2 de jun de 2016

Diante da ameaça de federalização do Itaqui, Carlos Brandão é escolhido para presidir conselho da Emap

Diante da ameaça de uma transferência do Porto do Itaqui para a União e devido ao bom trânsito que tem no governo do Michel Temer, como um bom tucano, o vice-governador Carlos Brandão foi escolhido para presidir o Conselho de Administração (Consad) da Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap), composto por nove membros, cujos mandatos são de três anos. Ele foi empossado nesta terça-feira (31).

Carlos Brandão tem acompanhado o desenvolvimento de projetos especiais do Governo do Estado, incluindo agendas internacionais que visam à atração de maiores investimentos para o Maranhão, e as discussões sobre logística, transporte de cargas e comércio exterior. Esse conhecimento sobre o acompanhamento desses projetos contribuirá com o trabalho que é desenvolvido pelo Consad.

A expectativa é que, pelo seu trânsito no governo de Michel Temer, por ser do PSDB, Carlos Brandão consiga frear a ameaça de transferência da gestão do porto, do Estado para a União.

Para Ted Lago, presidente da Emap, a atuação do vice-governador como membro do Consad é um acréscimo de experiência para o Governo do Estado e também para o setor portuário. “É uma satisfação muito grande em tê-lo como conselheiro e presidente do Consad”, afirmou. Como membros do Consad, Carlos Brandão e Ted Lago trabalharão ainda mais próximos nos projetos e programas que priorizam a atração de investimentos e geração de renda para o maranhense através da estrutura portuária do Estado.

Nenhum comentário: