24 de jun de 2016

Concessões anunciadas pelo governo federal enfraquecem debate sobre federalização do Porto do Itaqui

GIRO ECONÔMICO

É pouco provável que o governo federal vá se deixar seduzir pela tese de federalização do Porto do Itaqui, pois neste momento o que está em pauta é a abertura de novas concessões no setor de transporte, como deixou claro nesta quarta-feira (23), o secretário executivo do Programa de Parcerias e Investimentos, Moreira Franco, que anunciou a abertura de novos processos de concessões públicas de aeroportos, portos, rodovias e ferrovias federais. 

A declaração foi feita por meio do Portal Planalto, após a primeira reunião do recém-criado Comitê Econômico do governo federal. Como Moreira Franco não participou da entrevista à imprensa, nada se falou a respeito das concessões anunciadas pelo secretário ao portal.

Na entrevista - com os ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha, do Planejamento, Dyogo Oliveira, e da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi - foi anunciado que o grupo apresentará, dentro de 15 dias, ao presidente Michel Temer, propostas para a retomada da atividade econômica.

Feijão - O Sampaio Corrêa vai ter de sugerir outro produto para ser doado pelos torcedores que tencionarem comprar ingressos a R$ 10,00 (Setor 1) nas próximas partidas do time no Campeonato Brasileiro, pois feijão está ficando inviável, já que o quilo, nos supermercados, está com preço próximo de R$ 10,00, ou seja, o ingresso acaba saindo por cerca de R$ 20,00. Para atrair público para seus jogos, o Sampaio vem fazendo esse tipo de promoção, pedindo em contrapartida a doação de feijão preto.

Expoema - Um dos argumentos dos que são contra a Expoema é de que São Luís não tem tradição pecuária, portanto não seria o melhor lugar para realizá-la, pois bem, segundo a Aged, nos quatro municípios da Ilha os há 5 mil reses bovinas, 12 mil 174 suínos, 2 mil 600 ovinos, 2.500 caprinos e 850 equinos. Mas a Expoema é também uma festa da cidade, cria opções de lazer, fomenta o turismo de negócios, gera milhares de empregos temporários, estimula a descoberta científica e traz outros benefícios. 

Arraiais - O Procon botou sua equipe dentro dos arraiais juninos para orientar os donos de barracas sobre boas práticas para atender bem os frequentadores. Faltou apenas alertar que não devem explorar os clientes com preços astronômicos.






O deputado César Pires é autor da proposta que transfere para a iniciativa privada rodovias estaduais, a fim de melhorar as condições de trafegabilidade. Resta saber se há movimento para dar retorno ao investimento


Beleza - De 05 a 07 de novembro, será realizada, em Imperatriz, a 5ª Feira da Beleza de Imperatriz, mas os preparativos já começaram. O presidente do evento, Francisco da Silva Almeida, diz que as perspectivas são promissoras e o evento abre também para o público masculino espaços na versão deste ano. Desde a sua primeira edição, em 2012, o evento é voltado para atualizar os conhecimentos dos profissionais que atuam na área. A feira é realizada pela CDL e Ativa Marketing e Propaganda.

Telefonia - Os clientes da operadora de telefonia Oi, que entrou com pedido de recuperação judicial na última segunda-feira (20), não deverão sofrer nenhuma consequência da medida neste momento. Segundo o presidente da consultoria Teleco, Eduardo Tude, a empresa tem caixa suficiente para continuar operando normalmente até uma solução definitiva do seu problema financeiro. Para Tude, o mais provável é que credores e acionistas da Oi cheguem a um acordo sobre a dívida da empresa.

Nenhum comentário: