o evento é privado. E daí, se quem ganha é o Maranhão?

Duvida-se muito que o governo tenha coragem de fazer o mesmo com o Parque de Exposição de Bacabal, onde se realizava a Expoaba, que foi cedido, também pelo Estado, a uma associação presidida pelo ex-prefeito e ex-deputado Zé Vieira e este desafia quem queira tomá-lo. O parque está abandonado, com as construções em ruínas, o mato tomando conta, mas que ninguém se meta.

Às margens da Via Expressa há terrenos de sobra para se construir casas
Agora o discurso de que o Parque Independência é público e a Expoema privada, por isto o governo não tem culpa dela não se realizar, é furado. A título de comparação, o Castelão é um estádio público e nele só se realizam eventos privados: Campeonato Maranhense, que é da Federação Maranhense de Futebol (FMF) e Campeonato Brasileiro, que é da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Se o governo fechasse agora esse estádio prejudicaria ou não prejudicaria o futebol maranhense? Inviabilizaria ou não inviabilizaria a participação dos clubes locais nestas competições?

Por fim, em dezembro de 2015 foi apresentado, na presença do vice-governador, Carlos Brandão, e do diretor geral da Aged, Sebastião Anchieta, um projeto de recuperação, modernização e abertura do parque para a comunidade no entorno, bem como foi anunciada a Expoema deste ano, ou seja, o governo soube de tudo com bastante antecedência e poderia ter dito lá atrás que não queria nada disso,e talvez a feira fosse realizada em outro local, mas não romper contratos em cima da hora e agora buscar desculpas para suas falhas.

Senac está com inscrições abertas até 06 de julho para cursos gratuitos de cozinheiro e garçom

GIRO ECONÔMICO

O Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) abre nesta quarta-feira (22) e estende até 06 de julho inscrições para os cursos gratuitos de Cozinheiro e Garçom. Estão sendo oferecidas 50 vagas pelo Programa Senac de Gratuidade, o PSG. E para concorrer a uma vaga o interessado deve acessar o site do órgão. O curso de Cozinheiro possui carga horária de 500 horas e o de Garçom, 360 horas, ambos desenvolvidos em período integral. 

As aulas serão ministradas no Restaurante Escola do Senac, em São Luís, de segunda a sexta-feira, e plantões às sextas à noite e sábados pela manhã. O candidato classificado será convocado para matrícula de acordo o número de vagas na turma do curso e no turno definido em sua inscrição.

O resultado do processo seletivo será divulgado no dia 07 de julho, por meio de listagens nominais e será disponibilizado para consulta na página do Programa e nos murais do local onde os cursos serão realizados. 

Lagoa - Os comerciantes estabelecidos na Lagoa da Jansen que exploram bares e restaurantes construídos pelo Governo do Estado já estão de sobreaviso, pois em outubro vencem os contratos para sua concessão. O problema é que todos os atuais ocupantes não são concessionários, pois na verdade alugaram de quem recebeu a autorização do estado e que não tiveram a devida preocupação de devolvê-los depois que desistiram de seus negócios, ou seja, vem dor de cabeça por aí para muita gente.

Exploração - Não é barato frequentar um arraial junino em São Luís, pois, mesmo a entrada sendo franqueada, já que são espaços públicos, pois os arrendatários das barracas estão praticando preços bem salgados. Para se tenha ideia, cerveja somente em lata, e palito (296 ml), pela qual paga-se R$ 4,50 e um pratinho de comida típica – arroz, vatapá, farofa e um pedaço de torta – R$ 20,00, ou seja, um grupo de cinco pessoas terá uma despesa, só com refeição, ao custo do que seria cobrado num restaurante de fama.

Eleição - Relegada a terceiro plano, por conta dos debates sobre o impeachment de Dilma e os escândalos da Lava Jato, a sucessão municipal de São Luís, depois de divulgadas duas pesquisas de intenção de voto, parece que agora cai no debate popular.




O presidente da CDL, Fábio Ribeiro (E), e o diretor administrativo do órgão, Antônio Froes, com a empresária Luiza Trajano, do Magzine Luiza, que esteve semana passada em São Luís participando do Forum da Mulher Empresária



Aeroporto -  Não são apenas os problemas no fornecimento de energia elétrica que preocupam os comerciantes instalados no Aeroporto Marechal Hugo da Cunha Machado, em São Luís, mas o baixo movimento de passageiros e aeronaves. Para que tenha ideia, boa parte da manhã e da noite, não há praticamente pessoas circulando pelo local, já que as companhias aéreas decidiram concentrar seus voos na madrugada, mas mesmo assim quem tem loja é obrigado a mantê-la funcionando 24 horas.

Corredor - Será realizado nesta quarta-feira (22), na Federação das Indústrias, o XXVIII Encontro sobre o Corredor Centro Norte, em que serão debatidos, dentre outros temas, avanços do Complexo Portuário de Itaqui; como o setor industrial pode se beneficiar do Corredor; regulação na saída de soja e milho, pelo Itaqui; avanço das exportações e novos investimentos; participação da VLI na integração; a importância de um Complexo Portuário no desenvolvimento regional; aumento no transporte de container.

19 de jun de 2016

Governador cobra da Infraero melhorarias nos serviços do aeroporto, mas não cuida nem da Rodoviária de São Luís

O governador Flávio Dino (PCdoB), mais uma vez, usou de sua autoridade para buscar solução de problemas que, mesmo fora da responsabilidade do Estado, julga ser do seu dever interferir para o bem da sociedade, no que,salvo melhor interpretação, está correto.

Primeiro foi, em abril, com a BR 135, que ainda está com problemas críticos de trafegabilidade, quando cobrou providências do DNIT para acabar com a buraqueira, e agora como o aeroporto Marechal Hugo da Cunha Machado, onde, neste sábado (18), os serviços de pouso e decolagem foram suspensos por algumas horas devido a problemas no fornecimento de energia, e ele "cobrou" explicações da Infraero.

“Gestão de aeroportos compete ao Governo Federal, não ao Governo do Estado. Mesmo assim, estamos oferecendo ajuda para resolver problema. Falei agora com ministro dos transportes, Maurício Quintella, que garantiu todo empenho do Governo Federal para resolver o problema do aeroporto”, disse Sua Excelência.

Pena que tais interferências não se deem com a mesma determinação quando os problemas são de responsabilidade do Estado. Várias MAs, algumas delas a poucos metros do Palácio dos Leões, como é o caso da Estrada de Ribamar e Estrada da Maioba, estão com condições de trafegabilidade precárias e os motoristas cobram, sem sucesso, medidas da Secretaria de Infraestrutura.  

O mesmo se verifica na Estação Rodoviária de São Luís, onde a desorganização é total e nem mesmo a pista que passa em frente ao terminal oferece condições de tráfego, dando a quem desembarca dos ônibus que chegam do interior e de outros estados um péssimo cartão de visita, como atesta a foto.

Procon não fiscaliza e barracas juninas tiram o coro de frequentadores de arraiais juninos com preços nas alturas

O Instituto de Defesa do Consumidor (Procon), tão zeloso no controle de preços quando o objetivo é multar donos de postos de combustíveis, livrarias em períodos de matrículas de alunos, estacionamentos privados, universidades particulares e estabelecimentos comerciais em geral, bem que poderia exercer sua força e aplicar a lei para coibir abusos que vêm sendo cometidos contra o consumidor nos quatro arraiais juninos mantidos pelo Governo do Estado e a Prefeitura de São Luís, promotores do São João de Todos Nós.

Quem frequentou esses espaços neste fim de semana se assustou com os preços praticados pelas barracas que comercializam comidas e bebidas, pois estão muito fora da realidade, tanto pela quantidade do que é vendido quanto pela qualidade do serviço que é oferecido.

Para que se tenha ideia, em todas as barracas estão sendo comercializadas apenas cervejas nas chamadas latinhas "palito" de 269 ml., ao preço de R$ 4,50 (quatro reais e cinquenta centavos), ou seja, por 538 ml paga-se R$ 9,00 (nove reais), praticamente o dobro do quanto se paga numa garrafa de 600 mil num bar ou o mesmo valor do quanto é cobrado num restaurante, barraca de praia etc, dependendo da marca.

Pior é com a exploração da venda de alimento. Um prato de comida típica, com uma porção de arroz, vatapá, farofa e um pedaço de torta custa R$ 20,00 (vinte reais), ou seja, se quatro pessoas se juntarem para ir a uma barraca e forem degustar um prato, cada pessoa, vão gastar quase o valor de uma refeição numa Cabana do Sol, Feijão de Corda ou outro restaurante de renome da cidade. Se for em restaurante popular, então, dá que sobra. Com uma diferença: no arraial usa-se pratos, colheres e garfos de plástico.

Vale destacar que as barracas são cedidas de graça, bancadas com dinheiro público, não emitem nota fiscal, não pagam empregados..., ao contrário dos outros estabelecimentos que o Procon tanto fiscaliza a olhos de lupa e multa sem piedade.

Movimento de passageiros nos aeroportos aeroportos do Maranhão registra queda no mês de maio, diz Infraero

GIRO ECONÔMICO

O movimento de passageiros nos aeroportos do Maranhão registrou queda em maio, segundo números divulgados, sexta-feira (17), pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). Em São Luís, os embarques e desembarques no Marechal Hugo da Cunha Machado somaram 113.048 contra 115.164 de abril (-1,8%) e 134.954 de maio de 2015 (-16,2%). 

No acumulado do ano, embarcaram e desembarcaram em São Luís, 660.433 passageiros contra 676.451 no mesmo período de 2015 (-2,36%). Em Imperatriz, no mês de maio, passaram 19.577 passageiros pelo Renato Cortez Moreira contra 21.684 de abril (-9,71%) e 27.835 de maio de 2015 (-29,6%). No acumulado do ano, foram 127.254 passageiros contra 128.789 de 2015 (-1,19%).

Na soma dos dois aeroportos, o movimento em maio foi de 132.625 contra 162.794 de 2015 (-18,5) e nos cinco meses do ano, 787.689 contra 804.795 no mesmo período de 2015 (-2,11%). 

Inclusão - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) realizará no próximo dia 23, na Federação das Indústrias do Maranhão (Fiema), a edição estadual do “Fórum Senai de Inclusão: uma reflexão para todos”. A ação faz parte do Programa Senai de Ações Inclusivas (PSAI) e tem por objetivo conscientizar a sociedade das potencialidades de pessoas com deficiência que atualmente, no Brasil, somam 29 milhões, em idade para trabalhar, com capacidade produtiva e podendo exercer sua plena cidadania.

Veículos - O número de veículos novos emplacados em São Luís em maio (1.910) aumentou 25,74% na comparação com abril (1.519), mas o acumulado do ano (8.735) apresenta uma retração de 24,14% em relação ao mesmo período do ano passado (11.514). No segmento automóveis e comerciais leves, foram emplacados 1.183 veículos em maio contra 915 em abril (29,29%), entretanto no acumulado dos cinco meses houve retração de 15,08%, pois foram 5.553 em 2016 contra 6.794 no ano passado.

Água potável - Pelo projeto do deputado Fábio Braga (SD) para que carros pipas possam abastecer a população com água potável, sempre que esse serviço for prestado a empresa deverá emitir nota fiscal ao solicitante para que a despesa possa ser ressarcida pela Caema. 





Talib Naufel Neto (D) cancelou o Leilão São Luís Horse Show deste ano, que seria realizado na Expoema. Ano passado, o leilão movimentou mais de R$ 1,7 milhão. No registro, com outros tradicionais criadores: Antônio Costa, o Cocóia, e Luís Almeida (C)


Combustíveis - Os empresários de distribuição de combustíveis que operam com bandeira Petrobras reclamam dos preços praticados pela BR Distribuidora, pois os colocam numa situação delicada frente aos concorrentes de outras marcas privadas: Shell, Ipiranga, Ale, SP etc, pois a diferença de preço no litro da gasolina, por exemplo, chega a R$ 0,08 (oito centavos) para mais, o que os obriga a praticar preço maior na bomba e se os postos de bandeiras diferentes são próximos os consumidores correm para onde é mais vantajoso.

Leilões - Pelo menos cinco tradicionais leilões de animais, realizados todos os anos em São Luís, no mês de setembro, já foram cancelados devido à não realização da Exposição Agropecuária do Maranhão (Expoema): Balde Branco (leite), Independência (ovinos e caprinos), São Luís Horse Show (equinos), Tropa de Elite (muares) e Maranhão Zebu (bovinos da raça Nelore). Os animais deverão ser levados para outros estados, onde há exposições agropecuárias agendadas, e vão enriquecer outros pastos do Brasil.

18 de jun de 2016

TVE está ameaçada depois de ser transferida pelo Governo do Estado ao patrimônio da União

GIRO ECONÔMICO

Fundada pelo ex-governador José Sarney e transferida ao patrimônio da União após a criação, em 2007, da Empresa Brasileira de Comunicação (EBC), a TV Brasil, que já foi TVE (Canal 2), está ameaçada, pois o presidente Michel Temer, buscando contenção de gastos pelo governo federal, pretende enxugar a estrutura dessa estatal, que tem despesas altíssimas e índices de audiência baixíssimos, mas custa aos cofres da União R$ 82 milhões. 

Além disso, incomoda ao atual presidente o fato de a EBC ter em sua estrutura de pessoal 30 gerentes de si mesmos, ou seja, sem subalternos, e 11 coordenadores sem coordenados, a maioria deles empregada por indicação de políticos ligados ao governo.

Quando foi criada, a emissora voltava-se para transmissão de aulas para escolas que integravam o Centro de Ensino do Maranhão (Cema) e somente no governo de João Castelo passou a funcionar como uma emissora aberta.

Convention - Na reunião de quinta-feira (16) do Conselho Empresarial do Maranhão (Cema), presidida pelo secretário Simplício Araújo (Indústria e Comércio), dirigentes das entidades patronais apelaram para que o Governo do Estado reveja a decisão de romper comodato com o Convention & Visitor Bureau, válido até 2028, e não tome o casarão colonial da Avenida Pedro II que o órgão recuperou para ser sua sede. O imóvel estava em ruínas e foi reformado com verbas federais e depois de pronto o Estado quer reavê-lo.

Abastecimento - O deputado Fábio Braga (SD) é autor do projeto de lei que dispõe sobre a regulamentação do fornecimento de água potável, por meio de carros pipa, à população maranhense. Segundo ele, houve um aumento da demanda por parte da população interiorana, sem que a concessionária do Estado, a Companhia de Saneamento Ambiental (Caema) e os serviços municipais autônomos tenham condições de atender às comunidades e estas não podem ser privadas de receber água de qualidade.

Brega - A Lagoa da Jansen, que já foi um dos roteiros noturnos mais chics de São Luís, está deformado, depois que bares e restaurantes como Poracaso, Kitaro e outros foram transformados em casas de shows populares.








No lançamento do livro Mata Roma – do Gibão ao Fardão, quinta-feira (16), o autor, Raimundo Marques (D), com os presidentes das academias de Letras do Maranhão (Benedito Buzar) e de Letras Jurídicas (João Batista Ericeira)



Startups - Será realizado neste sábado, em Fortaleza (CE), numa promoção do Banco do Nordeste do Brasil (BNB), o Bootcamp InovAtiva, treinamento de aceleração de startups, com participação de representantes dos estados Ceará, Piauí e Maranhão. O evento será realizado simultaneamente em nove capitais brasileiras, conectando novos empreendedores que participam do ciclo de aceleração de startups do InovAtiva Brasil, programa gratuito de aceleração em larga escala para negócios inovadores.

Intercâmbio - Um ano após ter anunciado sua estreia no segmento de viagens de intercâmbio, a CVC, maior operadora de viagens das Américas, anuncia mais uma novidade: a ferramenta "Monte Seu Intercâmbio", sistema inédito no site da operadora - www.cvc.com.br- que permite ao viajante personalizar de maneira online seu intercâmbio, combinando curso de idioma, com o tipo de acomodação e com a tarifa aérea mais em conta para o período desejado, garantindo maior flexibilidade na hora de planejar e de fechar o intercâmbio.

Nome do ex-presidente José Sarney é retirado de viaduto na cidade de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo

Não é apenas no Maranhão onde o nome do ex-senador e ex-presidente da República José Sarney (PMDB-AP) está sendo retirado de bens públicos. Na cidade de Ribeirão Preto, no interior paulista, a prefeita Darcy Veras (PSD) vai cancelar a homenagem dada ele com a denominação de um viaduto, que passará a se chamar Jandyra de Camargo Moquenco, ex-diretora do jornal "A Cidade".

Ano passado, o governador Flávio Dino (PCdoB), por decreto, tirou o nome de Sarney de pelo menos seis estabelecimentos de ensino e tem na mira outros monumentos e vias públicas, como Ponte do São Francisco, em São Luís; hospital estadual de Pindaré-Mirim, e muitos outros.

Apesar das recentes denúncias trazidas a público com as delações do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, não é o envolvimento no esquema da Lava Jato que está levando a Prefeitura de Ribeirão Preto a tomar essa medida, pois a lei foi aprovada na Câmara Municipal sete anos atrás, depois da citação do ex-presidente em outro episódio, em 2009, quando foi acusado de nomear parentes e fazer uso de atos secretos, quando presidia o Senado, para aumentar salários.

"Para Ribeirão Preto fica muito ruim deixando o nome dele exposto", afirmou ao jornal O Globo, o presidente da Câmara Municipal, Walter Gomes (PTB), autor do projeto de lei em 2009.Para o vereador, a mudança é um presente para a cidade, que completará 160 anos neste domingo (19). Segundo o vereador, caso existam mais homenagens a envolvidos na Lava-Jato, elas serão retiradas.

O viaduto foi inaugurado em 1986, quando José Sarney era presidente da República, pelo prefeito João Gilberto Sampaio. A cidade mantém duas avenidas com nomes de ex-presidentes do regime militar, Castelo Branco e Costa e Silva, e uma praça chamada Emilio Garrastazu Médici.

(Com dados de O Globo)

17 de jun de 2016

"Tomás Turbando" diz que impeachment de Dilma é golpe, afirma advogado Eduardo Cardozo ao cair em pagadinha

Pregadinha: Segundo Cardoso, jurista  "Tomás Turbando" concorda que
impeachment de Dilma é golpe, pois não houve crime nas pedaladas fiscais
Na ânsia de provar que o impeachment da presidente Dilma é um golpe, o advogado José Eduardo Cardozo cometeu uma gafe nesta quinta-feira (16), durante sessão da Comissão Especial do Impeachment, ao cair numa pegadinha. Ao apresentar a lista de diversos renomados juristas que estariam endossando as teses da sua defesa de que as pedaladas fiscais não são crimes, Cardozo citou "Tomás Turbando Bustamante". O nome do "jurista" sugere uma cacofonia, pois ao seu pronunciado fica "tô masturbando".

Na verdade, o ex-ministro da Justiça e ex-advogado geral da União queria citar Thomas da Rosa de Bustamante, que é professor de Filosofia do Direito da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e responsável por parecer que defende a junção do pedido de impeachment de Temer ao de Dilma. 

Eduardo Cardozo não pareceu se dar conta da "brincadeira" da qual foi vítima e continuou o discurso, sendo alvo agora de gozação pelas redes sociais.