2 de jun de 2016

BNB cria linha de crédito para financiar projetos voltado para geração de energia solar na região Nordeste

GIRO ECONÔMICO

O Banco do Nordeste criou uma nova linha de financiamento para projetos de micro e minigeração distribuída de energia elétrica, que deve resultar no aumento dos negócios no setor de energia fotovoltaica no Brasil nos próximos anos e, ao mesmo tempo, estimular a geração de milhares de novos empregos na região nordestina, bem como no Norte e Sudeste, conforme projeção do presidente executivo da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), Rodrigo Sauaia, que participou, segunda-feira (30 de maio), em Fortaleza (CE), como palestrante, do lançamento deste novo produto, evento que contou com a presença de autoridades e empresários da região. 

Em sua apresentação, Sauaia destacou os conceitos básicos de micro e minigeração distribuída no País e a organização do setor de energia fotovoltaica na região. 

A linha de financiamento conta com taxa de juros de 6,5% a 11% ao ano, abaixo da média de mercado, carência de 6 a 12 meses, prazos de até 12 anos e bônus de adimplência para quem pagar as parcelas em dia.

Vale - A Vale concluiu a transação anunciada dia 04 de abril deste ano, transferindo sua participação de 26,87% na Companhia Siderurgica do Atlântico (CSA) para Thyssenkrupp. Como resultado da conclusão desta negociação, os direitos minoritários e outros direitos participativos da Vale nos acordos de acionistas existentes da CSA e outros contratos operacionais entre a Vale e a CSA deixarão de existir, com exceção do contrato existente de compra e venda de minério de ferro entre ambas as partes.

Aftosa - Como previu a coluna, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) aprovou a prorrogação do prazo paraconclusão da primeira etapa da campanha de vacinação contra a Febre Aftosa no Maranhão. De acordo com portaria de 30 de maio de 2016, da Agência Estadual de Defesa Agropecuária (Aged), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima), a vacinação de bovinos e bubalinos, que deveria ser realizada até 31 de maio, prossegue até 10 de junho.

Resíduos - Será inaugurado nesta quinta-feira (02), às 09h, o primeiro Centro de Tratamento de Resíduos do Maranhão (CTR), pertencente à Maxtec Serviços Gerais e Manutenção Industrial e que vai funcionar n Distrito Industrial de São Luís, entre Pedrinas e o Itaqui.








Na comemoração dos 80 anos do IBGE, o diretor do órgão no estado, Marcelo Virgínio Melo (E), com o presidente do Imesc, economista Felipe de Holanda, que foi um dos palestrantes do evento



Venezuela - A crise econômica na Venezuela pode impactar um dos negócios mais promissores na pecuária maranhense: a exportação de bois vivos pelo Porto do Itaqui. O país presidido por Nicolás Maduro deixou de receber proteção do governo brasileiro e pode ficar impedido de fazer novas importações de animais do Brasil porque estaria em débito com o Banco do Brasil, financiador dessas transações. Alguns criadores já começam a sentir os efeitos dessa crise, pois deixaram de ser procurados pelos exportadores.

Tegram - Os dados sobre o desempenho da Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap) no primeiro trimestre mostram como o Terminal de Grãos do Maranhão (Tegram), iniciado em 2010, foi fundamental para dinamização do Porto do Itaqui, pois, mesmo num cenário de crise e retração da safra de grãos no Maranhão, foi registrado aumento nas exportações de soja (16%) e milho (65%) trazidos de outros estados, que se somaram às importações de trigo (157%) e fertilizantes (19%). O Itaqui também foi favorecido pelo embarque de 11 mil cabeças de gado para Venezuela e Líbano.

Nenhum comentário: